Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Cartão Vermelho Jovem. Com Carlos Matheus




Uma Doença Chamada Esquerda. Parte 2 de 3

Para ler a primeira parte da crônica clique AQUI

A Histeria da esquerda se espalha para vários âmbitos da sociedade. Vai desde um simples aluno direitista em um colégio, abertura das editoras para a direita, há o crescimento de direitistas na mídia, que tem a coragem de falar a verdade, como a Rachel Sheherazarde e o Danilo Gentili, ambos do SBT. O que esses esquerdistas mais fazem, é criminalizar a opinião de direita, mesmo sendo pequena, pois a histeria desses esquerdopatas é tão grande, que a simples presença de um direitista nos meios de comunicações é suficiente para eles agirem de uma maneira tão absurda, chegando a ser triste, imediatamente, eles tentam “criminalizar” o pensamento desses direitistas, mesmo sem ter lido nada dessas pessoas, os que leram não conseguem rebater nenhum argumento do direitista.

Isso acontece com o filósofo Olavo de Carvalho, por exemplo. Quando os pensadores de esquerda começam a agir com essa histeria natural deles, logo ela se espalha para os pseudo-pensadores de esquerda, que começam a repetir que o autor de direita é um lunático, se espalhando para pessoas que nada tem a ver com esse assunto, impedindo que elas leiam esse autor, permanecendo sobre o controle da canalhice intelectual da esquerda. Como foi visto, a esquerda não gosta de ser indagada, ela tem que ser unânime, ou seja, não pode ter opiniões contrárias a ela, pois o autor da opinião contrária será ridicularizado. Esses esquerdistas não são nada democráticos, daí surge à falsidade deles, posam de democratas, mas as opiniões contrárias são proibidas.

Imagine um cara que se diz ser seu melhor amigo, mas logo depois te golpeia pelas costas. É isso que a esquerda faz com a democracia, em um momento se diz uma grande defensora da democracia, falando que não concorda sobre as atrocidades cometidas pelos regimes de esquerda, mas logo depois falam que essas atrocidades eram necessárias para a implantação dos regimes socialistas, que se não fosse por causa da burguesia, esses genocídios não teriam ocorrido. Uma hora falam que abominam qualquer forma de ditadura, mas logo depois idolatram a ditadura cubana.

A esquerda adora falar que pretende fazer um socialismo democrático, porém, nessa democracia não poderá ter oposição ideológica, nem mesmo uma simples discordância de alguma atitude do governo. Nesse socialismo democrático, um cidadão teria que pedir “benção” ao governo, para poder publicar um livro. Esses esquerdistas “democráticos” dizem adorar as opiniões contrárias, mas se alguém for contrário às idéias deles, logo é ridicularizado, taxado de nazista e sua opinião é  “proibida”.

Quando a histeria e o vitimismo se juntam, o resultado não poderia ser melhor que uma canalhice mental. Quando esses dois fatores se juntam, o portador de esquerdismo passa a não perceber que a sua percepção contraditória de um mundo maligno, onde os direitistas se reúnem em uma espécie de seita para acabar com os pobres. Quando uma pessoa como o Sakamoto diz, que uma pessoa que é assaltada devia ser presa, pois ela estava ostentando sua riqueza para um pobre. Marilena Chauí, professora da USP e uma das fundadoras do PT, chama a classe média de fascista, essas pessoas nem percebem o absurdo que estão falando, impregnando o ódio entre as pessoas. Agora duas coisas curiosas: o salário da Marilena Chauí, na época em que ela falou isso, girava em tono dos R$ 10.000,00, logo ela se encaixava na classe média, o Sakamoto quando “soltou” essa pérola, também vivia em boas condições e uma coisa que ele não sabe, é que pessoas de todas as classes estão sendo assaltadas. Mas esses dois resumem muito bem o pensamento esquerdista, de que o criminoso sempre é a vitima e o culpado é o cara que venceu na vida, que gera  empregos, que produz e que desenvolve o país.

(Amanhã teremos a terceira e última parte. Não percam!)

0 comentários:

- |