LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Fala Cidadão. Por Vânia Carvalho.



Negócio é Negócio.

Jesus quando desceu a terra,  veio com a missão de  trazer uma nova mensagem, a mensagem do amor.Mas parece que as pessoas não entenderam e resolveram crucifica-lo e pra tirar o seu da reta, ainda inventaram a história do sacrifício e da salvação.

Muito cômodo, se livrar das responsabilidades que lhe cabem e colocar nas costas de Jesus o peso dos seus pecados. Melhor ainda é enganar o povo e colocar o peso de suas culpas nos  mesmos ombros que sofrem, sem lhes explicar o porque, apenas dizendo:Ou você ama Deus ou você vai pro inferno!
Esta é uma premissa que não contém nenhum tipo de sensatez, já que que Deus na sua infinita bondade não mandaria pro inferno alguém, só  por vaidade e orgulho. Porém é bem mais  fácil seguir o caminho da hipocrisia do que encarar uma verdade. E assim caminha a humanidade há 2012 atrás, desde que Jesus subiu aos céus plantando aqui uma semente, que por enquanto está sendo difícil de cultivar.

E hoje vemos sua mensagem sendo deturpada por aqueles que ele mesmo mandou ter cuidado. Os falsos profetas!

E o sofrimento sendo alvo de moeda de troca, como se Jesus barganhasse uma oferta, a troco de auxiliar seu irmão. Ora, se Jesus foi um peregrino, que abriu mão de sua própria família e conforto, dinheiro e poder, sendo um enviado direto do Altíssimo para ensinar a humanidade que devemos amar uns aos outros sem distinção, porque usarem do seu nome para se beneficiar  de alguma forma,usurpando dinheiro, esperança e a boa fé das pessoas, através de eventos que nada tem haver com as propostas que Jesus nos ensinou?

Quem disse que Jesus precisa de adoração? quem disse que Jesus precisa ser idolatrado, ovacionado, aclamado para entender que   as pessoas são seus fiéis seguidores ? Para ele basta uma oração, de preferência em silêncio, sozinha, em total meditação e união com a natureza.

O que vejo hoje, nesta nova ideologia de prosperidade, que foi criada apenas para ludibriar as pessoas encima de sua fraquezas e no desespero de seus problemas, uma forma vil de se beneficiar  em detrimento daquele que busca uma palavra de consolo. Ora, se cada um soubesse a força que tem e que Deus não vive em nenhum lugar além dentro de  sua própria consciência, seria muito mas fácil resolver suas questões, apenas olhando pra si mesmo.

Mas enquanto houverem líderes tentando usufruir de sua dor, para  enriquecer e colocar na sua cabeça que você é culpado, pense! será que Jesus agiria da mesma maneira? Será que Jesus precisa ser adorado através de músicos e artistas diante de  uma mega produção? Será que esses cantores se quisessem levar realmente a palavra, sem nenhum interesse além de praticar o bem, não estariam andando pelas ruas, com um simples violão, pregando o evangelho através de suas canções  e angariando  um dinheiro espontâneo que viesse através de uma simples ajuda?

Diante de tantos problemas que surgiram na Expo Gospel com relação a falta de organização e o dinheiro gasto nesta superprodução de fé, me pergunto se Jesus não estaria bem mas feliz,  se ao invés de ouvir  vários músicos num ritmo de idolatria  , todo dinheiro investido não tivesse sido doado para as pessoas carentes.

Mas como para alguns é melhor se enganar do que enfrentar a realidade, hoje o que podemos tirar disso, é que os problemas continuam, Jesus até agora deve estar com os ouvidos cansados e os organizadores devem estar rindo a toa, porque em se tratando de fé:  

BUZINESS AND BUZINESS!

0 comentários:

- |