Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Escândalo – CHUMBINHO DEFENDE PROLAGOS CONTRA O POVO!



Parece inacreditável, mas você não está louco, a matéria de hoje que estampa a capa de nosso blog é:


Escândalo – CHUMBINHO DEFENDE PROLAGOS CONTRA O POVO!

De forma inacreditável o Prefeito de São Pedro da Aldeia, Cláudio Chumbinho (PT), de forma intencional prejudicou os moradores da Região dos Lagos, inclusive os moradores de São Pedro da Aldeia, cidade que o elegeu prefeito, ao defender a PROLAGOS na Justiça e permitir que as abusivas contas de água sigam nos patamares atuais.

Entenda o caso:

Em decisão de primeira instância a PROLAGOS foi condenada no município de São Pedro da Aldeia a reduzir sua conta de água em 42%, por segundo a Justiça, cobrar irregularmente por esgoto, a decisão do Juiz de São Pedro da Aldeia era para efeito imediato e a redução já deveria ocorrer agora no mês de Agosto. Lembre-se a redução seria de 42% nos nossos bolsos.

Como a decisão é de primeira instância caberiam recursos e medidas cautelares, mas se esperava que essa medida cautelar e recurso viessem da própria PROLAGOS e não de quem deveria estar ao lado do povo, mas isso não aconteceu nesse caso.

O município de São Pedro da Aldeia, cujo prefeito é Cláudio Chumbinho (PT), ingressou com ação em favor da PROLAGOS e contra o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, para garantir a PROLAGOS o direito de nos cobrar as caríssimas contas de água como vem cobrando. Confira o Processo No: 0041484-39.2013.8.19.0000 clicando no link abaixo, e veja a imagem da inicial da ação.

Link do processo:

Processo 0041484-39.2013.8.19.0000:
  
Clique na imagem para ampliar

Agora querida assessoria de comunicação de São Pedro da Aldeia, nos explique como é possível que o prefeito Cláudio Chumbinho (PT) pode de forma intencional defender a PROLAGOS em prejuízo de seus eleitores...

Isso é uma vergonha!

0 comentários:

- |