Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Análise do Cartão Vermelho sobre as eleições 2014/ 2016 - Deputados Federais

 

Dando continuidade as análises dos candidatos da cidade de Cabo Frio hoje abordaremos o tema "candidatos a deputado federal" e vamos falar sobre a eleição de 2014 e seus desdobramentos para a eleição de 2016.

Análise do Cartão Vermelho sobre as eleições 2014/2016 - Deputados  Federais. Por Álex Garcia

Delma Jardim (PEN) - Para quem julgava que Delma Jardim não fazia mais parte do cenário político de Cabo Frio está aí uma surpresa, na eleição de 2012 seu genro, João Gomes (PSB), já teve boa votação para vereador chegando a primeira suplência do partido, agora em 2014 em uma campanha menor que campanha de vereador Delma faz na cidade 1.376 votos e em todo o estado chega a 2.327 votos, estaria em perfeitas condições de ser candidata a vereadora em 2016 e conquistar uma vaga na câmara municipal, no entanto Delma não deve participar da eleição de 2016, já que havia prometido apoiar a candidatura de João Gomes.

Marquinho Mendes (PMDB) - Finalmente Marcos Mendes conhece sua primeira derrota eleitoral, para quem arrotava 40 mil votos na cidade, deve ter sido uma arrasadora surpresa ter tido 26.744 votos em uma cidade com 139.911 eleitores, isso representa apenas 19,1% do eleitorado total da cidade. Isso significa que a cada 10 cabo-frienses mais de 8 lhe negaram o voto, isso para uma pessoa que foi prefeita da cidade duas vezes.

Compare as três últimas eleições de Marcos Mendes:

- Marcos Mendes em 2008 quando foi candidato a prefeito teve 47.799 votos.

- Marcos Mendes em 2004 quando foi candidato a prefeito teve 36.593 votos.

- Marcos Mendes em 1998 quando foi candidato a deputado estadual teve 23.445 votos.

O declínio eleitoral de Marcos Mendes o leva a sua votações da década de 90, seus dois mandatos de prefeito trouxeram enorme desgaste a sua imagem, não tem como sair impune do abandono da cidade e de sua população.  Marcos Mendes ainda não é um político morto, mas pode estar rumando para o fim de carreira.

Aos seus correligionários que riram quando disse sobre sua derrota e primeira suplência fica aqui uma lição, minhas análises não são chutes, não cheguei onde estou brincando de política, quando digo algo aqui é porque estudei e avaliei o cenário político.

Dr. Paulo César (PR) - Um candidato que desde a eleição de 2004 troca de "grupo" a cada eleição, que não é presente na cidade, que não faz campanha, que não mantém boas relações políticas com que lhe ajudou no passado, um dia teria que parar de ter sorte e não ser eleito, e foi isso que aconteceu nessa eleição. No entanto apesar da derrota é preciso reconhecer que a votação do Dr. Paulo César foi boa, são 14.500 votos em Cabo Frio e 29.557 votos em todo o estado.

Um exemplo que Dr. Paulo César segue vivo na política é o PRP, que elegeu Alexandre Valle deputado federal com 26.526 votos, ou seja, Dr. Paulo César precisa mudar a forma que conduz sua carreira, passar a fazer política de verdade, montar um grupo político próprio, ter orientadores, ser presente com quem lhe ajuda, e parafraseando Alair Corrêa (PP) ele não pode seguir tendo apenas sua mãe e um papagaio como grupo político.

Walmir Porto (PR) - É um empresário bem-sucedido e escolheu entrar na política para modificar a forma que a política tem sido feita em nossa cidade. No entanto esse lado "romântico" do novo político Walmir Porto (que não gosta de ser chamado de político, e afirma não sou político) o fez cometer diversos erros, entre eles de promover uma campanha grande no estado e não fazer campanha em Cabo Frio, já que o certo na política é fazer campanha na cidade e reforçar com as cidades vizinhas a sua, não gosta e não sabe pedir voto, acha desumano colocar pessoas para trabalhar na rua segurando placa, e demais erros que acabaram lhe dando uma pequena votação na cidade, no entanto para quem foi candidato pela primeira vez e não era conhecido teve uma boa votação no estado que lhe garantiram 10.810 votos.


Apesar dos erros na condução de sua candidatura o empresário e político Walmir Porto hoje já é uma realidade no cenário político, seu nome já é conhecido do eleitor, está credenciado a ser dono de uma cadeira de vereador, também pode tentar ser uma terceira via política na cidade, como dissemos aqui antes o PSOL na cidade é ridículo e não tem representatividade.

0 comentários:

- |