LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

quarta-feira, 27 de março de 2019

Inscrições abertas para o 1º Festival de Música Independente Autoral


Estão abertas as inscrições para o 1º Festival de Música Independente Autoral (Femia) da Casa de Cultura Som do Mar, evento que tem apoio (divulgação) da Secretaria Municipal de Cultura. Os interessados têm até o dia 19 de abril para fazer a inscrição diretamente no local, que fica na Rua Manoel de Antonio Ribeiro, 30, Passagem, ou pelo e-mail somdomarcasadecultura@gmail.com.  A relação dos participantes e respectivas obras musicais selecionadas será divulgada no dia 29 de abril de 2019 nas redes sociais da Casa de Cultura e o Festival acontecerá nos dias 23, 24 e 25 de maio de 2019.

Será cobrado o valor de R$20 por música inscrita. Caso o participante opte por inscrever duas músicas o valor total será R$ 30 e, se inscrever três músicas, o valor será R$ 40, por todas elas. O Femia aguarda por inscrições de Cabo Frio, da Região dos Lagos e de todo Brasil. “Cabo Frio é um celeiro de intérpretes, instrumentistas e compositores. Mas há 10 anos não acontece um festival que valorize a composição e a interpretação desses artistas. Além disso, por aqui passa muita gente boa musicalmente e que precisa voltar a ser recebida em um festival que os compense por seus trabalhos”, comenta um dos idealizadores do evento, Azul Casu.

O Festival é de “instrumento e voz”, ou seja, nas apresentações serão aceitos apenas um instrumento e uma voz podendo ser a mesma pessoa interpretando e tocando ou um instrumentista e um ou mais intérpretes.  O vencedor ganhará um prêmio em dinheiro, além de um troféu, um vídeo, horas de ensaio gravado em estúdio e um ensaio fotográfico.

Casa de Cultura já recebeu 70 músicos em quatro meses aberta

Aberta há quatro meses, a Casa de Cultura Som do Mar já recebeu mais de 70 músicos de vários gêneros musicais. Cerca de quatro mil pessoas estiveram no local também desde sua abertura.  A casa, além de espaço para eventos, possui acervo cultural permanente e já foi lar da ativista cultural Amena Mayall, na década de 70. Parte do acervo exposto no local pertence à memorialista e secretária de Cultura Meri Damaceno. Segundo ela, “ter mais uma casa de cultura na cidade é sensacional. Temos agora um espaço que tem como vertente a cultura popular local, que é pouco divulgada na cidade”, comentou ela, acrescentando que o local escolhido foi muito importante “Amena Mayall foi um espelho para todos nós que trabalhamos com cultura em Cabo Frio. Essa casa de cultura ser nesta casa e ainda naquele ponto da Passagem agregou muito valor ao centro cultural”.

Localizado no bairro da Passagem, historicamente posicionado no primeiro núcleo de povoamento da cidade de Cabo Frio, a casa de arquitetura colonial do século XIX inicialmente foi construída para pescadores da cidade por ser localizada estrategicamente ao lado da única ligação do mar com à Lagoa de Araruama.


“O projeto Casa de Cultura Som Do Mar nasce da necessidade de uma busca pela identidade cultural esquecida por políticas públicas no plano da baixada litorânea, tendo a intenção de respeito à diversidade e cultura da cidade de Cabo Frio, proporcionando assim um ponto de cultura no centro histórico”, conclui Azul Casu.


0 comentários:

- |