Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Nostradamus decapitou Maria Luiza de apenas 10 anos


Cabo Frio no sábado (03/12) mais uma vez ficou em choque com a brutalidade e irresponsabilidade, uma lancha em alta velocidade conduzida por um senhor de 65 anos invadiu o espaço para banhistas e atropelou a Banana Boat com 20 ocupantes que se divertiam, entre eles Maria Luiza Santana Serra, de apenas 10 anos, que com a violência do impacto teve a cabeça decapitada e seu corpo esmigalhado em pedaços.

O condutor da lancha é o empresário Nostradamus Pereira Coelho, de 65 anos, que foi detido pelo condutor da Banana Boat quando tentava sair do local do assassinato, Nostradamus foi conduzido a Capitania dos Portos, depois foi encaminhado por um militar da Marinha à 126ª DP (Cabo Frio) e, em seguida, foi levado para um hospital, onde fez exames de alcoolemia, sob suspeita de embriaguez, o teste seria negativo.

Nostradamus está preso por omissão de socorro, mas deve ser solto a qualquer momento quando for atribuído o valor da fiança.

Diversas testemunhas atestam que o Nostradamus estava embriagado, que os ocupantes da lancha jogaram as bebidas ao mar após o acidente, o bombeiro que socorreu as vítimas fez um vídeo emocionado falando da embriaguez do condutor.

Agora fica a pergunta, entre o "assassinato" de Maria Luiza, a ida do Nostradamus para a capitania, delegacia, e só depois exame de alcoolemia em um hospital levou quantas horas? O quanto isso daria tempo para mascarar o consumo de bebida? E sobre uso de drogas ilícitas? Algum exame foi feito?



A verdade é que Nostradamus estará livre, leve e solto nas próximas horas/dias, já a cabeça de Maria Luiza (10 anos) foi condenada a prisão perpétua dentro de um caixão, seu corpo não foi encontrado ainda, e não estará junto com sua cabeça no sepultamento.

Atualização às 9h20min do dia 05-12-2016

Nostradamus Pereira Coelho já goza de liberdade conseguida por "habeas corpus", está em casa ao lado de sua família e gozando de todo o conforto, responderá em liberdade por homicídio culposo e omissão de socorro, em caso de condenação pagará com trabalhos comunitários e cestas básicas.  

0 comentários:

- |