LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

segunda-feira, 18 de maio de 2020

Clínica de Cabo Frio participa de projeto pioneiro para diagnóstico de covid-19

A Medscanlagos acaba de fechar uma parceria com o Hospital de Clínicas da Faculdade Medicina da USP para participar de um projeto que visa a criação de um sistema de inteligência artificial que vai auxiliar no diagnóstico e tratamento dos pacientes com covid-19.

Este projeto, denominado de RADVID 19, conta com o apoio de grandes instituições  como, por exemplo, o Colégio Brasileiro de Radiologia, a Amazom, GE Healthcare, Huawei, Petrobras, Banco Itaú e os hospitais Sírio-Libanês, InCor, Oswaldo Cruz (SP) e Samaritano (RJ).

Todas as tomografias de tórax realizadas na clínica Medscanlagos em pacientes com diagnóstico confirmado de COVID 19,  serão enviadas de forma anônima para o banco de imagens do RADVID 19, que processará as informações juntamente com dados de diferentes estágios de evolução da doença provenientes de pessoas de todo o Brasil. A medida em que o banco de dados aumenta, o sistema de inteligência artificial adquire cada vez mais conhecimento.

A ideia é que o programa faça a identificação da infecção pelo covid-19 através do reconhecimento de imagens já na triagem na unidade de saúde. A ferramenta vai classificar pacientes positivos para a Covid-19 e cruzar dados clínicos, fatores de risco e as imagens da tomografia e raio-X. A partir da aquisição das imagens, a inteligência artificial poderá determinar automaticamente o grau de comprometimento do pulmão e até predizer a probabilidade de ser um caso de COVID19.

Esta última informação pode ser útil para os casos que ainda não receberam o resultado do teste ou então para aqueles falsos negativos e poderá ser acessada por médicos em qualquer parte do país.

Segundo a Dra Erika Antunes da Medscanlagos: “o diagnóstico de covid-19 geralmente é realizado com o PCR (exame de saliva). Mas às vezes, o paciente chega ao hospital e o PCR demora vários dias para ficar pronto. A tomografia pode auxiliar o diagnóstico, apontando casos suspeitos antes de serem confirmados pelo PCR. Um paciente com laudo de inteligência artificial apontando 95% de chance de ser coronavírus, mas com PCR negativo, provavelmente precisará repetir o PCR”.

Fonte: folhadoslagos.com

0 comentários:

- |