Pular para o conteúdo principal

PREFEITO CLÁUDIO CHUMBINHO RECEBE SECRETÁRIO DE ESTADO DAS CIDADES JUAREZ FIALHO




O prefeito Cláudio Chumbinho recebeu em seu gabinete, nesta terça-feira (11), o secretário de Estado das Cidades, Juarez Fialho. A reunião teve como objetivo discutir a retomada das obras inacabadas do Programa “Somando Forças” em São Pedro da Aldeia e restabelecer o cronograma de repasse financeiro estadual para dar continuidade às intervenções no município. Entre as obras a serem retomadas estão a urbanização da orla do Centro, além da drenagem e pavimentação de ruas nos bairros Estação, Bela Vista e Vinhateiro – todas fruto do convênio firmado entre o Governo do Estado e a Prefeitura aldeense.


Participaram do encontro o vice-prefeito Mauro Lobo, os secretários de Governo, Eronildes Bezerra, e de Urbanismo e Habitação, Liane Martins, além do diretor de Fiscalização de Posturas, Edyr Pedro de Azevedo Jr. Após o encontro no gabinete, a comitiva realizou, ainda, uma visita aos locais de obra na orla e no Vinhateiro.

Para o prefeito Cláudio Chumbinho, a visita do secretário de Estado é um avanço em prol da retomada das obras do “Somando Forças” em São Pedro da Aldeia. “Quero agradecer a visita do secretário de Estado, Juarez Fialho. A nossa prioridade é concluir essas obras o quanto antes. Essa reunião foi fundamental para estreitar os laços, alinhar as nossas expectativas e para que ele pudesse conhecer de perto a situação atual das obras. Sabemos dos desejos da nossa população e da importância dessas obras para o nosso município, então estamos trabalhando muito para buscar a liberação desses recursos”, disse.

Ao todo, São Pedro da Aldeia conta com quatro convênios ativos do Programa “Somando Forças”, do Governo do Estado, voltados à realização de obras de infraestrutura, drenagem e pavimentação. Os bairros contemplados pelos convênios são Bela Vista, Vinhateiro e Estação, somando 43 ruas. O programa também está custeando a construção da orla do Centro, na entrada da cidade.


O secretário de Estado das Cidades, Juarez Fialho, falou sobre a visita ao município aldeense, a convite do prefeito. “Faz parte do meu trabalho e o governador determina que a gente esteja de ouvidos sempre atentos para os prefeitos. Nessa curta fase de vida política que estou vivendo, tenho tido a grata satisfação de ver prefeitos como o Chumbinho, sempre brigando pelos interesses do seu município e para que as coisas aconteçam. São Pedro da Aldeia é a porta de entrada para a Região dos Lagos e aqui nós temos quatro convênios ativos. A ideia é realizar o máximo possível, mesmo com o pouco recurso que temos no orçamento desse ano”, disse.
  
O próximo passo será a realização de estudos técnicos e análises orçamentárias dos convênios em andamento no município. A proposta, segundo o secretário de Estado, é estabelecer um cronograma com maior previsibilidade para o repasse. “Vamos traçar um cronograma possível e concreto para cumprir a cota financeira de repasse ao município para que a gente consiga reiniciar as obras que estavam paradas e tentar concluir o máximo possível. A gente vai prever quanto temos de recurso e garantir o repasse mensal ou mediante medição para que as obras não parem e os fornecedores, a sociedade e o município voltem a acreditar no Governo do Estado como um bom parceiro”, complementou.


Durante o encontro, o secretário também ouviu algumas demandas locais com relação às rodovias estaduais de acesso ao município, sob jurisdição do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ), entre outros assuntos. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.