Eu voto Dilma

Eu voto Dilma

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Parabéns Luiz Barbosa Neves


Completou 55 anos nesse domingo (19/10) um dos maiores mercadólogo que já tive a honra de trabalhar, Luiz Barbosa Neves, parabéns meu amigo, você é uma pessoa generosa e que muito me ajudou a melhorar como profissional, o que você me ensinou nesses 6 anos de parceria não tem preço, obrigado por tudo e que esses 55 anos virem 110 anos de muita história e conquistas. 

Bastidores da Política e da Imprensa


Andinho

O prefeito de Arraial do Cabo, Andinho (PMDB), está retirando dos cargos de confiança de seu governo todos aqueles que não estão na campanha de Pezão (PMDB). Só não mandou o vice prefeito embora porque não pode. rsrs

Pezão

Todos os grande institutos de pesquisa dão a vitória de Pezão (PMDB) no segundo turno, somente o GERP (que não é grande) afirma que Crivella (PRB) está na frente e vai ganhar a eleição de governador. Embora pequeno o GERP foi o único que acertou que Crivella (PRB) iria ao segundo turno no lugar de Garotinho (PR).

Crivella

Eu e toda minha família votamos Crivella (PRB), nossa motivação é o voto útil contra o PMDB, Marcos Mendes (PMDB) e Janío Mendes (PDT), que dependem da eleição do Pezão (PMDB) para seguirem confortáveis no comando do estado. Portanto eu sou Crivella (PRB), em um voto contra Marcos Mendes (PMDB).

Revolta

Os professores "Tarado" e "Fantasma" que fazem parte da coordenação do Jabuti seguem revoltados com Aquiles Barreto (SD), o problema é que Aquiles é o nome predileto de MM para ocupar sua vice em 2016.

Vergonha

É uma vergonha que Marcos Mendes (que apesar de ter perdido a eleição, e ser apenas suplente de deputado), mas mesmo assim vai assumir em 2015, já diga que não vai cumprir seu mandato de deputado federal para concorrer a prefeito. Ou seja, nem assumiu sua suplência e já está doido para abandonar a Câmara Federal, então para que se candidatou?

Janío

Com uma votação medíocre na cidade e sem maiores expressões políticas Janío Mendes (PDT) já jogou a toalha para 2016, não vai concorrer de jeito nenhum! É muito triste ser sombra de Marcos Mendes (PMDB), mas antes isso do que nada...

Porrada

A oposição está com muito medo da obra de reestruturação do bairro Guarani, serão Creche, Posto de Saúde, fim dos alagamentos, reurbanização, construção das ruas, praças, e a réplica do centro histórico de Cabo Frio onde vai funcionar a cidade administrativa. Sabem que essa obra modelo vai transformar o bairro e a vida de seus moradores e vai atrapalhar os sonhos de conseguirem boquinhas em 2016.

Aumento

O Prefeito de Araruama, Miguel Jeovani (PR), aprovou essa semana o aumento de 12% no salário do professores. Parabéns ao prefeito pela valorização de uma classe tão sofrida.

Dal

Nos deixou na sexta-feira (17/10)  Emília Porto que era esposa de Adalberto Porto (Secretário Municipal de Ordem Pública), e mãe  de Rogers Coutinho dos Santos. Nosso blog se solidariza e externa nossos sentimentos a essa dor sem fim que nosso amigo Dal e seu filho estão sentindo, força companheiro!

Fora do Ar

Graças a presteza e sabedoria do nosso amigo, irmão e co-fundador do Blog Cartão Vermelho, Marco Color, nosso blog está novamente no ar. Pedimos desculpas aos leitores pelo breve período fora do ar.

Venezuela


O nosso colunista, Pedro Nascimento Araujo, nos apresenta hoje a crônica " John Paul Getty e a PDVSA" onde aborda mais um fracasso da péssima ditadura comunista que está instalado na Venezuela. Confira logo abaixo.

John Paul Getty e a PDVSA


Por Pedro Nascimento Araujo

A Venezuela é constantemente lembrada pela sua decadência – não sem razão: o país caribenho em geral tem sérios problemas internos, como desabastecimento (destaque especiais para a falta de gasolina em um país cuja pauta exportadora é 95% petróleo e para a falta de papel higiênico pelo ridículo da coisa), inflação de 70% ao ano e a atuação de paramilitares (milícias políticas), além de ser o país mais violento das Américas, com 45 homicídios para cada 100 mil habitantes. São problemas mais do que conhecidos e sempre citados. Porém, há uma mudança em curso na Venezuela que poucas pessoas percebem: uma mudança discreta, mas significativa. O destaque reside na expropriação dos ativos das empresas estrangeiras de petróleo, um dos pilares do chavismo, estar sendo desmontada. Não porque Nicolás Maduro tenha súbito se transformado em um entusiasta da livre iniciativa, mas por mero pragmatismo: ou o país se abre aos investimentos estrangeiros, ou um default aconteceria mais cedo ou mais tarde. E a abertura começou pelo bezerro de ouro do chavismo: a Petróleos de Venezuela S.A., mais conhecida como PDVSA, por causa da recente queda na cotação do petróleo.

A PDVSA é um colosso. Criada em 1976, na esteira de um enriquecimento abrupto do país após o salto no preço do produto decorrente do Choque do Petróleo (1973) e como resultado de um controverso programa de nacionalização de ativos comandado por Carlos André Peres, é simplesmente dona da maior reserva do óleo negro no mundo, com estonteantes 300 bilhões de barris – embora essa primazia possa ser falha por conta da conhecida tática saudita de não fornecer dados acerca de suas reservas, trata-se, sem dúvidas, de um gigantesco ativo, que a monopolista PDVSA levaria mais de 200 anos para explorar no ritmo atual. Se a máxima atribuída a John Paul Getty for verdadeira (o melhor negócio do mundo seria uma empresa de petróleo bem administrada e o segundo melhor seria uma empresa de petróleo mal administrada), a PDVSA é o segundo melhor negócio do mundo. Desde que Chávez passou a usar o caixa da empresa para financiar seus programas sociais, notadamente as chamadas Missões Bolivarianas, a PDVSA “doou” mais de USD 60 bilhões. Como assim não há máxima de Getty que resista, não é de se espantar, portanto, que a PDVSA esteja tendo problemas de fluxo de caixa. E que problemas, diga-se: com a produção estagnada (e em leve porém paulatina queda) há anos e com os seus ativos se sucateando, a empresa precisa urgentemente de dinheiro.

A PDVSA não é a Venezuela e a Venezuela não é a PDVSA, mas a ligação entre ambas nunca foi tão forte. O hidrocarboneto começou a ser extraído no país há exatos 100 anos, em um poço chamado Zumaque – que está ativo até hoje. A relação entre a PDVSA e a Venezuela pode ser ilustrada por um dado simples: petróleo é 95% da pauta exportadora do país. Durante os anos de Chávez, a PDVSA não apenas foi usada como fonte de recursos para programas populistas, mas também teve sua administração desprofissionalizada, com representantes dos sindicatos (invariavelmente ligados ao Palácio Miraflores, sede do executivo venezuelano) alçados ao comando da empresa. A partir de Chávez, a empresa seria administrada por representantes dos próprios empregados, ao invés de ser administrada por representantes dos acionistas. Evidentemente, a preocupação principal dos empregados não é com a rentabilidade, mas sim com os próprios vencimentos. A produtividade só fez cair, com um inchaço absurdo do quadro de empregados – não raro, simplesmente não há como todos os empregados lotados em um setor trabalharem nele por mera falta de espaço físico. Sobram pessoas, faltam especialidades: o corpo técnico perdeu qualidade e tamanho relativo desde que os empregados assumiram a empresa. Concomitantemente, a partir de 2007 Chávez expropriou os ativos dos sócios estrangeiros da PDVSA, empresas internacionais de grande porte que, na prática, mantinham a empresa operando. Chegamos, então, ao estágio atual: sem quadro técnico suficiente, com empregados em excesso, com o caixa sendo sangrado para sustentar programas sociais do governo, com os ativos sendo depreciados e sem fluxo de caixa, a PDVSA parecia um caso perdido. E eis que, na calada da noite, Nicolás Maduro vem aplicando um choque de capitalismo à PDVSA.

O campo de Zumaque começou a ser explorado por um empreendedor local que rapidamente se uniu à Royal Dutch Shell, gigante anglo-holandesa do setor. Não seria diferente com os outros campos. Mesmo nacionalizada e com monopólio, a PDVSA sempre contou com expertise dos estrangeiros. Teve esse interregno de Chávez, mas já está voltando à sua tradição empurrada pela necessidade. A PDVSA vem firmando contratos com operadoras estrangeiras que dão aos seus novos parceiros vantagens impensáveis sob a ótica da propaganda bolivariana, o que explica o assunto ser simplesmente ignorado nas comunicações oficiais. Na prática, a PDVSA está retirando a administração de contratos dejoint-venture das mãos dos seus empregados. O caso mais famoso a vazar foi um contrato com a gigante americana Chevron firmado ano passado. Pelo que foi acertado, a Chevron adiantou USD 2 bilhões à PDVSA para que a estatal pudesse, com “assessoria técnica” dos americanos, explorar um campo no Lago Maracaibo, lócus da exploração petrolífera venezuelana. Como a Chevron já havia tido ativos expropriados no país, além de não ter recebido dividendos em casos anteriores, o empréstimo foi firmado com arbitragem internacional e uma cláusula que permite que o pagamento do empréstimo seja retirado diretamente das vendas internacionais da PDVSA – aqui, vale lembrar que os EUA são o maior mercado da PDVSA e que, conquanto haja histrionismo antiamericano nos dirigentes venezuelanos, o país caribenho nunca deixou de fornecer óleo bruto aos ianques.

Além de fornecer garantias internacionais em mercadoria para os novos empréstimos e investimentos, a PDVSA passou a aceitar uma cláusula que permite que os novos parceiros decidam sobre as operações, especificamente os prestadores de serviços que serão contratados e os equipamentos que serão utilizados. Ou seja, farão exatamente como fariam em seus países de origem e no resto do mundo. A experiência da PDVSA, pomposamente qualificada como “autogestão”, simplesmente não deu certo e, mais do que estar sendo encerrada sem choro nem vela, está sendo largada no escuro – e em silêncio. Os atrasos, a ineficiência e a corrupção endêmica típicos do período da “autogestão” da PDVSA serão contornados, o que é sempre positivo, mas o ideal seria que esse choque de capitalismo se espalhasse pelo país todo. A PDVSA não é a Venezuela e a Venezuela não é a PDVSA, mas uma pode ensinar à outra que não há ganho nenhum em perda de produtividade. A Venezuela tem uma riqueza natural que, passado um século, não criou um país desenvolvido. Um último número para ilustrar o quão longe de qualquer racionalidade a PDVSA estava: enquanto, recentemente, com o barril estável a mais de USD 100 há alguns anos, as companhias internacionais de petróleo apenas investem em projetos que têm seu break-even (ponto a partir do qual têm lucro) com o barril a 30 dólares (em 1998, ano no qual o coronel Hugo Chávez adentrou o Miraflores, o barril custava menos de USD 10), enquanto a PDVSA opera com um break-even de USD 90. Como o barril chegou à casa dos USD 80 na semana passada (e há indícios consistentes de que essa baixa que durará muito, notadamente por causa da cada vez mais próxima nova auto-suficiência americana), a PDVSA conseguiu a proeza de ter prejuízo de dez dólares por barril que produz enquanto o resto do mundo tem lucro de cinquenta. Graças à PDVSA, a máxima atribuída a Getty poderia ser trocada para: o melhor negócio do mundo é uma empresa de petróleo bem administrada e o pior negócio do mundo é uma empresa de petróleo mal administrada.


Pedro Nascimento Araujo é economista.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Toda a genialidade do Mestre Zel Humor


Cabrão - A mistura perfeita de Sérgio Cabral (PMDB) e Pezão (PMDB).

Bairro Guarani uma nova realidade em 6 meses


O Prefeito Alair Corrêa esteve na noite de ontem (15/10) apresentando o projeto de revitalização do bairro Guarani, na ocasião o prefeito franqueou o microfone a população para debater problemas no bairro ou ajustes que se fizessem necessários ao projeto apresentado.

O novo Guarani receberá:
  
- 54600 m de pavimentação

- Drenagem total de todo bairro


- 48.000 m2 de calçada 


- 15.600 m lineares de meio fio


- Novo posto de saúde ( ESF)


- Creche

- Academia da melhor idade

- Reestruturação das ruas praças
• Rua Almirante Tamandaré
• Rua Visconde de Ouro Preto
• Rua da Conspiração
• Rua Tome de Souza
  
- 41 conjuntos de ambientação com bancos de madeira, poste ornamental

- Nova sinalização para todo bairro


Foto: Divulgação

Sou fã


Esse é o Denis da Consercaf, e eu sou fã incondicional da competência, agilidade, destreza desse homem que tem dentro de si o espírito de servir a comunidade da melhor forma possível.


Meu grande sonho é clonar o Denis! Parabéns companheiro por ser esse guerreiro, quem ama Cabo Frio e quem é Governo Alair Corrêa tem orgulho de você.

Cartão Vermelho Jovem. Por Carlos Matheus


Desvendando Mitos

No Brasil, é de sabedoria popular o grande feito do “descobridor da Pátria”, Luis Inácio Lula da Silva, que criou “trezentos e trinta e oito bilhões” de universidades federais. Brincadeiras a parte, o PT tem a mania de divulgar que criou, aproximadamente, vinte universidades federais e que o FHC não criou nenhuma. Será que isso é verdade? Para desmistificar este “grande” feito petista, irei apresentar uma forma de argumentação atípica.

A verdade é que o Governo Federal, nas gestões de Lula/Dilma, criou, apenas, CINCO universidades federais (quatro no governo Lula e uma no governo de nossa presidente), muito menos que as vinte universidades que eles tanto falam. O PT, também, roubou méritos do FHC, pois temos duas criadas pelo ex-presidente do PSDB, que foram inauguradas pelo Lula. De resto, o ocorrido foi o desmembramento de outras universidades e a ampliação de alguns cursos, logo essas universidades já estavam lá, ou seja, já haviam sido criadas antes dos “petistas salvadores da pátria” chegarem. Vejamos a lista dessas universidades, com suas respectivas fontes para consultas:

1 - UFCSPA - Fundada em 1953. (http://www.ufcspa.edu.br/index.php/historico);

2 - Universidade Federal de Alfenas – Foi fundada no dia 03 de abril de 1914. ( http://www.unifal-mg.edu.br/institucional/);

3 - Universidade Federal do Triângulo Mineiro - fundada em 1953. (http://www.uftm.edu.br/paginas/carrega/cod/1/t/APRESENTACAO);

4 - Universidade Federal do Vale do Jequitinhonha e Mucuri - Fundada em 30 de setembro de 1953, por Juscelino Kubitschek de Oliveira. (http://www.ufvjm.edu.br/universidade/historia.html?lang=pt_BR.utf8%2C+pt_BR.UT)

5 - Universidade Federal Rural do Semi-Árido – Criada em 1967. (http://reitoria.ufersa.edu.br/nossa-historia/);

6 - Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Mais um exemplo. A instituição foi “transformada” a partir do Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná (Cefet-PR). Que data de 1909. Está ai o site: http://www.utfpr.edu.br/a-instituicao;

7 - Universidade Federal de Grandes Dourados – Teve sua “origem em 1962”. (http://www.ufgd.edu.br/aufgd/historico);

8 - Universidade Federal do Cariri - A UFCA foi desmembrada da Universidade Federal do Ceará, por meio da Lei nº 12826, de 05 de junho de 2013. Portando, mais uma mentira do PT. (http://www.ufca.edu.br/portal/a-ufca);

9 - Universidade Federal do Oeste da Bahia – Implantada em 2005 como um Campus da Universidade da Bahia e em 2006 por decreto está criada mais uma Universidade Federal. Parece piada, mas é apenas Falácia do PT. (http://www.ufob.edu.br/1/2013-09-13-15-32-00.html);

10 - Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - A UNIFESSPA é o resultado do desmembramento do campus de Marabá da Universidade Federal do Pará. (https://www.unifesspa.edu.br/index.php/institucional/historico);

11 - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) - Criada pela Lei 11.151 de 29 de julho de 2005, por DESMEMBRAMENTO (quer dizer que ela já existia? Sim. É isso mesmo.) da Escola de Agronomia da Universidade Federal da Bahia. (http://www.ufrb.edu.br/portal/a-ufrb/apresentacao);

12 - Universidade Federal do Vale do São Francisco - A UNIVASF é uma instituição de ensino superior vinculada ao Ministério da Educação, criada com o nome de Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco. Sua criação foi legitimada pela Lei nº 10.473 de 27 de junho de 2002 (Governo FHC. É isso mesmo!). (http://www.univasf.edu.br/); e

13 - Universidade Federal do Tocantins – Mais uma autorizada ainda no Governo Fernando Henrique Cardoso em 23 de outubro de 2000. (http://ww1.uft.edu.br/index.php/institucional/a-uft/10874-historia);

Agora vejamos outras Universidades criadas por FHC. SIM, ele criou universidades, ao contrário do calunioso discurso petista:

Universidade Federal do Tocantins - Palmas - Lei 10.032, de 23/10/2000
Universidade Federal de Campina Grande - Lei 10.419, de 09/04/2002
Universidade Federal de São João Del Rei - Lei 10.425, de 19/04/2002
Universidade Federal de Itajubá - Lei 10.435, de 24/04/2002
Universidade Federal do Vale do São Francisco - Lei 10.473, de 27/06/2002
Universidade Federal de Rural da Amazônia - Lei 10.611, de 23/12/2002


Como podemos ver o PT não cansa de mentir, basta que façamos uma rápida pesquisa para que possamos desmascará-los. Não é necessário usar o tradicional formato de texto colocando opinião e outros “blábláblás”, apenas fatos, pois contra fatos não há argumentação. Entretanto, haverá petistas que tentarão argumentar contra os dados aqui apresentados. Venho fazer um apelo! Antes de fazermos qualquer juízo de valor contrario ao candidato Aécio Neves, façamos uma pesquisa para averiguar a veracidade dos fatos, visto que o PT está passando de todos os limites das imundices eleitorais, pois está com medo de ter seu plano de poder arruinado pela vitória do PSDB.

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Bastidores da Política e da Imprensa


Ilana Bento

Ilana Bento, esposa do vice-prefeito Silas Bento (PSDB), prometeu voltar com seu perfil de Facebook e colocar para fora muitos sapos que estão engasgados. Se isso realmente acontecer Cabo Frio irá realmente tremer.

Eleição

A eleição de deputado estadual e federal na cidade de Cabo Frio parece que não acabou em 5 de outubro, o clima anda quente entre os ex-candidatos e muita insatisfação anda sendo declarada e escrita em todos os lugares.

Revolta

A maior revolta segue com a turma do Jabuti que promete não esquecer as "traições" que sofreram de MM, segundo eles 2016 deve surgir uma nova dobradinha, Jabuti e Dr. PC. Será?

Aquiles Barreto

A maior preocupação da turma do Jabuti foi a expressiva votação de Aquiles Barreto (SD), eles sabem que Aquiles pode facilmente ocupar o espaço político que o Jabuti pretende ter. Aquiles é mais leve, capaz e confiável que o Jabuti e seu grupo de oportunistas.

Promessa

O medo de perder as benesses da ALERJ e do Governo do Estado tem causado pânico na turma do Jabuti e do MM, eles precisam desesperadamente que Pezão (PMDB) seja eleito.

Crivella

As principais lideranças políticas da Região dos Lagos e cidades adjacentes que estão na campanha do candidato Marcelo Crivella (PRB), estarão reunidas em Cabo Frio na próxima quarta-feira (15/10), a partir das 19h, na Branca Confeitaria. O evento deve contar com a presença da Deputada Estadual eleita, Márcia Jeovani (PR) e o prefeito de Araruama, Miguel Jeovani (PR), além do presidente estadual do PT e prefeito de Maricá, Rosangela Zeidan (PT), Fabiano Horta (PT) e demais autoridades.

Pezão

O candidato Pezão (PMDB) segue em seu tempo de  TV marretando a religião e a religiosidade do candidato Crivella (PRB), a tática é perigosa, demonstra fraqueza eleitoral e pode surtir efeito contrário. O mercadólogo de Pezão (PMDB) está demonstrando desespero, e isso nunca dá certo...

Renata Cristiane

A competente jornalista, Renata Cristiane, fechou parceria entre o seu Portal RC24h e a Rádio Sucesso FM 88,7. A jornalista dará as principais notícias de seu Portal RC24h  de segunda a sexta-feira, nos horários de 9h20min, 11h20 min, 13h20 min, 15h20 min e 17h20 min. Parabéns Renata Cristiane e Rádio Sucesso, essa será uma dobradinha de grande sucesso!

Menina de Ouro

No sábado (11/10) nossa Menina de Ouro, Vânia Carvalho,  completou meio século de existência com uma deliciosa reunião no Café Parada Obrigatória, passaram por lá para prestigiar o evento o Prefeito Alair Corrêa (PP), o Presidente da Consercaf Toninho Corrêa e o ex-secretário de governo Dirlei Pereira (PRB).

Menina de Ouro 2


Nossa Menina de Ouro, Vânia Carvalho, nos mandou de presente a coluna "A espera do Filé" onde faz uma bela análise das demagogias eleitoreira de um certo Jabuti. Imperdível, confira logo abaixo.

Votação de Deputado Estadual e Federal no Distrito de Tamoios


Em Tamoios 35% do eleitorado não votou, anulou ou votou em branco. Apenas 65% do eleitorado direcionou seus votos para algum candidato.  Abaixo postarei as respectivas votações do 2° Distrito de Cabo Frio, NÃO acrescentando os votos de Maria Joaquina, embora, o bairro esteja dentro dos limites de Tamoios e faça parte da 256ª zona eleitoral, a variação em números é bem pequena.

DEPUTADO ESTADUAL:

JÂNIO MENDES - 1990 votos
ALFREDO GONÇALVES - 1477 votos
AQUILES BARRETO - 1061 votos
PAULO HENRIQUE CORRÊA - 537 votos
SILAS BENTO - 518 votos
SAMUQUINHA - 453 votos
TAYLOR JASMIM - 423 votos
PAULO MELO - 386 votos
JORGE FELIPE NETO - 203 votos
MARCOS FIGUEIREDO - 157 votos
MARCOS VINÍCIUS - 71 votos

DEPUTADO FEDERAL:

MARCOS MENDES - 3328 votos
DR°. PAULO CÉSAR - 1563 votos
HUGO LEAL - 973 votos
WALMIR PORTO - 208 votos
ADRIAN - 180 votos

Fonte: Blog Tamoios Urgente

Coluna da Menina de Ouro, Vânia Carvalho


A espera do filé

Todo candidato que faz seu horário político na TV quase sempre tem o mesmo discurso.

- Se você é professor, bombeiro, policial militar, servidor em geral vote em mim! Porém certo candidato aqui da cidade, se fizesse isso arriscaria ter tomado um tomate na cara! Apesar dele levantar a bandeira do funcionalismo, essas categoria não quer vê-lo pintado de ouro. Porém o cascadura não mede esforços pra lançar  seu discurso politicamente correto a favor das lutas de classes, mesmo tendo apoiado toda ação contrária em defesa desses trabalhadores.

A demagogia é tanta, que ele saiu na frente, com matéria paga e tudo, a favor da continuação da municipalização de certo colégio, se dizendo cria  e amigo do famoso jurista que da nome a instituição. Porém, como a memória dele é fraca, o mesmo que abre a boca pra defender com unhas e dentes a permanência da administração municipal em tal estabelecimento, hoje, o mesmo está de braços dados com um certo prefeito que em 2009 tentou derrubar essa mesma condição, passando a bola pro estado.

A isso eu chamo de oportunismo eleitoreiro, mas alguns insistem em dizer que o pequeno Jabuti é pelo bem da educação e professores.

E se esse tipo de atitude, não influência em nada a reflexão de vossos eleitores, pelo menos que fiquem cientes, que alguém que assinou embaixo os desmandos do ex-governador, na certa se ganhar, continuará babando o ovo do próximo.


É o poder pelo poder! Que se dane os interesses dos servidores e que a luta pela reeleição se de,  apenas pelo fato, que depois que se rói o osso, fica difícil largar o cargo, pela espera do filé.

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Previsões eleitorais de 2014 do Dr. Aguinaldo Cappe - Anote para não esquecer




Bastidores da Política e da Imprensa


Macedo

O último programa da propaganda eleitoral de Pezão (PMDB) na TV foi dedicado a atacar o Bispo Macedo da IURD (Igreja Universal do Reino de Deus) que é tio do Crivella (PRB).

Exagero

Querer colocar a imagem de Crivella (PRB) que é um político de história limpa vinculada a do seu tio Bispo Macedo é válido, só que a forma que o Marketing do Pezão (PMDB) agiu mostrou claramente desespero eleitoral e perderam a mão no ataque, o exagero acabou virando um ataque a todos os evangélicos.

Atrás

As pesquisas verdadeiras jamais são registradas e levadas ao grande público, mas a atitude do Marketing do Pezão (PMDB) deixa claro que eles estão atrás de Crivella (PRB) no segundo turno, só o desespero de causa levaria a uma cartada tão arriscada.

PMDB

Se Pezão (PMDB) perder essa disputa de governador para Crivella (PRB) o PMDB do Rio de Janeiro irá implodir, e políticos como Marcos Mendes (PMDB) e Janío Mendes (PMDB) viverão anos dificílimos pois perderão totalmente as facilidades do Palácio da Guanabara.

Walmir Porto

O presidente do PR de Cabo Frio, Walmir Porto (PR), já fala em expulsar os infiéis que não estão seguindo a orientação do partido em apoio a Crivella (PRB) no segundo turno. As maiores infidelidades na Região dos Lagos estão por conta do ex-deputado federal, Dr. Paulo César (PR) e da ex-candidata a deputada estadual Elisangela Lobo (PR).

Menosprezado

A votação de Bernardo Ariston (PR) foi tão medíocre que nem Crivella, PR, PRB ou mesmo Pezão (PMDB) estão minimamente preocupados com o apoio do praticamente ex-político. Deprimente!

Fantasma

O Professor Fantasma no Governo Marcos Mendes (PMDB) reclama abertamente do traição que Jabuti teria sofrido de MM durante a campanha, em tom ameaçador (e quase de comédia) ele afirma que a meia dúzia de voto que o Jabuti teve na cidade é o "fiel da balança" e quem o Jabuti apontar será eleito (SIC), mas como estão com raivinha de MM apoiaram Dr. Paulo César (PR) para prefeito. Só rindo dessa gente!

Verde

O vexame eleitoral do PV e de seu candidato em Cabo Frio mostra mais uma vez que previsão política tem que ser feita com seriedade, e não pode ser tratada por qualquer um que se julgue cientista político, após as eleições as previsões de eleger 3 ou 4 deputados e ser o primeiro ou segundo no partido viraram piada na cidade. Pobre advogado iludido e despreparado!

Marcos Chaves


A coluna Banzo de Marcos Chaves é um importante aviso dos erros que podem custar caro no futuro. Leiam com atenção, principalmente os responsáveis! E lembrem-se: Copiar uma ideia que vem dando certo em uma empresa particular, sem perguntar a quem está colocando em prática e a quem está medindo as consequências e os meios é um plágio burro e que provavelmente não vai lhe somar valor.

Coluna BANZO. Por Marcos Chaves


EFEITO COLATERAL

O vácuo de novas lideranças na cidade é um tipo de efeito colateral à insistência de polarização da política cabofriense. Numa eleição onde o somatório de abstenções, votos nulos, em branco, e candidatos forasteiros superou em muito a votação de nossos candidatos conterrâneos... Ficou ligado o sinal de alerta... De onde virá a nova liderança para a era Pós Alair Corrêa?

COLIGAÇÕES, APOIOS, TRUTAS E AFINS

Coligações esdrúxulas, apoios temerários, trutas e tretas sem fim marcaram o desenrolar  desta campanha eleitoral. Tantas mumunhas distorceram  o pleito a ponto de mascarar os resultados... Nada é o que os números dizem.

Nos próximos meses serão definidos quem é quem e quais personagens saíram verdadeiramente fortalecidos deste pleito.

Tenham a certeza do seguinte: A eleição de Governador fornecerá régua e compasso aos nossos postulantes a Prefeito de Cabo Frio.

GENIAIS E GENIOSOS

A Iniciativa de criar um advento  para agregar valor social ao Governo é simplesmente “Genial”,  porém é “Geniosa”  a ideia de colocar a frente da missão recém-chegados ao grupo que acaso ocorra o sucesso requererão os louros e no caso de fracasso não arcarão com o ônus.

Discurso  SUCESSO:  “Ah! Foi preciso eu vir para cá,  para sair alguma coisa que preste”

Discurso  DERROTA: “Ah não tem jeito, os caras são ruins demais”

NOTA CARTORIAL

Gostaria de registrar esta nota em cartório, registrá-la e reconhecer firma,  para no futuro deixar claro que eu alertei aos “geniosos” que convocar a dupla que levou MM a ser campeão de “CONDENAÇÕES NO TRIBUNAL DE CONTAS”  para tocar um projeto social mensal é uma péssima ideia.

Espero que não estejam contratando, ordenando despesas e muito menos licitando!!!

DNA SUÍNO

Não adianta dar banho no porco! Não adianta passar perfume no porco! Muito menos botar laçinhos no porco!


Na primeira oportunidade ele  vai  enfiar o nariz no lixo e chafurdar na lama!!! E quem estiver perto pode sofrer com os respingos!!!

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Empresa VAGABUNDA PROLAGOS jogando esgoto na Lagoa de Araruama



O vídeo de 20 segundos mostra o absurdo de esgoto da Prolagos jorrando sem nenhum tratamento na Lagoa de Araruama em São Pedro da Aldeia.

A concessão dessa empresa precisa urgentemente ser revista, não tem como continuar vivendo o verão sem água, rodízio ilegal de água em diversos bairros, mais o assassinato diário de nossa lagoa.


É hora de dizer bem alto: FORA PROLAGOS!!!

Mister Pizza de Cabo Frio tem atendimento lixo para seus clientes


Em Cabo Frio os serviços prestados costumam ser de baixa qualidade, mas ontem (09/10) tive o desprazer de usar a pior pizzaria de Cabo Frio, a famigerada Mister Pizza.

Ontem às 20h43min liguei para Mister Pizza para pedir uma pizza e substituímos a janta (casa de gordos é assim rsrs), a atendente garantiu que em 30 minutos a pizza estaria aqui em casa, "no máximooo 40 minutos", como era uma quinta-feira sem movimento acreditei na atendente, até porque nas demais pizzarias que comemos a pizza chega em média em 30 minutos.

Quando deu 21h46min, mais de 1 hora depois do pedido (e nada da pizza chegar) liguei para pizzaria para cancelar o pedido, reclamei do desrespeito e a atendente pediu desculpa e cancelou o pedido. Bem! Seria um serviço ruim, que sequer conseguiram concluir, mas ele ainda tem mais...

Quando deu 21h56min, dez minutos depois do cancelamento por incompetência, aparece o entregador que pelo visto não foi informado do cancelamento, e querendo que eu aceitasse a pizza de qualquer forma, ainda me ameaça com a seguinte frase: "seu nome vai ficar registrado lá, fique sabendo" isso em tom de ameaça e com toda a arrogância possível.


Portanto Mister Pizza, registre bem meu nome "Álex Garcia", registre muito bem meu nome! Pois sou o cliente que vocês fizeram de otário e ainda ofenderam, mas que nunca mais vai comprar nada com vocês e vai avisar para toda a cidade o lixo de pizzaria que vocês são!

Bastidores da Política e da Imprensa


Foto

Deu o que falar a união de todos os grupos políticos de Cabo Frio em torno da candidatura de Pezão (PMDB), a população reclamou muito da foto.

Aliados?

O prefeito Alair Corrêa anunciou que a aliança com a oposição tem dia e hora para acabar, é no dia 26/10 quando terá a eleição do segundo turno, depois disso o pau vai cantar novamente.

Lobo

Em São Pedro da Aldeia a oposição também se alinhou em torno da campanha de Pezão (PMDB), a família Lobo (PR) e o prefeito Chumbinho (PT) estão pedindo votos juntinhos para Pezão. Mas segundo eles a "aliança" também acaba no dia 26/10.

Crivella

Já Crivella (PRB) conseguiu reunir o apoio dos ex-candidatos a governador, Garotinho (PR) e Lindbergh (PT), o problema é que o apoio deles não garante o apoio dos candidatos eleitos e derrotados de seus partidos, importantes quadros do PR e PT já estão sentadinhos no colo de Pezão (PMDB).

Crivella 2

O secretário de governo, Dirlei Pereira (PRB), foi afastado de sua secretaria pelo Prefeito Alair Corrêa (PP), o motivo é o apoio de Dirlei a candidatura de Crivella (PRB). Dizem as boas línguas que com uma possível vitória de Crivella como governador Dirlei irá ocupar uma secretaria estadual. Boa sorte ao meu inimigo íntimo Dirlei Pereira.

Empatados

Já no cenário nacional as primeiras pesquisas apontam empate entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB), é a disputa do crescimento nacional junto com desenvolvimento humano contra o neoliberalismo integrista que tanto sacrificou nosso povo.

Emprego

A corrida pelas vagas temporárias de Natal já começou. Quem busca uma oportunidade de emprego no comércio já pode entregar currículos e participar de seleções a partir desse mês no Shopping Park Lagos. A expectativa é de que até dezembro sejam criadas mil vagas temporárias de Natal nas lojas do empreendimento este ano. Os interessados devem entregar os currículos diretamente nas lojas. A maioria dos contratantes pede que os candidatos sejam maiores de 18 anos, tenham o ensino médio completo e muita disposição para o trabalho.

Vânia Carvalho


Nossa Menina de Ouro, Vânia Carvalho, nos presenteia com a crônica "Caminhão de Pobre" que faz uma profunda reflexão sobre nossos políticos e as eleições.

Coluna da Menina de Ouro, Vânia Carvalho


Caminhão de pobre!

Deve ser muito triste as pedras que se jogam no atual governo serem todas rebatidas na mesma moeda! Isso é que da ter telhado de vidro e rabo preso. Porém, vocês acham que eles se incomodam com isso? Claro que não! Continuam usando sua demagogia e hipocrisia escancaradamente, porque sabem que o povo não tem memória! E basta um trocado   ou promessa de futuras vantagens, que a população e os próprios formadores de opinião dessa oposição que se utiliza de críticas  de efeito moral, serem desmascarados na sua própria carne.

Apontam, julgam e condenam com a maior facilidade, mas se esquecem do passado de desonra e inglórias que vivemos durante tantos anos.

A cara de pau chega as redes sociais , jornais, rádios e TVs como se fossem baluartes dos bons costumes, acontece que  as provas consolidadas nas mesmas mídias do passado, provam que tudo não passa de um tosca e falsa realidade, pra enganar os mais desavisados.

Um flash back dos anos de terror que nossa cidade viveu em 8 anos de descaso, serviria pra fazer cair todas as  máscaras em poucos segundos, contudo,  como dizem por aí, sofre quem ta na vitrine, e o povo parece que gosta de ser enganado.

Assumem posturas de bons políticos, preocupados com a cidade e  com os interesses da população, porém quem não os conhece que os compre, aliás, nesse mercado de compra e venda, o povo continua fazendo liquidação de seus valores. Pechincham até sua alma se for preciso!

Na briga por esse poder, onde o dinheiro continua sendo a mola desse mundo, quem menos ganha é aquele que se corrompeu!


E as eleições vem, e as eleições vão, e o que mais ouvimos durante essa época, é a palavra MUDANÇA! Porém como cachorro de pobre, mais uma vez o que vamos ver daqui pra frente é o cachorro caindo desse caminhão.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Análise do Cartão Vermelho sobre as eleições 2014/ 2016 - Deputados Federais

 

Dando continuidade as análises dos candidatos da cidade de Cabo Frio hoje abordaremos o tema "candidatos a deputado federal" e vamos falar sobre a eleição de 2014 e seus desdobramentos para a eleição de 2016.

Análise do Cartão Vermelho sobre as eleições 2014/2016 - Deputados  Federais. Por Álex Garcia

Delma Jardim (PEN) - Para quem julgava que Delma Jardim não fazia mais parte do cenário político de Cabo Frio está aí uma surpresa, na eleição de 2012 seu genro, João Gomes (PSB), já teve boa votação para vereador chegando a primeira suplência do partido, agora em 2014 em uma campanha menor que campanha de vereador Delma faz na cidade 1.376 votos e em todo o estado chega a 2.327 votos, estaria em perfeitas condições de ser candidata a vereadora em 2016 e conquistar uma vaga na câmara municipal, no entanto Delma não deve participar da eleição de 2016, já que havia prometido apoiar a candidatura de João Gomes.

Marquinho Mendes (PMDB) - Finalmente Marcos Mendes conhece sua primeira derrota eleitoral, para quem arrotava 40 mil votos na cidade, deve ter sido uma arrasadora surpresa ter tido 26.744 votos em uma cidade com 139.911 eleitores, isso representa apenas 19,1% do eleitorado total da cidade. Isso significa que a cada 10 cabo-frienses mais de 8 lhe negaram o voto, isso para uma pessoa que foi prefeita da cidade duas vezes.

Compare as três últimas eleições de Marcos Mendes:

- Marcos Mendes em 2008 quando foi candidato a prefeito teve 47.799 votos.

- Marcos Mendes em 2004 quando foi candidato a prefeito teve 36.593 votos.

- Marcos Mendes em 1998 quando foi candidato a deputado estadual teve 23.445 votos.

O declínio eleitoral de Marcos Mendes o leva a sua votações da década de 90, seus dois mandatos de prefeito trouxeram enorme desgaste a sua imagem, não tem como sair impune do abandono da cidade e de sua população.  Marcos Mendes ainda não é um político morto, mas pode estar rumando para o fim de carreira.

Aos seus correligionários que riram quando disse sobre sua derrota e primeira suplência fica aqui uma lição, minhas análises não são chutes, não cheguei onde estou brincando de política, quando digo algo aqui é porque estudei e avaliei o cenário político.

Dr. Paulo César (PR) - Um candidato que desde a eleição de 2004 troca de "grupo" a cada eleição, que não é presente na cidade, que não faz campanha, que não mantém boas relações políticas com que lhe ajudou no passado, um dia teria que parar de ter sorte e não ser eleito, e foi isso que aconteceu nessa eleição. No entanto apesar da derrota é preciso reconhecer que a votação do Dr. Paulo César foi boa, são 14.500 votos em Cabo Frio e 29.557 votos em todo o estado.

Um exemplo que Dr. Paulo César segue vivo na política é o PRP, que elegeu Alexandre Valle deputado federal com 26.526 votos, ou seja, Dr. Paulo César precisa mudar a forma que conduz sua carreira, passar a fazer política de verdade, montar um grupo político próprio, ter orientadores, ser presente com quem lhe ajuda, e parafraseando Alair Corrêa (PP) ele não pode seguir tendo apenas sua mãe e um papagaio como grupo político.

Walmir Porto (PR) - É um empresário bem-sucedido e escolheu entrar na política para modificar a forma que a política tem sido feita em nossa cidade. No entanto esse lado "romântico" do novo político Walmir Porto (que não gosta de ser chamado de político, e afirma não sou político) o fez cometer diversos erros, entre eles de promover uma campanha grande no estado e não fazer campanha em Cabo Frio, já que o certo na política é fazer campanha na cidade e reforçar com as cidades vizinhas a sua, não gosta e não sabe pedir voto, acha desumano colocar pessoas para trabalhar na rua segurando placa, e demais erros que acabaram lhe dando uma pequena votação na cidade, no entanto para quem foi candidato pela primeira vez e não era conhecido teve uma boa votação no estado que lhe garantiram 10.810 votos.


Apesar dos erros na condução de sua candidatura o empresário e político Walmir Porto hoje já é uma realidade no cenário político, seu nome já é conhecido do eleitor, está credenciado a ser dono de uma cadeira de vereador, também pode tentar ser uma terceira via política na cidade, como dissemos aqui antes o PSOL na cidade é ridículo e não tem representatividade.

A Política “ Ascensão e queda”


Por Paulo Jordão

Não é de se estranhar que tudo o que ascende genericamente, rápido demais e mal alicerçado, corre o risco de sucumbir com agilidade equivalente. Este é um dos aspectos que explica o fraquejar da candidatura de muitos políticos de  cidades da região dos lagos, para alguns que se achavam já eleitos, a resposta veio nas urnas, a sua derrocada foi imposta pelo despreparo político e pela falta de humildade.

Ficou claro que a internet exerceu, nas eleições deste ano, uma função mais destacada do que em pleitos antecedentes, mas, apesar de relevante, o mundo virtual ainda está longe de substituir as ruas como o palco central da disputa eleitoral. As mais recentes pesquisas eleitorais de todos os institutos apontavam  para o declínio de alguns candidatos da região , em clara curva de baixa, pela falta de credibilidade política observamos a pífia votação de político veteranos , surge a “nova política” . Se as curvas continuarem na mesma tendência em 2016, todas as câmaras municipais estarão renovando seus vereadores, a disputa  do pleito deverá ser bem mais acirrada do que dizem as pesquisas . 


Não há justificativa racional que sustente a atual política de troca e imposições, um conselho políticos abandone o posto de coadjuvante, isso significa compreender que se tornará alvo do que os cientistas políticos chamam de ‘agenda negativa’. No mundo real funciona assim com qualquer candidato que se achar favorito, em nenhum momento da sua caminhada terá sucesso. Jamais o candidato poderá se mostrar  mais preparado  que o adversário , ou usar de meios  para desprestigiar o seu oponente em busca de votos  .  A população esta atentameu caro , seja você o protagonista da sua historia , não queira vender uma imagem que não é real A política esta mudando, as opiniões da população  estão sendo no voto . Mude enquanto a tempo!  Como diz o linguajar popular, o jogo só acaba quando termina.

A pata de macaco de Dilma Rousseff


Por Pedro Nascimento Araujo

Há um pequeno conto muito conhecido no Reino Unido, chamado “A pata do macaco”. Escrito em 1902 por William Jacobs, trata do casal White e seu filho Herbert. Um amigo do Senhor White, veterano oficial do Royal Army na Índia, lhe apresenta uma pata de macaco mágica, que possui o dom de conceder três desejos a quem a possuir – ele a havia herdado de um faquir cujo último desejo havia sido a própria morte e a lançou no fogo, de onde o Senhor White a recuperou furtivamente. Seu primeiro desejo é obter £ 200 para quitar a hipoteca. Logo em seguida, Herbert, o filho do casal morre em um acidente de trabalho e seus pais recebem o seguro de exatos £ 200. A história ficou famosa por tratar das consequências inesperadas dos desejos. Caso Dilma Rousseff já tenha lido “A pata do macaco”, neste final de semana, ao ver os resultados do Primeiro Turno da eleição presidencial, ela certamente se lembrou da moral do conto: cuidado com o que você deseja, porque pode virar realidade.

A campanha de 2014 foi sui generis. A trágica morte de Eduardo Campos colocou Marina Silva no olho do furacão com uma carga emocional jamais vista em uma eleição presidencial. A acreana subiu com uma velocidade estonteante, roubando votos não apenas de Dilma Rousseff, mas também de Aécio Neves. O tucano, para quem a campanha petista havia treinado toda sua infantaria para atacar, abruptamente pareceu ser carta fora do baralho. Marina Silva passou a liderar as intenções de voto no Segundo Turno e empatou (conquanto na margem de erro) com Dilma Rousseff no Primeiro Turno. Com tudo isso acontecendo, o inimigo deixou de ser o cada vez menos ameaçador Aécio Neves (cujas intenções de voto chegaram a se aproximar de um humilhante dígito) e passou a ser a cada vez mais favorita Marina Silva: as condições do teatro de guerra mudaram completamente. Assim, como os generais reais, que sempre estão preparados para lutar a última guerra, os comandantes do marketing eleitoral do PT foram confrontados com uma situação nova no seu front particular. E, à moda dos grandes estrategistas, foram extremamente eficientes ao criar novos planos de ação na hora mais difícil para executar a nova missão: literalmente, pulverizarar a candidatura de Marina Silva. Internamente, o termo era o neologismo “dessacralizar” a ex-seringueira. A vontade de desconstruir Marina Silva foi tamanha que, houvesse uma pata mágica de macaco à mão, Dilma Rousseff teria feito disso seu primeiro desejo: destruir as chances de Marina Silva. Deu certo, mas deu certo à moda da pata de macaco – assim como as £ 200 para quitar a casa vieram do seguro de vida do filho, a derrocada de Marina Silva veio à custa de argumentos que reviveram um quase moribundo Aécio Neves: o medo do desconhecido, a inexperiência e a falta de apoio político que Marina Silva representaria.

Assim, o que Dilma Rousseff fez para marar Marina salvou Aécio. Não há como falar em medo do desconhecido com Aécio Neves simplesmente porque, desde antes de Marina Silva ser o inimigo a ser derrotado, a campanha de Dilma Rousseff buscava posicionar Aécio Neves como sucessor do governo de Fernando Henrique Cardoso, comparando as realizações daqueles governos com as dos atuais, concomitantemente à associação de Marina Silva a um salto no escuro. Se a própria estratégia seguida por Dilma Rousseff tornou impossível associá-lo ao desconhecido, também não haveria como explorar sua inexperiência: o mineiro já foi duas vezes governador da segunda maior unidade federativa nacional – e realizou um dos governos mais bem-avaliados da história do país. Portanto, quando o atacava por meio de críticas às realizações dele em seus dias de governador e atacava Marina Silva por sua inexperiência, a campanha de Dilma Rousseff apenas alimentava o monstro que agora ameaça devorá-la. Por fim, a pata do macaco permitiu que a exploração por parte de Dilma Rousseff da falta de capacidade de forjar alianças políticas de Marina Silva servisse apenas para destacar o quanto Aécio Neves possui essa capacidade (uma que a própria Dilma Rousseff não possui como herança, mas sim como concessão de Lula da Silva: ela é sabidamente e reconhecidamente hostil à arte da negociação política), que nele pode até ser um traço genético: seu avô Tancredo Neves, quem o iniciou na carreira política, era um mestre nesse assunto. Tancredo Neves conseguiu ser Primeiro Ministro durante os turbulentos anos do parlamentarismo brasileiro (1961-1963) exatamente por sua capacidade de conciliação, e levou-a ao paroxismo quando conseguiu reunir apoios suficientes no Congresso Nacional para vencer a eleição indireta, sendo de oposição e sem ter maioria parlamentar para tanto. É irônico como a lição da pata do macaco cairia perfeitamente na desconstrução de Marina Silva: o que Dilma Rousseff tanto desejou aconteceu – mas não como ela esperava, como sói ser quando a pata do macaco executa sua mágica.

Em “A pata do macaco”, aliás e a propósito, dez dias após a morte do próprio filho do Casal White (que lhes gerou exatamente a quantia para quitar a hipoteca da casa, primeiro pedido à pata do macaco), a Senhora White, saudosa de Herbert e arrependida de ter concordado com o pedido do marido, pede ao Senhor White que use o segundo desejo para trazer Herbert de volta à vida. Compadecido, ele cede. Logo em seguida, alguém bate à porta da residência dos White e a Senhora White se encaminha para abri-la. Súbito, o Senhor White se lembrou do reconhecimento do corpo de Herbert há mais de uma semana: ele estava completamente estraçalhado pelo acidente e, temendo pelo estado do filho que, dilacerado, morto e enterrado há mais de uma semana, estaria revivido do outro lado da porta, ele fez seu derradeiro pedido à pata do macaco, um que ele jamais cogitou querer: desejou a morte do filho revivido e as batidas cessaram imediatamente. Quando a Senhora White finalmente abriu a porta, não havia ninguém do outro lado. Como os White, Dilma Rousseff pode pagar um preço alto demais por ter conseguido destruir Marina Silva: a virulência dos ataques que fez à própria ex-candidata, usando manipulações e mentiras grosseiras, além de ofensas pessoais, simplesmente inviabilizam qualquer possibilidade de reconciliação e de apoio para o Segundo Turno. Assim como aconteceu com o corpo de Herbert, os brios de Marina Silva foram estraçalhados além do ponto de recuperação apenas para atender ao desejo de Dilma Rousseff. Dilma Rousseff não apenas fortaleceu Aécio Neves quando batia abaixo da linha de cintura de Marina Silva, mas também ressaltou as qualidades dele enquanto a difamava e, principalmente, criou as condições para uma aliança das oposições contra si, com um Aécio bem mais forte e com uma Marina nadando em rancor. Se antes do desejo de Dilma Rousseff se tornar realidade, a possibilidade de Marina Silva dar prosseguimento ao pacto firmado entre Aécio Neves e o finado Eduardo Campos para apoio incondicional para o candidato de oposição que fosse para o Segundo Turno era virtualmente nula, agora é bastante plausível – e uma aliança de ambos, ao menos no campo teórico, terminou o Primeiro Turno com mais de 10 milhões de votos de vantagem sobre Dilma Rousseff. Um enorme revés para a candidatura de Dilma Rousseff decorrente de seu desejo – destruir a candidatura de Marina Silva – ter sido realizado; pensando bem, Dilma Rousseff nem precisa mais de uma pata de macaco mágico: a essa altura, ela já aprendeu a ter cuidado com o que deseja, porque pode virar realidade.


Pedro Nascimento Araujo é economista.

- |