Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

terça-feira, 25 de junho de 2013

O que aconteceu no PV? Por Álex Garcia




As tumultuadas reviravoltas do PV de Cabo Frio merecem além de análise um apontamento de fatos para que você leitor conheça melhor a política do município e como funcionam algumas cabeças que fazem parte do nosso cenário político e eleitoral.

O PV de Cabo Frio por intervenção estadual nomeou uma nova executiva municipal em Cabo Frio há pouco mais de um mês, essa intervenção foi promovida principalmente por Júnior coordenador regional e ex-candidato a vereador pelo PV de São Pedro da Aldeia, até então seu domicílio eleitoral.

Júnior sem estar em Cabo Frio, sem morar em Cabo Frio, e sem ter referência nenhuma ambiental (apesar dos longos anos de PV), recorre a mim (Álex Garcia) para ajudá-lo no processo de reestruturação partidária, nesse momento eu (Álex) lhe apresento a maior referência ambiental no munícipio Charles Domingues (Superintendente do Desenvolvimento Sustentável da PMCF), para que a intervenção tivesse ao menos uma mudança ideológica condizente com a orientação do partido.

Após esse momento e Júnior já presidente e Charles Domingues vice-presidente do PV acontece uma das maiores e mais decadentes negociatas políticas da nossa história, escondido da executiva e sem o aval de nenhum dos membros, Júnior oferece de forma pouco republicana o partido a Alfredo Gonçalves, e garante ao Alfredo que está tudo bem, quem importa é ele (Júnior) e que tudo está resolvido.

Claro as coisas não foram bem assim! Júnior negociou só e ficou só, quando apresentou a negociata da filiação de Alfredo Gonçalves à executiva municipal a mesma por unanimidade (exceção do Júnior) rejeitou a entrada de Alfredo a legenda, então Júnior fura a decisão da executiva municipal e leva Alfredo para se filiar direto na estadual.

Com isso cabe a 7 membros da executiva decidir, iremos a justiça contra esse desmando, ou cortamos o mal pela raiz e sairemos dessa forma menor de se fazer política, e o desfecho vocês já conhecem, a executiva municipal do PV se desfaz pela segunda vez, Charles Domingues e seus companheiros preferem sair pela porta da frente e de cabeça erguida, sem se macular com qualquer tipo de negociata.

Amanhã traremos como o Alfredo Gonçalves (PV) fez política nessa negociata do Júnior, e as consequências da forma que continua agindo politicamente.

0 comentários:

- |