LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Carro e moto que polícia acredita ser de vigias do ES capturados no RJ são encontrados carbonizados






Foram encontrados carbonizados o carro e a moto que a Polícia Civil acredita ser dos três vigias do Espírito Santo que, segundo apontam as investigações, foram sequestrados, torturados e, possivelmente, mortos por traficantes da Comunidade do Lixo, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio.

Os veículos foram localizados nesta segunda-feira (5) no bairro Ponta do Ambrósio, em São Pedro da Aldeia, cidade vizinha, após denúncias à delegacia.

A polícia acredita que os veículos foram levados para o local e incendiados um dia após Luiz Paulo dos Santos França, de 29 anos, Héder Henrique, de 32 anos, e um terceiro colega, que conseguiu fugir e pedir socorro, terem sido capturados no bairro Guarani, em Cabo Frio, no dia 27 de julho, enquanto tentavam levar o trabalho de vigilância domiciliar para a localidade, que fica ao lado da Comunidade do Lixo.

Héder Henrique, de 32 anos, e Luiz Paulo dos Santos França, de 29 anos, foram sequestrados na Comunidade do Lixo, em Cabo Frio, no RJ — Foto: Reprodução/ESTV/ Arquivo Pessoal

"Durante à noite, ainda, eles tiraram esses carros e botaram lá em São Pedro da Aldeia. Soubemos ontem, fomos lá buscar. Ainda não sabemos porque demorou tanto pra chegar essa informação, mas, efetivamente, há uma coincidência temporal com o crime que estamos investigando", disse o delegado Sérgio Caldas, responsável pelo caso.

O carro e moto foram rebocados e levados até a 126ª Delegacia de Polícia. O delegado informou que o encontro dos veículos agregou há outras informações que a polícia já tinha.

Desde da última sexta-feira (3), uma força-tarefa foi montada pela Polícia Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e outras entidades.

"Nós próximos dias, em 48h, nós acreditamos que esse caso estará resolvido", disse o delegado.

Os três vigias foram sequestrados por traficantes da Comunidade do Lixo. Lá, os homens foram torturados e obrigados a cavar a própria cova.

O vigia que fugir chegou a percorrer um quilômetro pela mata até conseguir ajuda.

De acordo com o delegado Sérgio Caldas, as três vítimas prestavam serviço de vigilância noturna há quase 3 anos em Campos dos Goytacazes e resolveram ampliar os negócios tanto em Cabo Frio quanto em São Pedro da Aldeia, sem o conhecimento das autoridades policiais.

Ainda segundo a polícia, os vigias estavam distribuindo panfletos no bairro Guarani, que é próximo à Comunidade do Lixo. O delegado acredita que os panfletos também chegaram até as mãos dos traficantes.
Buscas pelos homens estão sendo realizadas e, em uma das ações, a operação terminou com um confronto na Comunidade do Lixo, onde um homem foi baleado e preso, mas não foi identificado como um dos autores da tortura.

A Polícia Civil já identificou seis suspeitos de envolvimento no caso e confirmou que existe uma relação entre esse caso e o assassinato de um borracheiro no bairro Guarani que aconteceu no dia 29 de julho.

 Fonte: g1.globo.com

0 comentários:

- |