Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

terça-feira, 31 de março de 2015

Bastidores da Política e da Imprensa - Em 31/03/2015




Coletiva

O prefeito Alair Corrêa (PP) dará hoje (31/03) às 10h uma coletiva de imprensa sobre a crise financeira que atingiu a cidade, e as medidas emergenciais que serão adotadas para atravessarmos essa tsunami.  

Medidas

Infelizmente a cidade de Cabo Frio deve perder muito com essa roubalheira na Petrobras e com a queda do barril de petróleo, hoje teremos a noção exata de quantos empregos serão atingidos e quais programas sociais serão suspensos.

Chumbinho

Quem está de malas prontas para sair do PT é o prefeito Cláudio Chumbinho (PT), o motivo da expulsão é infidelidade partidária cometida por Chumbinho na eleição de 2014, quando abandonou seu partido e fez campanha para Pezão (PMDB).

Chumbinho 2

Quem está trabalhando a expulsão de Chumbinho (PT) é o prefeito de Maricá, Washington Quaquá (PT), que pela traição de Chumbinho ao PT acabou virando desafeto pessoal.

Prolagos

O silêncio da Prolagos a mortandade de peixes na Lagoa de Araruama que assusta a sociedade, e serve praticamente como confissão de culpa, foi rompido e a empresa emitiu uma pequena nota.

Prolagos 2

Apesar da nota a Prolagos se limitou a dizer que não está poluindo a Lagoa de Araruama mais que normalmente já é poluída, só faltou acusar os peixes de suicídio coletivo.

Colunistas

O Blog Cartão Vermelho é agraciado pelas colunas Banzo do Marcos Chaves "Marcão" e pela coluna Cartão Vermelho Jovem do Carlos Matheus, as colunas são primorosas e merecem leitura e reflexão. Confira!

BANZO - Por Marcos Chaves




BICHOS ESCROTOS

Bichos Escrotos saiam  dos esgotos... bichos Escrotos venham frequentar meu lar... Meu nobre paladar!!!” -  As vésperas do evento “ROCK HUMANITÁRIO”, do meu amigo Chicão, faço uso dos verbetes dos Titãs para ilustrar o oportunismo calhorda de alguns políticos e “agentes” da mídia que se aproveitam do momento financeiro difícil do município para exercer suas torpes politicagens oposicionistas.

 BICHOS ESCROTOS II

Sempre agi de acordo com minhas convicções políticas e em prol do bem comum, portanto sempre estive tranquilo quanto ao senso do dever para com a minha família e minha militância. Estou a vontade para dizer que num momento desses todos devem se unir em prol da nossa cidade!!! Quem correr é escroto!!!

LEN DÁRIO

Alair Corrêa é sem dúvida o político de maior expressão da nossa cidade... sua história, suas realizações e obras o distingue dos quadros que rotineiramente convivemos.

LENDÁRIO II

Porém Alair demonstrava claros sinais de cansaço e desmotivação com o convívio político, e também muita irritação com os entraves administrativos e burocráticos que ora se apresentam.

Eis que a “crise dos royalties”  está servindo como fator motivador àquele que nunca correu de desafios. Alair se apresentou bem disposto ao anunciar medidas de contenção e ficou claro que esses novos desafios despertaram a fera!!! Não tenho dúvidas que sairemos bem desta.

DESAFIO

Falando em desafio o Secretário de Ordem Pública, que vem desempenhando um ótimo trabalho em sua pasta, foi desafiado por um Guarda Municipal com impropérios e ameaças que não evoluíram para agressões físicas por intervenção de terceiros.

O “moço” não quer trabalhar... e sistematicamente se apresenta com o velho “Bombril”

DESAFIO II

A figura preguiçosa em tela, outrora foi peça principal em uma “máfia” que se estabelecia na Secretaria de Cultura e tinha tentáculos na Secretaria de Comunicação e até na Secretaria de Governo da antiga gestão municipal.

Renato Viana ainda vai ter muito trabalho com o “moço”,  pois o principal problema na questão é a vergonha de ser “Guarda Municipal”!!!

Logo...logo traremos mais detalhes sobre as astúcias desta quadrilha que tanto mal vez a nossa cidade!!! E Renato... é Inquérito administrativo nele!!! Prá bandido é pau!!!  

Cartão Vermelho Jovem - Por Carlos Matheus




A Verdade Sobre o Desarmamento

A Câmara dos Deputados vêm, nos últimos meses, debatendo sobre a revogação do Estatuto do Desarmamento, que está em vigor desde 2003, aliás, esse estatuto foi uma das primeiras leis a serem aprovadas com o Mensalão vigorando. O retorno da discussão se a população brasileira pode ou não portar armas, se contribui ou não para a segurança pública, deve-se graças à eleição de um dos Congressos mais conservadores que tivemos nos últimos anos, devido à entrada de Policiais Militares, como é o caso do Deputado Capitão Augusto, Delegados e militares das Forças Armadas no cenário político brasileiro.

Um fato curioso sobre o Estatuto do Desarmamento é que em 2005 foi feito um Referendo para decidir se proibiriam a comercialização de armas no Brasil e, para o desespero dos desarmamentistas, a população brasileira foi às urnas e votou contra tal medida, mas infelizmente o governo não respeitou a decisão popular e o Estatuto continuou em vigor, exercendo uma série de proibições para o comércio legal de armas, tornando-se quase impossível um cidadão comprar uma arma por vias legais.

Quando o assunto Revogação do Estatuto do Desarmamento vem à tona, surgem argumentos do tipo: “A revogação do Estatuto do Desarmamento irá fazer com que as pessoas se matem”; “O povo brasileiro não está preparado para portar armas”; “O Estatuto do Desarmamento coíbe crimes”, etc. Acontece que esses argumentos não se sustentam contra a mais simples pesquisa. Para começar, assim que a lei que dificulta o cidadão a possuir armas por meios legais passou a vigorar, os números da criminalidade dispararam no Brasil. Isso ocorre, pois o desarmamento só afetou a população civil de bem, os criminosos não foram desarmados com o estatuto, sendo assim, o cidadão se encontra sem defesa, enquanto a marginalidade está “armada até os dentes”, visto que é impossível a polícia dispor de um efetivo suficiente, para que se tenha um policial para cada habitante.

Temos o seguinte cenário: um bandido quando tem a certeza que a população não tem formas de reagir (não tem uma arma) e que não existem policiais por perto, nada o impedirá de cometer o crime, pois as chances de obter sucesso são quase certas, ao passo que se não existisse uma lei desarmando a população, o bandido não saberia se a vítima teria condições de se defender, portanto, as chances de êxito do ato criminoso seriam totalmente incertas, sendo assim, tais atos não seriam constantemente praticados e, quando fossem, o cidadão de bem teria condições de se defender. Uma prova disso é que os países com menos armas a cada mil habitantes, são os que têm as maiores taxas de criminalidade, enquanto os que têm mais armas a cada mil habitantes, são os com as menores taxas de criminalidade.

Vamos fazer uma comparação EUA/Brasil: nos EUA existem trezentos e treze milhões de habitantes, num total de duzentos e setenta milhões de armas, com uma taxa de homicídio de quinze mil pessoas ao ano; no Brasil existem cerca de duzentos milhões de habitantes, num total de oito milhões de armas, com uma taxa de homicídio de cinquenta e duas mil pessoas mortas por ano. Outro dado importante é o que os estados americanos que limitaram o acesso da população à armas de fogo, viram um aumento alarmante da violência. Mais uma prova do fracasso do Estatuto do Desarmamento é o seguinte: no Brasil as chances de você ser ferido sem esboçar reação são de 25%, reagindo de modo não violento são 45%, agora, reagindo com arma de fogo a chance de você sair ferido é de 6%. Além disso, 60% dos criminosos admitem que evitariam assaltar alguém que saibam estar armado, enquanto 40% evitariam assaltar apenas pela desconfiança de que a vítima pode estar armada.

Existe um fato sobre o desarmamento da população civil que é pouco falado. Todo governo autoritário adota medidas para desarmar o seu próprio povo, estatizando todas as armas do país, tirando os meios da população lutar contra a ditadura. Foi assim com Hitler, Stalin, Mao Tsé-Tug, Fidel Castro, Hugo Chavez e o ditador norte coreano Kin Jong Il. O mais assustador é que o Partido dos Trabalhadores, PT, não tem aspirações democráticas, visto que é o fundador e líder do Foro de São Paulo que vem implantando e financiando ditaduras por toda a América Latina. Podem ter certeza, o Estatuto do Desarmamento não foi feito para garantir a segurança da população, mas para estabelecer um Estado autocrata e cleptocrata aqui no Brasil.

Está mais do que provado que a única serventia do desarmamento civil é fazer a manutenção de ditaduras, por vias do genocídio, pois só um lado estará armado, visto que nos lugares em que foi adotada tal medida os índices de violência dispararam. O monopólio das armas jamais deverá ser dos Estados. Agora, aos hipócritas desarmamentistas, que vivem levantando placas em campanha dizendo: “Sou da paz! Minha casa é livre de armas”. Coloquem uma placa dessas na porta de suas casas, se vocês realmente acreditam que o Estatuto do Desarmamento protege a população. Uma nação nunca deve confiar num governante que a desarma, pois “Desarmar o povo é o meio mais eficiente de escravizá-lo” George Manson.

segunda-feira, 30 de março de 2015

Alessandro Teixeira mente novamente e vira réu na Justiça




O assessor do Vereador Aquiles Barreto (PT), ex-assessor de Alfredo Gonçalves (PV) que lhe indicou para assessoria de imprensa da câmara quando era presidente da casa, Alessandro Teixeira, que já protagonizou um dos episódios mais tristes da Câmara na fraude da pauta que originou a trágica sessão do gás de pimenta, volta a ser manchete quando mente mais uma vez sobre as contas da Prefeitura de Cabo Frio, que estão arruinadas pela queda de quase 200 milhões em arrecadação.

Sobre as mentiras espalhadas por Alessandro Teixeira o Prefeito Alair Corrêa (PP) se pronunciou em rede social e classificou Alessandro Teixeira como adversário covarde e mentiroso, além de afirmar que tomará medidas judiciais imediatas.

Veja o pronunciamento:

O PIOR DA POLÍTICA É TER QUE CONVIVER COM ADVERSÁRIOS COVARDES E MENTIROSOS.

Ainda pouco li a manchete postada pelo Sr. Alessandro Teixeira onde afirma "Prefeitura de Cabo Frio tem 120 Milhões em caixa". Como pode alguém que, por ser ligado ao ex-prefeito e querer agradá-lo, publicar uma inverdade dessa numa tentativa sórdida e irresponsável de querer levar os CABOFRIENSES, que serão afetados pelas medidas inevitáveis, a acreditarem que as faço sem necessidade. Afinal, como disse ele " existe dinheiro ". MENTIROSO! 

Não o processo hoje porque é sábado mas, na segunda feira, ao abrir a secretaria de fazenda estarei lá pessoalmente. Pegarei os extratos bancários das contas da Prefeitura e ingressarei com uma ação contra esse irresponsável. Aproveito para,desde já, responsabilizá-lo por qualquer dificuldade que o município possa encontrar na implementação das medidas saneadoras de suas finanças, já que a sua MENTIRA estimula os cidadãos afetados a acharem que a prefeitura não precisa tomar essas medidas. 

Gosto de responder aos adversários usando os mesmos meios de comunicação por eles utilizados mas, no caso específico, minha atitude será buscar a Justiça e PROCESSÁ-LO.

Alair Corrêa

- |