LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

quarta-feira, 20 de março de 2019

NOSSAS PRAIAS: NOSSO PATRIMÔNIO, NOSSO CARTÃO POSTAL! “NOSSO” PROBLEMA?



E nossas praias amigos, como estão?

Sujas mas são limpas? Ocupadas, mas são desocupadas? Exploradas, mas sem exploração? Cuidadas, mas não pelos que a exploram?

Precisamos urgentemente rever o modelo de ocupação e exploração e nossas praias.

Não precisamos deixar sujar para só depois limpar. Não precisamos dos espaços todos ocupados por prestadores de serviço, para que então somente as 6 da manhã possamos curtir uma praia mais natural. Não podemos deixar que quem explore também não tenha a obrigação de cuidar.

Vamos dar como exemplo a praia do Forte. Precisamos discutir sobre o modelo de ocupação e uso. A praia é SIM pública, e não adianta apelar ou vir com pressões, é pública, é cartão postal, é o ganha pão, e desta forma DEVE ser preservada e cuidada, principalmente, pelos que a exploram.

Sinalizações de Educação Ambiental, estudo da Capacidade Suporte, transito de veículos, Descarte de Lixo, Perímetro de Ocupação, Perímetro de Preservação Obrigatório dos prestadores de serviços, Vegetação, Faixa Marginal, Regras de Concessão são alguns aspectos que devem ser debatidos conjuntamente com todos, prestadores, sociedade, poder público e a justiça a fim de se definir um Plano de Ocupação e Uso.

O que ainda é cartão postal hoje, amanhã não sabemos, nenhum ecossistema consegue se manter e ser  tão resiliente diante de tantos impactos. Observe a cor da areia (outrora fina e branca) no trecho entre a Praça das Águas e os Novos Quiosques, esta marrom e grossa. Qual era uma de nossos melhores textos para “vendermos” nossa praia? “ águas cristalinas e areias . . .?

Devemos despertar! Unidos a isto, um fenômeno natural que é a erosão dos litorais, que discutiremos em outro artigo. Até breve, estamos no face e instagram “Jailtonmar”!



Jailton Dias Nogueira Júnior

0 comentários:

- |