Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

terça-feira, 25 de março de 2014

Coluna da Menina de Ouro, Vânia Carvalho




Lei do Retorno

Era uma vez uma oposição que julgava a situação da época a ferro e fogo. Ele vereador ativo na defesa das causas justas, em 2007 chegou a processar a administração, abrindo uma ação civil pública contra o prefeito, no caso MM. Era um edil atuante que muitas vezes se colocou contra o governo, que naqueles tempos já cometia improbidades. Porém nada como dar mais poder ao homem para que ele mostre suas verdadeiras intenções.

O então vereador combativo na pretensão de galgar degraus mais elevados na política, num surto de desapego a tão celebrada moral discursiva, acabou fraquejando diante da tentação que é estar mais próximo ao poder. Talvez em sua balança, o peso de tão cobiçado vôo rumo a patamares políticos mais elevados, lhe fez perder alguns sentidos! se tornou cego, surdo e mudo, diante das aberrações que teve que engolir diante das alianças que teve que fazer.

Sua primeira ação quando passou de vereador a deputado foi se unir a 2 pústulas, um municipal e outro estadual. Um prefeito na época e outro governador. Quem diria! Que aquele baixinho arretado se tornaria um grande... bom deixa pra lá!

Nas suas mais escabrosas atitudes, está o favorecimento das votações da bancada governista contra trabalhadores como: professores, bombeiros, policiais. Assim nascia o maior defensor do governo do estado do Rio, num momento que toda população, inclusive de outros estados elegiam Sérgio Cabral, o gestor mais safado que um governo podia ter. É mole!

Dentro do universo municipal, o tão ganancioso alpinista também fez o que? Se uniu ao mesmo homem que tanto acusou, processou e criticou nos tempos que ainda lutava por uma causa ideológica. Pra vocês verem como funciona a política de quem só pensa em si mesmo.

Casos como esse de puro cinismo, traição de valores e cobiça se estende também a toda sua assessoria e simpatizantes. Pessoas que passam como tratores encima de quem quer que seja para alcançar seus objetivos, pessoas que se oportunam de acidentes pessoais para formalizarem queixas e crítcas pré planejadas, pessoas que se vendem por alguns trocados, pessoas que traem amizades em busca de uma posição melhor dentro desse esquema, enfim, é uma barbaridade sem fim, um atentado a tudo aquilo que nós chamamos de seres humanos.

 E ainda falam em Cristo!

Oh céus! Jesus tem muito que perdoar essa turma, sorte nossa que existe um Lei do Retorno!

0 comentários:

- |