Pular para o conteúdo principal

Ao fim das convenções partidárias, Cabo Frio tem número recorde de candidatos a prefeito


 Nunca a cadeira de prefeito de Cabo Frio foi tão cobiçada. Terminado o prazo das convenções partidárias, 11 candidatos – um time inteiro de futebol – foram anunciados para disputar o cargo máximo da cidade, nas eleições do próximo dia 15 de novembro. Para que as candidaturas sejam oficializadas, as chapas precisam ser registradas no TRE-RJ até o próximo dia 26 de setembro, de acordo com o calendário eleitoral.

 

Por causa disso, os últimos dias foram de muita conversa nos bastidores políticos cabo-frienses, de máscara e regados a muito álcool gel, dando o tom da campanha atípica deste ano, em função da pandemia do novo coronavírus. 

 

O PDT lançou o economista e ex-prefeito José Bonifácio Novellino, que escolheu nesta quarta-feira (16) a empresária Magdala Furtado, para compor a chapa como candidata a vice. Outro que apostou em uma liderança feminina para compor a chapa foi o atual prefeito Adriano Moreno (DEM), que disputará a reeleição. A ex-coordenadora geral de Promoção da Igualdade Racial e quilombola Rafaela Fellove será a candidata a vice de Adriano. 

 

Por sua vez, o deputado estadual Serginho Azevedo (Republicanos) participará pela primeira vez de uma eleição majoritária, tendo ao lado o empresário Carlinhos Pedregulho. Pelo PSL, o nome confirmado foi o do empresário Rodrigo Gurgel, cujo companheiro de chapa é Patrick Gaspar. Já o servidor público e ex-diretor da Biblioteca Municipal Anderson Macleyves se lançou candidato a prefeito pelo PMN. Ele terá a companhia de Pamella Coutinho na chapa.

 

Pelo PSOL, o prefeitável é o professor Roberto Póvoas, conhecido como Betinho. A também professora Marcia Rodrigues compõe a chapa ‘puro sangue’ psolista. Já a Unidade Popular (UP) disputará pela primeira vez uma eleição em Cabo Frio com uma chapa encabeçada pelo professor Fernando Oliveira e complementada pela estudante Thainá Araújo.

 

Candidata nas últimas eleições suplementares, a administradora de empresas Cristiane Fernandes é a única mulher a disputar o pleito na cabeça de uma chapa, pelo PSD. O empresário Alexandre Oliveira, o Alexandre Bombadão, será o candidato a vice, ao lado de Cristiane. Pelo PTC, o comunicador, empresário e ex-secretário de Saúde e Turismo Dirlei Pereira voltará a disputar a cadeira de prefeito, desta vez ao lado de Fabio Góis.

 

Completando o ‘time’, no último dia de convenções, foram anunciadas as candidaturas do capitão da Polícia Militar Diogo Souza (PSDB), que tem como colega de chapa Leandro do PSDB. E por fim, o ex-prefeito Marquinho Mendes, presidente municipal do MDB. Marquinho terá como parceiro o empresário Jorge Marge, que chegou a compor o governo Adriano, como secretário de Segurança Pública.

 

Outros municípios – O cenário político-eleitoral também ganhou contornos claros nos demais municípios da região. Em Arraial do Cabo, o atual prefeito, Renatinho Vianna (Republicanos), disputará a reeleição contra Ton Porto (DEM); Henrique Melman (PDT); Marcelo Magno (Solidariedade) e Willian Luz (PT).

Em São Pedro da Aldeia, os postulantes serão Stefano Leite (PP); o presidente da Câmara, vereador Bruno Costa (Solidariedade); a também vereadora Bia de Guga (MDB); Fabio do Pastel (Podemos) e Renato Reis (PSOL).

 

Assim como em Cabo Frio, a disputa em Búzios promete ser bastante acirrada. São dez postulantes: Joãozinho Carrilho (PRTB); Alexandre Martins (Republicanos); Leandro do Bope (PDT); o ex-prefeito e atual vice Henrique Gomes (Patriota); Tolentino Reis (Podemos); a presidenta da Câmara Joice Costa (PP); Tom Viana (PSL); Valdir Virgens (Avante); Comandante Serafim (PSD) e Marcelo Morel (PMB).

 

Em Iguaba Grande, Vantoil Martins (Cidadania) disputará a reeleição contra a ex-prefeita Grasiella Magalhães (PP); Washington Tahim (Republicanos) e Margoth Cardoso (PT). Já em Araruama, Lívia Bello (PP) tentará mais uma mandato, ao enfrentar nas urnas André Mônica (PL); Jorge Resende (PDT); Rodrigo Meira (Solidariedade) e Doutor José Roberto (PSL).

Fonte: folhadoslagos.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.