Pular para o conteúdo principal

Família descobre que jovem morta no carnaval foi atropelada no RJ; marido suspeito de forjar acidente



Um caso de feminicídio que poderia acabar impune no Rio de Janeiro sofreu uma reviravolta após a própria família da vítima investigar o caso por conta própria. Imagens de câmeras de vigilância revelaram que Priscila de Souza Valverde, de 30 anos, foi assassinada pelo marido, Vinícius Araújo de Oliveira, que havia forjado um acidente.

O caso ocorreu em março, durante o carnaval, e somente em abril o marido da jovem passou a ser investigado pela polícia. A partir das provas colhidas pela família de Priscila, Vinícius foi indiciado por feminicídio com dolo eventual. Ele segue em liberdade enquanto o crime é analisado pelo Ministério Público.

Em pleno carnaval, Hilda foi surpreendida com a notícia de que a filha havia sido atropelada e morreu em Maricá, Região Metropolitana do Rio. A jovem havia viajado com o marido para aproveitar a folia e a mãe dela suspeitou da versão dada por Vinícius sobre o acidente que matou Tatiane.

“Ele disse para mim que ela tinha subido no capô do carro, caiu e bateu com a cabeça. Mas para outra pessoa, inclusive no Facebook, ele falou que ela ia atravessar a rua quando veio um carro, deu uma pancada nela e ela bateu com a cabeça no chão”, contou Hilda.

Intrigada pela diferença nas duas versões, a família decidiu apurar o caso. O irmão de Hilda percorreu a rua onde o atropelamento aconteceu, identificou uma casa que possuía câmeras de vigilância e apelou ao proprietário do imóvel para ter acesso às gravações.

“Depois de horas de negociação nós conseguimos as imagens e descobrimos a verdade”, contou Hilda.

De posse das imagens, que revelaram ser Vinícius o condutor do carro que atropelou Priscila, a família procurou a polícia. Os investigadores concluíram que, de fato, foi o marido quem matou a jovem e decidiram indiciá-lo pelo crime de feminicídio.

O inquérito policial já foi remetido ao Ministério Público, que irá avaliar o caso e poderá arquivá-lo ou apresentar à Justiça denúncia e pedido de prisão contra Vinícius.

Serviço

O feminicídio passou a ser uma qualificadora do crime de homicídio em 2015, com a lei federal 13104/2015, que tipifica os casos em que mulheres são mortas pelo simples fato de serem mulheres.

Para denunciar abusos e agressões contra mulheres, qualquer cidadão pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cidadão pelos telefones 2334-8823/ 2234-8835, ou pelo Disque Denúncia pelo telefone 2253-1177.

A pessoa também pode procurar a Delegacia de Atendimento à Mulher mais próxima e também pode pedir ajuda na Defensoria Pública ou pelo site do Ministério Público do Rio de Janeiro

Fonte: g1.globo.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tribunal do Tráfico decapita Homem na noite deste sábado na Favela do Lixo em Cabo Frio

Um crime bárbaro acaba de acontecer na noite deste sábado (23/05) em uma das maiores comunidades do interior do Estado do Rio de Janeiro, bairro Manoel Corrêa mas conhecido como Favela do Lixo em Cabo Frio. Segundo informações de populares que preferiram manter o anonimato, um homem chamado Matheus teria sido torturado pelo Tribunal do Tráfico e em seguida foi decapitado, o motivo do crime seria por Matheus ser informante da polícia, na linguagem do crime ele seria um X9. A Polícia Militar está nesse momento fazendo levantamento do crime e pegando a identificação completa da vítima, até o momento não foi lavrada a ocorrência, e traremos mais informações conforme o andamento das investigações. As imagens são fortíssimas e não recomendada para pessoas sensíveis.

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

  O LOBO EM PELE DE CHACAL!   “TSE defere candidatura e José Bonifácio tomará posse como Prefeito de Cabo Frio” “Em decisão monocrática o Ministro Alexandre de Moraes deferiu o recurso de José Bonifácio” Na sexta-feira (18/12) por volta das 18:00 horas as manchetes acima surpreenderam alguns incautos cabofrienses, e deixaram duas sérias indagações no ar: - O que motivou o Ministro Alexandre de Moraes, relator do processo, a evitar o julgamento pelo colegiado do Tribunal Superior Eleitoral? - A séria motivação impeditiva deixou de existir apenas duas horas depois de iniciado o “recesso” do tribunal?   Bem... o editorial do Blog Cartão Vermelho não possui todas as respostas, porém, cumprindo sua principal missão de trazer luz aos fatos, assinala agora a ação vil, perdulária e principalmente venal que acometeu a defesa do Sr. José Bonifácio.   Os advogados que patrocinaram a causa de Zezinho, fazem parte de uma bancada respeitadíssima nacionalmente, é uma das mais cara