Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

segunda-feira, 6 de março de 2017

Novela "A Saga da Jeitosinha" de James Santos - Capítulo 3 "A REVELAÇÃO"


Narrador - Só a voz de taquara rachada e a sandália número 41 davam indícios do segredo que envolvia a natureza de Jeitosinha. Mas o que todos viam era uma loira de 1,70 m, cabelos sedosos até a cintura, cativantes olhos verdes, cintura fina, coxas grossas e bem torneadas, seios pequenos e um bumbum perfeito.

- "Como ela consegue não ter nenhuma celulite? Parece bunda de homem!", alfinetavam as amigas.

Era sobre a beleza e feminilidade da filha que Marilena pensava, quando a chamou para uma conversa definitiva.

Marilena - Querida, tenho algo muito importante a lhe revelar.

Jeitosinha - O que foi, mãe? - perguntou  apreensiva, lendo a angústia nos olhos da pobre senhora.

Narrador - Marilena respirou fundo e foi diretamente ao ponto central do problema, como se tentasse extirpar com um único golpe o câncer moral que  atormentava sua existência:

Marilena -Você não é uma mulher.

Jeitosinha -Claro que não mamãe!

Marilena- Você já sabia, Jeitosinha? - Surpreendeu-se

Jeitosinha- Claro, tenho minhas amigas na escola. Embora você nunca tenha me falado sobre essas coisas, eu sei que não sou mulher.

Narrador - Marilena respirou aliviada.

Marilena - Então você já sabia que...

Jeitosinha - Sim, mamãe. Eu ainda sou uma donzela.

Narrador - Por um instante Marilena deixou-se abater pelo desânimo. Pensou em sumir, dar cabo da própria vida, qualquer coisa que a livrasse da enorme decepção que teria que causar a filha. Mas Jeitosinha era uma garota doce e compreensiva. E mesmo sendo loira, devia ter - mesmo que instintivamente - a percepção de que não era uma moça como as outras.

Marilena - Querida... - Você nunca notou nada de estranho no seu corpo?

Jeitosinha encabulada - Bem, mamãe... - Eu nunca entendi muito bem porque eu sinto uma dor horrível entre as pernas quando uso uma calcinha apertada ou tomo uma bolada no Vôlei...

Marilena - O que mais minha filha?

Jeitosinha - Hummm... Nas aulas de Educação Sexual eu tenho uma certa dificuldade em entender por onde é que os homens depositam na gente as tais sementinhas...

Narrador - Era a oportunidade que Marilena esperava para contar a menina toda a verdade. Como Jeitosinha reagirá a constatação de que é espada?

Confira no próximo e emocionante capítulo!

Para reler o Capítulo 1 clique AQUI

Para reler o Capítulo 2 clique AQUI


0 comentários:

- |