Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Politicando Eleições 2014 – Carlos Victor (PSB)




E lá vamos nós a nossa quarta avaliação dos pré-candidatos a deputado estadual na cidade de Cabo Frio, onde estamos analisando uma série de fatores que vão influenciar a capacidade do pré-candidato a ser tornar de fato candidato, quantos votos serão necessários para que ele se eleja e quais são suas chances reais de atingir esses votos.

Nas colunas anteriores avaliamos:

Alfredo Gonçalves (PV): Clique AQUI para ler.
Aquiles Barreto (SDD): Clique AQUI para ler.
Bernardo Ariston (PR): Clique AQUI para ler.
 


Politicando Eleições 2014 – Carlos Victor (PSB)

História política: Carlos Victor (PSB) não tem exatamente uma carreira política, jamais venceu uma eleição e todos os cargos públicos que ocupou foi por aliança e indicação. Como político Carlos Victor é a face do fracasso.

Carisma: É algo que não existe em Carlos Victor, nem mesmo mudar o visual retirando o frondoso bigode melhorou a sua imagem e carisma.

Capacidade financeira ou de arrecadar patrocínio de campanha: Dinheiro não é problema para a família Mendes em Cabo Frio, se quiser pode ser candidato a Presidente da Lua e ainda sobra muito dinheiro.

Legenda (quantos votos precisa para ser eleito): Para ser eleito deputado estadual pelo PSB precisa de 40 a 45 mil votos.

Capacidade de atingir essa legenda: Nenhuma! Nem que a vaca morra tossindo de tuberculose. Para o eleitor ter uma ideia em 2010 com o irmão sentado na cadeira de prefeito de Cabo Frio, e fazendo campanha faraônica nas cidades vizinhas, Carlos Victor teve apenas 27.286 votos.

Probabilidade de seguir com a pré-candidatura até a eleição: Pela lógica e o bom senso é difícil imaginar que Carlos Victor mantenha essa campanha até o fim. Os votos que Carlos Victor disputaria em Cabo Frio seriam votos da oposição ao Alair Corrêa (PP) e que já estão destinados a Janío Mendes (PDT) e Aquiles Barreto (SDD). Com a inelegibilidade de seu irmão Marquinho Mendes (PMDB) pode ser que Carlos Victor tente novamente ser candidato a deputado federal, se for esse o caminho que ele adote será também massacrado na urna.

Conclusão: Carlos Victor dificilmente será candidato a deputado estadual, se insistir em ser candidato será trucidado na urna por Aquiles Barreto (PDT) e Janio Mendes (PDT). Só resta a ele aproveitar a inelegibilidade de seu irmão, Marcos Mendes, e ser menos massacrado na eleição de deputado federal.

0 comentários:

- |