LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

quinta-feira, 21 de março de 2019

Cerca de 300 atletas são esperados na Travessia Aloha Spirit




Neste sábado, 23, o esporte náutico volta a agitar Cabo Frio, desta vez com a I Travessia Aloha Spirit Búzios Cabo Frio. Realizada pela Associação Magna de Desportes, a largada acontecerá às 8 horas no canto da Praia de Geribá, em Búzios, e a chegada será no Terminal de Transatlântico, na Passagem, em Cabo Frio. A previsão é de que 300 atletas participem da competição nas modalidades Stand Up Paddle, Canoa Havaiana, SurfSki, Paddleboard e Watterman.

Realizada com apoio da Prefeitura de Cabo Frio, através da Secretaria de Turismo, a travessia terá cerca de 17km. Durante todo o percurso, barcos de apoio acompanharão os atletas que, em caso de qualquer tipo de emergência, serão retirados do mar e levados ao ponto de chegada onde ambulâncias estarão de prontidão com médico, enfermeiro e socorrista para os primeiros atendimentos. Em casos mais graves, a remoção será providenciada para a unidade de pronto atendimento mais próxima.

A organização da travessia é da Ecooutdoor Sports Business, a mesma responsável pelo Sul-Americano de Va’a e pelo Aloha Spirit, que movimentaram a Praia do Forte em novembro do ano passado. Ao todo, os dois eventos atraíram mais de 3 mil atletas do Brasil, Argentina, Chile, Guiana Francesa, Panamá, Perú, Rapanui e Venezuela.

Em 2018 foi a terceira vez que Cabo Frio sediou uma edição do Aloha Spirit: a primeira foi em 2013 e a segunda em 2017. Em entrevista, na época, o organizador João Castro, lembrou que o prefeito, Dr. Adriano Moreno, foi o grande responsável por colocar Cabo Frio na rota dos grandes eventos de esportes aquáticos.

“Essa história começou em 2012 durante uma etapa do Aloha Spirit em Ilha Bela (São Paulo) e, já no ano seguinte, por intermédio dele, Cabo Frio sediou o evento, que retornou em 2017 e voltou a acontecer em 2018. E, graças ao apoio dele, conseguimos, ainda, trazer o Sul-Americano para a cidade”, contou.




0 comentários:

- |