Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Politicando Eleições 2016 - Janio Mendes (PDT)


Chegamos a quinta avaliação do Politicando 2016, onde damos continuidade as avaliações dos pré-candidatos a prefeito na cidade de Cabo Frio, nessas avaliações analisamos uma série de fatores que vão influenciar a capacidade do pré-candidato a se tornar de fato candidato, e quais chances reais de atingir uma vitória em 2016 e se tornar prefeito 2017/2020.

Os pré-candidatos a prefeito em Cabo Frio são: Dr. Adriano (REDE), Alair Corrêa (PP),  Cláudio Leitão (PSOL), Dirlei Pereira (DEM), Janío Mendes (PDT), Marquinho Mendes (PMDB), Dr. Paulo César (PSDB), Silas Bento (PSDB) e Valdemir Mendes (PTB)

Se quiser conferir a avaliação do Dr. Adriano (REDE) clique AQUI.

Se quiser conferir a avaliação do Alair Corrêa (PP) clique AQUI.

Se quiser conferir a avaliação do Cláudio Leitão (PSOL) clique AQUI

Se quiser conferir a avaliação do Dirlei Pereira (DEM) clique AQUI.


Politicando Eleições 2016 – Janio Mendes (PDT)

História política:  Janio Mendes é um político que nasceu na extrema direita da política nacional, no entanto pegando carona em uma falsa imagem vendida pelo ex-político e ex-prefeito José Bonifácio (PDT), vendeu uma imagem de “esquerda” e “bom moço”, essa imagem se solidificou quando ao longo de 8 anos (1997-2004) fez forte oposição ao então prefeito Alair Corrêa (PP), ali ganhou mais uma falsa imagem “preocupado com o erário público”.

Usando dessa imagem de “esquerda”, amigo do “trabalhador”, “professor” e outras classes trabalhistas, “preocupado com o erário público” e iludindo uma elite oligárquica de Cabo Frio “esquerdista”. Janio Mendes era da base do Governo Sérgio Cabral (PMDB), que manobrou politicamente e o puxou para suplente em exercício de mandato de 1° de fevereiro de 2011 até 6 meses antes de terminar o mandato. Esse mandato de Deputado Estadual, no entanto, transforma a imagem “puritana” e  “esquerdista” que Janio Mendes havia inventado para si, por defender um dos governos mais desastrosos  e corruptos que o Rio de Janeiro já teve (Governo Sérgio Cabral). Janio aí passa a ter sua verdadeira imagem revelada!

Para destruir de vez qualquer imagem de “preocupado com erário público” Janio Mendes foi candidato a prefeito de Cabo Frio com total apoio do ex-prefeito Marcos Mendes (PMDB), que além de ter feito um mandato desastroso é um dos mais condenados da história do TCE (Tribunal de Contas) e está com suas contas de 2012 rejeitadas por unanimidade.

Carisma: Isso não existe em Janio Mendes, tem sido treinado por mercadólogos desde a campanha de 2012, desde então Janio vem tentando vender uma imagem melhor, mas a realidade que o baixinho é feio demais, sem carisma e seu discurso não convence.

Capacidade financeira ou de arrecadar patrocínio de campanha: Janio Mendes em tese não terá nenhuma dificuldade em arrecadar financiamento para sua candidatura a prefeito em 2016, mas seus acordos políticos podem retirá-lo da briga de prefeito, pressionado pelo presidente da ALERJ, Jorge Picciani (PMDB), e o governador, Pezão (PMDB), pode ser obrigado a desistir da candidatura para apoiar Marquinho Mendes (PMDB) em 2016.

Legenda (garantia que o partido não vai se vender e deixar o candidato sem partido para disputar a eleição de 2016): Janio Mendes terá muita dificuldade de ser realmente candidato, pois o seu partido PDT é base aliada do PMDB e romper o grupo político dos Mendes (Marquinho e Janio) em dois é algo que Picciani não tolerará, Janio provavelmente fará apenas graça até ao início da eleição, data em que joga a toalha.

Capacidade de ter votos para ganhar a eleição: Não creio que Janio Mendes tenha coragem de enfrentar o Picciani e o PMDB para forçar um rompimento do grupo dos Mendes. Mas se fizer essa loucura Janío não passará de uma terceira ou quarta colocação na corrida eleitoral

Probabilidade de seguir com a pré-candidatura até a eleição: Janio Mendes (PDT) não tem garantido seu direito de vir à eleição de prefeito, para isso terá que romper relações com Picciani e o PMDB.


Conclusão: Janio Mendes provavelmente não será candidato a prefeito, e se fizer essa loucura não será eleito prefeito em 2016.

0 comentários:

- |