Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Passando a Limpo. Por Charles Domingues




MAIS UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA

Caro amigo leitor. Acredito que já tenha passado da hora, da população entender, que Shows, espetáculos pirotécnicos, e falar forte e bonito, não leva ninguém a lugar nenhum.

Sr governador Sergio Cabral, Sr Prefeito Eduardo Paes, vocês uniram todos os seus esforços pra levar um BRT do aeroporto a barra da tijuca, quebraram metade do da cidade sem se preocupar com a mobilidade urbana, derrubaram a perimetral, e não fizeram nenhum estudo palpável, para as tragédias de verão, o que dizer as pessoas que mais uma vez estão sem casa, perderam seus moveis, seus bens, suas empresas, seus carros, e até seus entes queridos?

Mais uma vez a culpa é do tempo? Do governo anterior? Ou da precipitação (chuva), que nessa época todos nós sabemos que é intensa, se alguém tem duvida disso, de uma olhada no histórico do Rio de janeiro, e vejam que sempre irá acontecer esse tipo de fenômeno entre dezembro e março, não foi a toa que o poeta mencionou em sua canção que as águas de março fecham o verão, ele em momento algum falou do Sol ou calor, apesar de todos nós sabermos da influencia desses, no índice de chuvas na cidade do Rio de Janeiro.

Nós presenciamos a algumas semanas atrás o prefeito Eduardo Paes com pompa de chanceler anunciar a derrubada de parte do viaduto da perimetral eu sinceramente até agora não entendi o porque disso, não sou arquiteto, apesar da arquitetura sustentável fazer parte dos meus estudos, porem em momento algum eu vi o Governador ou Prefeito virem a publico anunciarem uma mega ação para escoamento superficial, ou quem sabe aliviar a praça da bandeira que é o grande gargalo do Rio de Janeiro, porem queridos amigos, não podemos esquecer da baixada fluminense que sofre pois como o nome mesmo diz é uma grande baixada, e o que tem sido feito senão plumas e paetês visando copa do mundo e obras e mais obras que a meu ver poderias ser realizadas sim mas depois de desassorear o rio Acari, O rio Meriti, o rio Maracanã e vários e vários canais de escoamento que existem na cidade e estão pedindo socorro, essas sim seriam obras prioritárias.

Meus amigos no mundo existem países e cidades que ficam abaixo do nível do mar como exemplo temos os países baixos (Holanda) e a própria cidade de Nova Orleans nos EUA, eles vivem através de tecnológicas projetadas desde o passado, porem esse não é o caso do RJ, mas as tragédias dão resultados de falta de planejamento, educação ambiental, interesse e por fim questões sazonais.

Os desastres já que passam a fazer parte do calendário da cidade, vejam que absurdo.

Sei que muitos vão dizer, choveu demais, ai eu tenho que fazer uma pergunta. E ai, pessoas vão continuar morrendo? Também sou conhecedor que existem varias delas morando em área de risco, porem caro amigo leitor a única coisa que eu peço é que seja feito algum estudo de contenção, assim como também um planejamento eficaz de modo a antecipar o desastre, pois não adianta dizerem que mais de 47 sirenes soaram, mas e ai o que fazer, para onde vai a população?

São péssimos os objetivos e metas traçados pelo governo do estado para a cidade do rio de janeiro, assim como fica evidente que todos os holofotes estão voltados para a copa do mundo, porem meus amigos, a preocupação fica somente para dentro dos estádios, a mobilidade, a segurança a infrestrutura externa é problema do povo, quem sabe o governador do Rio de Janeiro e o prefeito não acham mais um fenômeno natural para pagar a conta de tragédias que estão anunciadas e a muito tempo.

Eu sou Charles Domingues, Gestor Ambiental / Especialista Saneamento Ambiental / Especialista Engenharia ambiental.

Não deixe de ler o meu Blog: www.charlesdomingues.blogspot.com
www.facebook.com/cvdomingues /Twitter; @charlesdomingue

0 comentários:

- |