Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Bastidores da Política e da Imprensa - Agressividade da oposição


Empréstimo

A vinda do Senador Marcelo Crivella (PRB) à cidade de Cabo Frio, para receber uma merecida moção de aplausos, foi marcada pelo anúncio de que a reposição de parte das perdas dos royalties de petróleo "já está na boca do caixa" e isso caiu como um balde de água fria para quem está ambicionando o poder.

Agressividade

A agressividade do grupo do Janío Mendes é o resultado desse anúncio do Senador Crivella somado ao fato de terem tido sua nominata de vereador dizimada em 17 nomes.  

Jainistas e a urna

A turma do Janío Mendes sabe que é praticamente impossível que em uma eleição terminem na frente de Marquinho Mendes (PMDB), Janío é um político desacreditado no meio, impopular, pesado, sem discurso e sem ter o que apresentar, mas as expectativas dos jainistas era que Alair Corrêa (PP) sucumbisse na crise e terminasse as eleições em terceiro/quarto, ficando Janío em segundo. Mas Alair Corrêa (PP) com recursos é insuperável, "sem recurso ainda está na luta, imagina com recurso" - assim sofre o pensamento jainista.

Marquinho

O grupo do Marquinho Mendes (PMDB) sofre do mesmo desespero, mas o Alair Corrêa com recursos termina as obras paradas, retoma a limpeza da cidade, acerta salários em dia e fica favorito na urna, por isso os diversos ASCADE (assessores do candidato derrotado) engrossam o coro de ódio e perseguição ao Alair, quem puxa o tom da agressividade é Aquiles Barreto (SD).

Agressividade 2


O leitor deve pensar, mas é feio essa agressividade, como pode os Mendes usarem dessa forma de agir que mais causa repulsa no eleitor do que entusiasmo. A explicação é simples, o projeto dos Mendes é pelo poder, dinheiro, não é um projeto pela cidade ou pelo povo, por isso o desespero da reposição dos royalties causa ódio, que se reverte em agressividade.

0 comentários:

- |