Pular para o conteúdo principal

Reunião do Conselho Técnico do Consórcio Intermunicipal de Saúde acontece em Arraial


A manhã desta segunda-feira (7) foi marcada pela assembleia geral extraordinária do Conselho Técnico do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Litorânea que aconteceu no Porto do Forno. Na ocasião, o Prefeito Renatinho Vianna e todos os presentes discutiram acerca dos trâmites finais para dar personalidade jurídica ao consórcio, regularizando-o junto à Receita Federal, cumprindo todas as exigências e tirando do papel mais uma conquista para os cidadãos de toda a região. 

O consórcio firma a parceria entre os nove municípios da baixada litorânea e busca alinhar as políticas de saúde da região com as do Ministério. De acordo com o Prefeito Renatinho Vianna, a união dos municípios é essencial para melhorar a qualidade de vida e ofertar serviços de saúde dentro da realidade vivida. "Sabemos das dificuldades enfrentadas na nossa região quanto a quantidade de leitos de UTI disponíveis, equipamentos para atender pacientes de alta complexidade e vagas para transferências no sistema de regulação do Estado. Somando forças e colocando em prática o Consórcio Intermunicipal, ficaremos aptos para receber recursos federais e lutar para que as demandas do nosso povo sejam atendidas", acrescenta. 

Para o Secretário de Saúde, a definição deve se concretizar até o fim desta semana. "Estamos trabalhando para entregar todas as formalidades e exigências ainda neste ano. Tenho certeza que o consórcio vem para melhorar a qualidade da nossa saúde em toda a região", comenta Kafuru. 

Um esboço do consórcio foi discutido em 2009, porém não foi à frente devido a falta de ratificação dos municipios envolvidos. A adequação juridica aos termos da lei 11.107 relativa à consórcios públicos, permitirá que os municípios busquem investimentos e recursos na saúde para colocar programas para atender às demandas urgentes de toda a baixada litorânea, como a deficiência de leitos de UTI, diálise, e será uma ferramenta jurídica para dividir as despesas entre os membros. Hoje, todos os municípios envolvidos têm gastos altos com demandas de média e alta complexidade. 

Durante o encontro também ficou acordado uma visita coletiva com os Prefeitos e todos os Secretários de Saúde do consórcio à Brasília até dezembro deste ano. 

Estiveram presentes os prefeitos Renatinho Vianna, de Arraial do Cabo, Vantoil Martins, de Iguaba Grande, e Marcelino Borbas, de Rio das Ostras. Também representando o município cabista estavam os Secretários de Saúde, Antônio Carlos (Kafuru), de Administração, Luiz Cláudio Barreto (Kall), de Obras, Renato Gonçalves, e os vereadores Willian Luz e Galego. Membros do Conselho Técnico, os Secretários de Saúde dos seguintes Municípios também estavam presentes: Ana Paula Bragança Corrêa, Secretária de Saúde de Araruama, Valdeci Pereira Junior, de aiguava Grande, Yuri José Pascoal, de Búzios, Francislene dos Santos Casemiro, de São Pedro da Aldeia, Carlos Ernesto Dornellas, de Cabo Frio, Ibson Carvalho Junior, de Casimiro de Abreu.

ASCOM / PMAC


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.