Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Recesso do Cartão Vermelho e nosso desejo de boas festas


A família Cartão Vermelho deseja a todos os nossos leitores um feliz natal e um ano novo de muitas conquistas e realizações, que 2016 nos faça esquecer os problemas de 2015, que sem dúvidas foi um dos anos mais sofridos da história do Brasil.

Informamos também que como fazemos em todos os anos estamos entrando em recesso entre natal e réveillon, com previsão das postagens diárias a partir de 04/01 (segunda-feira), no entanto mantemos o plantão de notícias 24h e em casos relevantes manteremos você leitor informado.


Muito obrigado pelo carinho, audiência e paciência no ano de 2015, o Blog Cartão Vermelho só existe porque você leitor está aqui todos os dias, sem você não somos nada, o Cartão Vermelho é o sucesso que você construiu. 

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Janio vota contra servidor


Mais uma vez o deputado estadual Janío Mendes (PDT) mostra a quem pertence seu mandato e vota a favor dos interesses do governo e contra o trabalhador.

Dessa vez Janío vota contra a prioridade para o pagamento dos servidores estaduais, lei que  obrigaria ao Governador Pezão (PMDB) que antes de pagar qualquer receita pagasse a seus funcionários.

Pessoas como Janío Mendes e demais "amigos do povo do PDT" só se preocupam com servidor e trabalhador quando são oposição e fazem seus discursos e textos politiqueiros, é a demagogia agindo em Cabo Frio e a proteção ao governo contra o povo agindo na ALERJ.

O Blog do Rafael Peçanha tão preocupado com o servidor municipal, tão ativo em assembleias, o que teria a nos dizer sobre isso? Será que fará um editorial criticando o titio Janío por ter votado contra o trabalhador? Será que fará nota de repúdio ao Pezão?


Esse é o PDT de Cabo Frio, uma vergonha!

Mais vandalismo nas ruas de Cabo Frio


Cabo Frio ontem foi palco da imundice insana dos sindicatos aproveitadores e liderados por cabos eleitorais e candidatos a vereadores pela oposição.

Os coletores de lixo da Prefeitura em ato de protesto por atraso de salário (mas o salário e todos os direitos trabalhistas estão em dia) espalharam lixo pela cidade, para criar mal estar entre população e turistas, fazendo assim um ato de terrorismo não contra o Governo Alair Corrêa, mas contra a cidade de Cabo Frio.

Protestar estando com o pagamento em dia é o maior fundo do poço que os opositores da cidade poderiam fazer, esse ataque terrorista despropositado é de quem odeia Cabo Frio e apenas sonha com futuros benefícios na administração dos Mendes.

Entenda o caso através da nota oficial da prefeitura de Cabo Frio:


"A Prefeitura de Cabo Frio esclarece aos munícipes e a imprensa, que os Salários do Coletores foi pago dentro do prazo legal e com todos os direitos. Por isso, vem a público repudiar e lamentar a forma como os "líderes" sindicais conduzem os servidores e o que esses grevistas estão fazendo com a nossa cidade. Não é correto depredar o patrimônio público e espalhar lixo pela cidade. São atos desrespeitosos com a cidade e que merece o repúdio da população. Nada justifica! Se ainda estivessem com os Salários atrasados, poderia até ser entendido como PROTESTO de quem deseja receber. Não é o caso. O salário deles foi pago, rigorosamente, dentro do prazo e com todos os direitos.

Dessa forma, esses atos deixam de ser um ato legítimo de protesto e passam a ser crime contra o patrimônio público e contra a cidade. Informamos também, que o corpo jurídico da Prefeitura já está tomando todas as medidas administrativas e judiciais."

ATENÇÃO - O HCE está funcionando é onde atende emergência


No sábado (19/12) foi inaugurado o HCE, Hospital Central de Atendimento, localizado em São Cristóvão. O hospital será a nova unidade de atendimento aos pacientes com médicos e enfermeiros atuando diretamente no atendimento. O Hospital é equipado com oito leitos de UPG - Unidade de Pacientes Graves - e uma moderna sala de trauma.

A referência aos atendimentos é o novo HCE, onde o paciente terá qualquer tipo de atendimento. O hospital está equipado para atender a todos os casos de emergência. O setor de trauma irá receber pacientes politraumatizados, vítimas de acidentes de trânsito, transportados pelo Corpo de Bombeiros, que antes eram encaminhados para a UPA. Com a mudança, o atendimento terá maior agilidade.


As UPAs estão abertas normalmente atendendo apenas os casos de emergência e urgência graves. Para conter as despesas na UPA do Parque Burle três médicos fazem plantão diariamente. Casos ambulatoriais de menor urgência estão sendo encaminhados para o Hospital da Criança, Hospital do Jardim e HCE reaberto no sábado. O Governo Municipal está em negociação para devolver a UPA para o Governo do Estado, tornando a situação melhor para os pacientes e para o município.

Bienvenido, Mauricio Macri! Por Pedro Nascimento Araujo


Bienvenido, Mauricio Macri!

A América do Sul finalmente começou a década de 2010. Com um belo atraso, é verdade, mas começou. A prevalência de governos de esquerda, típica da década de 2000, chegou ao fim. O processo é lento e assimétrico, mas é inexorável. Para ficar apenas nos países do Mercosul, notamos o Paraguay afastar-se da esquerda com o impeachment de Fernando Lugo, o bispo que colecionava filhos ilegítimos. Isso foi em meados de 2012. Desde então, a nação guarani tem seguido o receituário de abertura e liberalização da economia. Em Assunção, Horácio Cartes considera-se um amigo dos negócios de tal monta que há muitas empresas de Argentina e Brasil simplesmente transferindo suas plantas fabris para o sócio mediterrâneo do Mercosul em função do melhor ambiente para produzir: menores custos e, principalmente, mais racionalidade e menos burocracia. No Uruguay, idem – em que pese toda a liberalização de costumes promovida pelo bonachão “Pepe” Mujica, o país charrua é o sócio mercosulino que mais brada por novos acordos comerciais – e que mais reclama das obstruções de Argentina e Venezuela, bem como do silêncio obsequioso do Brasil. Com Tabaré Vásquez, Montevidéu segue no mesmo caminho e a Banda Oriental parece ter adotado como consenso a necessidade de se abrir para o mundo. Na Venezuela, a morte de Hugo Chávez em 2013 deixou o país à beira do caos, levando consigo o modelo assistencialista financiado pelos altos preços do petróleo. O efeito é dramático: os ganhos de renda dos venezuelanos mais pobres ao longo dos anos 2000 foram simplesmente revertidos desde a morte dele. O preço do petróleo (virtualmente o único bem que Caracas exporta) está em queda livre por conta de fatores externos (os americanos vinham batendo recordes com a produção de folhelho até os sauditas toparem bancar uma guerra de preços exatamente para neutralizar a produção americana, que é simplesmente insustentável com o barril em torno de 50 dólares) e a situação interna de Nicolás Maduro é insustentável, com inflação, recessão, arroubos autoritários, criminalidade e perigosíssimas acusações de cumplicidade entre a cúpula chavista e o narcotráfico internacional alimentando o fogo do caldeirão no qual o chavismo está-se transformando em lavagem. No Mercusul, a nação bolivariana ainda contava com o apoio de Argentina e Brasil para seguir viva. A mudança venezuelana deve começar no próximo mês, com a provável vitória da oposição em eleições legislativas, uma vez que os subterfúgios já usados em ocasiões anteriores não contarão com ouvidos moucos em Buenos Aires: com a eleição de Mauricio Macri ontem, a saída de Maduro é mera questão de tempo, uma vez que terá um opositor às suas políticas na Casa Rosada, ao mesmo tempo em que sua apoiadora no Palácio do Planalto está mais preocupada em manter a própria cabeça sobre o pescoço do que em salvar outros de guilhotinas metafóricas que não a sua. A eleição de Macri, portanto, é o proverbial ponto de inflexão na política sul-americana: a partir dela, não há mais dúvidas de que o continente entrou na década de 2010.

A Argentina é como o Brasil: não é para amadores, especialmente na política. Tentar entender como dois candidatos peronistas disputam a sucessão de uma presidente peronista e são adversários entre si é algo para dar nó na cabeça de qualquer um. E, todavia, é exatamente assim: Cristina Fernández de Kirchner é peronista e escolheu como candidato à sucessão Daniel Scioli, também peronista, que perdeu a disputa para o peronista Mauricio Macri. Olhando assim, parece que todos são farinha do mesmo saco. Não são. É preciso entender que a política argentina gira em torno do peronismo desde meados do século passado. Juan Domingos Perón definiu uma linha de atuação populista que mudou a história política argentina. À parte sua conturbada vida pessoal (que incluiu de acusações de enriquecimento ilícito a romances com dançarinas de cabaré e meninas adolescentes até uma admiração pública pelos nazistas e fascistas), Perón presidiu o país logo após a decadência da Argentina se insinuar pela primeira vez, na chamada Década Infame, os anos 1930. A Argentina, então um país de primeiro mundo, começaria naquela década uma descida rumo ao terceiro mundo (ditaduras, inflação, pobreza, populismo etc.) que não teve mais fim, mas que Perón conseguiu estancar durante os anos 1940 e 1950. Embora se olhe para os anos de Perón com a lente do populismo, é muito pouco para entender o fenômeno. Sim, Perón nacionalizou empresas, mas também pagou a dívida externa argentina. Aumentou salários e lucros, de carona em uma industrialização por substituição de importações. Foi, em grande medida e sem exagero, como os anos de Getúlio Vargas no Brasil: cada facção política escolheu o retalho que lhe interessava e deliberadamente ignorou os demais – vale lembrar, sempre, que Vargas não queria criar o monopólio estatal do petróleo e foi forçado a fazê-lo pelo Congresso Nacional e, ainda assim, grupos trabalhistas tenham, a posteriori, usado isso como “prova” de nacionalismo dele. Por isso, há tantos peronismos na Argentina: os anos de Perón permitiram que estranhos peronismos à la carte surgissem no país platino, com cada grupo escolhendo apenas o que lhe seria conveniente do peronismo. Como agora, com um presidente eleito peronista sendo opositor da presidente peronista. O peronismo de Mauricio Macri difere e muito daquele de Cristina Fernández de Kirchner – incidentalmente, o peronismo dela também diferia, embora menos, do peronismo de Daniel Scioli, o candidato derrotado que ela apoiou. Mas o peronismo de Macri tem realmente algo de diferente, embora não novo: ele tem apoio da União Cívica Radical. E isso muda tudo.

Alberto Sanz é o líder da União Cívica Radical que mais apareceu na campanha de Mauricio Macri. Na verdade, Macri foi eleito por uma coligação de nomeCambiemos (“Mudemos” ou “Troquemos”, uma nada sutil alusão ao desgaste gerado após 12 anos de kirchnerismo na Argentina), que tem a UCR como um dos pilares. A questão é que a UCR é o mais antiperonista dos partidos argentinos, além de ser o mais antigo – sua fundação remonta ao Século XIX. Durante a Década Infame e os anos de Perón, a UCR foi a principal legenda de oposição. Foi ali que se fomentou seu antiperonismo. Teve seus momentos de poder com Arturo Frondizi (de excelente memória na diplomacia dos dois países: o encontro de Frondizi com Jânio Quadros em Uruguaiana é citado até hoje pelo Itamaraty como o melhor “espírito” que as relações bilaterais podem ter) e Arturo Illia, mas a luta contra o peronismo foi mais forte – Illia seria eleito em uma época na qual a UCR conseguiu proibir o peronismo de participar de eleições. É bom que se diga que as hostilidades eram recíprocas. Desde Raúl Alfonsín (outro de excelente relação com o Brasil: junto com José Sarney, deu início ao que seria conhecido depois como Mercosul), todavia, a UCR não chega ao poder na Argentina. O fato de ter chegado agora, abraçada com um peronista, indica que as fronteiras político-ideológicas que tanto marcaram a Argentina talvez estejam se dissolvendo. Ainda é cedo para afirmar, claro. As ideias de Mauricio Macri, todavia, são bem mais próximas daquelas da UCR do que daquelas clássicas do peronismo – ao menos do populismo baseado no “peronismo à la carte” que se convencionou tomar como peronismo nas últimas décadas. Os problemas platinos que Mauricio Macri vai herdar em poucas semanas são conhecidos. Inflação galopante, governo perdulário, reservas internacionais minguando, default da dívida externa, quebra de contratos, corrupção, manipulação de informações, política externa ideologizada etc. etc. etc. são desafios fenomenais. Porém, a favor de Macri há o fato de a UCR estar no governo, o que pode criar condições políticas favoráveis para que Macri adote as medidas impopulares tão necessárias para que a Argentina possa voltar a ser um país próspero, apesar da previsível oposição do peronismo kirchnerista. Bienvenido, Mauricio Macri! Boa sorte!


Pedro Nascimento Araujo é economista.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Tê e sua campanha dentro do sistema carcerário

Vitor Pimentel

Sérgio Evaristo Plácido

Sérgio - Subsecretário de governo

As três fotos acima de Vitor Pimentel, Sérgio Evaristo Plácido e Sérgio (ex-subsecretário de governo do Andinho) são um retrato fiel do que se tornou a campanha de Tê (PMDB) que é primo do prefeito de Arraial do Cabo.

Na foto os três que recentemente foram presos em operação da Polícia Federal por desviarem dinheiro público estão fazendo sinais com os braços para identificar a letra T, esse era o conceito de campanha extemporânea (outro crime) para identificar quem já estava na candidatura do Tê.


Agora fica a pergunta, quem terá coragem agora de repetir o gesto do T com os braços, esse mesmo gesto que identifica uma quadrilha que roubava dinheiro público!

Piolho primo do prefeito Andinho e irmão do Tê é condenado por desviar dinheiro público


O presidente da Câmara de Vereadores de Arraial do Cabo,Walter Félix Cardoso Júnior (vulgo Piolho) e seu pai que era tesoureiro da Câmara de Vereadores, Walter Félix Cardoso, foram condenados no Processo 0000558-98.2013.8.19.0005 por terem de forma fraudulenta se locupletado com dinheiro público, quando requisitaram diárias nos processos administrativos nº 377/08, 378/08, 379/08 e 404/08 de forma fraudulenta e de teor falso, com o fim de se locupletar ilicitamente em prejuízo ao erário municipal, no valor total de R$ 14.848,00.


Com isso a dupla de pai e filho, que são primos do prefeito Andinho (PMDB) e irmão e pai do pré-candidato Tê (PMDB), foram condenados há perda dos direitos políticos por 8 anos e ressarcimento dos valores obtidos ilicitamente. 

Concilia Cabo Frio é sucesso absoluto e é prorrogado até 30 de dezembro


A sua chance de quitar débitos de impostos e/ou multas administrativas com descontos de até 100% de juros e multa foi prorrogada até o dia 30 de dezembro de 2016.

Os contribuintes que possuírem débitos de: IPTU, ISS, Alvará, Taxas Diversas e Multas Administrativas, inscritos em dívida Ativa, ajuizados ou não, poderão aderir ao programa e quitar os seus débitos com até 100% de desconto de juros e multa, ou podendo parcelar os débitos em até 14 vezes.

O atendimento do Concilia Cabo Frio está sendo realizado das 09h às 16h na Secretaria Municipal de Fazenda, situada na Rua Major Belegard, 395, Centro, Cabo Frio.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS:

Cópia do documento que identifique a dívida, comprovante de titularidade do imóvel, caso este ainda se encontre em nome de terceiro, além de cópias de RG, CPF ou CNPJ e comprovante de domicílio atual.


Lei nº 2.656, de 6 de novembro de 2015, consolidado com a Errata do § 1º do art. 4º, publicada no jornal Noticiário dos Lagos, Edição nº 1331 - Ano X, Data: 10/11/2015.

Coluna da Menina de Ouro, Vânia Carvalho. Crônica: "O mundo do faz de conta"


O mundo do faz de conta

Hoje não podemos mais confiar nos partidos, não podemos confiar mais nos políticos, não podemos mais confiar na palavra, não podemos confiar  mais na imprensa, não podemos mais confiar nas religiões, não podemos mais confiar nos amigos, não podemos mais confiar  nem na própria família, porque de vez em quando ela sai pra fazer as unhas  e é flagrada no motel.

A que pontos chegamos! antigamente se confiava até num fio de bigode, hoje os homens preferem usar Gilette G3.

Deus virou avalista da mentira, na boca daqueles que se utilizam dele para dar credibilidade as suas artimanhas.

Hoje vivemos na incerteza, na dúvida e na descrença, nada mais parece ser o que é.
 Até o ser humano  se tornou  fake através da internet. Não podemos confiar nas fotografias, nos perfis, na intenção por traz do monitor, porque tudo virou um teatro de  muitas máscaras. E  ai daqueles que agem com autenticidade , pois serão execrados por sua sinceridade . 

O mundo, como dizia Cássia Eller, está ao contrário e ninguém reparou!

A verdade ao invés de libertar, hoje aprisiona, porque falar a verdade pode ser perigoso,  por isso inventaram a delação premiada. 

Não se vence mais pela  honestidade , a felicidade estampada pode ser mera montagem, o sorriso pode ser falso, as promessas são meros artefatos do próprio interesse, a informação jornalística virou objeto de barganha, o prazer é camuflado por gemidos convincentes,  e até a gostosa pode usar cueca. 

 O que é real, o que é  verdade, ninguém mais sabe!

Hoje vivemos no mundo da hipocrisia, da inversão dos valores, da falta de ética, dos dissimulados, falsos e mentirosos.

Quem é quem? o que é o que? deve tá difícil pros filósofos da nova geração, questionar  nossa existência. Porque hoje nós fingimos que existimos, fingimos  que somos felizes, fingimos que amamos e até  fingimos que somos fingidos pra poder  viver melhor.


A certeza que tenho é que no futuro, as clínicas psiquiátricas , a indústria farmacêutica do prozac e rivotril, a cocaína, e o álcool, serão nossa única  realidade, se não providenciarmos com urgência nossa volta desse  mundo do faz de conta.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Toda a genialidade do Mestre Zel Humor


SEPE Lagos - Depredação, Agressão Física, Ofensas e Deboches


Quando se imagina que o sindicato mais inescrupuloso e politiqueiro da Região dos Lagos não poderia promover nenhuma atitude pior das que já vem tomando ele se supera e no dia 16 de dezembro promove a sua pior e mais asquerosa atitude.

O SEPE Lagos ao invés de protestar pacificamente como lhes garante a Lei no dia 16 de dezembro invadiu a sede da Secretaria de Fazenda, o que segundo uma de suas assessoras (tenho o print) era para fazer cumprir uma decisão judicial (mandato de segurança) para que o pagamento do 13º seja realizado até o dia 20, o SEPE se acha mesmo autoridade ou órgão responsável para fazer se executar uma ordem judicial?


Além de cometer o primeiro ato de vandalismo que é invadir a Secretaria de fazenda eles (SEPE) depredaram o prédio público, promovendo quebra-quebra, conforme prova foto ao lado e imagens de vídeos que já estão disponíveis a Justiça.

Como se invadir e depredar já não fosse vandalismo bastante vem a agressão aos Guardas Municipais, acompanhe as 3 fotos abaixo.


Quem invade prédio público, depreda e agride, não são sindicalistas, são vagabundos travestidos de sindicalistas, são bandidos travestidos de educadores.


Claro que essa direção do SEPE são apenas meia dúzia de pessoas sem o menor respeito por ninguém, e os professores de verdade que estão sofrendo com essa crise fazem seu direito constitucional a greve, mas não se misturam com travestidos de sindicalista, agressores e depredadores não representa e nem representarão jamais professores que lidam com o futuro de nossos filhos.


E essa última foto é o retrato do deboche, após todos os crimes cometidos acima a direção do SEPE que foi devidamente enquadrada e responderá por seus atos criminalmente tira uma sorridente foto em frente a delegacia, com o ar mais asqueroso de que estamos acima da lei.


Uma vergonha!

Coluna "A VOZ DO PRODÍGIO" em 15/12 - Por Davi Matos


Diariamente me vejo envolvido em debates com internautas por críticas feitas ao Governo Municipal e ofensas pessoais ao Prefeito Alair Corrêa. 

Pois bem, sou covardemente criticado por defender a minha liderança política e, com conhecimento do referido assunto, desmentir as mentiras espalhadas por "terceiros", que se dizem preocupados com nossa cidade e nosso povo. Entretanto, sabemos que não é bem assim.

De fato eles estão mesmo é querendo denegrir a imagem de um homem íntegro, que em toda a sua carreira política só praticou o bem e em todo instante trabalhou em prol da nossa cidade e nosso povo.

Acredito que o momento não é apropriado para discussões e ataques a candidatos, que oficialmente só serão candidatos a partir de julho do ano que vem.

Esses "terceiros", fingem desconhecer a dimensão do caos financeiro enfrentado pelo país, com graves consequências em nossa cidade. 

Todos sabem que a arrecadação despencou, Cabo Frio deixou de ser uma cidade rica. E como manter os mesmos gastos com uma arrecadação bem menor? Não há como!!

A partir daí vieram as medidas emergenciais anunciadas pelo Prefeito Alair Corrêa em coletivas de imprensa no decorrer deste ano. Dentre elas, cortes nos salários, extinção das subprefeituras, enfim...

Foi preciso cortar na própria carne!!

E, se aproveitando de toda essa situação, a oposição covardemente o ataca. Inventa mentiras, tentando denegrir a sua imagem.

Ao ver pessoas que em momentos de bonança estiveram ao lado do Prefeito e que hoje, em tempo de vacas magras, abandonaram o barco, me sinto triste, por saber que muitos só visavam o interesse.

Todavia, com muito orgulho eu digo que, estou com o Alair até o fim. Eu não pulo do barco. 


Sigo acreditando na nossa vitória e guerreando muito para isso acontecer. O sonho do Prefeito Alair Corrêa de transformar Cabo Frio mais uma vez, não morreu.

Vamos romper as barreiras, e com muita fé, alcançaremos a nossa vitória. 

Um abraço e até a próxima semana, se Deus quiser!!


- Davi Matos.

Folha de aluguel: um jornal se vende ao caos. Por Walter Biancardine


Folha de aluguel: um jornal se vende ao caos

Em uma atitude sem ética e irresponsável, o jornal Folha dos Lagos, de Cabo Frio, publicou chamativa manchete acusando a Prefeitura de, em plena crise, ter recusado uma oferta de poderosa cervejaria para bancar o Réveillon na cidade.
A Folha entrevistou o presidente da Associação de Hotéis de Cabo Frio, Carlos Cunha, e distorceu completamente suas declarações, atribuindo á ele a acusação da Prefeitura ter recusado a oferta. Procurado pela equipe de reportagem do Diário Cabofriense, Carlos desmentiu a matéria e atribuiu á um mal entendido da repórter, já que teria sido entrevistado por telefone.

O Diário Cabofriense credita á boa educação do Sr. Carlos classificar o ato como um “mal entendido”, mesmo tendo desmentido o que a Folha dos Lagos publicou como sendo sua opinião.


Obtivemos – para justificar nosso ponto de vista – uma relação de pagamentos, feitos pelo deputado federal Marquinho Mendes, onde se lê claramente diversos desembolsos feitos pelo parlamentar em favor da empresa Sophia Editora Ltda. - proprietária do jornal Folha dos Lagos.

Uma simples analogia, sem requerer muito esforço de raciocínio, nos leva a deduzir as razões que induziram a Folha do inominável Sr. Cabral a cometer tal atropelo á ética.
A matéria completa estará disponível na edição impressa deste sábado, no seu Diário Cabofriense.


Não perca!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Toda a IMBECILIDADE da campanha "FOGOS NÃO"


A cidade de Cabo Frio parece estar vivendo um colapso racional, além de um colapso financeiro, e a maior prova disso é a campanha "Fogos Não" que está sendo promovida por algumas professoras anarquistas, oportunistas políticos e até de pessoas de esquerda como Professor Chicão.

A cidade de Cabo Frio recebe no réveillon cerca de 400 mil turistas nas Praias do Forte, Praia do Peró e Praia de Tamoios, isso em número oficial da Polícia Militar.

Não entender que a cidade é para sempre e que a queima de fogos é vital para a manutenção do Turismo é de uma imbecilidade e de uma covardia com os empresários e a própria população que chega a doer da má fé desse pensamento pseudo social e intelectual.


A cidade não acabará em 2016, precisamos manter turistas em 2017 que não escolham outra cidade por Cabo Frio não ter atração no fim do ano, querer fazer média social proibindo que a Prefeitura de Cabo Frio tente a iniciativa privada para a realização dos fogos é uma covardia com a cidade e sua sobrevivência futura, leitor não seja você também um divulgador dessa campanha imbecil, pense que a cidade precisa de fogos no réveillon, não por ser lúdico, precisa para cumprir a expectativa de 400 mil turistas, que sairão daqui decepcionados e fazendo propaganda contra a cidade.

Janio Mendes quer que VOCÊ cidadão pague a luz da SuperVia


O deputado estadual Janío Mendes (PDT) segue com seu voto de cabresto a serviço do Governador Pezão (PMDB) e dos grande empresários, sempre disposto a dar seu voto e discurso contra os interesses coletivos.

O estado do Rio de Janeiro enfrenta uma das piores crises econômicas de sua história. Falta de dinheiro para hospitais, escolas, universidades, bibliotecas, é o caos financeiro absoluto do estado.

Ainda assim o Governador Pezão quer assumir uma dívida de quase R$ 40 milhões que a SuperVia tem com a Light, isso mesmo ele quer que todos nós moradores do Estado do Rio de Janeiro paguemos essa fortuna para a SuperVia, pois a conta está pesada para o bolso do empresário.

Além de lembrar que SuperVia está longe de ser uma concessionária modelo,trens vivem quebrando, atrasos, frota que não tem ar-condicionado (só alguns trens possuem ar), pouquíssimas estações têm acessibilidade, estações sujas, banheiros sujos e quebrados, ou seja um serviço porco prestado pela SuperVia

A proposta do Governo do Estado de assumir a dívida da SuperVia foi através de uma votação na ALERJ, e claro nossos amados deputados como Janío Mendes aprovaram  na noite de ontem mais essa vergonha.


Janío Mendes definitivamente você não me representa, sinto vergonha que você seja um parlamentar que leva o nome de Cabo Frio.

1º jogo da amizade - Ajude ao Restaurante da Graça


A maior festa de Natal da Gamboa precisa muito de sua ajuda


Queridos amigos e leitores do Blog Cartão Vermelho peço a ajuda de vocês em doação de brinquedos, que podem ser brinquedos baratos mas que ajudarão a fazer uma criança muito feliz!

Lojas como a Primus Rio vendem brinquedos a partir de R$ 2,00, nos ajude doando quantos brinquedos puder.


Para doações ligue para: (22) 99948-9344 - Flavinho

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Banzo São Pedro da Aldeia - Por Marcos Chaves


O PIOR VEREADOR DO MUNDO

O Vereador Zezinho Martins entrou de vez para a história do município Aldeense. Zezinho é um homem público sem passado, com um presente marcado pelo “desserviço” a nossa cidade e com certeza sem nenhum futuro.

Num verdadeiro “jogo dos sete erros” alertaremos a população sobre a politicagem praticada pelo Presidente da CPI da Saúde que distorce e deturpa ações que deveriam ser oficiais.

1 – CONTEXTUALIZAÇÃO PROCESSUAL

Ao executar seu “Relatório Apartado”, “Relatório Correlato”, “Relatório...” o Sr. Zezinho o fez de maneira irresponsável, usando terminologias incabíveis numa CPI: Acho que, Presumo que, supostas irregularidades e indícios de ilicitudes.

Inexiste em seu relatório constatações referendadas com documentações seguidas de diligências e encerradas com oitivas.

2 – AUSÊNCIA DE DILIGÊNCIAS

Em sua busca frenética por denuncismo e sensacionalismos o Sr. Zezinho em nenhum momento convocou, intimou ou se dirigiu a nenhum órgão ou empresa ora citadas para embaçar suas “constatações”, vem daí o número excessivo de achismos em seu “Relatório Apartado”.

3 – AUSÊNCIA DE OITIVAS

Convoco agora toda a população de São Pedro da Aldeia para uma profunda reflexão: “POR QUE O PRESIDENTE DA CPI DA SAÚDE NÃO CONVOCOU PARA DEPOR O ATUAL SECRETARIO DE SAÚDE?

Antes que alguns oposicionistas se arvorem a tentar justificar a não convocação do atual Secretário de Saúde, ressalto o seguinte: O “COMPETENTÍSSIMO” PRESIDENTE DA CPI DA SAÚDE NÃO CONVOCOU NINGUÉM PARA SER OUVIDO”

4 – TRANSGRESSÃO DE COMPETÊNCIA

É competência do Presidente da CPI chefiar diligências, intimar depoentes, e até promover audiências públicas se necessário for, e na contramão do que lhe competia o Sr. Zezinho resolveu de maneira irresponsável aventurar-se a “relator apartado”, “relator correlato”, ou   “ relator que o parta”.

5 – COMPARTIMENTAÇÃO DE INFORMAÇÕES

Agindo de maneira sombria o Presidente da CPI não compartimentou as informações que recebia e de maneira torpe encaminhou peças ou partes da mesma para o Ministério Público.

Em seus 15 minutos de fama o Sr. Zezinho alegou desinteresse de seus pares na condução dos trabalhos, o que depõe contra a sua própria atuação como Presidente: Por que não convocou os trabalhos da CPI publicamente?

6 – AÇÕES MIDIÁTICAS

Em detrimento de suas reais funções a Presidência da CPI promoveu e produziu adesivos, jornais, páginas na mídia social e outras ações com o única e exclusiva motivação de promover denuncismo e sensacionalismo.

Na prática sua relação de denúncias serão alvo de diligências e oitivas do Ministério Público a fazer o que cabia a CPI se conduzida de maneira eficaz.

7 -  OUTORGA OPINATIVA

Incapaz de exercer as tarefas de sua competência, se negando as diligências e oitivas, não restou outra saída ao Presidente senão sequestrar o processo democrático de votação dentro da Comissão e fazer refém do sensacionalismo os dados e documentos que poderiam elucidar e orientar novos rumos para a Saúde municipal.

Ao final restou sua outorga opinativa, ilegítima, onde relaciona “supostas ilicitudes” com uma desprezível pirotecnia política.

DESAFIOS

Deixo aqui então dois desafios que podem mudar o ruma dessa história funesta.

A imprensa cabe parar de apenas transladar um relatório ou outro e que se inicie uma ação de reportagem investigativa responsabilizando se for o caso a quem couber culpa ou dolo.

E ao “competentíssimo Presidente” sedento de mídia que comprove sua competência administrativa tornando público os números de sua legislatura.

Vou ajudá-lo a não passar vexame com sua ridícula atuação.

O PIOR VEREADOR DO MUNDO 2? Ou competência e dedicação?

Exponho agora os números da Legislatura do Relator da CPI, Adalberto Amaral, que muitos tentam macular como omisso e vendido.

- 24 Indicações
- 7 Projetos de Lei
- 5 Projetos de Resolução

E dentre suas indicações exitosas destacam-se a Escola no Bairro Jardim Primavera, A Escola do Bairro Colina, a Nova Entrada do Bairro São João e a criação do 2º Distrito de São Pedro da Aldeia.

Isso tudo em apenas 3 anos de mandato!

Esporte é no Cartão Vermelho com Daniel Tinoco


Flamengo

Mengo ofereceu 15 milhões por Lavezzi do PSG da França, Lavezzi pode formar ataque com Guerrero, ano passado o Flamengo foi responsável pela maior contratação do futebol brasileiro ,Gerrero custou 12 milhões ao Flamengo.

CT Ninho do Urubu esta sendo reformado e vai receber equipamentos modernos numa obra estimada em cerca de 10 milhões de reais.

O módulo do time profissional vai ficar pronto em outubro, foi um dos pedidos feitos pelo mestre Muricy.

Vasco

O time do Vasco continua como estava, brigas internas entre Eurico e Roberto para saber quem foi pior, eu sei, Eurico ganha com folga.

O torcedor do Vasco merece estar na serie B, pois apoiaram desde do começo o pior presidente de clube do Brasil....

Mundial de surf em Pipeline

A Meca do surf mundial pega fogo na disputa do título mundial, todos os brasileiros passaram para o round 3 que elimina do campeonato quem perde nessa fase.

Felipe Toledo entra como favorito para ganhar seu 1º titulo mundial seguido de perto pelo Mick Fanning.


Daniel Nascimento Tinoco é funcionário público, surfista amador, boleiro de coração e amante de todos os esportes

Denúncia - Praça Olivia Vidal vira depósito de lixo em Arraial do Cabo


Nós moradores do entorno da Praça Olivia Vidal aqui em Arraial do Cabo não aguentamos mais de tantos lixos e urubus, o que já foi um lugar que nos dá orgulho hoje nos faz ter vergonha.

Estamos pensando em nos reunir contratar uma carroça e jogar esse lixo todo na porta do prefeito só assim esse lixo será recolhido.

Por favor não coloque meu email e nome pois tenho parentes que trabalham na prefeitura e o prefeito e seu primo são muito vingativos.

Nome preservado

Do Blog Cartão Vermelho


Fica registrado nosso pedido de socorro feito pelos moradores das ruas vizinhas da Praça Olivia Vidal, e que a Prefeitura de Arraial do Cabo olhe com mais carinho pela sua população!

Projeto “Veja o mundo com bons olhos" é conquista na Educação de Cabo Frio


Uma parceria da Secretaria Municipal de Educação de Cabo Frio (SEME), por meio do Departamento de Apoio ao Educando (DEPAE); com o Rotary Club e Lions Club, contemplou mais 21 alunos de 16 unidades escolares da Rede Municipal de Ensino, com a doação de óculos.

A ação faz parte do projeto da SEME "Veja o mundo com bons olhos", desenvolvido pelo Serviço de Saúde Escolar do DEPAE. O projeto identifica possíveis problemas, e o próprio professor encaminha o aluno para exame oftalmológico com um médico especialista. Comprovada a necessidade de óculos, a SEME busca parceiros para doação.

A cerimônia de entrega de óculos aconteceu na Secretaria de Educação, com a participação da diretora do DEPAE, professora Patrícia Freitas, representantes do Rotary Clube, diretores, alunos e familiares.

O Lions Club, que beneficia diversas crianças através do Projeto "Visão", fez a entrega em sua sede. Convém lembrar que a parceria com o Lions Club vem desde 2007 e muito tem contribuído para melhorar as condições de aprendizagem de nossos alunos. 


Matéria: Janaina Silva

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Bastidores da Política e da Imprensa - Especial Arraial do Cabo 14-12-2015


West

A querida empresa West Internet após nos deixar sem conexão por 48h (quinta e sexta) deu o ar da graça e restabeleceu a internet, se tudo der certo na West voltamos a manutenção diária do blog.

3º Presidente

Em menos de 1 ano a ECATUR (Empresa Cabista de Desenvolvimento Urbano e Turismo) de Arraial do Cabo, que é uma autarquia da Prefeitura de Arraial do Cabo, chega a seu terceiro presidente, Alexandre Maia, os dois presidentes anteriores foram presos pela Polícia Federal, o último a parar na cadeia foi Agnaldo Luiz.

Prisões

O fato da ECATUR chegar a três presidentes em menos de um ano e os dois presidentes anteriores presos pelos mais diversos tipos de crimes mostra bem a realidade sombria que o Governo Andinho (PMDB) representa para Arraial do Cabo.

Exonerados

O prefeito Andinho (PMDB) ainda se viu obrigado a exonerar da prefeitura de Arraial do Cabo seus amigos e cargos de confiança, entre eles o subsecretário municipal de Governo, Cláudio Sérgio de Mello Correa; o superintendente de Transporte, Sérgio Evaristo Plácido de Aguiar; e o secretário Municipal de Ordem Pública, Marcelo Adriano Santos de Oliveira, todos eles presos pela Polícia Federal.

Justiça manda exonerar

O afastamento dos cargos não foi uma decisão do prefeito Andinho (PMDB) visando dar moralidade a seu governo, o ato de exonerar foi uma determinação da 2ª Vara de São Pedro da Aldeia com base em investigação da Polícia Federal e do Ministério Público.

Carro Oficial

O fato do carro oficial do prefeito Andinho (PMDB), um Cruze placa LUT 4036, estar entre os 20 milhões de bens apreendidos pela Polícia Federal por dinheiro desviado da prefeitura de Arraial do Cabo caiu como uma bomba na cidade, por todos os lados só se comentava sobre a apreensão do carro do prefeito.

Silêncio

Tanto o prefeito Andinho (PMDB) quanto sua assessoria de comunicação se mantiveram calados sobre a apreensão do veículo oficial, nem uma notinha de rodapé se leu sobre mais esse escândalo.

Efeito colateral

Como efeito colateral a essa situação esdrúxula o grupo político que formava a candidatura do primo do prefeito Andinho (PMDB) se esfacelou, o pré-candidato Tê (PMDB) está mais sozinho do que nunca, até Dudu de Nardinho que já estava fechadinho para vice-prefeito de Tê já meteu o pé e voltou a falar em candidatura própria.

Apostas


Nos bastidores políticos de Arraial do Cabo já se aposta que o Governo Andinho deve recuar na pré-candidatura de Tê (PMDB) e anunciar que não apoiará ninguém, não transmitindo assim para nenhum candidato seus mais de 80% de desaprovação de governo.

Sai empréstimo para Campos dos Goytacazes?

O radialista André Freitas que atua na cidade de Campos dos Goytacazes anunciou hoje (14/12) que o Governo Rosinha (PR) estaria recebendo R$ 414 milhões de reais de empréstimos, o que tiraria a cidade do sufoco.

Inicialmente Anthony Garotinho (PR), que é secretário de governo da Rosinha, avia anunciado que o valor do empréstimo para Campos seria de R$ 1,2 bilhão, mas pelo visto a operação deu errada e terminou em R$ 414 milhões.


Agora fica a esperança no ar para Cabo Frio, se confirmado o empréstimo para Campos a nossa cidade passa a estar credibilizada a também receber seu empréstimo e equilibrar suas contas.

São Pedro da Aldeia vai sediar comemorações de aniversário do Consórcio Ambiental


O prefeito de São Pedro da Aldeia e presidente do Consórcio Intermunicipal Ambiental Lagos São João (CIALSJ) vai comemorar, nesta segunda-feira (14), o 16º aniversário do Consórcio no Teatro Municipal Átila Soares da Costa, a partir da 13h30, com a presença de diversas autoridades dos municípios participantes e do Estado.

As inscrições para os participantes iniciam-se às 13h30, pois às 14h acontecerá a abertura oficial do evento. Em seguida será apresentado um resumo dos trabalhos e conquistas do CIALSJ e o anúncio de novas ações.

O prefeito Cláudio Chumbinho, à frente do CIALSJ desde 2013, falou que haverá novidades.

“Continuamos trabalhando pelo ambiente de nossa região e vamos mostrar o que vem sendo feito e o que ainda faremos” afirmou.


Matéria: ASCOM PMSPA

O oitavo mandamento. Por Pedro Nascimento Araujo


O oitavo mandamento

Dos dez mandamentos listados por Moisés e que estão na base das três principais religiões monoteístas do mundo, há alguns que são mais facilmente lembrados, como a proibição de matar e a obrigação de amar a Deus sobre todas as coisas, por exemplo. As lições de Moisés fazem parte do judaísmo, do cristianismo e do islamismo – e, dentre elas, está o oitavo mandamento: a proibição de prestar falso testemunho. Na prática, o senso comum entende isso como condenação ao ato de mentir, mas não é o mesmo. Mentir é o que se acusa Eduardo Cunha de ter feito ao negar ser dono de contas não mais secretas na Suíça. Mentiras levaram à derrota mais ridícula que um candidato imbatível na disputa pela prefeitura do Rio de Janeiro em 2016 (Pedro Paulo) conseguiu a proeza de ter antes mesmo de a campanha começar. Mais do que por causa do desastre na economia, é devido às mentiras que proferiu para se reeleger que Dilma Rousseff é a pior presidente do Brasil na opinião popular. Em suma, mentir é, aparentemente, o único pecado que não se admite de um político – que, de resto, constrói sua carreira se equilibrando na tênue fronteira entre não mentir e todo o resto, como tergiversar, omitir etc. Aliás, nunca é demais lembrar que a lei brasileira considera aceitável um réu mentir em juízo, ao contrário de outros países, onde o perjúrio é um crime em si e um agravante. Enfim, mentir pode ser um problema maior ou menor, mas é diferente de prestar falso testemunho. Prestar falso testemunho é acusar uma pessoa ou um grupo de pessoas de algo que elas não fizeram. Ao associar o islamismo ou os refugiados ao ato inominável, abominável, infame e desprezível que os sacripantas do Daesh perpetraram contra a humanidade na semana passada em Paris, todos nós que queremos paz, segurança, democracia, tolerância e prosperidade no mundo acabamos, inconscientemente – e compreensivelmente, em face da comoção do momento – prestando falso testemunho e pespegando a outras vítimas da mesma ignominia uma injustiça, na forma do falso testemunho: os refugiados são as vítimas mais antigas do mesmo verdugo que acaba de atingir Paris.

Todas as vítimas do Daesh merecem nossa solidariedade, seja na Europa, seja no Oriente Médio, seja na África. Qualquer tentativa de mitigar o mal absoluto que esse grupo traz em si é um erro. Nada, absolutamente nada, justifica atos de terrorismo, assim como nada justifica atos de genocídio. Não importa em nome de que ideologia, terrorismo não tem atenuantes. É como dizem todas as mães quando o filho briga na escola: não importa se você estava certo antes – a partir do momento em que partiu para bater no colega de classe, perdeu toda a razão. É assim com o terrorismo, que já foi realizado em nome das mais nobres causas desde tempos imemoriais. Os romanos sofreram com terrorismo – e também perpetraram atos de terrorismo, como sabem bem os judeus. Os judeus, aliás e a propósito, recorreram a atos de terrorismo na criação do atual Estado de Israel – as bombas no Hotel Rei David em Jerusalém (1946) precipitaram a saída dos britânicos da Palestina (com administração mandatada pela Liga das Nações) e foram coordenadas do Menachem Begin, que, posteriormente, seria premier israelense. Os palestinos, por sua vez, recorreram inúmeras vezes ao terrorismo – a lista vai do Setembro Negro de Yasser Arafat aos grupelhos ligados ao Hamas. Cristãos fizeram as Cruzadas. Muçulmanos fizeram a Conquista. Cristãos protestantes e católicos trocaram atentados por cinco séculos desde que Lutero pregou seu manifesto em 1517 – na Irlanda do Norte, os atos de terrorismo chegaram a entrar pelo Século XXI. Budistas fazem terrorismo contra muçulmanos em Mianmar. Hindus e muçulmanos não conseguiram superar as divergências e os atos de terrorismo cindiram a Índia quando os britânicos saíram. A lista é infindável e dela depreende-se que o terrorismo é ecumênico: qualquer religião, etnia, nacionalidade, grupo social ou opinião política pode servir de pretexto.

Quando um ato de terrorismo ocorre, não são vítimas apenas as pessoas que sofrem fisicamente e psicologicamente de forma direta ou indireta os seus efeitos: é vítima a própria humanidade. A própria noção de humanidade é atingida. Tornamo-nos menos humanos cada vez que um membro de nossa espécie recorre ao terrorismo. O combate ao terrorismo passa por ações enérgicas por parte de governos e por repulsas mais enérgicas ainda por parte da humanidade. O terrorismo só existe porque há quem o financie, seja por considerá-lo justo, romântico ou simplesmente aceitável em nome de algo maior. O que aconteceu na França é simplesmente a continuação do que acontece na Síria. Dois lados da mesma moeda, um europeu e um médio-oriental. Dois ataques consecutivos de grande monta em pouco tempo (Beirute e Paris, sem contar o avião de uma companhia russa no Egito) deixam claro que o Daesh não pode mais ser negligenciado. É um ataque à humanidade. A reação tem de ser conjunta. E não há como essa reação ser conjunta se as vítimas não se ajudarem. Sírios, franceses, russos, iraquianos, yázidis, curdos, americanos, brasileiros: todos precisam se ajudar, tanto recebendo vítimas do Daesh – basicamente, refugiados dos países nos quais os terroristas controlam partes do território – quanto exigindo que seus governos desmantelem o Daesh – basicamente, por meio de uma ação militar internacional, com ocupação de longo prazo da Síria, em um processo de literalmente reconstrução do país (que a Organização das Nações Unidas denomina “State Building”) que permitirá fazer nascer uma Síria democrática, segura, estável e próspera onde hodiernamente há uma réstia de um país. Receber os refugiados sírios, portanto, é uma das tarefas para vencer o Daesh: as primeiras vítimas precisam ser protegidas para que todas as demais também possam sê-lo. De fato, sempre há o risco de que se infiltrem entre eles membros do Daesh. É para identificar e prender tais pessoas que existem os serviços de inteligência e segurança de cada país. Todavia, é crueldade qualquer associação entre os refugiados e os seus próprios algozes, em uma espécie de Síndrome de Estocolmo doentia, justificada apenas pelo medo instilado pelos atos terroristas. Uma análise mais cuidadosa demonstra que não há lógica em vincular refugiados e terroristas. Acusar refugiados do terrorismo de serem terroristas: eis a definição atual de prestar falso testemunho. Se realmente queremos derrotar o Daesh e levar seus líderes a responderem por seus crimes abjetos diante de tribunais, com o devido processo legal, como sói ser em sociedades de direito, certamente precisaremos de ação de militar efetiva, não de covardes e patéticos bombardeios. Mas, tão certamente quanto de armas e soldados nos campos de batalhas, precisamos de atitudes corretas nas nossas vidas. E uma delas é acolher os refugiados como iguais que sofrem há mais tempo o mesmo martírio que ora atinge Paris, um dos pontos nevrálgicos do Ocidente – e nos recusarmos a tecer qualquer paralelo entre eles e seus carnífices. Não é difícil. Basta seguir o oitavo mandamento.


Pedro Nascimento Araujo é economista.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

66ª condenação de Marquinho Mendes


O ex-prefeito de Cabo Frio e suplente de deputado federal em exercício, Marcos Mendes (PMDB) recebeu mais uma condenação e fecha o ano de 2015 com 66 condenações no TCE, dessa vez a condenação é no processo nº  216.292-2/12 2 e o motivo da condenação é a Prestação de Contas de Marcos Mendes como Ordenador de Despesa e do responsável pela Tesouraria da Prefeitura do Município de Cabo Frio , referente ao exercício de 2011.

Confira a sentença:

ACÓRDÃO Nº 1728/2015 1 - PROCESSO TCE Nº 216.292-2/12 2


ACÓRDÃO: Vistos, relatados e discutidos os autos referentes à Prestação de Contas de Ordenador de Despesa e do responsável pela Tesouraria da Prefeitura do Município de Cabo Frio , referente ao exercício de 2011. Considerando as irregularidades apuradas no processo de Prestação de Contas dos Ordenadores de Despesas, referente ao exercício de 2011; Considerando as conclusões apresentadas pelo Corpo Instrutivo, às fls. 1089/1097; Considerando o parecer do Ministério Público Especial, elaborado pelo ilustre Procurador Sergio Paulo de Abreu Martins Teixeira, à fl. 1098; Considerando que a marcha processual se deu em perfeita sintonia com o princípio do devido processo legal - e, bem assim, de seus corolários, dentre os quais se destacam os princípios do contraditório e o da ampla defesa; Considerando, finalmente, que o artigo 115, IV, b, do Regimento Interno desta Corte de Contas, aprovado pela Deliberação TCE-RJ nº 167/92, exige a imposição de multa através de Acórdão, ACORDAM os Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, reunidos em Sessão Plenária Ordinária, em:Aplicar multa pessoal no valor de R$8.135,70 (oito mil cento e trinta e cinco reais e setenta centavos), equivalente a 3.000 vezes o valor da UFIR/RJ-2015 (2,7119), ao Sr. Marcos da Rocha Mendes, Prefeito e Ordenador de Despesa da Prefeitura do Município de Cabo Frio, no exercício de 2011, nos termos do parágrafo único do art. 23/c o art. 63, inciso I, ambos da Lei Complementar n.º 63/90, em face das irregularidades verificadas no processo de Prestação de Contas dos Ordenadores de Despesas e do Responsável pela Tesouraria da Prefeitura do Município de Cabo Frio, referente ao exercício de 2011, devendo ser recolhida, com recursos próprios, ao erário estadual, comprovando a este Tribunal o seu pagamento no prazo legal, ficando desde já autorizada a COBRANÇA JUDICIAL, nos termos da Deliberação TCE-RJ n.º 166/92, caso a presente multa não venha a ser recolhida no prazo regimental. 9 - ATA Nº 82/2015 10 - DATA DA SESSÃO: 01/12/2015 ALOYSIO NEVES -VICE-PRESIDENTE NO EXERCÍCIO DA PRESIDÊNCIA JOSÉ MAURÍCIO DE LIMA NOLASCO - RELATOR SERGIO PAULO DE ABREU MARTINS TEIXEIRA - REPRESENTANTE DO MINISTÉRIO PÚBLICO ESPECIAL

- |