Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Cláudio Leitão respondeu ao Politicando 2016


A análise sobre minha candidatura feita pelo blog Cartão Vermelho reflete a visão política do dono do blog. É fruto de sua visão pragmática que procura medir as candidaturas com a régua da política conservadora, que infelizmente "turbinadas" pelo poder econômico das empresas, do caixa 2 e de acordos espúrios, conseguem vencer eleições. Por isso ele vê minhas candidaturas como “hobby”, porque elas não seguem os padrões dos “podres poderes” da velha política. É difícil para o blogueiro entender candidaturas que confrontam o "status quo", onde a militância tem caráter ideológico, não se constituindo em nenhuma obsessão ocupar cargo público. O mandato tem que ter natureza independente, subordinado apenas aos interesses populares e coletivos. Ele também não compreende que a candidatura, muitas vezes se presta a construção partidária e a votação neste caso tem importância relativa. Se para ganhar eleições eu tiver que me submeter ao "jogo baixo" das “camarilhas políticas” e aceitar as velhas práticas, de nada adianta qualquer mandato, pois ele tem que estar a serviço de um processo de transformação, coisa que ele, seus apoiadores e seus preferidos não querem nem ouvir falar. A baixa votação não tem necessariamente nenhuma relação com o preparo do candidato. A vitória eleitoral numa democracia de massa como a brasileira, acrítica e despolitizada, na maioria das vezes fica refém do poder econômico. Está diretamente relacionada à capacidade de arrecadar do candidato, fazer uma campanha rica e massificada, que transforma o candidato num "produto de marketing eleitoral". Transforma o velho em novo, o ladrão em honesto e o incompetente em bom gestor. Depois do candidato eleito é que a população percebe o engodo e a mentira. A Cabo Frio dos dias atuais é uma prova inconteste deste fato. Fanfarrão é o político que promete e depois nada cumpre. Isso determina o Congresso Nacional que temos, a ALERJ que temos, a atual Câmara de Vereadores que temos e os dois últimos “probos administradores”, que tiverem ao longo dos últimos 20 anos, quase 9 bilhões de reais à disposição e produziram muito pouco em várias áreas de políticas públicas essenciais em nossa cidade. O mesmo, entretanto, não aconteceu com os seus respectivos patrimônios pessoais que cresceram a "olhos vistos" e sem esconder de ninguém. A extensa lista de processos das mais variadas naturezas e origens é outra prova cabal deste velho e corrompido esquema. Os 5.300 votos que tive na última eleição em 2012, os quais agradeço de coração, foram frutos de um processo de mudança e renovação que já começa e incomodar grandes caciques e seus subalternos, como o tal blogueiro governista. Não foram frutos de nenhum panfleto apócrifo, que todos sabem que não tive nenhuma responsabilidade.

De positivo, vale ressaltar que a análise se prendeu a aspectos políticos na visão do analista, sem nenhuma conotação de ataque pessoal, até pelo contrário, já que o artigo reconhece nossa conduta correta, nossa vida reta, embora segundo ele, não seja suficiente para vencer eleições. Neste ponto, quem tem que responder é a população numa próxima oportunidade, tendo em vista que, não mudaremos esta situação caótica se a nossa conduta for de continuidade ao "jogo viciado” da velha e sórdida política que impera na cidade. Não vai mudar se continuarmos a eleger notórios ladrões do dinheiro público. Eles apostam nesta permanência e também na passividade de parte do eleitorado para que nada mude. Mesmo assim, independente de condições estruturais favoráveis ou não, para alegria de uns e desagrado de outros, vamos continuar lutando por um processo de mudanças e por uma ruptura deste modelo corrompido de gestão do dinheiro do povo. Talvez sejamos mais felizes em 2016 !!

Do Blog Cartão Vermelho:

Quero aqui também agradecer ao político Cláudio Leitão por ter respondido ao Politicando 2016, e fazer apenas duas observações sobre a resposta:

1 - Sua análise sobre nossa análise é a maior prova de tudo que escrevi, o comunismo ao estilo PSOL vive no mundo da lua, onde tudo que não é igual a vocês é corrupto e sujo, e vocês são os intocáveis escolhidos, acham que fazer campanha política é um grande crime, e desconsideram o regime democrático.


2 - A maior prova de que vocês não compreendem a palavra democracia está nesse ponto do seu texto " democracia de massa", nobre Leitão democracia é de massa, se não for democracia de massa vira o centralismo democrático, em resumo, vira ditadura comunista.

0 comentários:

- |