Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Aquiles Barreto é um político sem palavra e sem moral - Parte I


Como já havíamos dito aqui no Blog Cartão Vermelho, eu (Álex Garcia) aceitei o desafio feito pelo gabinete do "ninfo" vereador Aquiles Barreto (SD) através de sua assessoria remunerada para darmos "uma lavada de roupa suja" em público. Para lembrar o desafio aceito por esse blog clique AQUI.


Aquiles Barreto é uma figura que pode até enganar com seu rostinho de Menudo mas sua atuação política é deprimente em vários aspectos, tanto de palavra como de conduta moral e vamos a cada capítulo desse desafio aceito narrar passagens da breve história política do nosso "ninfo" da política e pupilo do ex-prefeito cassado 61 vezes pelo TCE, Marquinho Mendes (PMDB).


Aquiles Barreto mente, engana e sacaneia João Gomes

Em janeiro deste ano (2015) fui procurado pelo suplente de vereador e amigo, João Gomes (PSB), que me narrou que o vereador Aquiles Barreto o havia procurado para negociar sua saída da câmara de vereadores por 6 meses, com o objetivo de trabalhar com Marcos Mendes (PMDB) em Brasília, já que seu padrinho político apesar de ter perdido a eleição estava assumindo como 1º suplente a vaga de deputado federal.

Segundo o próprio Aquiles ele estava deprimido com o fim da campanha de deputado estadual em 2014, que estava com muitas dívidas, e que nem estava conseguindo ir a câmara, pediu ao João Gomes 50% do salário que ele passaria a receber no mandato de vereador já que o Aquiles deixaria no cargo por 6 meses, segundo Aquiles 50% desse salário somado a um cargo de 15 mil reais que Marquinho Mendes havia lhe oferecido daria então para pagar várias dívidas da campanha de 2014.

Quando eu (Álex Garcia) ouvi tudo isso do João Gomes falei que a proposta de dividir salário feito pelo vereador Aquiles era criminosa e imoral, mas que mesmo assim João Gomes não deveria levar a sério pois Aquiles é o típico político sem palavra e que não cumpre nada com ninguém.

No dia seguinte estavam almoçando João Gomes e Aquiles Barreto, recebo então a ligação de João Gomes que coloca Aquiles na linha, e me confirma diretamente tudo que João Gomes havia me relatado no dia anterior. Ouvi do Aquiles Barreto que a entrada de João Gomes na câmara era certa, e que eu estava enganado dele não ter palavra, pois tudo "acordado" seria cumprido.

Em resumo menos de 10 dias Aquiles Barreto trocou de ideia, jamais cumpriu com João Gomes o que havia dito quando me ligou para que " eu servisse de testemunha", como sempre Aquiles muda de ideia como quem muda de roupa, e sem dar nenhuma satisfação a quem prejudicou de alguma forma.

Essa é uma das várias e várias passagens que a partir de hoje o Blog Cartão Vermelho colocará sobre o "ninfo" da política cabo-friense, e já deixo aqui avisado que o suplente de vereador João Gomes será minha testemunha judicial caso seja necessário, pois este fato narrado é 100% verdadeiro e desafio o Aquiles que use a tribuna para desmentir.

E lembre-se nobre edil que aceitei seu desafio, e cada calúnia que seus assessores que estão sendo pago para me difamar colocarem em rede uma nova e profunda realidade será relembrada ao senhor.


Até o próximo "Aquiles Barreto é um político sem palavra e sem moral".

0 comentários:

- |