LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Coluna do Demerval Soares.



GUERREIROS DO PTN RESISTEM À FORÇA DA MÁQUINA E SE UNEM A ALAIR POR UMA CABO FRIO MELHOR.

O Partido Trabalhista Nacional – PTN – como diz o início de seu prefácio histórico: não nasceu ontem, tampouco de um dia para o outro. Surgiu na esteira de uma série de garantias dos trabalhadores, de conquistas do trabalhismo, pautados na ética e na luta para o equilíbrio social e da manutenção do Estado Democrático de Direito.

José de Abreu, Presidente Nacional do Partido sintetiza bem essa postura quando coloca no site do partido esta semana a frase: “Só quem tem um passado de luta e ética pode garantir um futuro". Apesar desse elo forte com o lado ideológico, o partido viveu  em seu diretório de Cabo Frio/RJ nos últimos dias uma das situações mais constrangedoras de sua história, depois da Convenção já realizada e dada por encerrada por seu Presidente Altair Antonio Ramos Pereira, pelo Vice-Presidente Elias Gomes dos Santos e  por maioria  ser decidido fazer parte da coligação “Todos por Cabo Frio”, tendo, inclusive, a nominata com os candidatos a vereadores em sua esmagadora maioria afinados com o resultado da convenção e a certeza de que a liderança de Alair Corrêa é a melhor alternativa para Cabo Frio retomar o crescimento. Eis que surge o candidato do atual governo municipal Jânio Mendes com uma decisão conseguida junto ao Diretório Regional do Partido tomada pelo então presidente Jorge Sanfins Esch, destituindo à direção municipal, sua diretoria e anulando a Convenção, naquele momento era instituída nova comissão para arbitrariamente alterar o rumo do partido nas eleições municipais.

Mas como salientamos no início deste texto, o PTN é pautado nas conquistas do trabalhismo, na ética e na luta para o equilíbrio social e da manutenção do Estado Democrático de Direito, com isso, os verdadeiros militantes, que são em sua maioria, não se deram por vencidos, foram à luta, todos, presidente, Vice-presidente, pré-candidatos a vereadores e fizeram chegar à Presidência Nacional do Partido e denunciaram essa destituição armada feita pela Executiva Estadual do Partido ferindo o Estado Democrático de Direito.

A Presidência Nacional do Partido de forma ágil respondeu à denúncia, que naquele momento já atingia outros municípios, ficando claro que o diretório Estadual do Rio de Janeiro já vinha desrespeitando as deliberações legítimas do partido nos municípios quanto à escolha de candidatos e celebrações de coligações para o pleito 2012. Lamentavelmente comercializando a legenda, como já dissemos, histórica em nosso país.  Sendo assim, deliberava a partir de então a destituição do Diretório Estadual, do Presidente Jorge Sanfins Esch e de toda sua diretoria e, consequentemente, a restituição das Comissões Municipais e a revalidações das respectivas Convenções.

Pois bem, essa disputa gerou uma tensão e um clima de stress em todos do partido em Cabo Frio, desde a diretoria até os pré-candidatos a vereadores, verdadeiros guerreiros de todos os lugares desta cidade, como por exemplo, o pré – candidato Ozéias de Tamoios e outros companheiros, representantes do Segundo Distrito de Tamoios, ansiosos por começar logo a trabalhar e fazer do sonho à realidade, colocando em prática a idéia lançada por Alair de transformar o Segundo Distrito em uma moderna cidade.

Mas valeu à pena, pois o PTN – Cabo Frio, mesmo sendo um partido de Trabalhadores e militantes humildes que buscam o direito democrático de expor suas idéias, mostrou que a dignidade vale mais do que a busca desenfreada pelo poder ou, ainda, um abraço a um capital que não se sabe ao certo sua procedência  e, pior, momentâneo. Deixou claro que quer uma Cabo Frio melhor e, que não entende como Jânio que, no passado, até já trilhou um caminho de lutas pela democracia, pode dar um nome para sua coligação de “Cabo Frio Vai Ser Diferente” se aliando ao pior governo da história da cidade o que, por si só, já seria, no mínimo, incoerente. Pois se mencionarmos o ideal histórico do PDT do velho Brizola, não este atual, que era de um partido de trabalhadores que lutavam por uma democratização constante no país, teremos ainda mais a sensação do quanto está na contramão da história, pois para chegar ao poder, está avalizando um governante que decide as ações de Cabo Frio  de forma autocrática, com perseguições e praticando todas as mazelas ilícitas para impor sua vontade e permanecer no poder.

Contudo, ignorando a decisão da Executiva Nacional do PTN, Jânio e seu grupo, o do poder na cidade, de forma mesquinha e desesperada, no dia dos partidos registrarem as coligações, registraram o PTN, com isso, provocaram duplicidade nas coligações, prejudicando o PTN e todos os candidatos a vereadores da nominata. Pois bem, não demorou muito e a justiça foi feita, o Estado Democrático de Direito foi restabelecido, a Justiça Eleitoral resgatou a vontade demonstrada na Convenção Municipal e devolveu ao PTN  E SEUS GUERREIROS O DIREITO DE CAMINHAREM JUNTOS COM ALAIR POR UMA CABO FRIO MELHOR!!!!!!

Demerval Soares é Bacharel em Administração de Empresas e Pós-graduado em Gestão Empresarial.

0 comentários:

- |