Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Tragédia na economia de Cabo Frio


Quem vem acompanhando o Blog Cartão Vermelho sabe que a arrecadação de royalties, principal responsável pelo orçamento do município, vem caindo mês a mês desde 2014. No entanto a crise mundial que fez o valor do barril de petróleo despencar de U$ 100,00 para U$ 46,00 colocou a cidade em cheque e faliu com o orçamento municipal.

A última e até inesperada tragédia que se abateu sobre a economia da cidade é o pagamento do repasse dos royalties conhecidos como "trimestral", que em 11 de fevereiro de 2014 era de 37.6 milhões de reais e hoje (10/02/15) entraram apenas 14.8 milhões de reais, uma diferença inacreditável de quase 23 milhões de reais (conforme imagens abaixo).

Arrecadação em fevereiro de 2014

Arrecadação em fevereiro de 2015

Já a arrecadação em royalties que mensalmente deveria representar 17 milhões de reais, em janeiro de 2015 não passou de 10 milhões e segundo especialistas deve passar o ano na casa de 8 a 9 milhões de reais mensais, todas as demais rendas de "repasses" ao município caíram, ICMS, FUNDEB entre outros.

O colapso no orçamento de Cabo Frio em 2015 chegará a uma queda de arrecadação de 200 milhões a 250 milhões de reais.

E o leitor que não tem nenhuma obrigação de entender como funciona o orçamento municipal deve se perguntar, o que significa perder 200 ou 250 milhões de reais no orçamento?

A resposta seria essa: Imagine que você ganhe hoje 900 reais por mês de salário, gaste 450 reais em compras, 300 reais de aluguel, 100 reais em água, luz e telefonia e mais 50 reais em lazer ou roupa. Bem! Agora imagine que você acordou hoje e do nada está ganhando 600 reais e precisa manter a mesma despesa acima, o que você faria? Essa é a pergunta que se faz o prefeito Alair Corrêa!

Parecer opinativo (a matéria termina aqui, daqui para frente é minha opinião pessoal, se não quiser saber minha opinião pare aqui).


Na minha humilde opinião (Álex Garcia) a cidade não terá como arcar com serviços sociais como Passagem R$ 0.50, Café do Trabalhador, manutenção de limpeza e varrição, manutenção da saúde e da educação, além de uma pesada folha de pagamento impactada pelo PCCR, ou a cidade dá um jeito de receber de seus devedores, IPTU e ISS tudo que está atrasado e na dívida ativa, ou podemos fechar as portas, a cidade nessa situação faliu. 

0 comentários:

- |