Pular para o conteúdo principal

Ação social marca os 13 anos da Lei Maria da Penha



Em comemoração aos 13 da Lei Maria da Penha, a Prefeitura de Cabo Frio promove nesta quarta-feira (7), uma ação social na Praça Porto Rocha. Entre 8h30 e 16h, serão oferecidos serviços como orientação jurídica, emissão de 2ª via de certidões, aferição de pressão arterial e glicose, corte de cabelo, maquiagem, aplicação de flúor, dentre outros. A programação também conta com atividades como roda de conversa, exposição de artesanato e apresentações de dança do ventre e do coral de idosos.
O evento é realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e da Mulher (Sedesdim) e pela Coordenadoria-Geral dos Direitos da Mulher (Cogedim), em parceria com a Câmara Municipal, OAB Mulher, Associação Comercial Industrial E Turística (Acia), Escola Técnica da Aplicação Profissional (ETAP), Guardiões da Tradições Militares Aeroterrestres (GTMA), Conselho Comunitário de Segurança (CCS), Prolagos, Hotel Paradiso Del Sol e Instituto Embeleze.
De acordo com a coordenadora-geral da Cogedim, Nilma Carneiro, a data deve ser relembrada para destacar a importância de denunciar qualquer tipo de violência.
“A criação da Lei Maria da Penha foi de extrema importância na luta contra a realidade assustadora de violência doméstica e contra a desigualdade de gêneros. O número de denúncias aumentou pois as mulheres passaram  a conhecer efetivamente os direitos. Foram criados serviços como a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) e o Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM), dentre outros. Precisamos lutar para mudar esse paradigma, pois segundo pesquisas, no Brasil ocorreram mais de 200 feminicídios em 2019 e apesar de todos os esforços do Poder Público e da sociedade a violência contra a mulher continua em índice muito alto. Precisamos prosseguir nessa luta para tentar mudar essa realidade cruel em relação às mulheres”.
A lei
A Lei 11.340 foi sancionada em 7 de agosto de 2006 e tornou mais rigorosa a punição para agressões contra a mulher quando ocorridas no âmbito doméstico e familiar. Passou a ser conhecida como Maria da Penha em homenagem à farmacêutica bioquímica Maria da Penha Maia Fernandes, vítima de violência doméstica praticada em 1983 pelo então marido, que a deixou paraplégica. Maria da Penha conseguiu a condenação do agressor na Justiça.
Conforme a lei, os agressores poder ser presos em flagrante ou ter a prisão preventiva decretada, caso cometam qualquer ato de violência doméstica pré-estabelecido na legislação. A Lei Maria da Penha também trouxe a eliminação das penas alternativas para os agressores, que antes eram punidos com pagamento de cesta básica ou pequenas multas.
O agressor também pode ser condenado a três anos de reclusão, sendo que a pena é aumentada em um terço caso o crime seja praticado contra uma pessoa portadora de deficiência.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tribunal do Tráfico decapita Homem na noite deste sábado na Favela do Lixo em Cabo Frio

Um crime bárbaro acaba de acontecer na noite deste sábado (23/05) em uma das maiores comunidades do interior do Estado do Rio de Janeiro, bairro Manoel Corrêa mas conhecido como Favela do Lixo em Cabo Frio. Segundo informações de populares que preferiram manter o anonimato, um homem chamado Matheus teria sido torturado pelo Tribunal do Tráfico e em seguida foi decapitado, o motivo do crime seria por Matheus ser informante da polícia, na linguagem do crime ele seria um X9. A Polícia Militar está nesse momento fazendo levantamento do crime e pegando a identificação completa da vítima, até o momento não foi lavrada a ocorrência, e traremos mais informações conforme o andamento das investigações. As imagens são fortíssimas e não recomendada para pessoas sensíveis.

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

  O LOBO EM PELE DE CHACAL!   “TSE defere candidatura e José Bonifácio tomará posse como Prefeito de Cabo Frio” “Em decisão monocrática o Ministro Alexandre de Moraes deferiu o recurso de José Bonifácio” Na sexta-feira (18/12) por volta das 18:00 horas as manchetes acima surpreenderam alguns incautos cabofrienses, e deixaram duas sérias indagações no ar: - O que motivou o Ministro Alexandre de Moraes, relator do processo, a evitar o julgamento pelo colegiado do Tribunal Superior Eleitoral? - A séria motivação impeditiva deixou de existir apenas duas horas depois de iniciado o “recesso” do tribunal?   Bem... o editorial do Blog Cartão Vermelho não possui todas as respostas, porém, cumprindo sua principal missão de trazer luz aos fatos, assinala agora a ação vil, perdulária e principalmente venal que acometeu a defesa do Sr. José Bonifácio.   Os advogados que patrocinaram a causa de Zezinho, fazem parte de uma bancada respeitadíssima nacionalmente, é uma das mais cara