LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Com a palavra o prefeito Alair Corrêa (Maldade do Blogueiro)


MALDADE DO BLOGUEIRO

Vejamos quando um formador de opinião, fingindo estar preocupado com o seu adversário, mente lhe imputando uma doença que não existe e utilizando a família dele para atingí-lo. Assim tem feito um blogueiro com a minha família. É um atrevimento, falta de respeito e um desprezível comportamento para um homem com 50 anos de vida.
Utilizar desse baixo artifício para conseguir atingir a pessoa de quem não gosta e lhe faz oposição! Chega a ser repugnante! Insistentemente, afirma o seguinte: “a família de Alair será responsabilizada no futuro por deixá-lo como prefeito, pois ele é idoso e está doente”. Mesmo sabendo que não estou doente e que ser idoso não é uma doença. Aliás, se o Blogueiro tiver saúde, daqui a 10 anos também será um idoso.

O que o ele pratica é uma tática nazista da época em que na Alemanha existia a GESTAPO. Agrediam o prisioneiro fisicamente e sua família moralmente, para tirar as informações que desejavam. Logo, as famílias eram o alvo, exatamente como ele está fazendo agora com a minha família: ameaçando-a e jogando-a contra a opinião pública local ao falar de uma doença que não tenho e da minha idade como se fosse também ,outra doença.

Na verdade ele sabe que nada tenho de doenças, mas usa desse artifício vil ou tática para tentar minar minha administração, aproveitando que a mesma já sufocada por perda de arrecadação. Essa covardia com a minha família é vergonhosa e desumana!
Tivesse você a minha saúde e a minha disposição para o trabalho e para as lutas que tenho enfrentado…

Atravessando todos os obstáculos e dificuldades, eu posso afirmar que não tenho medo do enfrentamento tanto dos normais como dos desajustados.


Mas, afirmar que o adversário é doente e atacar a sua família é um ato de pura molecagem.

0 comentários:

- |