LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

quinta-feira, 8 de agosto de 2019

Reunião tem proposta para resolução da questão dos quiosques na Praia das Conchas




Uma reunião realizada no fim da tarde desta terça-feira (6) debateu sobre a situação dos quiosques da Praia das Conchas. Dentre as soluções propostas, foi sugerida a demolição das unidades que funcionam no local atualmente somente após a construção dos novos modelos, criando assim um novo pólo gastronômico para o município. Todos os envolvidos concordaram.
Participaram da reunião o secretário de Desenvolvimento da Cidade, Felipe Araújo; o coordenador de Assuntos Fundiários, Ricardo Sampaio; o secretário do Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira; o procurador República, Leandro Mitidieri; representantes do Instituto Estadual do Ambiente (INEA),que administra o Parque Estadual da Costa do Sol (PECSOL),  da Superintendência do Patrimônio da União (SPU) , proprietários dos quiosques e representantes da empresa dona da área onde estão os estacionamentos de acesso à Praia das Conchas.
De acordo com o procurador da República, um agravante contribuía para que as sentenças referentes aos processos movidos pela União, a quem pertence a faixa de areia onde estão os quiosques, resultassem em veredictos de demolição dos imóveis: o fato de eles estarem em área da União, não valendo as concessões (antigas).
A empresa proprietária da área dos estacionamentos localizados apresentou um projeto em que novos quiosques padronizados seriam construídos fora do local pertencente à União, onde hoje funciona o estacionamento.  Essas novas unidades seriam alugadas aos atuais concessionários dos quiosques, com planejamento inclusive para que o local se transforme em um novo polo gastronômico para o município.
A proposta foi bem aceita pelos presentes, como Prefeitura, Inea e Ministério Público, mas não houve, ainda, consenso entre os quiosqueiros.
“A secretaria de Desenvolvimento é completamente a favor da proposta apresentada, pois será criado um novo centro gastronômico, moderno e dentro dos padrões urbanísticos e ainda por tirar o ônus do município em ter que demolir os quiosques em sua totalidade, e se prontifica a dar prioridade ao andamento das licenças para que o tudo saia o mais rápido do papel, assim que o projeto seja aprovado legalmente pelo Inea“, afirmou Felipe Araújo, secretário de Desenvolvimento.
Para o secretário de Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira, a solução seria a mais acertada possível para o meio ambiente.
“A retirada dos quiosques antigos devolve o local à Área de Proteção Permanente à qual pertence – PECSOL – permitindo que possamos realizar as ações ambientais necessárias para a total recuperação, além de restituir à população de Cabo Frio a paisagem original que fez da Praia das Conchas um de seus mais belos cartões postais”, afirmou.
Uma nova reunião foi marcada entre a empresa e os quiosqueiros para tentar um acordo que agrade a ambas as partes e definir uma data para o início das modificações.



0 comentários:

- |