Pular para o conteúdo principal

REPRESENTANTES DA PREFEITURA DE SÃO PEDRO DA ALDEIA VISITAM CLÍNICA-ESCOLA DO AUTISMO EM ITABORAÍ



Os secretários de Governo e de Educação de São Pedro da Aldeia, Eronildes Bezerra e Alessandro Teixeira, respectivamente, foram conhecer as instalações da Clínica-Escola do Autista, localizada no município de Itaboraí, nesta segunda-feira (13). Na ocasião, os secretários se reuniram com Berenice Piana, coautora da Lei Federal que garante os direitos das pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e idealizadora do local, e com a diretora do espaço, Márcia Brandão.


 A iniciativa teve como objetivo promover um intercâmbio de experiências dentro do processo de inclusão de pessoas com TEA, para que seja implementada uma adaptação do trabalho realizado na clínica-escola no município aldeense. Também participaram do encontro o procurador geral do município, Cristiano Oliveira, o advogado Carlos Magno de Carvalho e a vereadora Mislene Conceição, além da presidente do Instituto de Amparo ao Autista Mãos Unidas, Dayse Cunha.


 “Agradeço pelo carinho com que fomos recebidos na Clínica-Escola. Queremos levar para São Pedro da Aldeia o modelo do que é feito aqui. Esse encontro é o começo de um novo pensamento, vamos montar grupos de trabalho para tentar construir um legado para essas famílias. Somos pequenos sozinhos, mas, se nos unirmos, vamos conseguir fazer um trabalho de excelência”, comentou o secretário de Governo, Eronildes Bezerra. 


Durante o encontro, foram discutidas as ações que já são realizadas na cidade em prol do processo de inclusão e do atendimento especializado a pessoas com o transtorno do espectro autista, incluindo as Leis Municipais que tratam do assunto. Também foram abordadas questões relacionadas ao ensino especializado, diagnósticos precoces, atendimento multiprofissional e a importância de uma alimentação adequada.

 O secretário de Educação, Alessandro Teixeira, falou sobre a visita. “Estivemos na Clínica-Escola com a Berenice, que é um referencial no país sobre o assunto. Fomos lá para aprender sobre o universo do autismo, com uma instituição que tem uma história bem sucedida no município de Itaboraí, que é uma referência no estado do Rio de Janeiro e no país como um todo. A ideia é aproximar São Pedro da Aldeia dessa experiência positiva e implantar a Clínica-Escola do autismo aqui na cidade. Já estamos em fase de definição do espaço”, explicou.


 Berenice Piana, coautora da Lei 12.764, sancionada em 28 de dezembro de 2012 e que leva seu nome, é mãe de três filhos, sendo o caçula autista. Ela é idealizadora da primeira Clínica-Escola para autistas no Brasil, localizada no município de Itaboraí. “A Clínica-Escola nasceu da dificuldade das famílias em levar seus filhos para tratamento e também da necessidade de um ensino especializado para eles. Ela vem proporcionar tudo que está previsto na lei, que é todo atendimento multidisciplinar e o ensino individualizado para que depois eles possam frequentar o ensino regularizado com conforto. Visamos uma inclusão humanizada”, explicou.


Uma Comissão foi formada para trabalhar a questão, composta por representantes da Procuradoria Geral do Município, Câmara Municipal, Secretarias de Governo, Saúde e Educação, e por alguns colaboradores, entre eles o Dr. Carlos Magno, que também tem experiência no universo do autismo e que se predispôs a ajudar o município aldeense a consolidar essa iniciativa pioneira na região.


  “Vamos fazer um levantamento da demanda, do número de autistas que temos em São Pedro da Aldeia e em seu entorno. A primeira estratégia montada já é a palestra com a Berenice Piana, onde teremos a oportunidade de nos aproximarmos da família e da pessoa com autismo, além de técnicos da região, para debater com um pouco mais de profundidade sobre o assunto”, concluiu Alessandro Teixeira.


 A palestra de Berenice Piana será realizada no dia 28 de maio, terça-feira, às 14h, no Teatro Municipal Dr. Átila Costa, com o tema “Autismo, Conquistando Direitos”. As inscrições estão abertas no endereço eletrônico http://twixar.me/Cb3n e são destinadas apenas para pessoas que tem alguém com TEA na família.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.