Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

quarta-feira, 8 de abril de 2015

A parte do discurso que Janio omitiu - Série Royalties




Por Manoel Atanásio

Em seu discurso na Alerj no dia 01/04/2015 Jânio Mendes comenta o atual momento em que vive a cidade de Cabo Frio e faz duras críticas ao modelo de gestão que governou a cidade nos últimos "20 anos".

Como disse outrora em meu post a respeito deste dito discurso, Jânio maquiou sua fala usando de subterfúgios para atacar Alair Correa diretamente, já que o mesmo só cita as épocas de Alair à frente da Prefeitura de Cabo Frio (1997/2004 atual gestão) porém no auge de sua empáfia o moço não citou a crise de 2009 que combateu veementemente seu opositor na época Marquinho Mendes onde disparou: "A CIDADE ESTÁ PAGANDO O PREÇO IRRESPONSÁVEL DE UMA REELEIÇÃO, (2008/2012 Reeleição de Marquinho Mendes) QUE LEVOU UM MUNICÍPIO RICO COMO CABO FRIO AO CAOS QUE HOJE SE ENCONTRA. UMA CIDADE PARADA E SEM PERSPECTIVA." (Revista Cidade - Junho 2009 pág.30).

Antes de retomar meu raciocínio, quero fazer uma ratificação, a crise foi em 2009, em 2010 o que houve foi a polêmica sobre a emenda que mudaria as regras de distribuição dos royalties do petróleo (Emenda Ibsen Pinheiro) só que muitos prefeitos se aproveitaram da ocasião para estender a crise de 2009 até o fim de 2010. 

O QUE JÂNIO OMITIU NO DISCURSO - 1

Na edição do dia 14 de dezembro de 2008 o jornal O Globo na página de economia, cita que com o agravamento da crise global e a recessão de Estados Unidos e Europa, o petróleo já vinha em queda acentuada desde JULHO/2008, sinalizando uma iminente crise, isto JÂNIO OMITIU!

O QUE JÂNIO OMITIU NO DISCURSO - 2

Que mesmo com a crise previamente anunciada o governo de Marquinho Mendes continuava a levar Cabo Frio para as manchetes de um dos principais jornais do País com o seguinte título da matéria: "POÇO DE IRREGULARIDADES", onde cita-se o DESCALABRO ADMINISTRATIVO NO USO DOS REPASSES. (O Globo - Economia 19/04/2009)
  O QUE JÂNIO OMITIU NO DISCURSO - 3

Em junho de 2009 foram demitidos 2500 funcionários da prefeitura de Cabo Frio contratados no rastro da campanha que deu a reeleição a Marquinho Mendes (Revista Cidade - Pág. 28/29/30 e 31)

O QUE JÂNIO OMITIU NO DISCURSO - 4

Que em novembro de 2009, Marquinho Mendes demite mais 700 funcionários ( Coluna Extra, Extra do Jornal Extra de 17/11/2009

O QUE JÂNIO OMITIU NO DISCURSO - 5

Foi que a única atitude de Marquinho Mendes para fazer com que a cidade ou melhor os cofres da cidade padecesse menos foi a demissão desse pessoal! Não dialogou com ninguém, não buscou ajuda fora, muito menos desenvolveu ações para que a cidade pudesse depender menos dos royalties e se quer CRIOU O TAL FUNDO DE EMERGÊNCIA PARA CRISE, fundo este que Jânio faz questão de citar somente os 10 anos de Alair Corrêa à frente da prefeitura. (1997/2004 - 2013/2014)
Obs: A caminhada de 17 de março de 2010 nada tem haver com a crise, a caminhada foi contra a emenda Ibsen e não para buscar soluções para a crise que já havia sido superada naquele momento!
  O QUE JÂNIO OMITIU NO DISCURSO - 6

Foi que diante de todos os transtornos citados por mim e conhecidos por ele (Jânio Mendes) no governo de Marquinho Mendes, ele parou de ataca-lo e chama-lo de GOVERNO CORRUPTO em MAIO DE 2012, quando Marquinho Mendes fecha apoio a sua candidatura a prefeito nas eleições de 2012.

O QUE JÂNIO OMITIU NO DISCURSO - 7

É que a crise atual apesar de toda crueldade, Alair Correa irá arrumar uma maneira de amenizar os efeitos da mesma, já que se trata de um político visionário, capaz, ousado e corajoso! 

0 comentários:

- |