Casa da Árvore (22) 2645-5855

Casa da Árvore (22) 2645-5855
Av. Teixeira E Souza, 2218 - Braga, Cabo Frio

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

A Política como ela é

Alexandre Martins, André Carvalho e Júnior do PV

Álex Garcia na Rádio Cabo Frio AM


Estarei hoje a partir das 9h30min na Rádio Cabo Frio AM participando do Programa Barreto Júnior, onde acontecerá um debate sobre a legalização do aborto.

Para quem quiser acompanhar a rádio via web basta clicar no link abaixo, conto com sua audiência!

Bastidores da Política e da Imprensa


Voltando

Na próxima segunda-feira (03/11) Dirlei Pereira (PRB) volta ao comando da Secretaria de Governo da Prefeitura de Cabo Frio, o que mostra que a visão diferente sobre o pleito de 2014 não atrapalha a relação de amizade do prefeito Alair Corrêa (PP) e Dirlei.

Expulsos

Corre forte boato que Dr. Paulo César (PR) e Elizangela Lobo (PR) estão em processo de expulsão do PR por infidelidade partidária, a infidelidade seria o apoio a candidatura do Governador reeleito, Pezão (PMDB).

Dr. Paulo César

Com a aproximação do Dr. Paulo César (PR) ao Deputado Janío Mendes (PDT) tem gente que acredita que se confirmada a expulsão do Dr. Paulo César ele ficará sem partido até setembro de 2015 e depois se filia ao PDT.

Elizangela Lobo

Sendo realmente expulsa do PR a Elizangela Lobo terá enormes dificuldades de conseguir um partido para concorrer a eleição de 2016, pois quase todos os partidos já estão na base do Prefeito Chumbinho (PT), se Elizangela conseguir um partido será nanico e sem coligação. A coisa pode ficar feia por conta desse apoio equivocado da Elizangela Lobo.

Inelegível

O ex-prefeito de Araruama, André Mônica, foi condenado a 8 anos de inelegibilidade por conduta irregular na campanha de 2012, a sentença foi dada pelo colegiado do TRE-RJ no processo 423.212012.6.19.0092

Inelegíveis

Com isso Araruama passa a ter dois ex-prefeitos inelegíveis, o ex-prefeito Chiquinho (PSC) por ter construído uma mansão em Búzios com funcionários da Prefeitura de Araruama, e o ex-prefeito André Mônica por irregularidades na campanha de 2012.

2016

Com a inelegibilidade dos ex-prefeitos se imagina que na eleição de 2016 em Araruama deve concorrer o Prefeito Miguel Jeovani (PR) a reeleição e o Vereador do dedinho Marcelo Amaral (PT) que acaba de perder a eleição de deputado federal. Vai ser barbada rsrs

Paulo Jordão


Nosso cronista Paulo Jordão nos apresenta hoje a crônica "A Violência", onde faz uma profunda análise do tema, confira esse pedaço "sou a favor dos direitos humanos da vitimas de crimes hediondos, na defesa dos direitos humanos de policiais mortos em combate...". Leitura obrigatória logo abaixo.

Tamoios uma cidade em transformação

Ônibus universitário de Tamoios, com WiFi e ar condicionado

Nova iluminação da orla de Tamoios

Além de bairros inteiros sendo calçados como o Centro Hípico (antigo Escorre Sangue) tem dezenas de ruas sendo calçadas como a Rua 16 (foto acima)

A Violência


Por Paulo Jordão

A Cada dia que passa a violência aumenta rapidamente em nossa região. Não sabemos como será o dia de amanhã, há tanto medo dentro de nós que não pensamos em outra coisa senão a violência. Quem não olha televisão?

Todos os dias há casos e mais casos de assaltos e  assassinatos em quase todas as cidades da região dos lagos. Em quase todos os casos com uma coisa em comum: a impunidade e como todos nós sabemos, continua a ocorrer, a polícia faz seu papel, prende.  Mais as brechas na lei, não deixa que se faça “justiça”. Essas “brechas” fazem com que esses marginais voltem às ruas, para cometerem novos delitos.

As vítimas tendem a serem aqueles que mais precisam de proteção do estado , por outro lado os agentes da Lei , os policiais " por sinal é mau paga e mau equipada " , têm  a responsabilidade legal de dar “proteção” aos cidadãos. No artigo 1° da Carta Magna afirma que na condição de Estado Democrático de Direito é fundamentado em cidadania e dignidade da pessoa humana... Será! Onde esta a cidadania e a dignidade?  

A respeito de algumas exceções, e com o aumento da impunidade, predomina em muitas cidades do País, forças que passaram a fazerem “justiça” tomando o lugar do estado, para impor formas próprias de fazer cumprir a lei.

As "brechas" cada vez maiores na lei ,e a desigualdade entre ricos  e pobres , faz com que as coisas piorem. Infelizmente com o aumento das atividades do crime organizado na região e a facilidade de armas nas mãos de criminosos, criaram uma mistura explosiva de ódio e impunidade. 


Essa é a causa , que se deu a escalada da violência na região, somando-se a isso a inadequação do judiciário e a propensão de certos agentes da polícia a agir como juiz, júri e carrasco daqueles que consideram "elementos marginais", formou-se um vácuo em que ocorrem violações brutais dos direitos humanos . 

Mas é importante ressaltar , que não sou contra as organizações de defesa dos direitos humanos, mais sou a favor dos direitos humanos da vitimas de crimes hediondos, na defesa dos direitos humanos de policiais mortos em combate, direitos que devem ser respeitados , o que dificilmente acontece, apenas vira estatísticas!  A sociedade esta acuada.  a impunidade é visível , devemos pleitear aos novos governantes eleitos , mudança na lei penal , com penas mas severas, punir verdadeiramente quem pratica atos contrários à lei, independente da faixa etária 


não podemos mais aceitar a morte de jovens inocentes, cidadãos mortos por engano, nossos próprios filhos baleados ou mortos por bandidos.  Devemos ter em mente que a política do medo não traz segurança. Pelo contrário, degrada a sociedade, devemos dar um basta antes que a luz se apague ... A luz da vida! 

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Nota de Falecimento


Faleceu na manhã de ontem (28/10) Jonas Garcia, presidente da GRES Unidos do Valão de Cabo Frio,  querido amigo e companheiro do grupo político do prefeito Alair Corrêa. Jonas Garcia deixa esposa, 5 filhos e 4 netos, entre os filhos está o empresário Jonas Garcia de Souza Neto.


O sepultamento está previsto para às 10h de hoje (29/10) no Cemitério Santa Izabel, Portinho, Cabo Frio. 

Alair Corrêa x Dirlei Pereira e a eleição de 2014


O prefeito Alair Corrêa (PP), que conduziu parte da campanha do governador reeleito Pezão (PMDB) em Cabo Frio, e o Secretário de Governo ainda licenciado, Dirlei Pereira (PRB), que foi coordenador da campanha de Crivella (PRB) em Cabo Frio e Região dos Lagos, fizeram suas análises  políticas e polêmicas sobre a eleição de 2014. Confira:

Dirlei Pereira: Políticos tradicionais tomam um sacode das urnas

"Quero agradecer ao povo de Cabo Frio pela esmagadora vitória dada ao senador Crivella neste domingo. Fato é que todas as lideranças políticas tradicionais do município embarcaram na candidatura do governador Pezão. E, resultado: juntos tomaram um sacode monumental, um sacode cívico que vai entrar para a história.

Penso que, de forma silenciosa, as urnas deram um heróico brado retumbante. E esse brado deve merecer uma profunda reflexão por parte de todos os formadores de opinião.
A voz rouca das ruas clamou em alto e bom som.

E, como ensinou Jesus, na parábola do semeador, quem tem ouvidos para ouvir, ouça!"


Alair Corrêa: Gostei da votação do PEZÃO em Cabo Frio. Basta considerarmos os seguintes detalhes; 

"A) Indiscutivelmente o ex-governador Garotinho é muito forte nas cidades da Região dos Lagos e foi um dos responsáveis pela votação do Crivela nesse segundo turno.

B) Com a minha briga jurídica com o ex-prefeito de Cabo Frio, o Sérgio Cabral ficou ao lado dele, agora dificultou muito o meu trabalho para o PEZÃO. Parte do meu eleitorado resistiu quanto a minha opção .

C) O outro fato que mais dificultou nossa votação para o PEZÃO foi o forte seguimento evangélico nas cidades da Região dos Lagos, principalmente em nossa cidade, já que mais de 50% da população é evangélica. Para se ter uma noção desse potencial são mais de 700 igrejas em nossa cidade e de todas as denominações, sendo que só em Tamoios, no 2° Distrito, são 300 igrejas abertas.

Esses foram os únicos motivos que levaram o Crivela a ter colocado um pouco mais de votos do que demos para o PEZÃO. Considerando que o Senador não contou aqui em Cabo Frio com qualquer líder político expressivo , que pudéssemos creditar aos mesmos um voto sequer dos que ele teve . Assim como também não teve em nossa cidade coordenadores na sua campanha com conhecimento político ou força eleitoral que pudéssemos , a eles, também creditar alguns dos votos conquistados por ele. 


Resumindo, os votos obtidos pelo Crivela em Cabo Frio e nos outros municípios da Região dos Lagos foram dados por Garotinho, os Evangélicos e mais ninguém. Como os do PEZÃO foram dados pelo nosso grupo e pelo grupo dos meus adversários, já que trabalhamos, nesse caso , no mesmo projeto, elegê-lo. Obrigado aos que me acompanharam elegendo o PEZÃO
."

Prefeitura de Cabo Frio libera pagamento dos seus funcionários


A Prefeitura Municipal de Cabo Frio enviou ontem (terça-feira, 28/10) ao Banco do Brasil o pagamento de seus funcionários, e fica agora a encargo do banco enviar o pagamento para as contas dos funcionários, o que deve ocorrer no decorrer do dia de hoje (29/10) e na manhã desta quinta-feira (30/09).


Isso significa que um secretário municipal que apostou comigo que Aécio Neves seria presidente do Brasil poderá finalmente pagar meu almoço em um restaurante chique da cidade.

Coluna da Menina de Ouro, Vânia Carvalho


Mudança

Mudança! Palavra muito utilizada  quando o assunto é eleição, porém o que mais assisto é a repetição da velha política, que não traz novidade nenhuma, além das mesmas práticas de partidos que já estiveram no governo e  não fizeram nada. Ou melhor, fizeram tanta burrada que perderam na época pra quem era oposição, agora a oposição do passado virou situação  e os mesmos que  já assumiram  um cargo  e tiveram sua chance de transformar o Brasil, agora voltam com um novo boneco falando de mudança. Que mudança?

Mudança que eu saiba é algo novo. Quem muda sai de um lugar para outro diferente, quem muda troca de casa, de ares , veste roupa com cheirinho de loja, quem muda transforma sua vida, descarta os velhos hábitos, troca a rotina, e se voltamos a eleger os mesmos senhores  com suas mesmas atitudes, mesma  política, mesmo planejamento, trocando apenas uma palavrinha aqui outra ali, pra parecer moderninho, que mudança nós queremos? O sujo pelo mal lavado, o diabo pelo belzebu, a mandioca pela macaxeira, ora, ora, quer saber qual seria a  verdadeira mudança? Era se cada um de nós, antes de querer transformar o outro, começasse  sua própria reforma íntima, aí sim, todos estaríamos  prontos pra renovação, para buscar um consenso onde todos estariam inseridos, para fazer um país justo onde não houvesse opressores e oprimidos, pois todos seriam tratados como iguais. Estou parecendo até redundante, né mesmo!  Pois já escrevi sobre isso na coluna passada.

Mas é assim mesmo, precisamos ser repetitivos quando o assunto é nossa própria mudança. 

Chega de sofrermos com a corrupção, com o preconceito, com o  racismo, chega de sermos hipócritas! Porque sofremos mas também somos algozes, subornando, julgando, apontando o dedo. 

O ser humano é  um bicho esquisito, querendo sempre o que não consegue dar, buscando algo que nem sabe pra que é que serve, disputando espaço desde que nasce usando o choro como arma fatal! chorou, ganhou colinho! Aaaahh que espaço bom!


E se mudar é renovar, cuidado! Uma escolha errada pode ser fatal e você pode morrer por overdose! rsrsrsrsr

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Cenas de guerra em Cabo Frio (imagens fortes)

A política equivocada das UPPs e de segurança pública do Governo Sérgio Cabral/Pezão (PMDB), com a transferência dos líderes das facções criminosas, armamento de guerra, além de um arcaico 25º BPMERJ com apenas 719 policiais militares que atendem 600 mil pessoas, em uma média diária de 1 PM para cada 3 mil habitantes, nos levaram ao caos na segurança pública.


Seguem as imagens de uma Cabo Frio que nós não merecemos, e a todos os políticos que apoiaram o Sr. Pezão (PMDB) cobrem agora a construção do novo batalhão da polícia militar em Araruama com efetivo próprio, cobrem a instalação de UPPs nas comunidades que já perdemos para os traficantes, essa violência senhores políticos é culpa da política equivocada de segurança pública, que ainda fará vítima um membro de sua família, é questão de tempo... Pense nisso!











A Rousseff, as batatas


Por Pedro Nascimento Araujo 

A batata é um tubérculo de origem americana. Assim como outros vegetais nativos do chamado Mundo Novo, como o milho, o tomate e o cacau, foi levada para a Europa nos imundos porões dos conquistadores. Lá, se adaptou tão bem que passou a constituir a base alimentar da população e logo passaria a figurar em pratos típicos de virtualmente todos os países. Entre 1845 e 1852, a ferrugem da batata (Phytophthora infestans), uma praga que atingiu 90% das plantações de batatas na Europa e calou mais fundo na Irlanda, onde causou a morte de mais de 10% de seus habitantes e a fuga outro tanto de pessoas, em um período que ficou conhecido como Grande Fome Irlandesa (Gorta Mór). Desde então, ter batatas significa não morrer de fome. Em 1881, Machado de Assis levou essa percepção ao paroxismo em Memórias Póstumas de Brás Cubas por meio do Humanitismo de Quincas Borba. A personagem, defendendo a tese de a morte é útil para a vida, apresenta uma parábola com batatas. Borbas propõe a existência de um vale no qual há apenas um campo de batatas e duas tribos famintas de mesma monta, com os tubérculos sendo suficientes para gerar energia para que uma tribo transponha as montanhas e encontre alimentos além do vale; assim, se as batatas forem divididas, todos comerão e morrerão na travessia, tornando a guerra pelas batatas inevitável. Textualmente, Machado diz por meio de Borbas que “paz, nesse caso, é a destruição; a guerra é a conservação.” E, sustentando que, por meio da guerra, metade das pessoas sobrevive ao invés de todas morrerem, conclui seu raciocínio ipsis literis: “ao vencido, ódio ou compaixão; ao vencedor, as batatas.” Ontem, Dilma Rousseff foi a vencedora no pleito presidencial mais disputado desta VI República. Dilma Rousseff cumpriu uma promessa ainda na campanha: fez “o diabo” para vencer. Sem pudores, seu PT atacou Eduardo Campos, Marina Silva e Aécio Neves em nível pessoal, espalhando a mais pérfida campanha de desconstrução de reputações da história recente – tão virulenta foi que inviabiliza qualquer reconciliação em curto prazo, como se efetivamente houvesse em uma batalha campal na qual não há preocupações em se negociar com os derrotados simplesmente porque estes estarão mortos ao final das contas. Ocorre que Marina Silva e Aécio Neves podem estar tudo, menos mortos; na verdade, eles saíram do embate eleitoral com forças políticas renovadas, enquanto Rousseff encolheu: em um universo de mais de 140 milhões de eleitores, ela venceu por meros três milhões de votos – em 2010, quando era apenas a ungida por Lula da Silva para sua sucessora (“poste”, na linguagem coloquial adotada pelo próprio PT), Dilma Rousseff venceu com margem quatro vezes maior: 12 milhões de votos. Como diria Quincas Borba em sua versão de Humanitismo para a Teoria da Evolução: se Dilma Rousseff, a elas as batatas – e que elas lhe dêem força suficiente para escalar uma montanha enorme em busca de mais batatas.

Pode parecer estranho, mas Aécio Neves, o perdedor, foi o grande vencedor: ainda é novo e saiu da contenda maior do que entrou, com mais de 51 milhões de votos, ao contrário da vencedora, que teve mais de 54 milhões de votos – contra mais de 55 milhões em 2010. Nesse ponto, é inevitável recordar um rei grego de nome Pirro, que comandava Épiro, uma cidade-estado grega. Pirro venceu os romanos em duas batalhas durante as Guerras Pírricas (de 280 A.C. a 275 A.C.), mas, segundo o historiador romano Plutarco, Pirro, ao perceber que seus generais conseguiam vencer as batalhas a um custo tão elevado em termos de soldados, teria comentado que mais uma vitória como aquelas acabaria com seu reino. As batatas que Dilma Rousseff receberá a partir de hoje podem se provar uma vitória de Pirro. Há razões de sobra para isso, mas a principal pode ser resumida assim: Dilma Rousseff não é novidade; ou seja, ela não terá direito à proverbial “lua-de-mel” com os eleitores – Aécio Neves, por outro lado, teria alguns meses de trégua pelo simples fato de ser um arrivista no Palácio do Planalto. Rousseff, não: é mais do mesmo. Por isso, as notícias ruins continuarão se aprofundando, sem período de carência. Os dados ruins que órgãos associados ao governo represaram (usando o cínico argumento de “não interferir no processo eleitoral”) serão liberados nos próximos dias, assim como as correções de preços controlados – apenas na energia elétrica a expectativa é de reajustes da ordem de até 30%. O Petrolão não vai sair das manchetes, por mais que o PT insista em mandar depredar o mensageiro (a Revista Veja) e ignorar a mensagem – pelo contrário, tendem a surgir mais denúncias feitas por meio de delação premiada dos operadores do esquema de corrupção que faz o Mensalão parecer piquenique de internato no Século XIX de tão inocente – e, em breve, deve virar um explosivo processo no STF com potencial de gerar mesmo crime de responsabilidade para Dilma Rousseff (leia-se: abertura de processo de impeachment) caso Alberto Youssef apresente as alegadas contas secretas do PT que ele utilizou para levar dinheiro roubado ao exterior – e repatriá-lo para pagar despesas da campanha presidencial de Dilma Rousseff em 2010. A inflação continua sendo mantida no teto da margem de tolerância da meta, o real continua artificialmente valorizado para ajudar no controle da inflação, os gastos públicos estão acima da meta do superávit fiscal (embora o Itamaraty não esteja enviando diplomatas para encontros por falta de verba), o risco de apagão aumenta a cada dia que não chove etc.: todas são batatas quentíssimas que Rousseff ganhou ao vencer a eleição. Batatas de Pirro.

Dilma Rousseff terá mais quatro anos para decidir o que fazer com as batatas pírricas que ela conquistou com competência ontem. A favor dela, o fato de que passou a ser oficialmente um lame duck (“pato manco”, termo para definir um político sem perspectiva de permanência no poder) a partir de ontem lhe dá uma liberdade inaudita: agora, o relógio dela passou a contar o tempo restante até sua saída definitiva do Palácio do Planalto (1 480 dias, por sinal). Há muitas coisas impopulares que precisam ser feitas; e, o quanto antes, o tanto melhor. Ela sabe que não será possível esticar a corda por mais um mandato inteiro. A decisão cabe apenas a ela: a montanha que ela precisa transpor é alta e, embora ela já tenha conseguido as batatas que lhe darão energia para suplantá-la, ela não poderá fazê-lo sem guia e equipamento, coisas que só conseguirá se provar que tem disposição de fazer as reformas de que o Brasil precisa – não aquelas que garantirão a permanência do seu grupo no poder, como o Decreto 8243/2014 (que regulamenta os chamados “conselhos participativos”) ou uma reforma política para criar o voto em lista com financiamento público. Se ela quiser fazer as reformas que beneficiarão todos os brasileiros (como as reformas tributária, trabalhista, da previdência etc.) e que apenas um presidente sem preocupações em evitar ferir suscetibilidades para garantir sua reeleição pode fazer, ela conseguirá atrair apoio da própria oposição e pacificar a política nacional, agindo como Abraham Lincoln após o final da Guerra de Secessão. Evidentemente, o Brasil não passou por uma guerra civil, mas, se é inegável que a clivagem entre situação e oposição ficou bem clara após essa eleição, o seguinte fato também o é: se quiser, Dilma Rousseff pode liderar o Brasil rumo a um novo ciclo de prosperidade; afinal, ela ganhou as batatas. Que não sejam batatas de Pirro.
 .

Pedro Nascimento Araujo é economista

domingo, 26 de outubro de 2014

Mais um ônibus incendiado em Cabo Frio, dessa vez Praça de São Cristóvão


Cabo Frio segue refém do efeito colateral da UPPs do Governo Sérgio Cabral (PMDB)

Na madruga/manhã deste domingo (26/10) atearam fogo em mais um ônibus da Auto Viação Salineira em plena Praça de São Cristóvão, é isso mesmo que você leu, eles não esperaram o ônibus ir a comunidade, eles foram em São Cristóvão, bairro comercial e de classe média e tacaram fogo.

Isso ocorre novamente por conta de uma operação da Polícia Militar no Manoel Corrêa  (Favela do Lixo), onde teve confronto, tiroteio e em represália os bandidos foram na Praça de São Cristóvão e fizeram isso.


A violência em Cabo Frio e toda a Região dos Lagos explodiu após a implantação das UPPs pelo Governo Sérgio Cabral (PMDB) no Rio de Janeiro, e a transferência do tráfico para as demais cidades do estado, em especial para Grande Rio e Cabo Frio. Com isso seguimos aqui com um batalhão de 719 policiais para atender a 600 mil pessoas, com escalas, licenças médicas e serviços internos, temos a média de 1 Policial Militar por dia para cada 3 mil pessoas, é cada um por si, uma vergonha!

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Tamoios Universitários - Dignidade para os estudantes de Tamoios

 
 
 
 

Na tarde de ontem (23/10) o Prefeito Alair Corrêa (PP) foi a Tamoios e promoveu a entrega dos modernos ônibus para o transporte gratuito dos universitários de Tamoios que fazem faculdade em Cabo Frio.

Nunca na história dessa cidade um governo se preocupou tanto com o Distrito de Tamoios e sua população, uma revolução social hoje é promovida em Tamoios, bairros inteiros sendo 100% urbanizados, mais de 60 ruas calçadas, é a Nova Tamoios que vai aos poucos virando realidade.

Aproveito também para parabenizar o Vereador João Gomes (PSB) que durante os 2 meses que esteve com posse de seu mandato foi extremamente atuante e atento a realidade de nossa população a lei 111/2014 que institui o Ônibus Universitário para Tamoios é de sua autoria (conforme documento abaixo).

Lei 111-2014 - Ver. João Gomes

Bastidores da Política e da Imprensa


Debate

O debate entre Crivella (PRB) e Pezão (PMDB) na Globo ontem (23/10) mostrou o total despreparo do Pezão em um debate, gaguejou, rateou e não convenceu, ficou muito nervoso quando foi questionado sobre o fechamento de escolas, abandono da saúde, incompetência na crise de Friburgo e cidades da Região Serrana, além do aumento da violência com o fracasso das UPPs.

Debate 2

Não sei o número da audiência desse debate, mas sei que se pelo menos um eleitor indeciso assistiu o debate ele não votará no Pezão (PMDB) de forma nenhuma, a assessoria de marketing de Pezão está deixando a desejar, foi muito ruim o treinamento dele para o debate.

Jabuti

Os assessores do Jabuti já falam abertamente em nova via e o apoio do Jabuti ao ex-deputado federal Dr. Paulo César (PR), dizem que em reunião feita entre o Jabuti, Dr. Paulo César e o ex-prefeito Marcos Mendes (PMDB) foi lavada muita roupa suja e chamaram o ex-prefeito de traidor, tudo ciuminho por causa do Aquiles Barreto (SD).

Segunda

Na segunda-feira vamos retratar aqui no blog para nossos leitores como anda a movimentação dos grupos políticos para a eleição de 2016.

Ademilton

O comunicador Ademilton Ferreira é o novo diretor geral da Rádio Litoral FM, e prometeu fazer mudanças na programação, tornando-a mais moderna e dinâmica. Ademilton também deve convidar as autoridades e empresários da Região dos Lagos para conhecer a nova programação. Parabéns Ademilton!

Oposição

Os blogs dos Professores Vovô Tarado e Professor Fantasma tem ficado cada dia mais raivoso e calunioso, o motivo são os apontamentos para a crescida que o Governo Alair Corrêa vem tendo por estar cada vez mais atento e resolvendo a vida da população de Cabo Frio. Em 20 meses Alair já fez mais obras de estrutura para a cidade do que o ex-prefeito em 8 anos, e as revoluções sociais que se iniciam não será engodo como do ex-prefeito, é revolução social de verdade. Por isso o desespero dos blogs oposicionista.

Menina de Ouro


Nossa Menina de Ouro, Vânia Carvalho, nos presenteou com a crônica "Você" onde faz uma profunda reflexão sobre a sociedade e a forma que conduzimos nosso pensamento. Vale conferir.

Coluna da Menina de Ouro Vânia Carvalho


Você

A revolução francesa trouxe o seguinte lema: Igualdade, Fraternidade e Liberdade, porém depois de alguns séculos, o que vejo é que ninguém esta afim disso.

Você quer ver aquele sujeito maltrapilho, tendo as mesmas igualdades que você? Aquele cachaceiro fedido que você atravessa até a rua pra não esbarrar nele, você quer tratá-lo como irmão ? Você é a favor da liberdade? Então por que você julga os gays?

Você quer uma sociedade boa pra todos? Me engana que eu gosto! O que você faz, quando a suburbana invade teu espaço? Já olha pra ela com o olhar atravessado, não é? Então que papo é esse de justiça, se a primeira coisa que você diz quando vê um moleque favelado  matando alguém é : "tem mais é que morrer!"

Se nem Jesus agradou todo mundo, porque nem todo mundo concorda com o que você julga certo, você acha que  o mundo terá concerto como?

Se muitos falam: "antes ele do que eu!" Você acha que é assim que vamos construir uma sociedade fraternal, livre e igualitária para todo mundo?


Eu acho que não! Porque esta todo mundo muito  mais preocupado consigo mesmo, e atualmente nem temos mais uma cruz para nos pendurar!

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Bastidores da Política e da Imprensa


Zé da Picanha

O empresário e ex-presidente da ACIA, José Martins (Zé da Picanha) sofreu mais uma derrota na sua batalha judicial contra o atual presidente da ACIA, Walmir Porto (PR). Zé da Picanha havia tentado tornar a eleição de Walmir Porto ilegal, no entanto perdeu na justiça e Walmir foi declarado presidente da entidade. Agora a justiça manda que Zé da Picanha devolva os documentos da entidade que se apoderou de forma ilegal.

Zé da Picanha 2

Essas duas derrotas completam uma outra série de derrotas recentes na vida de José Martins (Zé da Picanha), Zé tentou tomar a presidência do PROS e brigou politicamente contra o vereador Emanoel Fernandes por essa presidência, Zé inclusive marcou coquetel para sua posse e distribuiu convite, mas ficou sem nada, Emanoel Fernandes deu a volta por cima e conquistou a presidência do partido.

Campanha

O prefeito Alair Corrêa (PP) segue trabalhando firme para eleger Pezão (PMDB) governador, e está convocando a população para uma carreata no sábado (25/10) às 10h, com concentração em frente a Estácio.

Campanha 2

Já o candidato Crivella (PRB) esteve ontem (22/10) na Região dos Lagos e mobilizou um grande número de pessoas. Crivella deve herdar boa parte da avalanche de voto que Garotinho (PR) teve no primeiro turno.

Jabuti

A turma do Jabuti segue revoltada com Marcos Mendes (PMDB) a toda hora lembram que o Jabuti foi eleito mas Marcos Mendes (PMDB) não, e que o Jabuti pode tentar fazer uma massagem cardíaca em Dr. Paulo César (PR) e criar uma nova via na cidade.

Jabuti 2

A turma do Jabuti também deixa claro que foram eles que levaram Dr. Paulo César (PR) para campanha de Pezão (PMDB), e que agora são amiguíssimos desde o tempo da vereança (rsrs).

Jabuti 3

Na verdade a turma do Jabuti sabe que eles não tem força para romper com Marcos Mendes (PMDB) e o Dr. Paulo César (PR) será usado por eles como moeda de troca para pressionar Marcos Mendes a ser caridoso com eles em uma nova composição política.

Jabuti 4

Mas caso o Pezão (PMDB) seja eleito cabe ao Jabuti sanar os anseios políticos de Dr. Paulo César em ser Secretário na nova administração do Pezão. Será que o Jabuti tem força para isso?

Voto

Se depender do meu voto todos esses sonhos vão terminar em água, a cada dia meu voto fica mas forte e consolidado em Crivella (PRB), voto em qualquer candidato que desfavoreça Marcos Mendes (PMDB) e seu Jabuti revoltado.

Colunistas


Hoje temos mais duas super crônicas para o deleite de nossos leitores, a nossa Menina de Ouro nos mandou a divertida crônica "O Suplente" que merecia até virar minissérie da Globo, e temos Dilmente do jovem Carlos Matheus, onde ele desce o cacete na Dilma (PT).

Coluna da Menina de Ouro, Vânia Carvalho


O Suplente

O suplente a dep. federal que recebeu uma votação pífia em sua própria cidade, mal chegou no Congresso e já quer sair de lá. Não sei se por vergonha por ter sido menos votado que o Tiririca ou porque o ambiente em Brasília não condiz com sua pose de playboy da restinga. Afinal, a capital brasileira não tem praia, não vai ter jet sky pra ele tirar aquela onda e muito menos baba ovo puxando seu saco o dia inteiro.

Passear pelos corredores do planalto cheios de homens engravatados fedendo a macho, não vai ser uma boa opção para mandar beijos no coração, ainda mais se pegar num Bolsonaro da vida  já pensou? rsrsrs

Para quem desperdiçou seu voto, achando que o eleito a primeiro suplente irá conseguir colocar em prática todas suas promessas de campanha,se deu mal! afinal de contas, Brasília deve ser um saco! imagina ter que trabalhar de terno todo dia, imagina ter que se preocupar com votação de projetos e emendas, imagina ter que subir na tribuna para defender os interesses do povo! MM nunca fez isso,  não seria agora que seria diferente. No máximo irá se aproveitar das regalias e das benesses convenientes a seu cargo. E não vai demorar muito , não vai surpreender ninguém , se entrar pra a lista do CQC , como o deputado mais faltoso,  mais incompetente e o que mais utilizou as verbas do gabinete em causa própria.

Pra quem votou nele achando que seria um representante de toda região no distrito federal se ferrou! O suplente não tem a cara de Brasília, aquilo lá não combina com ele, o que ele quer realmente é voltar a sonhar com o executivo, onde ele pode tirar muito mais proveito pessoal. Bobo, foi quem acreditou que o tal de MM faria alguma coisa por nossa cidade estando no Congresso. Um cara que passou 8 anos detonando   sua própria casa vai querer saber de brigar por você la no Centro Oeste?

O ano de 2015 vai passar, ele não vai fazer nada, dificilmente o veremos por la, quem sabe trocará algumas ideias com Marco Feliciano, já que os 2 tem uma  ligação transcendental com Deus, pois  o suplente é seu único agraciado, o  único filho que consegue ser colocado pessoalmente pelo Altíssimo aonde ele quer, pena que Deus não atende as centenas de pedidos da população de colocar MM em outro lugar um pouquinho mais longe, lá pelos cantos da estrada que vai  pra PQP rsrsrsr 


Mas, o jeito é esperar as pataquadas do deputado em Brasília. Pena que ele nunca se envolverá num embate acalorado com um Jean Wyllys, pena que nunca saberemos das suas votações  que certamente serão  contra a população, pena que MM estará de volta a Cabo Frio, logo que puder abandonar seu cargo para disputar novamente as eleições para prefeito. Bom, mas pelo menos uma coisa é certa, sorte que veremos MM ser derrotado mais uma vez por Alair Correa e nessa toda Cabo Frio estará assistindo de camarote.

Cartão Vermelho Jovem. Por Carlos Matheus


Dilmente

A candidata Dilma Rousseff vem transformando o cenário eleitoral numa verdadeira imundice, espalhando diversas mentiras contra o candidato Aécio Neves e sobre feitos de seu próprio governo. O PT vem usando a mesma tática de propaganda da Alemanha Nazista: “Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade”, Joseph Goebbels, ministro da propaganda nazista. Apesar de tantas mentiras, este texto foi feito para desmascarar uma em especial: A integração do rio São Francisco.

A candidata Dilma mostrou em seu programa eleitoral do dia 16/10/2014, a obra de integração do Rio São Francisco como se fosse um sucesso do governo, mas a verdade é que não passa de mais um fracasso do período de governo do Partido dos Trabalhadores. Esta obra seria fantástica, se o PT não tivesse colocado o dedo sujo da corrupção no meio. As obras de transposição, que começaram em 2007, eram para ficar prontas no ano de 2012, entretanto, dois anos depois, estamos com um pouco mais da metade da parte física da obra pronta, tendo sua previsão para estar totalmente pronta estendida para o ano de 2015, três anos depois do prazo inicial. Sabem o que é engraçado? O orçamento inicial desta obra era de R$ 4,5 bilhões, tendo subido para R$ 6,8 bilhões de reais, atualmente a obra está orçada em R$ 8,2 bilhões. O interessante disso tudo é que, apesar do revanchismo imposto pelo PT sobre as Forças Armadas, apenas o Exército Brasileiro, entregou, no prazo, devidamente concluída, a parte da obra que estava sob sua responsabilidade.

O Partido dos Trabalhadores fez um forte marketing sobre a transposição do Rio São Francisco, para eleger a Dilma em 2010, até aí tudo bem, na época, faltavam dois anos para o prazo de entrega da obra. Mas agora, dois anos após o prazo final para a obra estar pronta, a Dilma e o Lula aparecem com a maior cara-de-pau do mundo no programa eleitoral para falar que, ficam muitos felizes em estar fazendo uma obra de tamanho sucesso para o bem do nordeste brasileiro. Senhores do PT! Vocês podem estar felizes com a obra, mas o povo nordestino está triste! Triste, pois uma obra de tamanha importância para combater a seca naquela região, está sendo tratada com grande descaso pelo governo brasileiro, serve apenas para reduto eleitoral. Mesmo com as obras atrasadas, vocês aparecem na TV com a maior “cara de santo” para o teste de algumas maquinas da transposição, aliás, houve muitas falhas de máquinas durante o referido teste. Ah! O novo prazo para a conclusão da obra está previsto para o ano de 2015, entretanto, temos apenas 63% da obra completa, sendo que boa parte dessa obra está em ruínas pelo desuso, tudo isso documentado pelo Fantástico e pelo Jornal Estadão.


Quando forem às urnas no dia 26/10/2014, reflitam sobre quem vocês querem que governe nosso país. Hoje temos um PT que parece não governar para os brasileiros. Querem a prova? Apesar da infinidade de tempo que está durando a integração do Rio São Francisco, o Governo Federal deu aproximadamente um bilhão de reais, creditado como secreto, para a ditadura cubana construir um porto, ou seja, nenhum brasileiro terá o direito de saber a verdade por trás desse investimento. A transposição do Rio São Francisco dura séculos para ficar pronto, mas uma obra financiada pelo governo brasileiro em outro país fica pronta em um instante. Portanto, prezados eleitores, quando o PT fala do sucesso da transposição do São Francisco, não passa de uma enorme mentira contada pelo partido, que está no poder, objetivando ganhar seu voto e assim, continuar seu projeto de poder. 

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Marcos Mendes sofre mais uma condenação no Tribunal de Contas


Parece notícia repetida, mas não é! O ex-prefeito de Cabo Frio e derrotado na eleição de 2014, Marcos Mendes (PMDB), sofre mais uma condenação no TCE-RJ (Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro).

A condenação dessa vez foi através do  PROCESSO TCE Nº 215.798-5/10 2 por irregularidades no trato com erário público ao contratar a empresa CMWM Propaganda Ltda, para na época prestar serviços de publicidade, propaganda e marketing para divulgação, em forma de áudio, de atos institucionais. O valor do pequeno contrato foi de apenas R$600.000,00 (seiscentos mil reais).

Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro - Tribunal de Contas.


ACÓRDÃO: "Vistos, relatados e discutidos estes autos, referentes ao contrato de interesse da Prefeitura de Cabo Frio, celebrado com a empresa CMWM Propaganda Ltda, cujo objeto é a prestação de serviços de publicidade, propaganda e marketing para divulgação, em forma de áudio, de atos institucionais, no valor de R$600.000,00, CONSIDERANDO as infrações apuradas no processo, que resultaram na notificação do Sr. Marcos da Rocha Mendes, ex-Prefeito de Cabo Frio, para apresentação de razões de defesa, em virtude das irregularidades identificadas pelo Corpo Instrutivo, CONSIDERANDO as conclusões apresentadas pela instrução e pelo parquet, com as quais concordo, CONSIDERANDO que as infrações em tela caracterizam irregularidades, sujeitando o responsável ao pagamento de multa, com fulcro no artigo 63, inciso III e no artigo 65, da Lei Complementar Estadual n.º 63/90 - Lei Orgânica do Tribunal de Contas, CONSIDERANDO, finalmente, que o artigo 115, inciso IV, alínea “b”, do Regimento Interno desta Corte exige que a aplicação de multa ao responsável seja feita por meio de acórdão, ACORDAM os Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, reunidos em Sessão Plenária Ordinária, em: Pela APLICAÇÃO DE MULTA ao Sr. Marcos da Rocha Mendes, ex-Prefeito de Cabo Frio, com fulcro no inciso III do artigo 63 e no artigo 65 da Lei Complementar n.º 63/90, pela realização de despesa sem prévio empenho, em desacordo com o art. 60 da Lei Federal nº 4.320/64, e pela ausência de orçamento detalhado no edital e projeto básico, em violação ao art. 7º, § 2º, II, da Lei Federal nº 8666/93, na quantia de R$7.641,90 (correspondente nesta data a 3.000 UFIR-RJ), que deverá ser recolhida com recursos próprios aos cofres estaduais, procedimento que deverá ser comprovado a este Tribunal, observados os respectivos prazos legais, contados da ciência desta decisão, ficando desde já autorizada a cobrança judicial, no caso do não recolhimento, conforme dispõe a Deliberação n.º 166/92, observado o procedimento recursal e a expedição de ofício ao titular do órgão competente para proceder a inscrição em dívida ativa, com- provando no prazo legal, a esta Corte, a devida inscrição. 9 - ATA Nº 71/2014 10 - DATA DA SESSÃO: 14/10/2014 JONAS LOPES DE CARVALHO JUNIOR - PRESIDENTE MARCO ANTONIO BARBOSA DE ALENCAR - RELATOR HORÁCIO MACHADO MEDEIROS - REPRESENTANTE DO MINISTÉRIO PÚBLICO ESPECIAL" 

CONVITE - Diário Cabofriense


Bairro Cantinho do Céu terá dignidade


Dentro do projeto de revitalização de diversos bairros de Cabo Frio, o prefeito Alair Correa estará nesta terça-feira (21/10), no bairro Cantinho do Céu, no grande Jardim Esperança, em uma audiência pública, com início previsto para as 20h.

A exemplo do que aconteceu na semana passada, quando o prefeito se reuniu com moradores do Guarani para apresentar o planejamento de obras para o bairro, uma tenda será montada no Caminho do Céu para a reunião, que acontece na Rua da Saúde.

Na ocasião, o prefeito discutirá os detalhes do projeto de reurbanização do bairro, que consiste na eliminação das valas negras e reforma de todas as ruas e calçadas do bairro. As obras fazem parte do projeto de revitalização elaborado em um convênio celebrado com o Governo do Estado no valor de R$ 79 milhões.

O prefeito Alair Correa disse que o projeto de revitalização dos bairros de Cabo Frio tem como objetivo principal devolver a dignidade aos moradores.


Iniciamos agora a reconstrução dos bairros da cidade, começando pelo Guarani. Agora chegou a vez do Cantinho do Céu. Gostaria de convidar os moradores para um encontro onde vamos discutir um amplo projeto de revitalização daquela localidade – disse o prefeito.

Cartão Vermelho Jovem. Por Carlos Matheus


O Brasil do Salão de Beleza: Onde Tudo é Maquiagem

O Brasil nos últimos doze anos vem tendo grandes avanços sociais com baixa taxa de desemprego e com uma grande redução da pobreza. Correto? Errado! Na verdade, hoje, vivemos no mundo dos sonhos petista, com imensa maquiagem sobre os dados, causada pela mudança de metodologia das medições de estatísticas. Calma, antes de me chamarem de “louco”, “reaça”, “coxinha”, “fascista”, “nazista”, “tucano”, “opressor”, “racista” e etc. Explicarei o porquê do Brasil não ser a maravilha da propaganda do PT:

Para começar, o programa Bolsa Família não foi o responsável por tirar boa parte da população brasileira da linha da pobreza. Sabe quem é o responsável por tamanho “progresso” no combate a pobreza no Brasil? Não? Pois fiquem sabendo que o responsável é a Secretária de Assuntos Estratégicos do Governo Federal (PT), já que graças a “especialistas” a classe média brasileira é constituída por pessoas que possuem uma renda per capita entre R$ 291,00 e R$ 1.019 mensais, dado que abrange 54% da população brasileira, a baixa classe alta (classe média alta), possui um rendimento entre R$ 1.019 e R$ 2.480, por fim, a classe alta é a que tem a renda per capita maior que R$ 2.480 reais. Atenção cidadãos que recebem por volta de três mil reais mensais, vocês sabiam que segundo o governo, Mega empresários como Silvio Santos, estão no mesmo patamar econômico que vocês? Uma pessoa que tem uma renda de duzentos e noventa reais consegue ter uma vida estável? Com o rendimento de R$ 291,00 é possível que uma pessoa faça suas compras básicas, sendo que ainda sobre dinheiro para o lazer? Sabemos as respostas. Desta maneira é muito fácil “combater” a pobreza, se o Governo Federal “Petralha” não consegue elevar a condição de vida do brasileiro, logo nossos governantes petistas reduzem o quesito necessário para considerar que um cidadão tenha uma vida estável.    

Vamos falar do desemprego, que o Governo PT vem “mantendo baixo, desde que assumiu a presidência da república”. Só que isso não é verdade. A verdade é bem inconveniente para os caciques do Partido dos Trabalhadores e seus militantes. Vocês querem saber qual é a verdade por trás das taxas de desemprego? A verdade é que, apesar, de haver uma taxa de desemprego muito maior do que o governo fala. Vamos fazer a contagem? Ora, o IBGE (órgão que mede a taxa de desemprego), considera que quem recebe o Bolsa Família está empregado, sendo que o principal requisito para receber tal programa é não ter um emprego. A parcela da população que recebe o Bolsa Família é de 25%, ou seja, para começarmos, temos uma taxa de desemprego por volta desta mesma porcentagem. As estatísticas, ainda, pioram, pois quem está desempregado, mas não procura por um emprego, não quer um emprego não entram na lista dos desempregados. Não podemos esquecer que, o cidadão que recebe o seguro desemprego é considerado empregado, de acordo com nosso governo. Como podemos ver, a taxa de desemprego no Brasil ultrapassa os 25%, chegando em, aproximadamente, 33% da população brasileira, atingindo umas das maiores taxas do mundo. Uma prova de que o índice de desemprego em nosso país não é baixo, é que em todo lugar com baixos índices de pessoas desempregadas, o número de mortes violentas por cem mil habitantes, também, é baixo, fato que não acontece no Brasil.


Como podemos ver, mais uma vez, o Brasil não vai bem, os únicos indicadores sociais em que vamos bem, são os que estão maquiados pelo Governo Federal (PT). Com medo de apresentar à população o fracasso do governo PT, eles maquiam dados, para que o projeto de poder petista não seja atrapalhado. O Plano Real projeto que tornou possível as poucas melhoras que tivemos no governo PT, o Partido dos Trabalhadores foi contra em 1994, quando foi aprovado. Sendo incapaz de fazer algo que melhorasse nosso país, a única saída foi maquiar dados, a fim de ludibriar a população. Pensem nisso. 

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Parabéns Luiz Barbosa Neves


Completou 55 anos nesse domingo (19/10) um dos maiores mercadólogo que já tive a honra de trabalhar, Luiz Barbosa Neves, parabéns meu amigo, você é uma pessoa generosa e que muito me ajudou a melhorar como profissional, o que você me ensinou nesses 6 anos de parceria não tem preço, obrigado por tudo e que esses 55 anos virem 110 anos de muita história e conquistas. 

Bastidores da Política e da Imprensa


Andinho

O prefeito de Arraial do Cabo, Andinho (PMDB), está retirando dos cargos de confiança de seu governo todos aqueles que não estão na campanha de Pezão (PMDB). Só não mandou o vice prefeito embora porque não pode. rsrs

Pezão

Todos os grande institutos de pesquisa dão a vitória de Pezão (PMDB) no segundo turno, somente o GERP (que não é grande) afirma que Crivella (PRB) está na frente e vai ganhar a eleição de governador. Embora pequeno o GERP foi o único que acertou que Crivella (PRB) iria ao segundo turno no lugar de Garotinho (PR).

Crivella

Eu e toda minha família votamos Crivella (PRB), nossa motivação é o voto útil contra o PMDB, Marcos Mendes (PMDB) e Janío Mendes (PDT), que dependem da eleição do Pezão (PMDB) para seguirem confortáveis no comando do estado. Portanto eu sou Crivella (PRB), em um voto contra Marcos Mendes (PMDB).

Revolta

Os professores "Tarado" e "Fantasma" que fazem parte da coordenação do Jabuti seguem revoltados com Aquiles Barreto (SD), o problema é que Aquiles é o nome predileto de MM para ocupar sua vice em 2016.

Vergonha

É uma vergonha que Marcos Mendes (que apesar de ter perdido a eleição, e ser apenas suplente de deputado), mas mesmo assim vai assumir em 2015, já diga que não vai cumprir seu mandato de deputado federal para concorrer a prefeito. Ou seja, nem assumiu sua suplência e já está doido para abandonar a Câmara Federal, então para que se candidatou?

Janío

Com uma votação medíocre na cidade e sem maiores expressões políticas Janío Mendes (PDT) já jogou a toalha para 2016, não vai concorrer de jeito nenhum! É muito triste ser sombra de Marcos Mendes (PMDB), mas antes isso do que nada...

Porrada

A oposição está com muito medo da obra de reestruturação do bairro Guarani, serão Creche, Posto de Saúde, fim dos alagamentos, reurbanização, construção das ruas, praças, e a réplica do centro histórico de Cabo Frio onde vai funcionar a cidade administrativa. Sabem que essa obra modelo vai transformar o bairro e a vida de seus moradores e vai atrapalhar os sonhos de conseguirem boquinhas em 2016.

Aumento

O Prefeito de Araruama, Miguel Jeovani (PR), aprovou essa semana o aumento de 12% no salário do professores. Parabéns ao prefeito pela valorização de uma classe tão sofrida.

Dal

Nos deixou na sexta-feira (17/10)  Emília Porto que era esposa de Adalberto Porto (Secretário Municipal de Ordem Pública), e mãe  de Rogers Coutinho dos Santos. Nosso blog se solidariza e externa nossos sentimentos a essa dor sem fim que nosso amigo Dal e seu filho estão sentindo, força companheiro!

Fora do Ar

Graças a presteza e sabedoria do nosso amigo, irmão e co-fundador do Blog Cartão Vermelho, Marco Color, nosso blog está novamente no ar. Pedimos desculpas aos leitores pelo breve período fora do ar.

Venezuela


O nosso colunista, Pedro Nascimento Araujo, nos apresenta hoje a crônica " John Paul Getty e a PDVSA" onde aborda mais um fracasso da péssima ditadura comunista que está instalado na Venezuela. Confira logo abaixo.

John Paul Getty e a PDVSA


Por Pedro Nascimento Araujo

A Venezuela é constantemente lembrada pela sua decadência – não sem razão: o país caribenho em geral tem sérios problemas internos, como desabastecimento (destaque especiais para a falta de gasolina em um país cuja pauta exportadora é 95% petróleo e para a falta de papel higiênico pelo ridículo da coisa), inflação de 70% ao ano e a atuação de paramilitares (milícias políticas), além de ser o país mais violento das Américas, com 45 homicídios para cada 100 mil habitantes. São problemas mais do que conhecidos e sempre citados. Porém, há uma mudança em curso na Venezuela que poucas pessoas percebem: uma mudança discreta, mas significativa. O destaque reside na expropriação dos ativos das empresas estrangeiras de petróleo, um dos pilares do chavismo, estar sendo desmontada. Não porque Nicolás Maduro tenha súbito se transformado em um entusiasta da livre iniciativa, mas por mero pragmatismo: ou o país se abre aos investimentos estrangeiros, ou um default aconteceria mais cedo ou mais tarde. E a abertura começou pelo bezerro de ouro do chavismo: a Petróleos de Venezuela S.A., mais conhecida como PDVSA, por causa da recente queda na cotação do petróleo.

A PDVSA é um colosso. Criada em 1976, na esteira de um enriquecimento abrupto do país após o salto no preço do produto decorrente do Choque do Petróleo (1973) e como resultado de um controverso programa de nacionalização de ativos comandado por Carlos André Peres, é simplesmente dona da maior reserva do óleo negro no mundo, com estonteantes 300 bilhões de barris – embora essa primazia possa ser falha por conta da conhecida tática saudita de não fornecer dados acerca de suas reservas, trata-se, sem dúvidas, de um gigantesco ativo, que a monopolista PDVSA levaria mais de 200 anos para explorar no ritmo atual. Se a máxima atribuída a John Paul Getty for verdadeira (o melhor negócio do mundo seria uma empresa de petróleo bem administrada e o segundo melhor seria uma empresa de petróleo mal administrada), a PDVSA é o segundo melhor negócio do mundo. Desde que Chávez passou a usar o caixa da empresa para financiar seus programas sociais, notadamente as chamadas Missões Bolivarianas, a PDVSA “doou” mais de USD 60 bilhões. Como assim não há máxima de Getty que resista, não é de se espantar, portanto, que a PDVSA esteja tendo problemas de fluxo de caixa. E que problemas, diga-se: com a produção estagnada (e em leve porém paulatina queda) há anos e com os seus ativos se sucateando, a empresa precisa urgentemente de dinheiro.

A PDVSA não é a Venezuela e a Venezuela não é a PDVSA, mas a ligação entre ambas nunca foi tão forte. O hidrocarboneto começou a ser extraído no país há exatos 100 anos, em um poço chamado Zumaque – que está ativo até hoje. A relação entre a PDVSA e a Venezuela pode ser ilustrada por um dado simples: petróleo é 95% da pauta exportadora do país. Durante os anos de Chávez, a PDVSA não apenas foi usada como fonte de recursos para programas populistas, mas também teve sua administração desprofissionalizada, com representantes dos sindicatos (invariavelmente ligados ao Palácio Miraflores, sede do executivo venezuelano) alçados ao comando da empresa. A partir de Chávez, a empresa seria administrada por representantes dos próprios empregados, ao invés de ser administrada por representantes dos acionistas. Evidentemente, a preocupação principal dos empregados não é com a rentabilidade, mas sim com os próprios vencimentos. A produtividade só fez cair, com um inchaço absurdo do quadro de empregados – não raro, simplesmente não há como todos os empregados lotados em um setor trabalharem nele por mera falta de espaço físico. Sobram pessoas, faltam especialidades: o corpo técnico perdeu qualidade e tamanho relativo desde que os empregados assumiram a empresa. Concomitantemente, a partir de 2007 Chávez expropriou os ativos dos sócios estrangeiros da PDVSA, empresas internacionais de grande porte que, na prática, mantinham a empresa operando. Chegamos, então, ao estágio atual: sem quadro técnico suficiente, com empregados em excesso, com o caixa sendo sangrado para sustentar programas sociais do governo, com os ativos sendo depreciados e sem fluxo de caixa, a PDVSA parecia um caso perdido. E eis que, na calada da noite, Nicolás Maduro vem aplicando um choque de capitalismo à PDVSA.

O campo de Zumaque começou a ser explorado por um empreendedor local que rapidamente se uniu à Royal Dutch Shell, gigante anglo-holandesa do setor. Não seria diferente com os outros campos. Mesmo nacionalizada e com monopólio, a PDVSA sempre contou com expertise dos estrangeiros. Teve esse interregno de Chávez, mas já está voltando à sua tradição empurrada pela necessidade. A PDVSA vem firmando contratos com operadoras estrangeiras que dão aos seus novos parceiros vantagens impensáveis sob a ótica da propaganda bolivariana, o que explica o assunto ser simplesmente ignorado nas comunicações oficiais. Na prática, a PDVSA está retirando a administração de contratos dejoint-venture das mãos dos seus empregados. O caso mais famoso a vazar foi um contrato com a gigante americana Chevron firmado ano passado. Pelo que foi acertado, a Chevron adiantou USD 2 bilhões à PDVSA para que a estatal pudesse, com “assessoria técnica” dos americanos, explorar um campo no Lago Maracaibo, lócus da exploração petrolífera venezuelana. Como a Chevron já havia tido ativos expropriados no país, além de não ter recebido dividendos em casos anteriores, o empréstimo foi firmado com arbitragem internacional e uma cláusula que permite que o pagamento do empréstimo seja retirado diretamente das vendas internacionais da PDVSA – aqui, vale lembrar que os EUA são o maior mercado da PDVSA e que, conquanto haja histrionismo antiamericano nos dirigentes venezuelanos, o país caribenho nunca deixou de fornecer óleo bruto aos ianques.

Além de fornecer garantias internacionais em mercadoria para os novos empréstimos e investimentos, a PDVSA passou a aceitar uma cláusula que permite que os novos parceiros decidam sobre as operações, especificamente os prestadores de serviços que serão contratados e os equipamentos que serão utilizados. Ou seja, farão exatamente como fariam em seus países de origem e no resto do mundo. A experiência da PDVSA, pomposamente qualificada como “autogestão”, simplesmente não deu certo e, mais do que estar sendo encerrada sem choro nem vela, está sendo largada no escuro – e em silêncio. Os atrasos, a ineficiência e a corrupção endêmica típicos do período da “autogestão” da PDVSA serão contornados, o que é sempre positivo, mas o ideal seria que esse choque de capitalismo se espalhasse pelo país todo. A PDVSA não é a Venezuela e a Venezuela não é a PDVSA, mas uma pode ensinar à outra que não há ganho nenhum em perda de produtividade. A Venezuela tem uma riqueza natural que, passado um século, não criou um país desenvolvido. Um último número para ilustrar o quão longe de qualquer racionalidade a PDVSA estava: enquanto, recentemente, com o barril estável a mais de USD 100 há alguns anos, as companhias internacionais de petróleo apenas investem em projetos que têm seu break-even (ponto a partir do qual têm lucro) com o barril a 30 dólares (em 1998, ano no qual o coronel Hugo Chávez adentrou o Miraflores, o barril custava menos de USD 10), enquanto a PDVSA opera com um break-even de USD 90. Como o barril chegou à casa dos USD 80 na semana passada (e há indícios consistentes de que essa baixa que durará muito, notadamente por causa da cada vez mais próxima nova auto-suficiência americana), a PDVSA conseguiu a proeza de ter prejuízo de dez dólares por barril que produz enquanto o resto do mundo tem lucro de cinquenta. Graças à PDVSA, a máxima atribuída a Getty poderia ser trocada para: o melhor negócio do mundo é uma empresa de petróleo bem administrada e o pior negócio do mundo é uma empresa de petróleo mal administrada.


Pedro Nascimento Araujo é economista.

- |