LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

quinta-feira, 30 de junho de 2016

CRIME - SEPE agride, humilha, ofende e mantém funcionários em cárcere privado

Funcionário da SEME agredido pelo SEPE

Quando se pensa que o SEPE não poderia produzir nada de pior do que as politicagens e badernas que já vem promovendo desde dezembro de 2015, surge definitivamente o fundo do poço, e o SEPE comete uma sequência de crimes de fazer inveja a qualquer quadrilha de bandidos de alta periculosidade.

Na manhã de ontem (29/06) cerca de trinta bandidos travestidos de sindicalistas do SEPE fecharam a entrada e saída dos funcionários que estavam trabalhando na Secretaria de Educação, mantendo assim todo o efetivo da secretaria como prisioneiros dentro de sua instituição de trabalho, ali era cometido por esses bandidos o crime de cárcere privado.

B.O. da agressão sofrida pelo repórter Ayron Dias

Em ato contínuo ao vandalismo agrediram uma equipa da Coordenadoria de Comunicação, aos socos e chutes o repórter fotográfico Ayron Dias foi espancado e teve seu equipamento de trabalho destruído, atacaram o carro da coordenadoria, aos socos e chutes, demonstrando a que tipo de escória a nossa sociedade está sujeita.

Equipamento destruído pelo SEPE 

Não satisfeitos com esses crimes esses vagabundos realizaram um corredor polonês, onde agrediram moralmente e fisicamente os funcionários que tentavam escapar do cárcere privado que eram submetidos por essa quadrilha que se transverte de sindicalistas com os objetivos mais imundos e politiqueiros.


Cabe agora a Justiça promover justiça e mandar prender os líderes dessa associação criminosa, que pratica de cárcere privado, agressões, invasões, balbúrdia, sessão de humilhação pública, uma cidade não pode seguir refém dessa quadrilha organizada e perigosa que atende ao nome de sindicato, SEPE.

0 comentários:

- |