Pular para o conteúdo principal



Os investimentos no desenvolvimento econômico do município continuam gerando grandes frutos para São Pedro da Aldeia. Foi inaugurado nesta sexta-feira (05), o Polo Logístico Central dos Lagos, do grupo paulista Sonda. O condomínio industrial particular conta com área de 300 mil m² e tem capacidade para abrigar cerca de 70 empresas, com potencial para gerar mais de cinco mil vagas de trabalho. Participaram da solenidade os secretários de Governo, Eronildes Bezerra, e de Ambiente, Lagoa, Pesca e Saneamento, Luciano Pinto, entre outras autoridades municipais e da região.

     De acordo com o prefeito Cláudio Chumbinho, a vinda de grandes empreendimentos para o município demonstra o comprometimento do governo com a captação de empresas para o aumento da geração de renda e emprego. “São Pedro da Aldeia está estrategicamente localizada na região e nós temos mostrado isso aos empresários, sempre com muita transparência e responsabilidade. O foco da nossa administração é atrair indústrias e, assim, gerar empregos de qualidade para a população”, afirmou.

Após os discursos na solenidade de abertura, os participantes foram convidados a conhecer o espaço de expansão logística industrial. Um ato simbólico de inauguração ocorreu na área externa, com o descerramento da fita inaugural. “Graças a Deus, e com o apoio de muitos, nós conseguimos legalizar e entrar com um projeto forte, porque São Pedro da Aldeia está esperando há muito tempo esse empreendimento. Nós queremos permanecer aqui por muito tempo”, comentou Idi Sonda, um dos proprietários.



Localizado no bairro São Mateus, às margens da Rodovia Amaral Peixoto, o polo logístico dispõe de toda infraestrutura necessária para empresas dos setores industrial, de comércio, logística, distribuição e armazenamento. O investimento no polo foi totalmente particular do Grupo Sonda e contou com o apoio da Prefeitura da cidade em questões processuais. As intervenções no local envolveram a implantação de redes de água e esgoto, pavimentação, demarcação de loteamento e instalação de rede elétrica subterrânea, entre outros.

Para o secretário de Governo, Eronildes Bezerra, a criação do polo logístico foi um presente não só para São Pedro da Aldeia, mas para toda a Região dos Lagos “Nós desejamos toda sorte para os profissionais que vão investir aqui. O Grupo Sonda
acreditou em São Pedro da Aldeia e investiu no trabalho. Nós somos um município de poucos recursos, temos um orçamento de R$242 milhões e, de 2013 para cá, um déficit de cerca de R$300 milhões em IPTU, mas somos trabalhadores e acreditamos que tudo vai dar certo”, disse.

O diretor de Controladoria do Grupo Sonda, Claiton Santin, destacou a vocação logística do município aldeense. “São Pedro da Aldeia é uma cidade sem muita verba adicional, mas que conseguiu passar por essa crise de uma forma coerente e mais bem estruturada, então essa gestão também tem a nossa admiração. É viável e é possível investir em São Pedro da Aldeia e, com esse viés, nós vamos transformar esse polo no principal eixo logístico e industrial da Região dos Lagos”, declarou.

Visando fazer do município aldeense o polo de empregos da Região dos Lagos, a Prefeitura da cidade segue com o compromisso de captação de empresas para o aumento da geração de renda e emprego. Vale destacar que não são apenas as grandes empresas que recebem atenção do governo. O Prefeito Cláudio Chumbinho concorreu a duas edições do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, cujo objetivo é premiar aqueles que reconhecem o valor do pequeno e micro empresário individual para o crescimento da cidade.

A intenção do governo é continuar apoiando grandes e pequenas empresas, investindo cada vez mais na captação de novos empreendimentos para a região e oferecer boas oportunidades à população. Também participaram da solenidade de abertura do polo logístico o diretor de Desenvolvimento Econômico, Paulo Jorge dos Santos, a diretora de Apoio Empresarial, Ivonete Santos, e o coordenador de Desenvolvimento Econômico, Rafael Zéca, entre outras autoridades municipais. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.