LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Chuva deixa ruas alagadas e prejudica transporte público em Cabo Frio

Casas foram invadidas pela água no bairro Ville Blanche — Foto: Paulo Henrique Cardoso/Inter TV

A chuva que atinge Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, na manhã desta segunda-feira (13), causa transtornos para motoristas e pedestres por conta de pontos de alagamentos e bolsões d’água que se formaram na região central e em bairros, como São Cristóvão, Braga, Jardim Flamboyant, Passagem, e Portinho. A circulação de algumas linhas de ônibus foram temporariamente suspensas.

Na rua Júlia Kubitschek, no Centro, umas das mais movimentadas na parte da manhã por conta do ponto de ônibus que concentra várias linhas e fica em frente a rodoviária, um bueiro com a tampa aberta oferece risco, principalmente para os motociclistas.


No bairro Ville Blanche, a água chegou a invadir algumas casas, e os moradores estão ilhados. Carros também ficaram ilhados na rua Henrique Terra, que dá acesso ao shopping. No bairro Portinho não há passagem para veículos devido ao nível alto da água.

A Defesa Civil está em estágio de atenção. De acordo com o órgão, o acumulado de chuva foi de 49 mm entre 6h30 e 7h30 desta segunda.
Cascata se forma em encosta às margens da RJ-102, em São Pedro da Aldeia — Foto: Paulo Henrique Cardoso

No bairro Vinhateiro, entre Cabo Frio e São Pedro da Aldeia, às margens da RJ-102, a água desce com força de uma encosta formando várias cascatas. Há bolsões d'água na pista, e os motoristas devem redobrar os cuidados.
Lentidão na RJ-140, em direção a Cabo Frio, por conta dos alagamentos — Foto: Paulo Henrique Cardoso/Inter TV

Na RJ-140, na altura de São Pedro da Aldeia, o motorista que segue em direção a Cabo Frio enfrenta lentidão por conta dos alagamentos.

Transporte público

Por meio de nota, a empresa Auto Viação Salineira, responsável pela circulação dos ônibus municipais e intermunicipais, informou que há linhas temporariamente suspensas. Até as 15h42, as linhas afetadas eram:
Linhas temporariamente suspensas:

- 207 - Araruama x São Vicente (via Morro Grande)
- 208 - Araruama x Ponte dos Leites
- 243 - Araruama x Ponte dos Leites (via Praça da Bandeira)
- 310 - Contorno x Palmeiras
- 508 - São Pedro x Bairro São João
- 520 - São Pedro x Jardim Primavera
Os itinerários serão normalizados assim que as vias estiverem transitáveis.
Linhas temporariamente com desvios em seus itinerários:
- 203 - Araruama x Itatiquara - seguindo até o Bambuzal;
- 210 - Araruama x Iguabinha - entrando na Rua Tijuca, passando pelo Popeye, indo até a Praça da Pedreira, manobrando e voltando. Não atendendo às Ruas Alfeu Ferreira e C2.
- 213 - Araruama x Boa Vista - seguindo até o Bambuzal;
- 302 - São Cristóvão x Agrisa - seguindo somente até o Vinhático (após a localidade de Pacheco);
- 303 - Contorno x Caiçara - a linha 303 volta a circular com mudanças em seu itinerário. O acesso ao bairro será feito pela Rua Alemanha até chegar à Rua Vitória; depois, o ônibus seguirá pela Rua Mário Tintureiro, chegando à Avenida Vitor Rocha, entrando no retorno em frente à Escola Municipal Américo Vespúcio e UPA), voltando pela Avenida Vitor Rocha, virando na Rua Mônica da Silva Godinho e fazendo o mesmo itinerário de volta ao Centro da cidade.
- B436 - Cabo Frio x São Vicente (via Cruz) - está saindo de São Vicente passando pela Estrada Velha de Iguaba e depois seguindo pela RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto);
- 504 - São Pedro x Alecrim - não estão indo até o Parque Arruda, estão voltando da rua Tulipa;
- 124 - Cabo Frio x Alecrim - não estão indo até o Parque Arruda, estão voltando da rua Tulipa;
- B500 - Cabo Frio x Rasa - não está passando pela Baía Formosa.
A previsão, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é de pancadas de chuva e trovoadas até a noite desta segunda (13). Na terça (14), o céu deve amanhecer com muitas nuvens, mas sem previsão de chuva.
Fonte: g1.globo.com

0 comentários:

- |