Pular para o conteúdo principal

COLUNA BANZO



CPI DO HOSPITAL DA MULHER CF



Após inquirir os autos, arrolar testemunhas e intimar os envolvidos no escândalo das mortes dos 16 bebês no Hospital da Mulher, o Vereador Vaguinho Simão formatou seu libelo acusatório e submeteu o Relatório aos membros da comissão. E uma vez aprovado executou sua distribuição. Este é o típico ato jurídico perfeito.

Eis que uma mente brilhante no Palácio Tiradentes convence o não menos brilhante Dr. Adriano a enviar para a Câmara de Vereadores uma missiva contrária a distribuição e divulgação do Relatório por parte do Vereador Vaguinho.

O Prefeito mostrou desconhecimento do caráter público de uma CPI, mostrou desconhecimento também da função principal de um Vereador e findou demonstrando total desrespeito ao rito democrático, cerceando o legislativo da sua obrigação de fiscalizar e informar o povo.

Quem tem medo da verdade?

CPI DO HOSPITAL DA MULHER  ALERJ

A CPI do Hospital da Mulher na ALERJ foi encerrada semana passada e para o azar da governabilidade cabo-friense, houve tempo de inserir as denúncias do Sr. Marcelo Tenera no Relatório.

O Dep. Estadual Dr. Serginho é membro da CPI e por sua formação em Direito sabe reconhecer quando as provas são cabais e os danos insanáveis.

O jovem deputado desceu a madeira na tribuna, fez “live” na mídia social e bradou para quem quisesse ouvir: “Governo corrupto” “Ladrão”!!!

Houve silêncio no Palácio Tiradentes...

Daqui dou um conselho de “amigo urso” para o Prefeito Adriano Moreno: Oh mente brilhante, manda um ofício para a ALERJ inquerindo o porquê da divulgação do Relatório Final.

INDIGNAÇÃO I

Aproveito a oportunidade para exaltar a ação do Vereador Vaguinho Simão. E salientar que se  mais vereadores se indignassem com tamanha patifaria, e atuassem com ações administrativas (Requerimentos e audiências) contra o governo, a vilania contra o povo teria fim.

Mas o que vejo é vereador, eleito pelo povo, abrindo mão de sua legislatura para servir de “moleque de recados” do Prefeito.

Por questão de justiça, faço menção ao Vereador Rafael Peçanha e a Vereadora Leticia Jotta que se mostram também combativos.



INDIGNAÇÃO II

Destacou-se esta semana a Sra. Thais Araújo, que se levantou contra o descaso na Saúde ao desmarcar uma cirurgia eletiva, referente a uma amiga, Sra. Saionara, que esperava a meses por uma cirurgia.

Conheço pessoalmente Thais Araújo, “chefe” de família e profissional da área de Educação Física, ela não precisa de notoriedade.

É batalhadora, uma cidadã comum que se indignou perante a injustiça.

Que sirva de exemplo e motive outras pessoas!!!

ROMARIA DE MADALENAS

Nada é novo entre o céu e a terra, tudo se repete enfadonhamente.

Vejo novamente se formar uma romaria de “madalenas” e alguns blogs esquerdopatas tentando dar uma “aura messiânica” a um político local para salvar a cidade de Cabo Frio.

O bola da vez é o Ex Prefeito (e ex assessor de Cabral e Pezão) José Bonifácio.

Zezinho é oriundo da oligarquia, administrador intransigente e membro de um partido altamente orgânico e visceral.

Se as “madalenas” e “esquerdopatas” lograrem êxito em sua missão... já vejo daqui a algum tempo o arrependimento vindo a público! “Peço desculpas.” “Me sinto agredida!”

Quem não escuta cuidado, depois escuta coitado!!!

KU KLUX KLAN

As “madalenas” e os Blogs “esquerdopatas” tem me acusado de “facista” e “Nazista”, rs.

É de morrer de rir... ano que vem vão me acusar de fazer parte da Ku  Klux Klan.

Pois vou dar de pau na cara dos hipócritas simpáticos e tacar na fogueira os corruptos que querem se eternizar no poder.

Só não vou estar “mascarado” para fazer isso, pois não é do meu feitio.


Marcos Chaves

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.