RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

terça-feira, 24 de maio de 2016

Dr. Adriano não sabe que errar uma vez é humano, mas duas é burrice


O vereador, Dr. Adriano (REDE), após ter passado vergonha semana passada convocando irregularmente uma audiência pública na Câmara de Vereadores,  sem legitimidade para tal convocação, já que não atende o preenchimento mínimo dos requisitos legais para a convocação da audiência, insiste no erro e mais uma vez convoca de forma arbitrária e irregular uma nova audiência pública para hoje (24/05).

Em decorrência da repetição do erro por parte do vereador Dr. Adriano a Câmara de Vereadores de Cabo Frio divulgou nota afirmando que devido a ilegalidade da solicitação não haverá audiência pública de hoje (24/05).

Segue a nota da Câmara de Cabo Frio:

A Câmara Municipal de Cabo Frio vem, através deste, esclarecer sobre a divulgação da Audiência Pública, convocada pelo vereador Adriano Moreno, para esta terça-feira, dia 24 de maio, às 18h, no plenário da Casa.

No dia 17 de maio, o vereador Adriano Guilherme de Teves Moreno solicitou a presidência da Casa, através de ofício, uma resposta por escrito em 24 horas sobre a disponibilidade do plenário para o dia 24 de maio, para a realização da Audiência Pública.

No dia 18 de maio, ainda dentro do prazo estipulado em ofício, a presidência da Casa enviou a resposta ao gabinete do vereador informando que o Plenário da Câmara não estará disponível, pois há um trâmite que precisa ser seguido, e o Regimento Interno da Câmara Municipal de Cabo Frio, menciona em seu Art. 37.

Conforme o Art.37 do Regimento da Casa, as Audiências Públicas devem ser solicitadas por Comissão ou pela Mesa Diretora. O parágrafo primeiro menciona que a instalação da Audiência Pública deverá ser acordada com o Presidente da Câmara, que designará uma data em comum acordo com o presidente da Comissão. E o parágrafo terceiro, deve-se lavrar-se-á Ata, com o objetivo de arquiva-la.

A realização de Audiências também deve ser feita com antecedência para que a Casa disponibilize funcionários de serviços gerais e o operador de áudio. O evento também deve ser publicado em jornais e o edital fixado em local de fácil acesso na sede do Legislativo.


Assim, fica esclarecido que o plenário do Legislativo não estará disponível no dia 24 de maio, eis que carece de preenchimento de essencial requisito para ser realizado nesta Casa.

VÍDEO - Urubus atacando de dia os bairros de Arraial do Cabo


Mais um leitor do Blog Cartão Vermelho nos manda vídeo mostrando a situação desumana que chegou a cidade de Arraial do Cabo.

No vídeo abaixo se vê urubus atacando os lixos, espalhando pelas ruas, revirando como se fossem cachorros vira-latas, mas hoje a cidade de Arraial do Cabo, reconhecidamente uma das mais bonitas do mundo, não tem mais o simpático cachorro vira-lata, tem urubus vira-lata que dividem as ruas, praias e espaços públicos com moradores e turistas.

video

Cadê o Fórum de Arraial do Cabo?


Nesta segunda-feira (23/05), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) realizou a "comemoração" do 4º aniversário de paralisação das obras do Fórum de Arraial do Cabo, o evento já se tornou uma tradição desde os abandonos da obra em 2012.


Enquanto o novo, e já quase velho, Fórum não fica pronto a população cabista, advogados e juízes são obrigados a usar uma antiga escola na Prainha como sede da Justiça na cidade, uma vergonha a desestrutura e condições de trabalhos da Justiça.

Prefeitura de Cabo Frio inicia Curso de Sensibilização ao uso de Drogas


Na manhã de ontem (23/05) aconteceu a abertura do Curso de Sensibilização ao uso Indevido de Drogas, por ação conjunta da SEMAS- Secretaria Municipal de Assistência Social, e o DEPROSB- Departamento de Proteção Social Básica, no auditório da Prefeitura de Cabo Frio.     

O objetivo do curso de capacitação é de trocar ideia sobre o tema com equipes do CRAS– Centro de Referência de Assistência Social e do SCFV– Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. A proposta é trazer esse curso para os departamentos, fornecendo auxílio para os profissionais trabalharem com seus usuários.

O primeiro encontro lotou o auditório e será apenas a fase inicial do projeto. O curso de sensibilização terá mais nove encontros. Na entrada para o evento foi entregue uma pasta com caneta, programação e apostila sobre o tema abordado: O uso de drogas. Quem esteve presente também foi recepcionado com um café da manhã especial.

A mesa principal foi composta pela Secretária de Assistência Social, Martha Freschi, a Diretora do DEPROSB, Márcia Regina Boquimpani, o Conselheiro de Dependência Química da SEMAS e o ministrante da palestra, José Ricardo da Silva, a Subsecretária da Assistência, Ilana Rodrigues, a Presidente do CCS AISP 25º BPM Cabo Frio/Tamoios- Conselho Comunitário de Segurança, Patrícia Cardinot, e pelo Major Nogueira, do 25º BPM- Batalhão de Polícia Militar.

De acordo com o ministrante, José Ricardo da Silva, o curso terá partes dinâmicas ao longo dos dias programados. “Vamos ter a parte da vivência, para assim, poder perceber o outro lado, o dos usuários e seus familiares”, afirmou José Ricardo.

O subtenente Nunes, também esteve presente no evento e explicou sobre o PROERD-Programa Educacional de Resistência às Drogas, dado pela Polícia Militar, desenvolvido em escolas municipais com alunos do primeiro segmento.

Martha Freschi, Secretária de Assistência Social, agradeceu a presença de todos e também a dedicação de cada profissional de ponta por exercerem seus trabalhos de maneira maravilhosa.

Confira a programação:

- As drogas e seus efeitos - 30/05
- Formas de intervenção no tratamento do uso indevido de drogas - 06/06
 - Adolescentes e o uso de drogas - 13/06
 - A realidade do uso indevido de drogas e os recursos de atendimento a usuários de drogas em nossa região - 20/06
 - Formas de prevenção ao uso indevido de drogas - 27/06
 - A família e o uso indevido de drogas - 04/07
 - Separando as estações entre o uso, abuso e o quadro de dependência química - 11/07
 - Formas de atendimento a usuários de drogas - 18/07
 - Encerramento - 25/07

Matéria: Marianne Rodrigues 

Foto: Ayron Dias

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Bastidores da Política e da Imprensa em 23/05/2016


Royalties

O fim definitivo da parcela trimestral dos royalties, que já foram 38 milhões de reais, e que caíram para 38 mil reais em sua última parcela, mostra que a cidade de Cabo Frio seguirá vivendo sem receitas de royalties por muito tempo.

Reposição

Para amenizar a situação desesperadora do município de Cabo Frio a reposição de 200 milhões que virão através de empréstimo baseado na Lei Crivella estão perto de acontecer, e claro isso deixa a oposição de Cabo Frio desesperada.

Oposição

A oposição vem de forma repugnante lutar pela falência da cidade e para que não se tenha esse empréstimo, para isso usa de todos os meios sujos e ilegais que encontra para tentar dificultar um processo legal e regulamento por lei federal.

Mentiras

As mentiras e confusões são organizadas com apoio dos vereadores da oposição que colocam seus cabos eleitorais, sindicalistas e até palhaços fantasiados para vandalizarem a Câmara Municipal, como segundo ato usam a imprensa, que não recebeu benesses municipais, como a Rádio Litoral FM, ou até mesmo alguns cabos eleitorais e pré-candidatos de rádio web, esse sem muita credibilidade rosna apenas em rede social, sua candidatura e quase um segundo suicídio pulando da ponte Feliciano Sodré.

Andinho

Parece que o bicho está pegando judicialmente para o prefeito Andinho (PMDB) de Arraial do Cabo, segundo divulgado em mídia o prefeito sofreu mais uma condenação por crimes eleitorais e pode ter que deixar a cadeira antes do término de seu mandato.

Segue os Crimes eleitorais

Mas a turma do Andinho (PMDB) não para de cometer seus crimes eleitorais, durante o decorrer da semana lá estavam o pré-candidato a prefeito, Tê (PMDB) e seu primo Andinho distribuindo documento de posse em comunidades de Arraial do Cabo, isso com direito a queima de fogos e festinha.

Aberta temporada

Por sinal a temporada de crimes eleitorais segue com muita fartura em toda a Região dos Lagos, o deputado estadual e pré-candidato a prefeito, Janio Mendes (PDT), mandou fazer um vídeo (com qual recurso?) onde no final está induzindo ao eleitor um pedido de voto. Uma vergonha!

Aberta temporada 2

Já o outro candidato tem até comitê eleitoral pago com verba federal, uma imoralidade que choca a todos, menos a Justiça Eleitoral e ao Ministério Público.

Aquiles

O vereador e suplente de pré-candidato a prefeito, Aquiles Barreto (SD), entrou com uma ação para ter acesso aos contratos feitos através de licitação pública entre a Prefeitura e a Córrego Rico, por sinal empresa e processos que não respondem a nenhum processo ou investigação pelos serviços prestados. Ou seja, o vereador procura holofotes, nada além disso.

Rua da Árvore

Por sinal durante os dois anos que o vereador Aquiles Barreto (SD) foi mudo e paralitico, sem holofotes, merecia uma CPI da Casa da Rua da Árvore, parece que uma empresa de limpeza tem sede naquela rua. Que tal a CPI da Casa da Rua da Árvore? Vamos pedir o documento na justiça vereador?

Jabuti Ésper


A matéria onde revelamos que um deputado da Região dos Lagos era estilista de escola de samba deu muita repercussão e acesso, parece que o apelido de Jabuti Ésper vai pegar. Se quiser relembrar essa engraçada história basta clicar AQUI.

Prefeitura de Cabo Frio proporciona Melhor Qualidade de Vida aos Idosos


A Prefeitura de Cabo Frio proporciona aos idosos da cidade mais conforto e lazer, oferecendo mais de 70 atividades para os cinco mil assistidos do projeto desenvolvido pela SEAMEI - Secretaria Municipal Adjunta da Melhor Idade

No século XIX, pessoas com 40 anos eram consideradas idosas, a expectativa média de vida era de 33 anos. Passados um pouco mais de 100 anos, envelhecer não representa mais uma exceção, vivemos um acelerado processo de envelhecimento populacional, tanto em número de anos vividos, quanto em percentagem.

Com o aumento de expectativa de vida,  um conjunto de sinais e sintomas característicos, têm se apresentado em decorrência dos déficits/prejuízos cerebrais, como por exemplo, o prejuízo da memória e a presença de transtornos ligados as funções cerebrais.

Pensando nisso, as oficinas desenvolvidas na SEAMEI são precedidas de uma abordagem teórica sobre o papel da saúde e sobre como funcionam os recursos cognitivos que possuem. À medida que as pessoas idosas descobrem e redescobrem o próprio potencial e se sentem participantes, capazes e engajados, os resultados se tornam visíveis.

Dona Jô da Paz, 75 anos, conta que depois que entrou para o Centro Especializado da Melhor Idade - CEMI -, muita coisa mudou em sua vida. Ela afirma que estava andando curvada, sem atenção de ninguém e lá achou uma casa. “Somos bem vindos aqui na secretaria. Aqui temos carinho e uma série de atividades que mudam a vida de todos”, afirma a senhora, que participa das atividades do CEMI há dois anos.

Em momentos de pausas das atividades, o idoso tem momentos de lazer para que possam jogar e confraternizar com os amigos em um ambiente saudável e descontraído, na sede do próprio centro.

A assistida Leia Lucas, de 79 anos afirma que a SEMEI é sua segunda casa. “Tudo é muito bom, nos sentimos em paz. Adoro brincar com minhas colegas, é a hora mais gostosa que tenho”, diz Leila.

A SEAMEI está localizada na Avenida Teixeira e Souza, nº 2228, no bairro São Cristóvão.

Matéria: Marianne Rodrigues

Fotos: Horácio CFZone

Secretaria de Educação esclarece redução de turmas na Rede Municipal de Ensino


A Comissão de Matrículas da Secretaria Municipal de Educação, ao levantar vagas remanescentes nas escolas municipais após todo o processo de matrículas, que foi democraticamente instaurado, percebeu que algumas Unidades de Ensino estavam com várias turmas abertas com número inferior do que o mínimo permitido de alunos.
     
A medida tomada pela SEME é necessária e administrativa. Esta situação acontece normalmente em todas as redes de ensino sempre que há necessidade de reavaliar a distribuição de turmas. Na rede Estadual, por exemplo, o nome dado é adequação. Com isso, Cabo Frio fará uma reorganização das turmas, realocando os professores que não completarem suas cargas horárias em uma determinada escola para outra que ainda possa estar com alguma carência de profissional.

A Secretaria Municipal de Educação esclarece que, em momento nenhum houve qualquer tentativa por parte do Governo em fechar turmas, o que prejudicaria os alunos da Rede. A SEME atenderá todos os alunos, da Educação Infantil ao Ensino Fundamental – os que são obrigação por lei, e também aos alunos do Ensino Médio que, apesar de não ter a obrigação para tal, já foram matriculados através do ranqueamento.


Matéria Annelise Lobo

Reboot no Itamaraty. Por Pedro Nascimento


Reboot no Itamaraty

É uma constante no universo dos quadrinhos – e, mais recentemente, no cinema. Depois de algum tempo, faz-se o chamado reboot de uma determinada personagem ou franquia. De Superman a James Bond, de tempos em tempos a mesma origem é interpretada por diferentes desenhistas (quadrinhos) ou diretores (cinema). Por algum motivo, funciona. Quando um reboot é bem feito, constrangimentos do passado ficam devidamente enterrados no passado. Um reboot é como uma invocação de tabula rasa: não há constrangimentos, não há limitações, não há compromissos com o que havia até então. Há apenas o futuro. Mais ou menos como se diz juridicamente acerca dos chamados constituintes originários, que em tese não têm limites. Evidentemente, há limites, conquanto sutis, para um reboot – assim como há limites para os constituintes originários, como a existência do Jus Cogens. Um reboot não pode descaracterizar. Não pode afastar da essência. Não pode trair o melhor legado. Nesse sentido, a posse de José Serra como chanceler do Brasil é uma rara oportunidade de se fazer um reboot no Itamaraty. Uma rara oportunidade de se abandonar os exageros dos anos petistas e de se retornar à essência da política externa brasileira. Sem revanchismos e sem mudanças bruscas. Apenas uma volta às origens. Um reboot.

Durante os 13 anos de governo do PT, a política externa brasileira experimentou zênite e nadir. Como sói ser em política externa, nada do que acontece em termos internacionais em um determinado governo é resultado apenas da ação do governo de plantão – ao menos em democracias, com alternância de poder. De fato, a maior atenção externa que o Brasil recebeu do mundo nos anos 2000 deve ser creditada a ações dos governos anteriores. Com José Sarney, o Brasil fez a transição democrática e se reinseriu nos sistemas internacionais de direitos humanos – por exemplo, o país assinou a Convenção contra a Tortura e rompeu com o governo segregacionista da África do Sul. Com Collor de Mello, rompeu um isolamento comercial que remetia a décadas e abandonou publicamente seu programa clandestino de armas nucleares – a foto do então presidente esvaziando uma pá mais do que simbólica na instalação secreta da Serra do Cachimbo rodou o mundo e a Rio-92 apresentou à sociedade internacional um Brasil antenado com as necessidades do mundo pós-Guerra Fria. Com Itamar Franco, o Brasil voltou aos mercados financeiros internacionais por meio da adesão ao Plano Brady e, com Fernando Henrique Cardoso à frente do Ministério da Fazenda, o Plano Real promoveu a maior redistribuição de renda da história. Nos governos de Fernando Henrique Cardoso, além da previsibilidade e das reformas do estado, entrou em cena a diplomacia presidencial: o sociólogo feito político feito chanceler feito presidente levou o Brasil a um nível de respeito jamais visto nos tempos republicanos (o barão do Rio Branco nunca foi presidente) e inferior apenas ao inigualável prestígio internacional de D Pedro II, um monarca que conseguia ser internacionalmente admirado por republicanos convictos. Houve, portanto, uma bonança perfeita quando o PT assumiu o comando do Brasil e, por extensão, da política externa brasileira em 2003. E Lula da Silva não decepcionou: com tudo em ordem, usou e abusou de seu charme e de suas credenciais únicas de ter nascido pobre, fugido da seca e conseguido chegar à Presidência da República. Para o mundo, ele era a versão brasileira do American Dream, o self-made man que provava que o Brasil era a terra das oportunidades. E foi assim no primeiro mandato – ao menos, até a eclosão do Mensalão.

Nas cordas a ponto de ter chegado a considerar renúncia para evitar a abertura de um processo de impeachment que, em determinado momento, era dado como certo e só não vingou porque a oposição preferiu mesquinhamente e egoisticamente fazê-lo “sangrar politicamente” a aplicar-lhe o rigor legal, um acuado Lula da Silva viu na política externa sua tábua de salvação política. E, a partir daquele momento, mudou a orientação e interferiu diretamente no Itamaraty. Chegou a ponto de ter um preposto lá que agia comolonga manus dele sobre toda a atividade diplomática: Marco Aurélio Garcia, um marxista inveterado, conhecido do grande público por ter sido flagrado comemorando com um gesto obsceno o resultado de uma investigação que afirmava que uma tragédia aérea não foi culpa do governo, dava as cartas na direção da política externa brasileira. Na prática, Marco Aurélio Garcia era a garantia de que Lula da Silva entregaria a política externa brasileira em uma bandeja de prata em troca do apoio da esquerda radical. O resultado foi o abandono da sobriedade e a adoção do histrionismo e do voluntarismo, receita provada no mundo inteiro para péssimas políticas externas. Então, o Brasil passou a agir de forma inconsistente com a sua própria história: o equilíbrio entre pragmatismo e idealismo, base da política externa brasileira, foi rompido. Nossos diplomatas precisaram recorrer a malabarismos verbais cada vez mais rebuscados para justificar o injustificável: o apoio a ditadores (Mugabe, Castro etc.), o abandono da neutralidade (Israel e Palestina), a atuação desconcertada (Irã) etc. – em suma, um desastre. Essa a política externa fazia muito barulho, mas não entregava coisa alguma. Os problemas se acumularam. Politicamente, Brasil perdeu sua credibilidade como ator isento e equilibrado. Foi-se isolando paulatinamente, juntando-se cada vez mais a párias. Comercialmente, estava cada vez mais sem opções por conta dos interesses da falida Argentina do Casal Kirchner. Um abraço de afogados, que incluiu a inacreditável Venezuela de Chávez e Maduro, que deixou o Brasil à parte das grandes negociações mundiais por conta da camisa de força voluntária do Mercosul. Para se ter uma ideia da platitude comercial brasileira durante os governos do PT: os únicos acordos de livre-comércio que firmamos foram com Israel, Palestina e Egito – algo que não move uma mera casa decimal nas estatísticas. Era constrangedor ver diplomatas brasileiros tentando elaboradíssimos contorcionismos retóricos para explicar tamanho fiasco.

Finalmente, o Itamaraty tem chance de fazer um reboot. É uma chance de ouro para acabar de vez com a indecente farra de concessão de passaportes vermelhos – que incluíram desde familiares de Lula da Silva até pastores de denominações cristãs protestantes que apoiavam o PT quando era governo. É uma oportunidade única para redirecionar a bússola das ações internacionais rumo ao equilíbrio – nada do antiamericanismo panfletário que abona a condescendência com violadores contumazes de direitos humanos, nada de usar os fóruns internacionais como palanque, nada de agir internacionalmente de acordo com os preceitos do partido no poder. Evidentemente, não há garantia alguma de que José Serra vá capitanear o reboot que o Itamaraty tanto necessita. Todavia, tudo aponta para que sim – ao menos a julgar pelas declarações iniciais, o discurso de posse deverá trazer esse viés de retorno ao Itamaraty tradicional, equilibrado entre pragmatismo (negociações comerciais) e idealismo (defesa de direitos humanos), respeitado no mundo inteiro como uma das melhores burocracias internacionais que existem. Se Lula da Silva foi o responsável por afastar o Itamaraty de sua rota histórica, Dilma Rousseff foi a responsável por relegar a política externa brasileira a um plano muito inferior. Os recursos só não faltaram mais do que o prestígio em seu quase governo e meio – e olha que faltaram recursos para virtualmente tudo, como demonstram os humilhantes casos de corte de luz por falta de pagamento em legações brasileiras, entre outros. O Itamaraty está sem prestígio, sem dinheiro e, principalmente, sem rumo. Se José Serra conseguir recuperar a política externa brasileira, obviamente cacifa-se para suceder a Michel Temer em 2018. Parafraseando o grande Adam Smith: não é da benevolência de José Serra que esperamos o resgate da política externa brasileira, mas da consideração que ele tem por seus próprios interesses políticos. Porque tem todo interesse em concorrer e ganhar em 2018, José Serra deve ser o artífice do reboot que o Itamaraty tanto precisa.


Pedro Nascimento Araujo é economista.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Deputado Jabuti Ésper já foi estilista no samba cabo-friense


O Blog Cartão Vermelho descobriu, na noite de ontem, mais um "dom" bem irreverente de um deputado estadual da Região dos Lagos, entre vários atributos do mocinho e suas várias histórias juvenis está a de ter sido estilista de uma escola de samba cabo-friense.

Segundo nossa fonte, o Deputado Jabuti Ésper foi um dos estilistas mais famosos que a cidade já teve, era perfeccionista nos mínimos detalhes, adorava brilho nas fantasias e nos carros alegóricos e não deixava um botão entrar mal costurado na avenida.


Nossa fonte promete trazer mais dados sobre o passado estilista do deputado, incluindo fotos e depoimentos de quem trabalhou com o ex-estilista. 

Dois vereadores de Cabo Frio passam vergonha por incompetência


A semana legislativa de Cabo Frio foi marcada por dois episódios ridículos e que mostram que a cidade tem alguns vereadores que simplesmente não têm conhecimento e nem assessoria para ocuparem seus cargos como representante do povo.

Dr. Adriano (REDE)
O primeiro caso que chamou a atenção foi do vereador Dr. Adriano que convocou uma "audiência pública", imagina-se que ele acha o nome bacaninha e que poderia de repente ajudar na sua pré-campanha a prefeito, com isso o vereador todo serelepe solicitou, na quinta-feira (12/05), através de ofício protocolado pela Casa, a realização de uma Audiência Pública no dia 16/05.

Só que o vereador Dr. Adriano parece desconhecer o regimento interno da Câmara, onde rege que as Audiências Públicas devem ser solicitadas por Comissão ou pela Mesa Diretora, e não só por um vereador que querendo fazer campanha política. Para completar a vergonha alheia o vereador parou na porta da Câmara com meia dúzia de cabos eleitorais para a realização da "audiência pública", e pela casa obviamente estar fechada resolveu ir à delegacia dar queixa, portanto o edil desinformado ainda vai responder por falsa notificação de crime. Que vergonha!

Celso Campista (PDT)
O outro vereador, Celso Campista, já é recordista de vergonhas durante seu mandato, já fez projeto de lei querendo banheiros para os shopping de Florianópolis, seus discursos são feitos em um dialeto que as vezes lembram o português, quando debate no WhatsApp ninguém sabe o que está escrito, e assim vai indo o mandato de Celso, mas essa semana teve mais uma pérola, em uma cidade praiana onde os pratos tradicionais são com peixes e frutos do mar, o edil fez projeto de lei para regulamentar o "tradicional" prato "churrasquinho na brasa" da cidade de Cabo Frio, e a pérola maior foi no discurso em defesa do projeto, onde o edil soltou essa "fazer churrasquinho com gás de cozinha é mais seguro que usando carvão".


Tudo isso seria cômico, se não fosse trágico.   

Denúncia - Mar de Urubu perturba moradores de Arraial do Cabo


Os munícipes de Arraial do Cabo seguem enviando vàrias fotos do "mar" de urubus que vivem hoje dividindo calçadas com os moradores, as ruas com os carros e as praias com os turistas.

Segundo a queixa dos nossos leitores é impossível andar pela cidade sem se deparar em todas as ruas com lixo e urubus, um de nossos leitores disse "antes quem revirava nosso lixo eram cachorros, agora quem revira o lixo são os urubus".


Do Blog Cartão Vermelho:


É uma pena que uma das cidades mais lindas do Brasil e do mundo estejam nessa situação, fica nossa torcida que essa triste realidade mude, e que um dia Arraial do Cabo volte a ser a cidade que os cabistas tanto se orgulhavam "melhor que Arraial só o céu".

Segue mutirão de limpeza pelas ruas de Tamoios


O mutirão de limpeza realizado pela Prefeitura de Cabo Frio no Distrito de Tamoios vem dando grandes resultados e a população já se manifesta em redes sociais agradecendo ao prefeito pela iniciativa de zerar os problemas em Tamoios.


Em um dos depoimentos em rede social foi assim:

"PREFEITO ALAIR CORRÊA. O SEU MUTIRÃO CONTINUA E ESTÁ RENOVANDO A NOSSA TAMOIOS. QUANDO UMA CIDADE TEM UM PREFEITO COMPETENTE, O POVO AGRADECE."


Fotos: Gilson Carvalho

Cabo Frio participa de reunião para implantação do Conselho Comunitário de Segurança Escolar


A Secretaria Municipal de Educação de Cabo Frio participou, na quarta-feira (18), da I Reunião de Criação do Conselho Comunitário de Segurança Escolar, o CCS-E, que contou com a presença de Secretários Municipais de Educação da Região dos Lagos, Diretores Escolares, Conselheiros Tutelares, Representantes dos Órgãos de Proteção da Criança e do Adolescente e das Guardas Municipais da baixada litorânea.

A reunião foi organizada pelo 25º BPM- Batalhão de Polícia Militar e mediada pelo Subcomandante Major, Leonardo Nogueira, que apresentou o documento o qual define os objetivos e planos de ação do CCS-E. Ele explicou as estratégias a serem adotadas, tais como organizações comunitárias, com uma atuação da Polícia Militar mais próxima às associações de moradores, atuação em espaços multidisciplinares de prevenção, mediação de conflitos e o patrulhamento escolar – ação mais esperada e cobrada pelas equipes das unidades escolares.

O momento também foi de muita troca de informações. Os presentes explicaram seus campos de atuação e fizeram sugestões a serem acrescidas ao documento do Conselho. Além disso, foram apresentadas sugestões de ações efetivas de prevenção à violência e de atuação no combate aos maus tratos e abusos contra crianças e adolescentes. O Major Nogueira destacou que, após levantamentos realizados pelo Comando Geral da PM, foi identificado que as escolas são vias eficazes para implantação de atividades preventivas e daí destacou-se a importância dessa parceria para o sucesso do trabalho. 

“A autoridade maior na escola é a equipe escolar – a direção, os professores, a equipe técnica. Nosso objetivo não é entrar na instituição para ditar ordens ou fazer chamada. O papel da polícia na escola é de aproximação, atuando como órgão auxiliar, firmando parceria”, esclareceu.

Ao término da reunião ficou acordado entre os participantes que os encontros serão realizados mensalmente e de forma itinerante, a fim de contemplar todos os municípios integrantes do Conselho.

Para a Secretária Municipal de Educação, professora Luana Ferreira, a criação do Conselho Comunitário de Segurança Escolar será um grande ganho para a Educação da Região e um passo importante no apoio aos profissionais da Educação.

“A escola já tem feito com muita eficiência e diariamente o trabalho de mediação de conflitos e de prevenção, mas o apoio e o suporte dos órgãos competentes precisam estar mais presentes em nossas unidades. Infelizmente, a Educação sozinha não pode ser vista como única solução para as mazelas da sociedade. Se desejamos realmente o sucesso no combate à crescente violência em nossa cidade, precisamos do apoio de todos e atuando principalmente com as crianças. Só assim cortaremos o mal pela raiz”, enfatizou a Secretária Luana, que saiu da reunião com várias propostas e sugestões anotadas para apresentar à equipe pedagógica. 

“Vamos propor cursos de formação continuada voltados principalmente para o ECA, para a atuação em mediação de conflitos, além de outras ações que pretendemos realizar”, finalizou.


Matéria: Anneliese Lobo

terça-feira, 17 de maio de 2016

BOMBA - Hugo da Boi Bom tem todos os bens bloqueados pela Justiça Federal

Huguinho protestando contra corrupção do PT

O Juiz Federal, José Carlos da Frota Matos, determinou no último dia (06) a indisponibilidade de todos os bens de Hugo Cecílio de Carvalho e de suas empresas Midway Empreendimentos e Particpações LTDA, Mayara Comércio de Carnes e Participações LTDA,  Chade 2004 Comércios e Serviços LTDA e HCCM Empreendimentos Imobiliários.

Essas empresas, quase todas em nomes de terceiros (funcionários de Hugo da Boi Bom), compõe o que é a empresa de nome fantasia Boi Bom, com isso até o novo e milionário frigorífico que  está sendo construído as margens da Via Lagos está indisponível, além de todos os imóveis do Hugo da Boi Bom incluindo sua mansão.

Segue a de decisão judicial:

Ante todo o exposto, DEFIRO A LIMINAR requerida e determino a indisponibilidade dos bens de:HUGO CECÍLIO DE CARVALHO, CPF: 397.570.057-20; MIDWAY EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES LTDA. ME, CNPJ: 10520786/0001-21; HCCM EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA., CNPJ: 19959455/0001-67;
MAYARA COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA., CNPJ: 10887961/0001-13; e CHADE 2004 COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA., CNPJ 07120823/0001-08.

Expeçam-se ofícios aos Cartórios de Registro de imóveis e Ofícios de Notas das cidades de Cabo Frio, Búzios, Arraial do Cabo, São Pedro da Aldeia e Campos dos Goytacazes informando a indisponibilidade de movimentação de bens imóveis das pessoas acima indicadas, cadastrando ainda a indisponibilidade na Central Nacional de Indisponibilidade de Bens.

Oficie-se a JUCERJA para anotação da indisponibilidade dos bens imóveis e automóveis nas fichas das sociedades acima indicadas.

Cadastre-se a restrição de transferência e licenciamento dos veículos de propriedade das pessoas acima indicadas através do sistema RENAJUD.

Cumpridas as diligências supra, citem-se, nos termos do artigo 8º da Lei nº 8.397/1992.

Publique-se. Intime-se.
São Pedro da Aldeia, 6 de maio de 2016.
Assinado eletronicamente

JOSÉ CARLOS DA FROTA MATOS - Juiz Federal

Desabafo de uma ex-líder sindical do SEPE


Bem, talvez o que vou dizer aqui, não tenha importância para muitos, mas enquanto Líder Sindical que fui durante 26 anos de minha vida, dos 32 que tenho de Prefeitura, não poderia me calar diante de tamanha falta de respeito para com as normas e regras de um Sindicato que se preze.

O que vi nos últimos dias foi um verdadeiro terror, totalmente orquestrado por um Sindicatosinho que nada faz além de defender seus próprios interesses e fazer política partidária. A maior prova do que estou dizendo é esta programação, que segue abaixo, deliberada e votada em Assembléia por uma categoria.

Nós 26 anos em que participei do SEPE, aprendi com grandes líderes, tipo Laura Barreto, Alfredo Barreto, Carlinhos, entre outros, que jamais devemos tomar decisões sem que essas tenham passado pela apreciação da categoria, sendo aprovadas pela mesma e é com grande espanto que vejo este Sindicato deliberando coisas de última hora, decididas apenas por seus dirigentes e até alguns vereadores de oposição. Que vergonha!

Vendo estas deliberações decididas em Assembléia, eu posso dizer que nada ou quase nada disso foi cumprido e sim o que se viu foi um circo de horrores com a participação de alguns políticos de oposição e por pouco, hoje quase virou um comício do Deputado MM. Jesus! Onde vamos parar com isso?

Me sentindo consternada e muito envergonhada! 

Gostaria de aproveitar para fazer um pedido: respeitem pelo menos o Regimento do Sindicato, antes que seja tarde demais!


Professora Eliane Moura

Bairro Campo Redondo é escolhido para receber o próximo São Pedro com a Comunidade


No dia 21 de maio (sábado), a Viação São Pedro realizará no bairro Campo Redondo, o evento São Pedro com a Comunidade. A ação social acontecerá na praça do bairro, das 10 às 14 horas.

Serão oferecidos aos moradores, gratuitamente, os seguintes serviços: medição da taxa de glicose, aferição de pressão arterial, aplicação de flúor, corte de cabelo, recreação infantil, atendimento jurídico, recolhimento de óleo de cozinha e pilhas usadas, Fale com a Viação São Pedro (atendimento da equipe operacional), inclusão digital, manicure, design de sobrancelha, banca exclusiva para recebimento de currículos, sorteio de cestas básicas e muito mais.

O São Pedro com a Comunidade é um evento social realizado pelo Grupo SMS há mais de 15 anos nos municípios atendidos pela empresa e tem por objetivo promover a integração com a população. 


Matéria: Phillipe Bello

Secretaria de Melhor Idade oferece atividades e tratamentos gratuitos aos idosos de Cabo Frio


A Prefeitura de Cabo Frio oferece diversas atividades aos idosos do município. O objetivo é fazer com que tenham um envelhecimento saudável e ativo. As atividades, desenvolvidas no CEMI- Centro Especializado da Melhor Idade, são coordenadas pela SEAMEI- Secretaria Municipal Adjunta da Melhor Idade.

Para proporcionar mais conforto e lazer aos idosos que procuram pelo projeto, que oferece mais de 70 atividades para os 5.000 assistidos, entre Saúde, Assistência Social, Cultura, Esporte e Educação, assim favorecendo um envelhecimento saudável e uma melhor qualidade de vida.

Em pausas das atividades, o idoso tem momentos de lazer para que possam jogar e confraternizar com os amigos em um ambiente saudável e descontraído, na sede do próprio centro.

Os idosos que desejam participar as atividades do CEMI devem ter idade acima de 60 anos e moradores de Cabo Frio. A Secretaria fica localizada da Avenida Teixeira e Souza, 2.228, no Trevo de São Cristóvão.


Matéria: Marianne Rodrigues

segunda-feira, 16 de maio de 2016

A realidade sobre o orçamento de Cabo Frio


O Governo Alair Corrêa tem sido alvo de boatos espalhados pelos Mendes alegando que a cidade arrecada uma "fortuna" e que não paga a folha de pagamento de seus funcionários porque não quer, claro que pessoas esclarecidas não dão credibilidade a esses absurdos, pois no pensamento lógico, mesmo que raso, seria "porque um prefeito candidato a reeleição atrasaria de propósito o pagamento de funcionários".

No entanto alguns idiotas úteis, como um radialista que é pré-candidato a vereador com Marcos Mendes (PMDB), estão espalhando que a cidade recebeu uma arrecadação enorme de FUNDEB, algo em torno de 20 milhões de reais e que daria com sobra para pagar os professores e funcionários da Educação.

Mas, e a vida tem sempre um mas...
Mas vamos a verdade da arrecadação

- Arrecadação do FUNDEB:  8.5 milhões de reais
- Despesas com a folha da educação: 13 milhões de reais
- Déficit: 4.5 milhões de reais, esse é o valor que a prefeitura precisa colocar há mais para pagar os salários dos professores.

Arrecadação geral da cidade:

- FUNDEB: 8.5 milhões de reais
- ÍCMS: 8 milhões de reais
- Royalties: 5.3 milhões
- Outras transferências do governo federal (Saúde e outros): 5.5 milhões de reais
- Arrecadação própria aproximadamente de 9 a 10 milhões de reais

- Arrecadação total da Prefeitura de Cabo Frio, em torno de 37 milhões de reais

Agora vamos as despesas:

Folha de funcionários, limpeza pública, subsídio pra ônibus, Saúde (exames, insumos, medicamentos...), Educação, além de todas as despesas necessárias a manutenção e funcionamento da máquina pública (luz, água, internet, insumos...), aproximadamente o custo da cidade está em 48 milhões de reais.  


Em resumo a prefeitura tem hoje um déficit que passa de 10 milhões de reais por mês, e essa cidade está de pé graças a toda a experiência do prefeito Alair Corrêa (PP), por isso quando você ouvir áudio ou link de um idiota útil dos Mendes, mande o link dessa matéria ou mostre esses dados a ele, quem sabe assim ele para de mentir em busca de uma portaria no futuro.

Bastidores da Política e da Imprensa - Especial 200 milhões


Desespero

Nunca na história de Cabo Frio se viu uma oposição tão desesperada como a oposição dos Mendes, seu posicionamento está inclusive gerando violência física, além do uso do sindicato politiqueiro SEPE para criar tumulto e vandalismo.

200 milhões

O motivo da revolta dos Mendes é a possibilidade de que o prefeito Alair Corrêa (PP) tenha 200 milhões para sanar as contas da cidade, pague os servidores em dia, acerte a dívida com fornecedores, retome obras, e faça em 4 meses o que não pode fazer em 4 anos, ou seja, que ele possa novamente ser o melhor prefeito que essa cidade já teve em sua história.

Câmara

Os Mendes em busca de não permitir a entrada do dinheiro ataca em duas pontas, uma usa os 4 vereadores da oposição, Dr. Adriano (REDE), Jefferson Vidal (PSC), Celso Campista (PDT) e Aquiles Barreto (SD) como voto certo e tenta comprar mais cinco vereadores para que não dê essa chance a cidade, a ideia é enquanto pior estiver a cidade melhor pra campanha dos Mendes. A outra ponta é a violência, mandando cabos eleitorais e o SEPE agredirem seguranças, vereadores e que produzam o caos pelas ruas da cidade.

Mentira

A mentira é outra arma, espalham loucuras como, "o empréstimo vai falir a cidade", enquanto na verdade vai salvá-la, "Alair quer dinheiro pra fazer campanha", e na verdade ele vai fazer um grande governo, "Esse dinheiro não pode pagar a folha", mentem pois sabem que o restante da arrecadação pode pagar a folha.

Vai dar certo


O mais importante é você que ama essa cidade não desistir dela, não se deixe enganar pelos Mendes, e por seus ASPONES, não permita que essa gente destile seu ódio contra nosso futuro, não desanime, não esmoreça, a cidade dará a volta por cima mesmo com todo ódio dos Mendes. 

Denúncia - Infestação de Urubus em Arraial do Cabo (vídeo)


Mais uma vez o Blog Cartão Vermelho recebe denúncias de uma infestação de urubus por toda a cidade de Arraial do Cabo, impressiona a quantidade de fotos e até vídeos que nos chegam diariamente, e o pior, não é em um ponto isolado, é em todos os bairros e em toda a cidade, a impressão que dá é que a cidade virou um gigantesco depósito de lixo, abandonada a própria sorte.


Segue o vídeo da urubuzada pelas ruas de Arraial do Cabo:

video

"Oxigênio na Arábia Saudita", por Pedro Nascimento Araujo


Oxigênio na Arábia Saudita

As críticas ao fundamentalismo religioso muçulmano costumam se concentradas em países como Afeganistão, Paquistão e Irã. São merecidas, diga-se. No Afeganistão, o Taleban criou um regime de terror que apedrejava (eufemisticamente, o termo usado era “lapidar”) pessoas consideradas daninhas ao regime. No Paquistão, há imensas áreas sob o domínio de terroristas e, mais recentemente, a minoria cristã do país virou alvo preferencial de atentados que, não obstante serem direcionados a ela, acabam invariavelmente vitimando mais muçulmanos do que cristãos. E, no Irã, a ditadura dos aiatolás continua sendo uma das que mais matam no mundo por motivos políticos e religiosos. Isso dito, há um grande sujeito oculto. Há um enorme violador de direitos humanos que, por sua parceria militar com o Ocidente, acaba sendo relegado a segundo plano: a Arábia Saudita. O reino da Casa de Saud é um dos campeões de práticas bárbaras como crucificação, lapidação e chibatadas. Lá, menores de idade podem ser condenados a penas capitais e mulheres podem ser castigadas fisicamente nas ruas pela temida Polícia Religiosa. Ou melhor: podiam – de acordo com um projeto aprovado na última semana, a atuação ostensiva da Polícia Religiosa, associada a abusos do quilate de estupros, torturas e mortes, pode estar com os dias contados.

A Arábia Saudita é uma monarquia absolutista, daquele tipo que o Ocidente começou a extinguir há sete séculos, com a Carta Magna dos nobres ingleses contra o rei João Sem Terra. Todavia, ao contrário dos sucessores do rei que primeiro teve seus direitos temporais reduzidos por uma lei secular, os descendentes de Saud governam por vontade divina. A fundamentação é o wahabismo, uma corrente para lá de fundamentalista. A simbiose entre e Muhammad ibn Saud e Muhammad ibn Abd-al-Wahhab remonta a 1744, quando eles se aliaram e fundaram o então Emirado de Diriyah – origem da atual Arábia Saudita. Ou seja, a Casa de Saud tem no wahabismo sua sustentação divina, ao passo que o wahabismo tem na Casa de Saud sua sustentação terrena. A existência independente de cada um deles é incerta. Juntos, todavia, controlam a maior potência muçulmana do mundo e financiam a expansão do wahabismo por meio de madraças em diversos países, como Paquistão, Egito, Afeganistão etc. Nesses lugares, oficialmente escolas de estudos islâmicos, a radicalização é a tônica. Com a parceria, o wahabismo se tornou a base de movimentos radicais sunitas, que vão da Irmandade Muçulmana ao Hamas. E, dentro da Arábia Saudita, têm sua face mais visível na temida Polícia dos Costumes. É ela quem está sofrendo a mais notável mudança desde que Muhammad ibn Saud e Muhammad ibn Abd-al-Wahhab se deram as mãos há quase três séculos.

Mohammed bin Salman tem apenas 30 anos e é vice-príncipe herdeiro, um cargo que não espanta tanto dada a numerosíssima prole dos reis sauditas. Tido como a eminência parda do reino e considerado pelos analistas políticos o favorito do rei Salman bin Abdulaziz, Mohammed bin Salman vem assumindo a missão de adaptar a Arábia Saudita aos novos e possivelmente irreversíveis tempos de petróleo em decadência. Os sauditas trabalham com cenários prevendo o barril de petróleo cotado a menos de 10 dólares. A tal valor, virtualmente todos os demais produtores mundiais quebrariam, pois o custo de produção é superior a isso. Na verdade, apenas países com enormes reservas conhecidas e de baixíssimo custo de extração poderiam continuar no jogo: fora a Arábia Saudita como um todo, talvez alguns poços em locais como Kuwait, Iraque e Irã seriam viáveis. A grande vantagem dos sauditas é uma estrutura gigantesca já montada em campos mais gigantescos ainda. De fato, analistas estimam que somente a Casa de Saud poderia ter lucro mesmo com o barril cotado a ridículos cinco dólares. Em Ryiadh, já se tem como certo que o uso do petróleo como combustível é inexorável – e que a paulatina limitação de seu uso a uma indústria petroquímica que também tenderá a buscar insumos renováveis levará a quedas ainda maiores nas cotações no longo prazo. Em outras palavras, os sauditas sabem que precisam extrair o máximo dos estimados três séculos de óleo que ainda possui abaixo de suas areias o mais breve possível sob pena de terem de abandoná-los lá por absoluta falta de demanda. Por isso, as reformas econômicas são cruciais. A legitimidade da monarquia saudita reside tanto no wahabismo quanto nas benesses decorrentes do bombeamento de petróleo distribuídas a toda a sociedade, ainda que a parte do leão fique para o Palácio Real: gasolina quase de graça, educação e saúde gratuitas, moradias e transportes subsidiados, impostos baixíssimos etc. Porém, com os tempos de barril a 150 dólares cada vez mais no retrovisor, ou a Casa de Saud acha novas formas de manter a lealdade de seus súditos ou arrisca-se a perder o pescoço. Simples assim. Escalado para essa tarefa, o príncipe Mohammed bin Salman foi além. Está tentando modernizar o próprio wahabismo, um tabu em sua família. E está começando pela Polícia Religiosa.

A Polícia Religiosa é o braço operacional do wahabismo. A mera existência uma força policial dedicada apenas a garantir observância de costumes religiosos na vida cotidiana dos cidadãos é algo surreal aos olhos ocidentais. A visão de uma polícia de costumes é algo tão medieval à nossa própria compreensão que o significado da Polícia Religiosa saudita está além do imaginável. Talvez a literatura possa nos dar ideias, como a sociedade totalitária comunista distópica que George Orwell descreveu em “1984” possa ser comparada à Arábia Saudita porque, na prática, a Polícia Religiosa age como um a versão wahabista do Big Brother orwelliano. Ou, mais apropriadamente, caso a reforma do príncipe Mohammed Bin Salman seja realmente implementada, a Polícia Religiosa não mais poderá deter e reprimir pessoas que eles discricionariamente considerarem violadoras do wahabismo em espaços públicos. Assim, os agentes da Polícia Religiosa (oficialmente chamada pelo pomposo nome “Comitê de Promoção da Virtude e Prevenção do Vício”, popularmente conhecida como Mutawa) continuarão com suas presenças ameaçadoras nas ruas, mas mais não poderão aplicar punições in loco: serão obrigados a reportar suas observações a autoridades policiais civis que as investigarão. Sim, continua sendo crime abrir estabelecimentos nas horas de oração determinadas pelo muezim, mulher andar em público desacompanhada de um homem “responsável” por ela ou sem o longo véu preto (“abaya”) etc. Todavia, Mohammed bin Salman não é um liberal, ao menos na acepção ocidental do termo. O que ele busca é garantir-se à frente do trono saudita no futuro, posando de modernizador. Além da reforma da Polícia Política, que certamente melhorará a imagem do reino no exterior ao garantir que estrangeiros não serão constrangidos em público ao mesmo tempo em que garante que os preceitos do wahabismo serão seguidos pelos sauditas, o vice-príncipe deve ficar à frente da cada vez mais provável privatização da Saudi Aramco, possivelmente a criação da maior empresa da história, com valor de mercado estimado em mais de um trilhão de dólares – um negócio que só tem a ganhar com o fim da Polícia Política ostensiva. Se conseguir submeter os cinco mil homens da Polícia Religiosa às novas regras, o vice-príncipe Mohammed bin Salman não apenas turbinará suas chances de reinar, mas a própria Casa de Saud e, por extensão, a Arábia Saudita. Evidentemente, ainda é muito pouco diante da colossal quantidade de obscurantismo, sectarismo e violações sistemáticas de direitos humanos que grassam na Arábia Saudita e nos locais nos quais o wahabismo que a Casa de Saud financia atua, mas pode ser o passo mais difícil da caminhada de mil milhas do povo saudita: o proverbial primeiro passo.

Pedro Nascimento Araujo é economista.

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Nota de falecimento


É com profundo pesar que comunicamos, aos amigos e leitores, o falecimento de Claudio de Miranda Filson Soren, pai do coordenador da Defesa Civil de Cabo Frio, Márcio Soren. 

Cláudio estava com 76 anos e deixa filhos e netos, o corpo será velado a partir das 13h30min na capela 8 do cemitério São João Batista, no bairro de Botafogo - Rio de Janeiro, e o sepultamento está previsto para às 16h30min no jazigo da família Soren.

Editorial - Dilma deixa hoje a presidência do Brasil


Normalmente o Blog Cartão Vermelho não entra em pautas que não envolvam a política na Região dos Lagos, sempre abordamos notícias e informações relevantes para o cotidiano de nossa população, mas o afastamento de uma presidente do Brasil com certeza afetará diretamente nosso cotidiano.

O Senado aceitou, no início da manhã desta quinta-feira (12), o pedido de abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Foram 55 votos a favor e 22 contra. Dilma deixa a Presidência um ano e quatro meses depois de assumir seu segundo mandato. O vice-presidente Michel Temer (PMDB), agora presidente parlamentarista, assume interinamente assim que Dilma for comunicada oficialmente sobre o afastamento. Como o afastamento de Dilma já contou 55 votos, mais de 2/3 da câmara fica claro que se depender do Senado nunca mais voltará a presidência e será afastada definitivamente, ficando ainda inelegível por 8 anos.

Entrar no tema que esse julgamento foi político e não baseado em "crimes" é chover no molhado, assistimos o Câmara Federal e o Congresso darem um golpe civil e legitimarem um novo presidente ao gosto do nosso parlamento.


No entanto fica o nosso parabéns aos dezenas de coxinhas na Região dos Lagos, que se fantasiaram junto com pessoas seriíssimas como Hugo da Boi Bom pedindo o fim da corrupção do PT, a vocês fica nossos parabéns e o alerta de se preparem, pois as pautas de direita vão entrar com força, e você que é pobre mas por ser da classe média se acha rico, vai pagar essa conta sozinho, as elites irão fazer o ajuste fiscal em cima de você e dos miseráveis que tem bolsa assistencialista. 

- |