Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Coluna da Menina de Ouro, Vânia Carvalho. Crônica: "O mundo do faz de conta"


O mundo do faz de conta

Hoje não podemos mais confiar nos partidos, não podemos confiar mais nos políticos, não podemos mais confiar na palavra, não podemos confiar  mais na imprensa, não podemos mais confiar nas religiões, não podemos mais confiar nos amigos, não podemos mais confiar  nem na própria família, porque de vez em quando ela sai pra fazer as unhas  e é flagrada no motel.

A que pontos chegamos! antigamente se confiava até num fio de bigode, hoje os homens preferem usar Gilette G3.

Deus virou avalista da mentira, na boca daqueles que se utilizam dele para dar credibilidade as suas artimanhas.

Hoje vivemos na incerteza, na dúvida e na descrença, nada mais parece ser o que é.
 Até o ser humano  se tornou  fake através da internet. Não podemos confiar nas fotografias, nos perfis, na intenção por traz do monitor, porque tudo virou um teatro de  muitas máscaras. E  ai daqueles que agem com autenticidade , pois serão execrados por sua sinceridade . 

O mundo, como dizia Cássia Eller, está ao contrário e ninguém reparou!

A verdade ao invés de libertar, hoje aprisiona, porque falar a verdade pode ser perigoso,  por isso inventaram a delação premiada. 

Não se vence mais pela  honestidade , a felicidade estampada pode ser mera montagem, o sorriso pode ser falso, as promessas são meros artefatos do próprio interesse, a informação jornalística virou objeto de barganha, o prazer é camuflado por gemidos convincentes,  e até a gostosa pode usar cueca. 

 O que é real, o que é  verdade, ninguém mais sabe!

Hoje vivemos no mundo da hipocrisia, da inversão dos valores, da falta de ética, dos dissimulados, falsos e mentirosos.

Quem é quem? o que é o que? deve tá difícil pros filósofos da nova geração, questionar  nossa existência. Porque hoje nós fingimos que existimos, fingimos  que somos felizes, fingimos que amamos e até  fingimos que somos fingidos pra poder  viver melhor.


A certeza que tenho é que no futuro, as clínicas psiquiátricas , a indústria farmacêutica do prozac e rivotril, a cocaína, e o álcool, serão nossa única  realidade, se não providenciarmos com urgência nossa volta desse  mundo do faz de conta.

0 comentários:

- |