Fale com Dr. Taylor

Fale com Dr. Taylor

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Porque eu não acredito que Marcos Mendes será eleito


Por Álex Garcia

Eu há vários dias venho especulando que o ex-prefeito de Cabo Frio, Marcos Mendes (PMDB) não conseguirá ser eleito deputado federal por sua coligação (PMDB - PP - PSC - PSD - PTB).

Esse meu sentimento se baseia em dois pontos, o primeiro é que no meu sentimento essa coligação (PMDB - PP - PSC - PSD - PTB) elegerá 12 candidatos, a segunda percepção é que nessa coligação 13 candidatos tem historicamente ou potencialmente mais votos que Marcos Mendes.

Quem eu acredito estar na frente de Marcos Mendes:

1 - JAIR BOLSONARO - Mais de  200 mil votos
2 - WASHINGTON REIS - Em torno de 150 mil votos
3- LEONARDO PICCIANI - Seguramente mais de 100 mil votos
3 - PEDRO PAULO PMDB - Entre 80 a 100 mil votos
4 - FELIPE BORNIER - Entre 80 a 100 mil votos
5 - EDUARDO CUNHA  - Entre 80 a 100 mil votos
6- SIMÃO SESSIM  - Entre 80 a 100 mil votos
7 - MARCO ANTÔNIO CABRAL  - Entre 80 a 100 mil votos
8 - JÚLIO LOPES - Entre 80 a 100 mil votos
9 - INDIO DA COSTA - Entre 60 a 80 mil votos
10 - AROLDE DE OLIVEIRA - Entre 60 a 80 mil votos
11 - CRISTIANE BRASIL - Entre 60 a 80 mil votos
12 - CELSO PANSERA - Entre 60 a 80 mil votos
13 - SORAYA SANTOS - Entre 60 a 80 mil votos
14 - MARQUINHO MENDES PMDB - Entre 50 a 60 mil votos


Claro isso aqui não é uma pesquisa, nem muito menos um estudo, mas acredito que Marcos Mendes amargará sua primeira derrota na urna, e não passará de uma suplência de deputado federal.

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Aprendiz de estatística


Por Thaís Lima

Um certo blogueiro fez uma enquete onde perguntou qual vereador você tiraria da câmara, mas mostrou que nem fazer enquete sabe, pois até mesmo para se fazer uma enquete tem que saber um pouco de estatística, não é só perguntar , tem-se que fazer todo um percentual de votos. Na enquete do tal blog somando todos os percentuais obtivemos 93% dos votos, onde foram parar os outros 7%?

É por isso que o candidato do tal blogueiro sempre está em primeiro nas pesquisas que fazem, eles não sabem calcular porcentagem. rsrsrs

 O grupo político do tal blogueiro me chama de "aprendiz de marqueteira", então a APRENDIZ aqui vai mostrar para vocês como estava e como é de fato a porcentagem correta. AH! vê da próxima vez antes de fazer uma enquete estude ao menos porcentagem...

No total foram 528 "votos"

- TODOS 183 - NO BLOG 34% o certo 35%
- Aquiles Barreto 15- NO BLOG 2% o certo 3%
- Braz enfermeiro  13 - NO BLOG 2% o certo 2%
- Celso Campista 16- NO BLOG 3% o certo 3%
- Dr. Adriano 16- NO BLOG 3% o certo 3%
- Dr. Taylor 33- NO BLOG 6% o certo 6%
- Eduardo Kita 13- NO BLOG 2% o certo 2%
- Emanoel Fernandes  12- NO BLOG 2% o certo 2%
- Fred  17- NO BLOG 3% o certo 3%
- Jeferson Vidal  57- NO BLOG 10% o certo 11%
- Luis Geraldo 16- NO BLOG 3% o certo 3%
- Marcelo Corrêa 18- NO BLOG 3% o certo 4%
- Paulo Henrique 16- NO BLOG 3% o certo 3%
- Ricardo  Martins 13- NO BLOG 2% o certo 2%
- Rodolfo de Rui 27- NO BLOG 5% o certo 5%
- Vanderlei  Bento 19- NO BLOG 3% o certo 4%
- Vinícius Corrêa 21- NO BLOG 3% o certo 4%
- Zé Ricardo 23 - NO BLOG 4% o certo 5%

Desculpe.... sou aprendiz, mas sou melhor que os estatísticos do grupo político de vocês.


Aceita que dói menos!

O Brasil de todos


Por Paulo Jordão 
  
Não sou Petista e muito menos estou defendendo o partido.  Vou manifestar  a minha opinião  sobre a atual  situação econômica  do Brasil . Não vamos nos arriscar!  O Brasil vive um bom momento econômico  já superamos a marca dos 500 mil barris de petróleo produzidos por dia no pré-sal, um patamar alcançado apenas oito anos após a primeira descoberta.

O volume de negócios gerado pelo pré-sal, impulsiona o desenvolvimento de toda a cadeia de bens e serviços do País, trazendo tecnologia, capacitação profissional e grandes oportunidades. A Presidente Dilma esta trilhando um  caminho seguro deixado pelo seu amigo e antecessor o Ex Presidente Lula.  A Presidenta esta gerenciando o País de forma responsável, eu estou muito esperançoso e acho que a Dilma ganha essa eleição, até pelo bem do Brasil.

Se você retornar no tempo, não observamos em governantes anteriores o “pulso” necessário para alavancar o progresso. Atualmente a presidente Dilma, ou melhor, ‘presidenta’ obtém uma boa aprovação popular. O governo Dilma leva vantagem na comparação com governos anteriores, eu particularmente acredito que o Brasil tem uma política econômica forte, e que serve de exemplo para o mundo.

É incomparável a vantagem obtida em beneficio da população no atual governo em relação aos outros governos, que não favoreceram as classes mais humildes do País. Eu me declarei otimista com a possibilidade de as pressões da sociedade, cada vez maiores, levarem a bom termo as reformas estruturais de que o país necessita sobretudo a política.

Considero que chegamos a um momento de tantas distorções no relacionamento entre os políticos e o governo, ambos se distanciando muito dos interesses e demandas da sociedade, que o prosseguimento dessa maneira de fazer política está com seus dias contados, mesmo que, nos seus estertores, as forças políticas que comandam esse retrocesso consigam uma sobrevida nas eleições presidenciais. Mas estamos em período eleitoral e como de costume, as denúncias e acusações aparecem na mídia.  

Atualmente estamos assistindo denúncias contra Petrobras, mais para quem entende de política, sabe que essa denuncia servem para desestabilizar o atual governo.  Eu acho estranho é que toda a época de eleição aparece alguém com uma denúncia contra a Petrobras, que desaparece logo depois das eleições, as chamadas  "cortina de fumaça".

Reitero,  não sou petista mais admiro ver uma mulher como a presidenta  Dilma no comando do País  , algumas mulheres se tornaram verdadeiros ícones na história. A excelentíssima presidenta Dilma é uma delas. 


Eu acredito Brasil, e você?

Coluna da Menina de Ouro, Vânia Carvalho


Quem que entende o povo brasileiro?

Primeiro ele acorda o gigante, limpa as remelas e sai cheio de disposição, depois toma um rivotril volta a durmir e sem a menor  preocupação, com aquilo que o fez levantar e tirar o pijama, ele se acomoda! E pelo visto, voltará a colocar no poder todos aqueles que atrapalharam seu sono. Foi como se o medo fala-se mais alto e o fato de ir a luta e levar umas porradas de seus "inimigos" (o próprio governo) lhes fizesse recuar e deixar tudo pra lá! Acontece que se  fosse apenas uma questão de evitar a desordem ou até mesmo um confronto físico, porque eleger novamente essa cambada? Alguém consegue me explicar? Todos que passaram os 4 anos levando o Brasil e o Rio a beira do caos, estão de volta e  com o aval da população.

E aqui  na nossa região não é diferente?

Todos que levaram Cabo Frio ao descaso durante anos, todos que na Alerj  votaram contra os servidores, todos que estão cheios de condenações por improbidade administrativa, todos que não fizeram nada de bom enquanto estavam em seus mandatos, estão todos de volta tendo a população como padrinhos. Não é lindo?

E não adianta perdermos tempo com informações, denúncias e opiniões, porque como já dizia Renato Russo: " Vamos celebrar a estupidez humana".

Somos realmente um bando de idiotas, que apesar de ter a força do voto nas mãos, se rendem aos corruptos e demagogos em troca de algumas migalhas. E vem aí possivelmente, segundo as pesquisas, mais 4 anos de reclamações, lamúrias e chororôs de um povo cansado, porém ignorante e feliz!

E como adoro Renato Russo, que a todo instante mostra que as letras de suas músicas estão mais atuais do que nunca vou terminar essa coluna com mais um trechinho de sua música "Perfeição".

...Vamos celebrar o horror
De tudo isto
Com festa, velório e caixão
Tá tudo morto e enterrado agora
Já que também podemos celebrar
A estupidez de quem cantou

Essa canção ou quem sabe escreveu essa coluna?

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Bastidores da Política e da Imprensa


Decisiva

Está dada a largada para a última semana de campanha eleitoral, as eleições são no próximo domingo (05/10), nesse período candidatos com recursos chegam a quadruplicar seus quadros de funcionários nas ruas.

Oposição

Como quem tem recurso de verdade em Cabo Frio são os candidatos oposicionistas vocês verão uma enxurrada de  pessoas e materiais desses candidatos, a dupla M&M estarão em cada pedacinho da cidade. E o leitor e o eleitor deve pensar: "De onde saiu tanto recurso?"

Romário

O candidato a senador, Romário (PSB), está envolvido em um escândalo envolvendo seu nome. O empresário Alexandre Rosa (Alexu) está na mídia cobrando uma dívida de campanha eleitoral no valor de 50 mil reais, e se não receber vai ao Ministério Público denunciar.

Justiça

O problema que essa é uma verba não contabilizada de campanha, e se for comprovado que Alexu recebeu valores anteriores não declarados na campanha isso é sinal de "caixa 2" de campanha, mesmo motivo que levou os Mensaleiros do PT a prisão.

PRB

Segue forte a expectativa do PRB em fazer 3 deputados estaduais, já que contará com bastantes votos de legenda do candidato a governador Marcelo Crivella (PRB). Nesse caso o terceiro colocado do partido entra com 18 a 22 mil votos, e a turma do Dr. Taylor (PRB) segue animada e sonhando com essa vaga.

PMDB

Já no PMDB quem tiver menos de 70 mil votos, como é o caso do ex-prefeito Marcos Mendes (PMDB), está fora da disputa de uma vaga de deputado federal. Abaixo disso a briga é para se colocar bem em uma suplência.

Rua dos Biquínis

Os primeiros dez dias de obras que vão mudar o cenário da Rua dos Biquínis foram avaliados esta semana de perto pelo prefeito Alair Corrêa (PP) e por uma equipe de técnicos da Prefeitura, durante mais de uma hora o prefeito viu e ouviu dos técnicos o que já foi feito na primeira fase da reforma. 

Fazenda

O relacionamento entre o contribuinte e o setor fazendário de Cabo Frio está cada vez mais fácil. Desde a segunda quinzena de setembro, a Secretaria Municipal de Fazenda tem um novo portal na Internet, seguindo a tendência do que existe de mais moderno no mundo digital: fazenda.cabofrio.rj.gov.br

ALeART


Academia de Letras e Artes da Região dos Lagos (ALeART), esta programando junto à Secretária de Cultura e Prefeitura de Cabo Frio o 1º Encontro Nacional dos Artistas Plástico, Poetas, Músicos e Artesãos. Esta iniciativa se deve a um movimento Cultural,  Artístico em Cabo Frio, podendo se transformar numa referência Nacional de Arte nas ruas, sendo fundamental o reconhecimento desta “arte pública de performance”, onde o artista encontra-se presente com o público nas ruas, praças e parques. O evento acontece entre os dias 20, 21 e 22 de novembro de 2014.

II Mostra Cultural da Educação Infantil em Cabo Frio


Após o grande sucesso da primeira versão no ano passado, agora Cabo Frio lança a II Mostra Cultural da Educação Infantil. O evento será realizado pela Secretaria Municipal de Educação de Cabo Frio (SEME), por meio da Divisão de Supervisão Escolar (DEGEPE). A mostra vai acontecer neste sábado (27), das 9h às 17h, na Praça da Cidadania, em frente ao Teatro Municipal Inah de Azevedo Mureb.

A II Mostra terá como tema: Interações e Brincadeiras: Orgulho de Nossas Raízes. A ideia é fomentar a formação da identidade étnico-racial e o respeito à diversidade cultural brasileira.

De acordo com a professora Marta Dias, chefe da Divisão da Supervisão Escolar, a II Mostra Cultural da Educação Infantil tem por objetivo integrar e socializar o trabalho com crianças de dois a cinco anos de idade, estimulando nelas o desenvolvimento das potencialidades artísticas.

– A criança é um ser da natureza e da cultura que deve aprender a cuidar de si, do outro e da terra, por isso, queremos promover ações que desenvolvam o orgulho de nossas raízes. O evento viajará pelas culturas que influenciaram e continuam influenciando a formação do povo brasileiro, a partir do estudo de suas principais culturas: indígena, africana e portuguesa, explica a professora Marta.

As escolas de Educação Infantil da rede municipal já vêm tratando o tema durante o ano com os alunos e desenvolvendo e criando diversos trabalhos que agora serão expostos no Centro de Artes Visuais (CAV) – são vários trabalhos de arte, pintura, escultura, brinquedos feitos de sucata, mosaicos e muito mais. Tudo confeccionado pela criançada com muito colorido e criatividade. A exposição será de sexta (26) a domingo (28).

O momento agora será de troca de experiências entre os alunos de todas as escolas municipais envolvidas no projeto. No evento a garotada fará também apresentações culturais através de danças, teatro, música, dentre outras.

Além da exposição haverá ainda oficinas pedagógicas de música, pintura, contação de histórias, reciclagem e de movimentos corporais e gestuais. Tudo direcionado pelas unidades escolares, sob a orientação dos supervisores escolares.


A II Mostra Cultural da Educação Infantil - Interações e Brincadeiras: Orgulho de Nossas Raízes será uma opção divertida para reunir toda a família no sábado, principalmente para os pequenos até seis anos de idade. Todos estão convidados a participar. O evento é gratuito e aberto ao público.

Humor no Teatro Municipal de São Pedro da Aldeia


O humor vai tomar conta  do Teatro Municipal Átila Soares da Costa, em São Pedro da Aldeia. Tanto a programação adulta, na noite de sábado (27), quanto a infantil, na tarde de domingo (28), levarão a platéia a dar boas risadas, respectivamente com os espetáculos “Palavras Improvisadas (PI)” e “Buuuu, os monstrinhos atrapalhados”.

No sábado, às 21h, o consagrado espetáculo Palavras Improvisadas (PI), dirigido por Cléber Mota, como os atores Bruno Calhau, Max Magalhães. Raffic Morais e Rodolfo Viana, como o próprio nome diz, é totalmente baseado no improviso. Diversão garantida, com ingressos antecipados e meia entrada a R$ 10, inteira a R$ 20.


Já “Buuu, os monstrinhos atrapalhados” conta a história de cinco monstrinhos não conseguem mais assustar ninguém, até que um deles descobre que, para voltar a aterrorizar as crianças, precisam de uma menina que ainda sinta medo deles. O texto é de Filippe Nero e direção de Gilvan Balbino. Domingo, às 17h, com ingressos antecipados e meia entrada a R$ 15;  na hora, com filipeta, a R$ 20 e inteira a R$ 30.

Começa hoje a Festa da Farinha em Botafogo - Distrito de Tamoios


A tradicional Festa da Farinha surgiu há sete anos por iniciativa dos agricultores da região que cultivam a mandioca. O evento será nos dias 26, 27 e 28 de setembro no bairro de Botafogo, área rural da cidade.

A Prefeitura de Cabo Frio e a COMSERCAF estão fornecendo toda a estrutura necessária para o evento, que terá shows musicais e barraquinhas com comida típica: costela no bafo, tapioca, aipim e farinha, que são algumas opções da gastronomia local.

A Festa da Farinha começa hoje (sexta-feira, 26/09), a partir das 19 horas e segue com sua programação até domingo (28/09), as festividades vão acontecer durante todo o dia.

Confira a programação:

Sexta-feira (26/09) -Show gospel com a banda Brilho a partir das 19h.

Sábado (27/09) - Pagode com a banda Estamos com Você a partir das 21h.


Domingo (28/09) - Forró com Adriano dos Teclados a partir das 21h.

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Salão Marcos Mendes Star, onde a estrela é você



Segue com todo sucesso o Salão Marcos Mendes Star, e agora atendendo a políticos da Região dos Lagos, se você leitor se interessou basta agendar horário!


PS. Esta é uma brincadeira do departamento de criação do Blog Cartão Vermelho com fotos originais tiradas por Marcos Mendes enquanto fazia campanha eleitoral em um salão de beleza de Cabo Frio.

BANZO


Por Marcos Chaves

ULTIMATE FIGTHER

Dr. Paulo Cesar deixou seu estilo “simpático” de lado e baixou o cacete em Walmir Porto na sua entrevista à TV Litoral News. Nem nos velhos tempos de rivalidade com Alair o “Doutor” batia tão firme... “Aventureiro” e “Aproveitador” foram acusações que ecoaram no set de gravação!!! Azedou de vez o clima entre os ditos candidatos da situação!!!

SEGUNDO SETOR

Walmir Porto é um candidato oriundo do segundo setor (empresariado) e via de regras possuem grande rejeição do meio político a sua empreitada. Independente destas questões os empresários costumam lidar com suas alianças assim como lidam com seus negócios.

Mas...  e a vida tem sempre um mas...  na matemática da política dois mais dois nem sempre  são quatro.  Walmir é um “boa praça” e desejo toda sorte do mundo a ele e a todos os amigos que estão engajados em sua campanha.

DELMA JARDIM

Dinamismo, profissionalismo e bom gosto!!!

O material de campanha de Delma Jardim se destaca da mesmice marqueteira e sobressai com imagens e mensagens que agregam valor ao cotidiano eleitoral da nossa região.

É outra amiga que fico na torcida!!!

PODER PELO PODER

Dentro de política eleitoral sou apaixonado pelos números, dados, pesquisas e principalmente resultados.

Se você eleitor quer tomar suas conclusões sobre quem comprou votos, montou currais eleitorais ou fez fechamento com tráfico ou milícias. Pontue os votos recebidos pelo candidato e mapeie toda a sua votação.

Você ficará surpreso com o que alguns políticos são capazes de fazer pelo Poder.

AH SE EU FOSSE VOCÊ I

Fico triste com o que vem passando Bira do K-ô na Morada do Samba. Furtos e roubos nos barracões, interdição do espaço, e agora a aceitação pelo grupo do seu principal algoz.

A corja de levou Marquinhos Mendes a dezenas de condenações pelo segmento do Carnaval esta toda aí... protestando, manifestando... e principalmente conspirando contra as pessoas de bem.

 Tá na hora do cumpadre Bira fazer valer seu peso político e separar o joio do trigo!!!

AH SE EU FOSSE VOCÊ II

Aliás... Lembrei a pouco que meu amigo Bira recebeu uma Moção de Aplausos da Câmara Municipal, haja visto que o autor da Moção está abrigando o que há de pior da Cultura em Cabo Frio (Coordenador), cabe ao meu cumpadre devolver a Moção e externar o seu repúdio a tamanha falta de respeito!!!

PAULO HENRIQUE

Determinação, lealdade e sinceridade. As características da Liderança está contagiando todo o grupo e a caminhada no sábado passado em Tamoios foi um marco na história política de Paulo Henrique Corrêa.


Alô Alex!!! Vou cobrar o meu busto!!!

Coluna da Menina de Ouro, Vânia Carvalho


Um beijo no seu Coraçaõ Coiffer!

Depois das últimas postagens do candidato MM, acho que o candidato resolveu fazer um curso intensivo a distância de tratamento de beleza. Há rumores que depois de sua derrota nessas eleições , ele já está se preparando pra montar um salão de cabeleireiros no Jacaré.

 Entre pranchas e escovas definitivas, o candidato foi pego ensaiando um estágio no cabelo de uma cliente. E não é que ele tem jeito pra coisa! rsrs
Dando massagem nos pés    e alisando as madeixas das mocinhas,  MM, já pensa num nome pro seu salão: Um beijo no seu coração, coiffeur! rsrsr
Fazemos escova progressiva, tinturas, pés , maõs, sobrancelhas , porém o carro chefe será o corte! porque de corte, ele entende! e nem precisou fazer curso pra isso, pois passou 8 anos cortando de tudo.

Suas clientela será composta principalmente de pessoas que ele prometeu mundos e fundos e não cumpriu. A fila promete ser extensa e sua agenda deve ficar lotada! seus cabos eleitorais, assessores, blogueiros puxa-sacos, aspones, ex secretários do seu antigo governo, familiares e candidatos que ele prometeu apoio , já estão cotados para a lista até o  fim de ano. Com certeza MM, deve fazer muitas promoções de tratamento facial, com um novo produto que ele mesmo irá lançar, que  amacia e lubrifica a cara de pau.

 Dizem as más línguas que o Jabuti quer prioridade na lustração de seu casco! tão danificado com o corpo a corpo  contínuo durante a campanha, Jabuti  pretende recuperar o vigor endurecido depois do pleito.Assim estará preparado para votar contra os servidores, caso seja eleito.

Para as marquinetes frustradas, o candidato derrotado  promete oferecer progressiva de ovo e  tomate, ambos recolhidos durante sua campanha , quando esteve em suas caminhadas pelo município. E para certos blogueiros, a aplicação de   botox para alisar o rosto marcado pelas rugas de preocupação e um   tratamento com henna para remoçar e deixar o sujeito com ares de mais moço para suas ninfetas.


PS: MM servirá refresco grátis para os 10 primeiros agendados.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

O que você acha dessa foto?


VERGONHA - Marcos Mendes chega a 31ª condenação no Tribunal de Contas


O ex-prefeito de Cabo Frio acaba de ser novamente condenado no TCE-RJ (Tribunal de Contas do Estado), ao total são 31 condenações desde que deixou o cargo de prefeito, além de ter tido suas contas rejeitadas no exercício de 2012.

As 31 condenações de Marcos Mendes no TCE nesses 20 meses que deixou a Prefeitura de Cabo Frio dá em média uma condenação a cada 20 dias, isso provavelmente é o recorde mundial de improbidade administrativa.

Acompanhe:

PROCESSO TCE Nº 232.906-9/11
ASSUNTO: APLICAÇÃO DE MULTA  
RESPONSÁVEL: Sr. Marcos da Rocha Mendes 
UNIDADE: Prefeitura Municipal de Cabo Frio
RELATOR: CONSELHEIRO ALOYSIO NEVES GUEDES


ACÓRDÃO: Vistos, relatados e discutidos estes autos que tratam do Convênio nº 25/08, celebrado entre a Prefeitura Municipal de Cabo Frio e a Liga Independente das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos de Cabo Frio, tendo como objeto a colaboração e apoio para a organização e realização dos festejos carnavalescos, inclusive o desfile das escolas de samba e blocos de arrastão, do ano de 2009, no valor de R$ 1.472.500,00. Considerando que ato praticado com grave infração à norma legal ou regu lamentar de natureza contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial, sujeita o responsável à penalidade de multa, conforme disposto no inciso II do artigo 63, da Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro; Considerando que restou comprovada a ilegalidade do presente, tendo em vista o descumprimento do art. 116, §1º, da Lei nº 8666/93; Considerando que o art. 115, IV, b, do Regimento Interno desta Corte de Contas, exige que a imposição de multa seja feita através de Acórdão; ACORDAM os Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, reunidos em Sessão Plenária Ordinária, em: Aplicar multa no valor de 3.000 UFIR/RJ equivalentes a R$ 7.641,90 (sete mil, seiscentos e quarenta e um reais e noventa centavos), ao Sr. Marcos da Rocha Mendes, à época dos fatos Prefeito do Município de Cabo Frio, nos termos do artigo 63, II, da Lei Complementar nº 63/90, de 01/08/90 - Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro. 9 - ATA Nº 63/2014 10 - DATA DA SESSÃO: 16/09/2014 JONAS LOPES DE CARVALHO JUNIOR - PRESIDENTE ALOYSIO NEVES GUEDES - RELATOR HORÁCIO MACHADO MEDEIROS - REPRESENTANTE DO MINISTÉRIO PÚBLICO ES- PECIAL 

Reclamação - Rua das Tulipas sem luz em Tamoios. Atenção CONSERCAF!


Álex, gostaria de te pedir uma ajuda, desde março estou usando uma sala do campo de Unamar na Rua das Tulipas para ministrar aulas de ballet para aproximadamente 100 meninas de 2 a 16 anos.

Só que o lugar está sem iluminação pública, e fico lá com as meninas na maioria da semana sozinha e praticamente no escuro. Os moradores já fizeram vários pedidos inclusive ao prefeito e até agora nada foi feito, eu também já fiz reunião com o Alfredo Gonçalves para que ele tomasse providências cabíveis, inclusive mandei mensagens para ele essa semana pelo face.

Essa semana aconteceu o que já temíamos uma moradora foi estuprada e assaltada na rua onde tem a sala de ballet.

Desde já agradeço,
Danielle Costa

Do Blog Cartão Vermelho:


Danielle Costa não conheço nenhuma pessoa chamada Alfredo que trabalhe neste setor, de qualquer forma estamos publicando aqui sua solicitação que tenho certeza será atendida pelo órgão responsável da prefeitura. Talvez você não tenha sido atendida por estar pedindo a pessoa errada.

FEBEAPÁ platino


Por Pedro Nascimento Araujo

Em meados do Século XX, Sérgio Porto utilizou seu alter ego Stanislaw Ponte Preta para contrariar o dito popular e decretar aforismos que o tornaram citação comum (mais conhecidos como “Pensamentos do Lalau”, gerava pérolas como este: “de onde menos se espera, de lá é que não sai nada mesmo!”). Mas “Lalau” ficou famoso também por apontar as incongruências do Brasil, dos brasileiros e, principalmente, das elites do Brasil, cuja melhor tradução era o chamado Festival de Besteiras que Assola o País, vulgo FEBEAPÁ, publicado durante os primórdios do Regime Militar em 1966. O FEBEAPÁ de Sérgio Porto era uma crítica mordaz à crescente interferência dos militares no cotidiano dos brasileiros – não muito depois, o movimento inicialmente chamado Revolução de Março seria sequestrado pela Linha Dura e ficaria irreconhecível a ponto de entrar para os anais como Ditadura Militar – e serviu de inspiração a uma miríade de publicações que combatiam o crescente jugo verde-oliva por meio do humor, dos quais o mais famoso foi o Pasquim de Millôr Fernandes e Jaguar. Se fosse vivo e tivesse nascido ao sul do Rio da Prata, Sérgio Porto teria muito trabalho: a Argentina aprovou uma lei que permite controlar a quantidade e o preço dos produtos manufaturados em seu território. Algo que afeta diretamente as indústrias de qualquer país que tenha produção no país platino – e o Brasil, grande investidor na Argentina, é particularmente vulnerável a mais essa idiossincrasia platina – e que prova definitivamente que o FEBEAPÁ atravessou o Rio da Prata.

Primeiramente, é mister reconhecer que não se trata de uma idiossincrasia platina. Na verdade, a Venezuela já trilha esse caminho há alguns anos. O final do filme é mais que conhecido por todos: inflação e desabastecimento. A Venezuela tem uma inflação que caminha para os três dígitos e cuja incidência é particularmente regressiva. Achando pouco, na Venezuela, um dos maiores produtores de petróleo do mundo, há escassez de combustível, sem contar o tristemente patético racionamento de itens como papel higiênico e açúcar: há um racionamento de bens alimentares, criando cotas de consumo para as famílias do país, que apenas fortaleceu o mercado paralelo de alimentos. Um fracasso total, que a Argentina insiste em fingir não ver: o Legislativo do país aprovou uma lei chamada “Lei da Oferta” por seus defensores (o mero fato de se arvorar capaz de reinventar a roda e desvirtuar um conceito consagrado da Economia já indica o tamanho da megalomania, da arrogância e da esquizofrenia de quem a propõe) que permite ao governo argentino literalmente “determinar, em qualquer etapa do processo produtivo, margens de lucro, preços de referência, preços mínimo e máximo, ou qualquer combinação dessas medidas.” Na Argentina, a livre-iniciativa pode ser incorporada à lista de espécies em extinção. A autodestruição argentina parece não ter fim nos anos Kirchner. Em 2006, o país fez uma tentativa de baixar o preço da carne bovina no mercado interno quando virtualmente proibiu a exportação de carne bovina. O resultado fala por si só: de 900 mil toneladas exportadas pelo país em 2005, a Argentina exportou 150 mil toneladas no ano passado, ou um mero sexto do total anterior. Na verdade, nos últimos 10 anos o rebanho argentino, outrora o maior (há muito não) e melhor (ainda) do mundo, encolheu em 10 milhões de cabeças – os produtores simplesmente pararam de investir, e mais de 150 frigoríficos (vale lembrar que a Argentina exportava carne fresca em navios frigoríficos para os europeus ainda no Século XIX) fecharam. O país afunda e Cristina Fernández apela para o mais tosco populismo, cujo resultado final é sabidamente desastroso, mas que, não obstante isso, pode dar-lhe uma sobrevida política.

De fato, se a “Lei da Oferta” for usada em toda a sua extensão, em breve não haverá um investidor sério disposto a colocar dinheiro no país platino. Quem já tem capital enterrado na Argentina vai chegar à conclusão de que sair com redução de danos é melhor do que ficar. Para um país que já está em default (o calote deste ano significou um virtual fechamento do Sistema Financeiro Internacional para a Casa Rosada), a queda nos investimentos e a saída de capitais é um golpe de morte. Obviamente, isso não significa que Cristina Fernández de Kirchner não saiba o que está fazendo. Ela sabe, e muito bem: a presidente da Argentina está jogando para a plateia em um momento de inflação em alta recorde – ao menos 40% ao ano. Ao seguir o modelo do fracasso venezuelano (na semana anterior à redação final e aprovação da “Lei de Oferta”, Nicolás Maduro Júnior, filho do presidente da Venezuela, foi a Buenos Aires ajudar os legisladores argentinos a preparar sua versão nacional da lei de mercado venezuelana). Para garantir que a “Lei da Oferta” seja cumprida, Augusto Costa, Secretário de Comércio, terá superpoderes que nem mesmo o temido Guillermo Moreno, conhecido por deixar uma pistola na sua frente em reuniões com empresários: uma agência governamental própria para fazer valer a letra da lei. As ações decorrentes da “Lei da Oferta” gerarão manchetes espetaculares, mesmo por parte da cada vez mais hostilizada imprensa livre argentina.

A razão para tal certeza é simples: o governo da Argentina poderá multar em até 10 milhões de pesos (mais de um milhão de dólares) e lacrar por até 90 dias estabelecimentos que “aumentarem preços abusivamente ou causarem escassez por meio de estocagem”. Sim, nós já vimos esse filme – e sabemos que morreremos no final. Senão, lembremo-nos de 1986. Mais precisamente, do Plano Cruzado. José Sarney fez jogadas espetaculosas para desviar a atenção do desabastecimento causado pelo Plano Cruzado. As imagens de agentes da Polícia Federal literalmente caçando bois de helicóptero marcaram uma geração, mas o maior emblema de seu efêmero conquanto intenso sucesso pode ser medido por um ato que, visto em perspectiva, é ridículo: travestidos de “Fiscais do Sarney” (identificáveis por portar um adereço na camisa com a frase “Eu sou fiscal do Sarney!”), populares cerraram estabelecimentos comerciais que não sonegavam produtos ou não os vendiam pelos preços tabelados. Todos se juntaram a Sarney e acharam que mudariam as leis da economia por decreto. Como na “Lei da Oferta” argentina, todos acreditavam que um empresário se disporia a passar o resto de seus dias trabalhando para perder dinheiro apenas porque uma lei assim determinava. Não poderiam estar mais errados: em pouco tempo, a lógica prevaleceu e os produtos simplesmente não deixavam mais as fábricas; obviamente, ninguém em sã consciência sairia de casa para perder dinheiro – a opção menos ruim era simplesmente ficar em casa e não ganhar dinheiro, mas também não perder. Há uma cereja no bolo do ridículo nacional: como foram vendidos à época bigodes fajutos que imitavam o latiníssimo bigode de Sarney, havia pessoas que usavam um bigode falso ao “fiscalizar” comércios locais. Como Cristina Fernández de Kirchner não usa bigode, talvez Stanislaw Ponte Preta pudesse sugerir outros símbolos. Afinal, o Festival das Besteiras que Assolam o País é sobre ser ridículos – e, atualmente, os nossos vizinhos, outrora uma inspiração de grandeza e desenvolvimento, são imbatíveis em matéria de se ridículo. Só falta documentar isso em um livro, um FEBEAPÁ platino e seremos suplantados por eles no ridículo.


Pedro Nascimento Araujo é economista.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Prefeito Andinho mais uma vez no banco dos réus


O Prefeito de Arraial do Cabo, Andinho (PMDB), é mais uma vez alvo de ação civil por ato de improbidade com o dinheiro público.

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Cabo Frio, ajuizou ação civil por ato de improbidade em face do prefeito de Arraial do Cabo, Wanderson Cardoso de Brito. A medida foi proposta com base em relatório técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que demonstrou que, no fim da primeira gestão de Wanderson, em 2012, o Município contraiu despesas que não poderiam ser cumpridas dentro do mandato e encerrou o ano com o caixa negativo em R$ 26 milhões, o que infringe o artigo 42 a Lei de Responsabilidade Fiscal (101/2000).

Acompanhe algumas partes do ação do Ministério Público:

“Ao formalizar gastos em desconformidade com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o gestor comprometeu a saúde financeira do Município e, caso não se reelegesse, deixaria um legado de dívidas para o seu sucessor” - Trecho da Ação.

“A solução adotada pelo réu para maquiar o resultado de sua má gestão (cancelar os empenhos) não evita o descumprimento dos ditames da LRF, ao contrário, acarreta maiores danos ao patrimônio público, uma vez que o credor de boa-fé poderá buscar seu direito, acrescido de correção, juros e custas judiciais. O impacto da decisão apenas não foi sentido pela municipalidade porque o prefeito logrou se reeleger” - Trecho da Ação.


Mais informações sobre o caso, basta acessar o link do MP, clicando AQUI.

Bastidores da Política e da Imprensa


Prime

Dois candidatos ao cargo deputado estadual e federal tiveram seus nomes e números anunciados na Boate Prime em Cabo Frio, infringindo totalmente a lei eleitoral e causando revolta entre muitos presentes.

Plantas

A notícia de que um candidato a deputado estadual estava afanando mudas de plantas no horto municipal para colocar em seu projeto social abalou as rodas de conversas políticas da cidade.

Plantas 2

É muita cara de pau desse político ter projeto social com doações de plantas afanadas do município, como esse político também tem um projeto social de informática fico eu aqui a pensar: "Será que os computadores também são afanados de algum lugar?".

PMDB

 Semana que vem trarei a vocês a relação de pelo menos 15 candidatos que tem mais votos que Marcos Mendes (PMDB) na coligação do PMDB, a situação de Marcos Mendes é crítica e sua eleição é praticamente impossível, provavelmente hoje Marcos Mendes sonha com uma primeira ou segunda suplência em busca de no futuro ser puxado para a Câmara Federal.

Reagindo

Entre as campanhas sem orçamento que vem reagindo na cidade podemos destacar, Dr. Taylor (PRB) e Silas Bento (PSDB), ambos com melhor estrutura orçamentária dariam dor de cabeça ao Jabuti.

Decadência

A dupla Marcos Mendes (PMDB) e Janío Mendes (PDT) estão num processo de decadência política, isso ficará evidente nessa eleição de 2014, a votação de ambos na cidade será muito abaixo que tiveram nas eleições de 2008 e 2012.

Turismo

Porta de entrada para o turismo regional, o Aeroporto Internacional de Cabo Frio foi o ponto de encontro entre o prefeito Alair Corrêa; o Ministro do Turismo, Vinicius Lage; e o secretário estadual de Turismo, Claudio Magnavita. Ao desembarcar na tarde desta sexta-feira (19/9), o ministro e o secretário de turismo foram recebidos pelo prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa. No encontro, técnicos do aeroporto apresentaram a projeção de crescimento do terminal turístico que prevê cerca de 300 mil passageiros no ano que vem.

Praia

No sábado (20/09), Dia Mundial de Limpeza de Praia, a Prefeitura de Cabo Frio promoveu uma ação de conscientização ambiental, coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, mais de 600 voluntários e várias ONGs fizeram parte do mutirão para recolher os microlixos nas praias, além de contar com reforço de equipes e técnicos da COMSERCAF.

Menina de Ouro


Nossa Menina de Ouro, Vânia Carvalho, foi mais uma vez sensacional com a crônica "Sanção x Golias" onde aborda a espetacular entrevista que o candidato a governador Garotinho (PR) deu a Rede Globo. Leitura maravilhosa e imperdível, confira logo abaixo.

Coluna da Menina de Ouro, Vânia Carvalho


Sansão x Golias

O candidato Garotinho ao governo, tão criticado por alguns, foi elevado ao nível de quase herói por ter criticado a Globo em sua própria casa, pois bem, no meu entender, isso tem haver com a imagem de empresa poderosa que manipula e exerce influência total na política e na vida das pessoas. Acusar a Globo em rede aberta, dentro do seu cenário, foi mesmo uma atitude corajosa, que ganhou do público a simpatia até mesmo daqueles que não gostam do Garotinho, porém a Globo como qualquer empresa privada, vive do lucro e da venda de seus patrocinadores, inclusive governamentais, esses por sua vez , carecem da Globo, como a maior empresa de mídia nacional para atingir o público que assiste sua programação, seja na TV, no rádio , nas redes sociais, e na leitura de sua mídia impressa, sendo assim, se hoje, a população inteira exercesse seu controle e trocasse de canal ou deixasse de adquirir seus produtos, em pouco tempo a Globo estaria em maus lençóis. Mas seria isso possível?

Num país de tantos analfabetos e semi- analfabetos onde a comunicação de massa imposta pela rede, exerce um controle tão grande ao ditar regras de conduta, normas de comportamento, difundindo valores e  influenciando até mesmo a sua opinião, que deveria ser respeitada, como evitaríamos que a toda poderosa perdesse a direção da vida de tantos brasileiros?

E se todo mundo é contra isso e aplaude um candidato que  acusa e coloca os podres da toda poderosa em rede aberta pra fora, porque continuar a assisti-la?

Talvez seja a falta de cultura e  de educação, talvez seja a falta de incentivos a outros tipos de entretenimentos, como cinema, teatro, shows, museus, parques, que impedissem que tantos cidadãos deitassem na poltrona , psit! E parassem de  assistir uma programação  padronizada, pobre em conteúdo e que cada vez mais distorcida em seus valores e corrompida em seus interesses  criassem  um bando de debilóides.

De Valeskas Poposudas, a Pedros Bials, de Xuxas a Reginas Casés, de Anas Marias Bragas a Faustos Silvas, de Lucianos Hulks as novelas das 6, das 8, das 9 e até das 10,ufa! acabar com o poderio e o império dos Marinhos realmente só a fala de um Garotinho em 1 minuto foi capaz de pelo menos fazer com que o jurídico da Globo perdesse seu precioso tempo para arrumar com a rapidez de uma Ferrari uma ação para tirar das redes sociais o fatídico vídeo de Golias contra Sansão. Claro que a pedrada que ele deu só criou cosquinha, mas que foi certeira e criou um hematoma, isso ninguém pode negar.


A repórter deve tá até agora se perguntando, pra que fui cutucar esse moleque! rsrsrsrs

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Denúncia - Saúde de São Pedro da Aldeia continua um caos


Não tem BEROTEC no posto de saúde para os pacientes fazerem nebulização é sacanagem né!!!! Os pacientes estão tendo que comprar o medicamento para fazer nebulização porque no posto de saúde NÃO TEM !!!

Parabéns Prefeito e autoridades competentes... troféu joinha para vcs !!!

Dayane Oliveira Pereira

Do Blog Cartão Vermelho:

A situação da saúde em São Pedro da Aldeia vem sendo alvo da ira da população há meses, é inacreditável ver essa situação diariamente e o poder público municipal não tomar nenhuma atitude.

Bastidores da Política e da Imprensa


Pesquisa

A turma do Jabuti segue falsificando pesquisa, até por saber que Marcos Mendes (PMDB) não tem chance de sair da suplência em sua coligação, e fingir que ganha dá um estímulo a mais na reta final .

Janío

Quanto ao Janío Mendes (PDT), ele tem realmente chance de ser eleito, seu partido deve fazer 3 cadeiras de deputado estadual e ele briga entre a terceira e a quarta colocação no partido, apesar de provavelmente ser eleito, corre risco de ficar na suplência.

Dr. Paulo César

Descartar Dr. Paulo César (PR) como um candidato provável a se manter como deputado federal é um outro erro. A puxadora de voto no PR é Clarrissa Garotinho que tem possibilidade de atingir até 400 mil votos, a expectativa hoje é de 300 mil votos. Com essa votação de Clarrissa o PR pode eleger deputado federal na casa dos 30 mil votos, portanto é mais fácil eleger Dr. Paulo César no PR que Marcos Mendes no PMDB.

Dificuldade

As demais candidaturas da cidade passam por graves crises financeiras ou são impossibilitadas por legendas inatingíveis para o porte desses candidatos.

Márcia Jeovani

O crescimento da campanha de Márcia Jeovani (PR) em Araruama é algo impressionante, sua votação está em crescimento diário, além disso sua campanha também atinge as cidades vizinhas a Araruama. Márcia é uma candidata fortíssima e ocupará a cadeira de deputada estadual.

IBOPE

É engraçado ver a turma do Jabuti falando bem do IBOPE, já que há dois anos faziam todas as ofensas à suas pesquisas. Mas claro lá a opinião é pautada somente pelo momento dos interesses pessoais. rsrs

Garotinho

A humilhação pública que Garotinho (PR) fez a Rede Globo é um daqueles acontecimentos que entrarão para a história da TV e da política, parabéns ao candidato que não se acovardou diante do ataque imoral que a emissora tentou contra ele.

Pedro


Nosso colunista e economista, Pedro Nascimento Araujo, entra hoje em um assunto muito importante que é a maior idade penal no Brasil, a coluna aborda a morte de João Marcello Vieira. Leitura imprescindível, confira logo abaixo a crônica " Não foi violência aleatória".

Não foi violência aleatória


Por Pedro Nascimento Araujo

João Marcello Vieira Lago foi morto no dia 07-Jul-2014, na Pedra da Gávea, Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro, aos 27 anos de idade. O jovem foi empurrado (uma queda fatal: mais de 300 metros) para que seu telefone e sua bicicleta fossem roubados. Seu algoz foi um menino de rua de 12 anos da Praça do Ó (Barra da Tijuca) a quem Lago havia acolhido no fim de semana anterior em sua própria casa. Quando a vida nos apresenta um caso tão ilustrativo, convém não desperdiçar a chance de refletir acerca de três conceitos: maioridade penal, regeneração de criminosos e condutas inadequadas. Há apenas uma premissa permeando todo o raciocínio que será desenvolvido aqui: o menor que empurrou João Marcello Vieira Lago para um abismo de mais de 300 metros na Pedra da Gávea para roubá-lo sabia que a queda o mataria.

A maioridade penal é um assunto que sempre vem à baila quando há um crime bárbaro envolvendo um menor de idade. É um conceito que faz muito sentido: menores são incapazes de entender completamente as consequências dos seus atos, daí a presunção da inimputabilidade. A idade, evidentemente, é uma arbitrariedade. Ninguém imagina que haja uma noite gloriosa a partir da qual uma pessoa durma irresponsável por seus atos e acorde responsável – assim, 21, 18, 16, 14 ou 12 anos como maioridades são meras convenções e, portanto, o debate ora em curso (redução da maioridade penal de 18 para 16 anos) é apenas variação do mesmo tema. Em outras palavras, apenas mudam a idade da noite gloriosa e meramente tangenciam o cerne da questão: se quem comete um crime é capaz de entender completamente as consequências dos seus atos, então é responsável por eles – não importa a idade. Assim, ao invés de arbitrar uma noite gloriosa a partir da qual a responsabilidade é magicamente imputada a uma pessoa, é mais correto avaliar se há entendimento dos atos: a idade não importa. Assim, o melhor é acabar com a maioridade e substituí-la por uma análise simples: menores de 18 anos (ou 16, ou 14 etc.) seriam avaliados por equipes multidisciplinares para avaliar se poderiam ser considerados responsáveis por seus atos, exatamente como adultos – adultos que não têm consciência das consequências de seus atos não são criminalmente imputáveis. Por isso, enquanto o debate for acerca da noite gloriosa, não haverá evolução na impunidade de menores; no máximo, trocaremos impunidade até 18 anos por impunidade até 16 anos, 14 anos etc.

Acerca de regeneração de criminosos, há um erro muito comum: imaginar que o sistema prisional tem como missão regenerar criminosos. Não tem. Naturalmente, a regeneração é desejável sob qualquer prisma, do humano (afinal, uma pessoa convertida à virtude é sempre motivo de alegria) ao financeiro (afinal, um preso gera custos – a única maneira de não ter custos seria a aplicação da pena capital, algo fora de cogitação em uma sociedade minimamente civilizada: além de transformar o sistema legal em assassino pago por impostos, na pena capital não pode haver erros, pois um inocente preso pode ser solto, mas um inocente morto simplesmente não pode ser ressuscitado). O sistema prisional tem a missão de proteger a sociedade de indivíduos que ofereçam risco à integridade física ou causem danos à vida social. Prisão existe para isolar os que estão dentro dos que estão fora – ou seja, existe para punir os que estão dentro e para proteger os que estão fora. Se houver recuperação, melhor ainda. Ela é possível para a maioria das pessoas. Porém, há uma pequena minoria para a qual não há recuperação: psicopatas. E psicopatia não tem idade. Há menores que são psicopatas, evidentemente. Uma das definições da psicopatia é a ausência de empatia – em outras palavras, um psicopata simplesmente não é capaz de entender o sofrimento alheio que causa quando quer algo, só enxergando e objetivando a realização de seus desejos. No caso de João Marcello Vieira Lago, o menor foi acolhido na casa dele, se beneficiou e poderia ser ter beneficiado por muito mais tempo caso Lago continuasse vivo, mas optou por matar seu benfeitor. É um dos sinais de possibilidade de psicopatia, algo que uma equipe especializada poderia diagnosticar – e, nesse caso, o menor em tela seria sério candidato a ser mantido fora do convívio social (leia-se: preso) pelo resto da vida, pois não haveria possibilidade de regeneração. Regenerar é desejável, mas nem sempre possível. João Marcello Vieira Lago não levou em conta a possibilidade de estar levando um psicopata para sua casa e pagou com sua vida.

O erro de João Marcello Vieira Lago não foi ser otimista acerca da possibilidade de regeneração ou oferecer ajuda a quem precisa. Isso nunca será erro. O erro dele foi transformar sua boa intenção em conduta inadequada. Não se ajuda pessoas desconhecidas levando-as para dentro de casa. Moradores de rua não são cachorros ou gatos que se recolhe nas esquinas e se leva para casa para dar banho, tosa e ração. São pessoas, humanos como qualquer outro, com livre-arbítrio, desejos, frustrações, princípios, contradições, valores e experiências. A boa (na verdade, louvável) intenção de ajudar de Lago traduziu-se em uma prática inadequada. Ainda que não tivesse sido morto por um dos dois menores que levou para sua casa, a conduta dele já seria inadequada por definição. O fato de levar dois menores desacompanhados para a casa dele já abre margem para suspeitas de exploração de menores. Parece bastante óbvio a casa de uma pessoa não ser uma instituição preparada para cuidar de uma criança em situação de risco social, mas João Marcello Vieira Lago não foi o primeiro a fazer isso movido por boas intenções – ao menos até aonde a vista alcança; na verdade, é uma postura inadequada adotada por muitas pessoas em situação financeira confortável. Traz, decerto, resultados notáveis, mas é inegável também que condutas inadequadas abrem espaço para condutas criminosas, tanto da parte do acolhido (o assassinato de Lago é um exemplo emblemático) quanto da parte do acolhedor (abusos de toda sorte). Há inúmeras maneiras de ajudar, e toda ajuda sempre será bem-vinda, desde que sejam razoáveis. Arvorar-se defensor dos menores (Lago postaria mensagens em redes sociais nas quais se referia aos meninos, um dos quais o mataria, como “meus filhos”, dando origem a um bizarro caso de falso parricídio) e ter uma conduta inadequada quanto a eles pode ser muito prejudicial. Assim, uma combinação aparentemente banal de três fatores provou-se explosiva e custou a vida de João Marcello Vieira Lago: a lógica da maioridade penal, que permite que um menino de rua de 12 anos que, por mais que tenha cometido um assassinato de forma fria, seja considerado incapaz de cometer um assassinato de forma fria até que tenha completado 18 anos; a lógica da regeneração, que considera a função primordial da prisão (retirar do convívio social indivíduos daninhos à sociedade) menor que sua função que secundária ainda que sempre desejável (regenerar indivíduos que cometeram crimes, trazendo-os novamente para o convívio social); e a conduta inadequada de pessoas como João Marcello Vieira Lago, que tratam menores carentes como animais abandonados, expondo a situações arriscadas tanto a si mesmas quanto aos próprios menores, quando há instituições preparadas para isso – e se tais instituições não funcionam a contento, é crucial usar seus prestígios e poderes para reformá-las, não para substituí-las por ações privadas e fora da lei. João Marcello Vieira Lago foi vítima covarde e inocente. Mas não foi vítima de violência aleatória.


Pedro Nascimento Araujo é economista.

- |