LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Jeff Bezos é a 1ª pessoa a alcançar fortuna de US$ 200 bilhões


 

presidente executivo da Amazon, Jeff Bezos, é a primeira pessoa do mundo a atingir a fortuna de US$ 200 bilhões, de acordo com a revista Forbes. Nesta quarta-feira (26), Bezos registrou uma fortuna de US$ 204,6 bilhões — o executivo possui US$ 90 bilhões a mais que Bill Gates, que é segundo mais rico do mundo.

Segundo a Forbes, que monitora bilionários há 40 anos, ninguém nunca havia atingido a marca, mesmo considerando o ajuste de inflação. A revista afirma que o feito de Bezos foi impulsionado pela alta das ações da Amazon nesta quarta, que registraram alta de 2%.

A Amazon vem crescendo exponencialmente nos últimos meses em meio à quarentena e ao aumento de demanda pelo comércio eletrônico. A companhia registrou seu maior lucro trimestral da história no intervalo entre abril e junho de 2020, um ganho de US$ 5,2 bilhões no trimestre.

Bezos possui 11% das ações da Amazon, o que representa 90% de sua fortuna. No ano passado, ele se divorciou de sua esposa MacKenzie Scott, que é considerada hoje pela Forbes como a 14ª pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna de US$ 63 bilhões.

Fonte: noticias.r7.com

 

Após pedido para liberação de ônibus de turismo, Prefeitura de Cabo Frio reafirma que não fará novas flexibilizações


 

A Prefeitura de Cabo Frio reafirmou, nesta quinta-feira (27), que seguirá a recomendação do Ministério Público Estadual e não fará novas flexibilizações nas atividades econômicas. Desta forma, não será atendido o pedido feito pela Associação de Hotéis para que seja liberada a entrada de ônibus de excursão já agendados para o feriado da Independência. Um documento com os pedidos do segmento foi entregue pelo presidente da entidade, Carlos Cunha, ao secretário de Turismo, Manoel Vieira, na última terça-feira (25).

 

No entanto, o governo municipal deixou claro que não pretende arcar sozinho com novas liberações. Em questionamento feito pela Folha, a Prefeitura informou que as reivindicações do setor hoteleiro foram encaminhadas ao MP-RJ e também ao Ministério Público Federal. Um pedido feito por donos de cursos profissionalizantes para a retomada das aulas, com todos os cuidados sanitários, também foi encaminhado para as autoridades.

 

No caso do ramo de hotelaria, os empresários alegam que as agências de viagem já tomaram as medidas sanitárias necessárias para o transporte seguro e que os meios de hospedagem se comprometem a fazer o mesmo. No documento, a entidade também afirma que o cancelamento das viagens causaria prejuízos não apenas financeiros como na imagem de Cabo Frio como destino turístico.

 

Em matéria publicada na edição impressa desta quinta (27), o presidente da Associação de Hotéis, Carlos Cunha, disse que a liberação dos ônibus para setembro é ‘direito adquirido’, uma vez que as excursões foram vendidas com base no decreto de 30 de julho, que permitia a entrada de ônibus de turismo, e antes do decreto que proibia o acesso, de 19 de agosto.

 

– Sendo assim, juntamos os comprovantes de venda destas reservas e enviamos a prefeitura, mostrando que, quando vendemos, estávamos autorizados a tal e, desta forma, não podemos sofrer as sanções legais pelo cancelamento. Estamos falando de uma pequena quantidade de ônibus, apenas seis para o feriado, que podem ser facilmente acompanhados. São excursões que seguem todos os protocolos de segurança, tanto pelos agentes de viagem, quanto pelos hotéis, sendo que os passageiros têm que apresentar até atestado médico para embarcar. Precisamos somente que consigam chegar aos hotéis, não pedimos livre circulação dos ônibus para passeios – disse Cunha.

 

Protesto – No fim da tarde desta quinta-feira (27), ambulantes fizeram um protesto na Ponte Feliciano Sodré, que chegou a ter o trânsito interrompido. O grupo cobrava uma solução da Prefeitura quanto à proibição de volta ao trabalho nas praias. Os trabalhadores cobram igualdade no tratamento, já que formam um dos únicos setores que ainda não teve a volta flexibilizada. 

Homem acusado de estuprar menina de 11 anos é preso em Saquarema

 

Um pedreiro, de 43 anos, acusado de estuprar uma menina, de 11 anos, foi preso por policiais da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV) na manhã desta quinta-feira (27), em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio.

O homem foi encontrado na zona rural do município.

De acordo com a polícia, o crime aconteceu em janeiro de 2015, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, após o homem sair da residência da vítima dizendo que a levaria para passear na Quinta da Boa Vista.

Ele era vizinho e considerado amigo da família.

Preocupada por não conseguir fazer contato com a filha durante todo dia, a mãe da vítima foi até a casa do autor e percebeu uma movimentação no interior do imóvel, segundo a polícia. Forçando a entrada na casa ela encontrou a menina completamente despida e dopada.

Ainda de acordo com a polícia, a violência sexual foi comprovada após exames periciais.

Contra o autor foi cumprido mandado de prisão preventiva pelo crime de estupro de vulnerável, expedido pela Justiça, com base em investigações desenvolvidas pela 81ª DP (Itaipu), área em que o crime aconteceu.

O pedreiro foi encaminhado ao sistema penitenciário no Rio, onde ficará à disposição da Justiça.

Fonte: g1.globo.com 

Negão da BL se irrita em live ao debater sobre racismo e discurso repercute na internet


 Negão da BL se irrita em live ao debater sobre racismo e discurso repercute na internet — Foto: Reprodução

Uma live com o funkeiro Matheus Bento, o MC Negão da BL, em uma casa de shows em Rio das Ostras, na Baixada Litorânea do Rio, na última quarta-feira (26), entrou para os assuntos mais comentados do Twitter após o cantor se irritar com os apresentadores ao abordar o assunto racismo durante a transmissão.

O desentendimento aconteceu depois do funkeiro de 23 anos, conhecido pelas publicações de humor ao lado da mãe, afirmar que tanto o racismo quanto a desigualdade racial e social são estruturais e que não vão acabar.

Logo depois, os apresentadores da live, Kemilly Cardoso e Glauco Zulo, iniciaram uma discussão sobre o assunto.

"Hoje no nosso Brasil, ainda assim, a gente tem uma grande parte da população que briga por isso (racismo)", afirmou a apresentadora, Kemilly Cardoso, que logo foi interrompida por Negão da BL: “Mas aí brigar e falar bonito é uma coisa, o ‘bagulho’ é a prática. Vocês vão falar ‘eu respeito’, mas vocês são dois brancos brigando com um preto”, disparou o MC.

A apresentadora afirmou, então, que era filha de um homem negro e foi novamente interrompida pelo funkeiro: "Você é filha de negro, mas é branca".

"Eu não sou branca", afirmou Kemilly.

"Ah, tá bom! Pelo amor de Deus, mano!", reagiu Negão da BL, se mostrando bastante irritado com a conversa. A mãe do MC, Gisele, que participava da live junto com o filho, também demonstrou incômodo com as falas dos apresentadores.

Nesta quinta-feira (27), MC Negão da BL gravou um vídeo. "Ontem (quarta-feira) teve uma live do Negão da BL e muita rapaziada querendo criar uma polêmica. Teve uns coisas ali, umas coisas aqui. [...] O amigo foi infeliz no que ele falou e hoje está tendo o resultado", disse Matheus, isentando a casa de show onde a live aconteceu.

Em suas redes sociais, Kemilly afirmou "Vou pela última vez falar sobre o assunto, eu falei no sentido de ter orgulho das minhas raízes! Eu não fui criada com nenhum tipo de preconceito, ele existe, mas não existe na minha vida sobre qualquer pessoa... Ainda assim, se você se sentiu ofendida me desculpe!", em resposta a uma seguidora que comentou sobre o assunto em uma das fotos da apresentadora.

Também nesta quinta-feira (27), Glauco Zulo, que apresentava a live junto com Kemilly, postou um vídeo em suas redes sociais em que pedia perdão pelo ocorrido.

"Era um bate-papo que tinha tudo para terminar tranquilo, até que veio uma pergunta relacionada a racismo e preconceito. Eu juro, não foi uma pergunta preconceituosa. Eu venho lhes pedir perdão porque esse é um assunto ao qual eu não vivo na pele, esse é um assunto ao qual eu não tenho lugar de fala", disse Glauco.

 Fonte: g1.globo.com

Procon Tamoios registra mais de 200 atendimentos no primeiro trimestre de atuação

 

O Procon Tamoios completou nesta semana três meses de atuação no distrito. A unidade, inaugurada no dia 25 de maio, registrou neste período 271 atendimentos. Desde então, o órgão, que é uma extensão da unidade do Braga, vem auxiliando os consumidores do segundo distrito  que se sentiram lesados com preços abusivos, propaganda enganosa, entre outras demandas.
 
Dos 271 atendimentos, 160 foram formalizados no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (SINDEC), que é o órgão responsável por informatizar o registro das demandas individuais dos consumidores que recorrem aos Procons de todo o país. Ele consolida os registros em bases locais e forma um banco nacional de informações sobre problemas enfrentados pelos consumidores.
 
Outros 111 atendimentos não chegaram a ser formalizados, sendo realizadas orientações e esclarecimentos.
 
O Procon Cabo Frio possui dois cadastros no SINDEC, um pra unidade do Braga e outra pra unidade de Tamoios. Isso garante formalidade e melhor registro das solicitações.
 
O Procon Tamoios está localizado na subprefeitura, que funciona no Shopping UnaPark, bloco b, Unamar. Devido à pandemia, os atendimentos estão sendo feitos pelo telefone (22) 2643-5817, e pelo e-mail proconcabofriotamoios@gmail.com.

Período de defeso da Lagoa


 

O período de defeso na Lagoa de Araruama, o maior complexo lagunar de água salgada do mundo, começou no dia 1 de Agosto. Durante três meses será proibida a pesca em toda sua extensão, independente da modalidade, nos municípios de Araruama, Arraial do Cabo, Cabo Frio (Canal do Itajuru), Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia. A medida tem o objetivo de preservar as espécies e combater a pesca predatória. A pesca só poderá ser retomada no dia 31 de outubro.

A fiscalização do defeso será feita pela Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm), da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, em parceria com os agentes dos municípios que margeiam a lagoa. Em Arraial do Cabo a Guarda Ambiental Marítima estará realizando ações para coibir qualquer tipo de irregularidade. Quem for flagrado infringindo a norma poderá sofrer penalidades como multa, detenção e até a perda de equipamentos de pesca.

Denúncias devem ser efetuadas através do número 199.

ASCOM PMAC | Meio Ambiente

Distribuição dos Kits de Segurança Alimentar para alunos da Rede Municipal


 

A Prefeitura de Arraial do Cabo, através da Secretaria de Educação, iniciou hoje (27) a entrega dos Kits de Segurança Alimentar referentes ao mês de agosto para os alunos da Rede Municipal de Ensino. Esta é a quarta leva de alimentos distribuída pela prefeitura desde o início da pandemia da Covid-19.

Agentes e funcionários estão tomando as precauções e cuidados necessários para evitar aglomerações e fatores de risco.

Acesse os cronogramas de distribuição clicando aqui!

Vale lembrar que as entregas estão sendo feitas nas próprias unidades escolares onde os alunos estão matriculados.

Confira alguns registros da distribuição de hoje.

ASCOM PMAC / EDUCAÇÃO

MORADORES ALDEENSES COMEMORAM RETORNO DAS ATIVIDADES NAS ACADEMIAS POPULARES


 Em apenas uma semana matriculada na Academia Popular do Centro, já foram 1,5kg eliminados pela cabeleireira Simone Martins. Mesmo com a série de regras impostas pela pandemia de coronavírus, ela comemora o retorno das atividades no espaço de musculação gratuito da Prefeitura. “Está fazendo total diferença na minha vida, estou muito feliz com os resultados que já tive. Aqui, todo mundo respeita as regras, só entra com máscara e álcool em gel toda hora”, conta.

Apesar das restrições, necessárias para a segurança e a saúde dos alunos, o retorno das atividades ao ar livre traz também um incentivo em adotar uma rotina de vida mais saudável. Equipes de servidores da Prefeitura higienizam, com frequência, os equipamentos de atividades físicas instalados no Centro e em diversos bairros da cidade.

Com pouco mais de um mês de reabertura, a realidade das Academias Populares do Centro e do bairro São João hoje é outra. Uma das regras é que idosos e pessoas do grupo de risco ainda não podem frequentar. “Estamos seguindo todas as orientações do Conselho Regional de Educação Física e da Organização Mundial da Saúde para reduzir ao máximo os riscos de contágio pelo coronavírus e temos percebido um bom comportamento dos alunos, que entendem a importância das medidas de segurança pelo próprio bem deles”, diz a professora de Educação Física, Fabiana Cedro Dias, que supervisiona os alunos do Centro às terças e quartas, pela manhã, e às quartas e quintas, no período da noite, no São João.

 

FUNCIONAMENTO RESTRITO

 

Nas academias populares do Centro e São João, o funcionamento acontece das 6h às 10h e das 16h às 20h, com limitação de seis alunos por vez e distanciamento. Aos alunos, é recomendado que levem sua própria garrafa de água, luva ou toalha, pois o compartilhamento de objetos pessoais é proibido. Cada grupo pode permanecer de 30 a 40 minutos no espaço. “É um tempo suficiente para fazer um treino completo e eficiente”, afirma Fabiana.

Entre os aparelhos disponíveis para uso dos alunos estão supinos, halteres, barras, anilhas, máquina de peito, cadeira extensora e mesa flexora – ideais para o treinamento de força e resistência muscular. Os equipamentos são confeccionados em aço inoxidável, resistente às chuvas, sol e maresia.

 “Ter toda essa estrutura à disposição da população é excelente e foi o que me tirou do sedentarismo nessa pandemia. Hoje me sinto muito melhor e mais bem-disposta. Eu e meu marido não abrimos mão dessa rotina. Isso é investimento em saúde e qualidade de vida”, afirma Simone, de 47 anos.

O agente comunitário de saúde, Rafael Moreira, é frequentador assíduo da academia popular do bairro São João. “É a primeira vez que faço musculação e ter a oportunidade de fazer aqui no bairro totalmente de graça tem sido muito gratificante. Estou gostando bastante do treino e de tudo o que a gente tem aprendido aqui na academia. E, claro, mantendo sempre a higiene dos equipamentos para que todo mundo possa usar com segurança”, disse.

Os interessados em participar das atividades nas academias ainda podem se inscrever gratuitamente na sede da Secretaria Adjunta de Esporte e Lazer, que fica localizada na Avenida Francisco Coelho Pereira, nº 255, no Centro da cidade, ao lado da Casa da Cultura. O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h. Para efetuar a inscrição, basta apresentar fotocópias dos documentos de RG, CPF, comprovante de residência e atestado médico.

TREINOS AO AR LIVRE

Além das academias populares, outras opções gratuitas para a prática de exercícios físicos são as estações de ginástica e alongamento; três estão dispostas ao longo da orla da Praia do Centro e uma na entrada do bairro São João. Nas estações, é possível executar flexões, agachamentos, abdominais, barra fixa, paralela e uma série de exercícios conjugados. Qualquer pessoa pode utilizar o equipamento, que fica disponível para uso 24h por dia, todos os dias da semana.

Morador do bairro Fluminense, Leonardo Felipe Correa é educador físico e, semanalmente, se exercita na faixa de areia da praia. Segundo o profissional, que também dá aulas de circuito funcional na orla, a retomada das atividades esportivas é um estímulo para os moradores. Ele conta que tem percebido uma procura maior por atividade física nesse período.

 “Essa orla cria um clima muito propício para a atividade física, seja caminhada, funcional, corrida ou bike. Eu gosto muito daqui não só por causa da vista maravilhosa da lagoa, mas também porque a gente tem toda essa estrutura e esse espaço aberto, com bastante ventilação, para fazer exercícios de forma consciente e com o máximo de cuidado com a higienização. Fazer atividade não é só cuidar do corpo, mas também mente e essas duas coisas precisam estar em equilíbrio principalmente para enfrentar uma situação de pandemia como essa”, disse Felipe.

Cabo Frio recebe nova etapa de pesquisa para identificar contaminados por Covid 19


 O município de Cabo Frio vai receber mais uma etapa da pesquisa para identificar, por amostragem, quantas pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus. O projeto “Inquérito de Soroprevalência da Covid-19” busca descobrir pacientes assintomáticos . A pesquisa será realizada no Laboratório Municipal de Análises Clínicas, que fica em frente ao PAM de São Cristóvão, nos dias 2 e 3 de setembro.

O agendamento será feiro apenas pelo e-mail inqueritocovid19@gmail.com, de 8 às 17 horas, a partir do dia 31 de agosto. Os participantes receberão a confirmação da data e o horário de atendimento também por e-mail. Serão testadas, no máximo, 50 pessoas por dia. Os exames realizados serão testes rápidos e coleta de swab nasal.

Os voluntários deverão levar carteira de identidade e CPF. A ação é realizada pela Secretaria de Estado de Saúde, por meio da Subsecretaria de Vigilância em Saúde; Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e o Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (Lacen/RJ).

Para evitar aglomeração, os voluntários deverão comparecer no horário agendado, mantendo as recomendações sanitárias vigentes no município, como uso de máscaras. A pesquisa pretende estimar a real letalidade e identificar o número de suscetíveis ao vírus para direcionar novas estratégias para planejar a volta gradativa das atividades na cidade. O projeto já acontece em outras cidades do Estado.

quinta-feira, 27 de agosto de 2020

Fiocruz e Anvisa definem produção da vacina contra a covid-19


 

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) definiram como será a produção da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford. O encontro dos principais dirigentes das duas instituições ocorreu de modo virtual, no último dia 19, mas só foi tornado público nesta quarta-feira (26).https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?id=1314906&o=nodehttps://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.gif?id=1314906&o=node

De acordo com a assessoria da Fiocruz, que teve acesso às informações da reunião, Bio-Manguinhos realizará as etapas de formulação, envase e rotulagem da vacina utilizando as instalações do Centro de Processamento Final (CPFI) e do Pavilhão Rockfeller, destinado à fabricação de vacinas virais e que tem certificação de boas práticas de fabricação (CBPF) e pré-qualificação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Já a produção do insumo farmacêutico ativo (IFA) será realizada no Centro Henrique Pena.

A presidente da Fiocruz, Nisia Trindade Lima, destacou que o momento requer a união de esforços e expertises para se encontrar soluções no mais breve tempo possível.

“A vacina só será possível com intensa articulação e colaboração de todos os envolvidos. Para isso, os especialistas das duas instituições atuarão de forma integrada ao processo de produção da vacina, para que possam avaliar cada etapa, à luz da ciência, e realizar todas as análises necessárias”, disse Nisia.

Para o diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, o encontro revelou o empenho e a aproximação entre as duas instituições para o desenvolvimento da vacina.

“A Anvisa e a Fiocruz vêm trabalhando juntas para melhorar o combate à covid-19, com foco na discussão sobre o registro de uma vacina. A reunião contribuiu para estreitar laços e tratar de aspectos gerais do desenvolvimento vacinal”, disse Torres.

Segundo o diretor de Bio-Manguinhos, Mauricio Zuma, esse alinhamento é fundamental para que o registro possa acontecer o mais rapidamente possível, a partir da obtenção de resultados satisfatórios nos estudos clínicos, que no Brasil estão sendo conduzidos pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em parceria com a Universidade de Oxford.

“Essa análise prévia é uma prática de longa data que adotamos junto à Anvisa para a incorporação de tecnologias, e só traz benefícios para o país, na medida em que nos dá direcionamentos de medidas a serem tomadas antecipadamente para o cumprimento das exigências regulatórias e o apoio necessário para a importação dos insumos – no caso da vacina da covid-19 em caráter emergencial, possibilitando a disponibilização mais rápida de vacinas e outros imunobiológicos para o Sistema Único de Saúde”, disse Zuma.

 

 

 

Fonte: agenciabrasil.ebc.com

Sindicato dos Servidores vai ao MP contra secretário de Saúde de Cabo Frio


 O Sindicato dos Servidores Público de Cabo Frio abriu representação contra o secretário de Saúde Iranildo Campos ao Ministério Público Estadual (MP-RJ) por improbidade administrativa. A entidade alega que não foi feito o pagamento aos servidores efetivos da pasta no último dia 19, mesmo após a Secretaria de Fazenda ter feito repasse suficiente para o pagamento de todos os funcionários. 

 

Apenas no fim da tarde desta quarta (26), a Prefeitura confirmou que foi concluída a folha salarial da Saúde.

De acordo com o Sindicaf, há indícios de que o secretário escolheu quem deveria receber os vencimentos, o que fere os princípios da imparcialidade e da legalidade. De acordo com informações recebidas pelo sindicato, o dinheiro foi usado para pagar parte dos contratados e funcionários que atuam nos hospitais, inclusive estatutários, na linha de frente do combate ao novo coronavírus.

 

– A coisa é seletiva, porque se paga a um ou a outro efetivo, por que não a todos? Não pode escolher a dedo. E teve contratados que não receberam, não. Não são só efetivos. Dentro de um posto de saúde, alguns efetivos receberam e outros não receberam. Em um ESF, receberam e outro ESF, não – disse o diretor de Comunicação do Sindicaf, Olney Vianna.

 

Em nota, a Prefeitura de Cabo Frio afirmou que o atraso foi provocado pela queda do repasse de recursos e, diante deste quadro, a Secretaria de Saúde deu  prioridade aos servidores que estão na linha de frente do atendimento na pandemia da Covid-19. A Prefeitura de Cabo Frio disse ainda que trabalha para priorizar o pagamento dos salários dos servidores. 

 

No começo da noite desta quarta, o Sindicaf emitiu um comunicado conjunto com o Sindicato dos Servidores da Saúde (SindSaúde) dizendo ter confirmado junto à Fazenda e ao Fundo de Saúde, que foi feito o repasse para o pagamento de julho do restante dos servidores e de diferenças salariais relativas a junho.

Apesar disso, a ação no MP está mantida, segundo a Folha apurou junto ao sindicato.

Fonte: folhadoslagos.com

Turista de Petrópolis baleado em Cabo Frio em tentativa de assalto segue internado em estado grave

Jovem petropolitano é baleado na Praia do Peró, em Cabo Frio, no RJ — Foto: Reprodução/Inter TV RJ

Uma família de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, viajou para Cabo frio, na Região dos Lagos do Rio, para aproveitar o fim de semana mas foi surpreendida pela violência. Um jovem de 24 anos foi baleado em uma tentativa de assalto enquanto caminhava com a namorada e os primos na orla da Praia do Peró no último domingo (23).

Carlos Manoel Farroco foi socorrido e internado no Hospital São José Operário, em Cabo Frio, e segue em estado grave.

A família tenta a transferência da vítima para um hospital em Petrópolis, mas é necessário aguardar uma melhora no quadro clínico do jovem.

 

No momento do assalto, os bandidos levaram celulares dos jovens e uma caixa de som portátil, mas descartaram tudo e atiraram.

A namorada da vítima chegou a achar que era algum amigo se aproximando.

"No primeiro instante a gente achou que era amigo nosso porque tava de máscara e de boné", disse a estudante Vitória Correa.


O irmão de Carlos contou que eles chegaram a pedir que o criminoso não atirasse.

"O outro [criminoso] viu a caixa de som e os telefones e correu em direção. Nisso, meu irmão viu e ele não tava armado nem nada, meu irmão reagiu no momento. Dali o rapaz viu a gente gritando pedindo pra ele não atirar. Ele simplesmente deu o primeiro tiro pra tentar acertar na perna do meu irmão, só que errou", disse Vinícius Farroco.

A família informou que foram pelo menos seis disparos que aconteceram por volta das 21h.

"Ele não precisava atirar no meu namorado. Eles eram dois. Ele não ameaçou, não falou nada, só pegou a arma e atirou", afirma Vitória.

Carlos segue internado nesta quarta-feira (26).

A Polícia Civil informou que ouviu testemunhas e segue investigando o caso.

"A gente só quer a recuperação do meu irmão. A gente só cobra que seja feita a Justiça. Pelo amor de Deus, isso aqui é um ponto turístico. Muita gente vem de fora, igual a gente veio e a gente só quer segurança", disse o irmão.

Sobre a falta de segurança no Peró, a Polícia Militar informou que trabalha na prevenção de crimes e na segurança dos cidadãos nas cidades da Região dos Lagos. A PM disse ainda que faz policiamento ostensivo e que policiais militares foram deslocados para o local do crime, fizeram buscas mas não houve prisão de nenhum suspeito.

Autoridades em segurança reforçam que não é recomendado reagir a assaltos.

 Fonte: g1.globo.com

Festival Sabores de Cabo Frio apresenta pratos participantes da edição 2020

Costela bovina prensada com melaço e queijo coalho faz parte de ingredientes do prato "Trem Cuscustela" que participa do Festival Sabores de Cabo Frio — Foto: Divulgação/Festival Sabores de Cabo Frio

O festival gastronômico "Sabores de Cabo Frio" deste ano será realizado entre os dias 4 de setembro e 4 de outubro. Nesta terça-feira (25), o festival divulgou os pratos criados exclusivamente para o evento pelos cerca de 50 estabelecimentos participantes.

O tema desta 6ª edição é "Temperos do Brasil" e promete reunir pratos com características de diferentes partes do país.

Nesta edição, além de participar presencialmente nos restaurantes, seguindo as medidas de prevenção contra o coronavírus, o cliente também poderá participar pedindo por delivery.

A cada pedido realizado por um aplicativo de entregas regional, a empresa de entregas vai doar 1 kg de alimento para o abrigo para idosos Lar da Cidinha, que fica em Cabo Frio.

Na região o aplicativo funciona em Cabo Frio por meio de uma franquia e pode ser baixado para dispositivos com Android e iOS.

Filé de vermelho em cama de risoto de limão e molho de camarão compõe o prato "Enseada" que faz parte do Festival Sabores de Cabo Frio — Foto: Divulgação/Festival Sabores de Cabo Frio

De acordo com a organização, o festival segue o exemplo das edições anteriores, com os estabelecimentos apresentando receitas criadas ou recriadas exclusivamente para o evento, servidas a preços fixos.

As entradas e os petiscos custam R$ 30; os pratos principais, R$ 45; e as sobremesas, R$ 15. As porções serão servidas no tamanho individual dos restaurantes.

Para evitar alta rotatividade e grande circulação de pessoas nos ambientes, e considerando que os estabelecimentos estão funcionando com 50% da sua capacidade como medida de prevenção à Covid-19, a versão "petit" (de até 200 gramas) não estará disponível nesta edição.

Temperos do Brasil

Prato do Festival Sabores de Cabo Frio, "Mineirim do Dom" tem picanha suína ao molho de bacon e pimenta, arroz de abacaxi, couve crispy e salada de quiabo — Foto: Divulgação/Festival Sabores de Cabo Frio

O tema da edição se inspira em uma temática perfeita para aguçar os sentidos: "Temperos do Brasil".

Entre os pratos principais, está uma criação que faz referência à cozinha brasileira ao apresentar pescado regional em crosta crocante de fubá.

Ingredientes inspirados em Minas Gerais, que é um dos principais emissores de turistas para a região, chamam a atenção em diversos pratos.

As criações ficam em cartaz nos estabelecimentos participantes durante todo o período do festival, sendo servidas de acordo com o horário de funcionamento dos restaurantes e respeitando a capacidade limitada atualmente.

Sorvete finlandês é uma das opções de sobremesa do Festival Sabores de Cabo Frio — Foto: Divulgação/Festival Sabores de Cabo Frio

Uma revista virtual com informações como descritivo dos pratos, endereços e horários de funcionamento dos estabelecimentos pode ser baixada no celular pelo site do festival; através de um QR Code disponível em displays nos restaurantes participantes ou em totens no Shopping Park Lagos.

O Festival Sabores de Cabo Frio é uma realização da Associação de Hotéis de Cabo Frio, Cabo Frio Convention & Visitors Bureau e o Sebrae. A Tropic Produções é a empresa produtora do evento.

Atividades proibidas por conta da pandemia

A prefeitura da cidade de Cabo Frio ainda não liberou o acesso aos parques e às praias. Restaurantes e comércio funcionam com limitações de espaço e horário. A hospedagem em pousadas e hotéis está liberada, com restrições e seguindo os decretos Municipal e Estadual. O uso de máscara é obrigatório nos espaços públicos.

Fonte: g1.globo.com

Cabo Frio destina nove toneladas de pneus para reciclagem

 

Nesta quarta-feira (26), a Prefeitura de Cabo Frio encaminhou cerca de nove toneladas de pneus para reciclagem, que equivale a aproximadamente 4.200 pneumáticos. A ação acontece por meio de uma parceria com a Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip).
 
A coleta é feita pela Comsercaf, diariamente, nas borracharias e lojas de pneus e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente realiza o agendamento do envio do material junto a Reciclanip, empresa responsável pela reutilização localizada em São Paulo.
 
Durante o processo de reaproveitamento, os pneus são triturados e, na maioria das vezes, são utilizados como combustível alternativo para as indústrias de cimento. Contudo, os resíduos também podem ser usados na fabricação de solados de sapatos, borrachas de vedação, dutos pluviais, pisos para quadras poliesportivas e industriais, além de tapetes para automóveis.
 
“Os pneus demoram anos para se decompor e em períodos chuvosos podem servir como criadouro de mosquitos ou hospedar outros vetores”, explicou Dario Guagliadri, presidente da autarquia.
 
A população pode colaborar com o programa levando os pneus de descarte ao depósito da Comsercaf localizado na Rua dos Siris, 45, na Ogiva. Em casos de grande quantidade do material, a retirada pode ser programada pelo telefone (22) 2648-8907.
 
A Prefeitura de Cabo Frio informa que por conta da pandemia, todas as tratativas acerca do concurso público foram suspensas por meio de portaria publicada no Diário Oficial. Não há previsão de retomada. As exonerações não têm relação com o concurso e, sim, com contenção de despesas. 

 

 

Prefeitura de Búzios Informa


 

A Prefeitura de Búzios informa que, a partir do Decreto nº 1.470 de 24 de agosto de 2020, o cadastramento, em plataforma online, de quiosques na faixa de areia e Bote Bar, ambulantes e casas de aluguel no município de Armação dos Búzios, já pode ser realizado.

A plataforma online para os quiosques de areia está disponível no link: https://forms.gle/gdDbngXciR9chFrL8.

O recadastro geral das pessoas que exerçam a atividade de Comércio Ambulante, é através do link: https://forms.gle/aQ8QPWiwYYUGHphh6.

E o cadastro para proprietários de imóveis para locação por temporada, será feito no link: https://forms.gle/JAw4tNuZ68xv66xQA, a partir de sexta-feira (28/08).

O decreto está disponível no Boletim Oficial n° 1.102, dos dias 21 de agosto a 24 de agosto de 2020, através do link: https://buzios.aexecutivo.com.br/jornal.php?id=866

 

DEFESA CIVIL DE SÃO PEDRO DA ALDEIA É RECONHECIDA NACIONALMENTE


 

A gestão de riscos de desastres, com ações preventivas, realizada em São Pedro da Aldeia e os projetos sociais da Coordenadoria de Defesa Civil proporcionaram ao município aldeense uma honraria de expressão nacional. A Láurea de Honra ao Mérito em Proteção e Defesa Civil, entregue pela Sociedade Brasileira de Proteção Humana (SOBRAPH) e a Universidade Federal de São Pedro (UNIFESP), vem coroar o trabalho de grande impacto social desenvolvido pelos agentes aldeenses.

 

Nesta quarta-feira (26/08), em seu gabinete, o prefeito Cláudio Chumbinho recebeu parte da equipe da Defesa Civil para parabenizá-los pessoalmente. “Fico muito feliz por esse reconhecimento que nossos agentes receberam, eu confio muito no trabalho realizado pela nossa Defesa Civil. Essa homenagem reforça, ainda mais, o nosso compromisso de atuar em prol da população aldeense com responsabilidade e transparência”, afirma.

A honraria avaliou as ações mais relevantes e de impactos sociais significativos, que também eram sustentáveis e de possível replicação em qualquer parte do território nacional. A condecoração classificou ações vencedoras em ouro, prata e bronze após pesquisas realizadas em 150 municípios brasileiros. Ao todo, 112 projetos na área foram considerados. São Pedro da Aldeia foi condecorada na categoria ouro, devido ao alto grau de relevância das ações. Duas instituições paulistas completaram o pódio.

De acordo com o coordenador-geral da Defesa Civil aldeense, Marcus Dothavio, esse reconhecimento nacional incentiva, ainda mais, os agentes a fortalecerem o trabalho desenvolvido no município. “Hoje, a Defesa Civil de São Pedro da Aldeia virou referência e uma das nossas principais conquistas foi ter servidores estatutários na equipe, que poderão dar continuidade a todo esse trabalho que estamos realizando. O nosso secretário dá carta branca para nossa atuação e o prefeito confia no nosso potencial; isso é muito importante para o serviço que desenvolvemos”, declara.

DESTAQUES MUNICIPAIS

Entre as ações de referência da Coordenadoria aldeense estão o Projeto Defesinha e o “Escolas Preparadas”, que, juntos, já capacitaram cerca de cinco mil jovens e crianças. O “Comunidades Preparadas”, outro destaque do órgão, leva ciclos de palestras, simulações e treinamento de primeiros socorros à população aldeense, além da percepção de riscos e resposta a desastres.

 

A Defesa Civil aldeense também promove ações periódicas nas áreas socioassistencial, com campanhas de doação e entrega de alimentos e produtos de higiene. O trabalho desenvolvido também recebe destaque na área de prevenção de catástrofes e acidentes.

A PREMIAÇÃO

O diretor da SOBRAPH e presidente do comitê gestor do Grupo de Estudos em Proteção Humana da UNIFESP Guarulhos, professor Aparecido da Cruz, parabenizou o município pelo trabalho preventivo. “São Pedro da Aldeia foi escolhida por pertencer a um grupo seleto de cidades que valorizam a prevenção junto com a comunidade, seja a prevenção de acidentes ou de desastres naturais, para fazer um trabalho sustentável que seja replicável em todo o território nacional e que seja, também, de alta performance institucional”, ressalta.

A Láurea de Honra ao Mérito em Proteção e Defesa Civil é uma iniciativa promovida pelo Grupo de Estudos em Proteção Humana da UNIFESP Guarulhos, pela Sociedade Brasileira de Proteção Humana (SOBRAPH), pelo Corpo Acadêmico de Especialistas em Direito Militar (CAEDIM) e conta, ainda, com o apoio da Sociedade Brasileira de Amigos do Exército Brasileiro (SAEB) e do Núcleo de Ações Voluntárias em Proteção e Defesa Civil (NUPREC).

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Policial civil de folga ameaça com fuzil pessoas que estavam em festa de bar em Cabo Frio

  

Policial civil de folga ameaça pessoas com fuzil na frente de bar em Cabo Frio, no RJ — Foto: Reprodução/Inter TV

Um homem identificado como um policial civil, que não estava de serviço, foi flagrado ameaçando com um fuzil pessoas na frente de um bar no bairro Ogiva, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. O caso aconteceu na noite deste domingo (23) na Avenida Marlin, próximo à entrada da Praia das Conchas.

Ele teria ficado irritado por conta da aglomeração que estava acontecendo no local e pedia que as pessoas o respeitassem por ser policial.

As imagens mostram quando o homem pega a arma dentro de um carro equipado com luzes especiais, como uma sirene, mas o carro não tinha identificação de viatura policial.

A Polícia Civil informou que o carro é da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro e, assim como a arma, estava acautelado com o policial.

Um dos donos do bar foi agredido pelo homem com dois tapas na cabeça. O homem agredido registrou uma ocorrência sobre as ameaças na 126ª DP.

O G1 entrou em contato com a Polícia Civil que informou que o policial foi ouvido e diligências estão sendo realizadas para apurar as circunstâncias do fato.

Fonte: g1.globo.com

Cabo Frio recebe R$ 11,8 milhões de royalties

 

O Tesouro Nacional depositou R$ 11,8 milhões na conta do município de Cabo Frio, referentes à cota de agosto dos royalties do petróleo. O valor é 24% maior do que o recebido em julho, o que não apenas alivia os cofres municipais como também a decepção pela menor cota trimestral em quatro anos, de apenas R$ 155 mil, recebida a título de participações especiais no último dia 12. Na mesma data, Cabo Frui recebeu uma cota extra de R$ 839 mil.

 

Este é o segundo mês seguido de alta no repasse feito a Cabo Frio depois de três meses de sucessivas quedas que culminaram na menor cota mensal recebida pelo município desde 2002, em junho, de R$ 3,9 milhões. Se ainda não retorna ao patamar observado antes da pandemia do novo coronavírus, o valor do repasse indica uma melhoria no cenário de óleo e gás a partir do meio do ano.

 

O montante calculado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) se refere à produção de dois meses antes, neste caso, em junho. São levados em consideração para o cálculo a produção, o câmbio (preço do dólar) e o preço do barril no mercado internacional. A subida no valor da cota é uma boa notícia para o recém-nomeado secretário de Fazenda, Bruno Aragutti, na tentativa de melhorar as finanças do município.

 

Entre aos municípios da região que são produtores de petróleo e tem direito ao recurso de indenização, Arraial do Cabo recebeu R$ 7,4 milhões; e Armação dos Búzios, viu entrar R$ 8,6 milhões. Em ambos os casos, as quantias são maiores do que as recebidas em julho.

Fonte: folhadoslagos.com

Associações relacionadas ao turismo de Cabo Frio fazem manifestação em frente à Prefeitura

 

Membros de associações relacionadas ao turismo de Cabo Frio fizeram uma manifestação pacífica na manhã desta terça-feira (25) em frente à Prefeitura. Participaram do ato os representantes da associação dos proprietários de casas regulamentadas, dos transportes náuticos, dos ambulantes, os guias de turismo e os músicos que possuem banda. A manifestação começou por volta das 10h e terminou às 13h. 

 

O presidente do Sindicato do Empreendedor Individual, Ambulantes e Camelôs (Seiaccre), Luciano Mello, conta que os trabalhadores de todos os segmentos que participaram do ato estão se sentindo completamente prejudicados. 

 

– Cerca de 90% do comércio de Cabo Frio já foi reaberto, e a gente não pode voltar a trabalhar. Nós não somos uma categoria que consegue ficar mais de cinco meses sem trabalhar. Trabalhamos de dia para comer à noite. A gente está se sentindo discriminado – desabafa Luciano.

 

Ainda de acordo com os ambulantes, as categorias estavam conversando com o ex-secretário de Turismo do município, Paulo Cotias, mas com a exoneração dele, as negociações voltaram à estaca zero.  Eles tinham a expectativa de voltar a trabalhar no dia 1º de setembro, mas agora não possuem uma previsão de retorno. 

 

– A situação está muito complicada. Estamos sem trabalhar desde o Carnaval. Fomos a primeira categoria a respeitar os decretos municipais, e até agora, estamos estagnados – conta Luciano. 

 

O presidente da Associação das Hospedarias Legalizadas de Cabo Frio (Ailha), Adonay de Nazareth Silva, conta que, segundo um levantamento feito pela própria Prefeitura de Cabo Frio, o índice de contaminação pelo novo coronavírus aumentou em 5%. Ele demonstra insatisfação pelo fato de alguns setores poderem retornar e outros não. 

 

– A única forma de acabar com a pandemia é com a vacina, que está prevista somente para fevereiro do ano que vem. Até lá, quem está sem trabalhar vai morrer de fome? – questiona Adonay.

 

O protesto começou em frente à Prefeitura e depois seguiu até à Câmara Municipal. Os manifestantes foram atendidos pelo presidente da Câmara e por mais sete vereadores, que se comprometeram a ajudá-los a pedir para o Poder Executivo para que haja liberação das atividades para o feriado do dia 7 de setembro.

 

O grupo já tinha se encontrado nesta segunda-feira (24) com o prefeito Adriano Moreno (DEM), que ficou de encaminhar os pedidos das categorias para o Ministério Público Estadual (MP-RJ).

Fonte: folhadoslagos.com

MPRJ expede recomendação para que a Prefeitura não promova novas flexibilizações durante a pandemia

 

Em reunião realizada na manhã desta terça-feira (25),  integrantes do Gabinete de Gestão de Crise definiram que as normas previstas nos decretos vigentes serão mantidas. A decisão foi alinhada com a recomendação expedida pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro para que o governo municipal se abstenha de adotar qualquer nova medida de flexibilização das medidas restritivas que envolvam atividades coletivas que coloquem em risco a saúde pública.
 
Na segunda-feira (24), a Prefeitura recebeu o documento com as propostas de setores ligados ao turismo para atuação durante a pandemia do coronavírus. Dentre as reivindicações estavam o funcionamento dos meios de hospedagem em capacidade total e a retomada das atividades nas praias.
Além disso, o artigo 8º do Decreto nº 6.304, de 30 de julho de 2020, já previa a revogação de acordo com a situação da pandemia da Covid-19, com objetivo de garantir a saúde da população cabofriense. Como exemplo, nesta segunda-feira, o Estado do Rio de Janeiro teve aumento de 45% no número de infectados pelo Coronavírus. Os dados com a evolução dos casos no município são publicados diariamente nos sites www.cabofrio.rj.gov.br e saude.cabofrio.rj.gov.br .
 
Por fim, a Prefeitura destaca que o mais importante é a conscientização da população que deve continuar evitando aglomerações, utilizar o uso de máscaras, permanecer em casa, sempre que possível, e respeitar as determinações do decreto que visam coibir a disseminação do novo coronavírus. O combate ao vírus é responsabilidade de cada cidadão.

Prefeitura faz nova apreensão de pássaros silvestres em cativeiro em Tamoios

 

Mais uma operação conjunta promovida pela Prefeitura de Cabo Frio e pelo 25º Batalhão de Polícia Militar foi realizada nesta terça-feira (25) em Tamoios. Agentes da Secretaria do Meio Ambiente, da Coordenadoria-Geral de Assuntos Fundiários e policiais militares da 8ª CIA de Tamoios (DPO de Unamar) atenderam a uma denúncia anônima e chegou a uma casa, na localidade do Chavão, onde foram encontrados cerca de 70 pássaros de diversas espécies em cativeiro ilegal. 

Ações neste sentido tem sido feitas periodicamente no Distrito de Tamoios, já que o volume de denúncias recebidas pela secretaria aumentou. Mais uma vez, os agentes da Prefeitura estiveram junto com a equipe da PM, comandada pelo tenente Cristiano e composta também pelo sargento Rafael e pelos cabos Poubell, Wellington e Flavio. Ao chegar no local, não foi encontrado nenhum adulto. Os responsáveis pela casa conseguiram fugir antes da chegada dos agentes, deixando no local apenas dois menores de idade. 

A polícia e os agentes municipais seguem investigando o paradeiro da pessoa que capturava os animais, inclusive dentro da APA do Rio São João e no Parque Natural Municipal do Mico-Leão-Dourado. As gaiolas que aprisionavam os pássaros foram recolhidas e incineradas. Os pássaros seguiram para avaliação da equipe da Secretaria de Meio Ambiente e serão devolvidos à Natureza.

"O responsável pela casa conseguiu fugir. A equipe segue na diligência para os procedimentos legais e o flagrante da apreensão foi feito, neste trabalho conjunto dos agentes da Secretaria de Meio Ambiente, da Coordenadoria-Geral de Assuntos Fundiários e dos policiais do DPO de Tamoios", explicou o coordenador de Assuntos Fundiários, Ricardo Sampaio. 

A população pode denunciar crimes ambientais pelo e-mail secmacabofrio@gmail.com. O anonimato é garantido.

SÃO PEDRO DA ALDEIA SE PREPARA PARA ADERIR À CAMPANHA “SINAL VERMELHO CONTRA A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA”

 

A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de São Pedro da Aldeia (SASDH) já deu os primeiros passos para a cidade aderir à “Campanha Sinal Vermelho”, que tem como foco o combate à violência doméstica. A SASDH solicitou à Delegacia de Polícia e à Delegacia Especializada no atendimento à Mulher (DEAM) os dados de violência contra a mulher no município para que, juntos, possam criar estratégias de enfrentamento. A Secretaria também participou das reuniões virtuais realizadas pelo Conselho Estadual dos Direitos da Mulher e os órgãos envolvidos que discutiram o tema.

De acordo com a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, Olívia Sá, o município já tem um protocolo estabelecido. “São Pedro da Aldeia vai fazer todas as adesões possíveis. Nós, mulheres, já nascemos com todos os direitos violados. Umas fazem parte diretamente do grupo que necessita de mais cuidados, outras não. Mas, todas estão dispostas a contribuir e ajudar umas às outras. Agradecemos a oportunidade de estarmos à frente da Secretaria que vai colocar o nosso município inserido nessa campanha tão importante”, falou Olívia.

UM “X” NA PALMA DA MÃO

A campanha “Sinal vermelho contra a violência doméstica” vai auxiliar vítimas de abusos no lar. O objetivo da campanha é incentivar as denúncias a partir de um símbolo. A mulher, ao desenhar o “X” na mão e exibi-lo a um atendente na farmácia ou farmacêutico, poderá conseguir auxílio. O atendente ou farmacêutico seguirá um protocolo para comunicar à polícia e ao acolhimento à vítima. Caso a mulher não queira que a rede de proteção seja acionada imediatamente, o balconista poderá anotar o endereço da vítima para fazer a denúncia mais tarde, com a garantia que não serão conduzidos à delegacia nem, necessariamente, chamados a testemunhar.

As farmácias foram escolhidas por serem um ambiente considerado seguro e acessível, mesmo em tempos de pandemia. Mais de 10 mil farmácias em todo o país poderão receber pedidos de ajuda e acionar as autoridades. A Campanha é promovida pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (AMAERJ) lançou cartilhas que explicam os tipos de violência doméstica, apresentam os atos que são considerados violência durante o confinamento, listam os sinais de uma possível futura violência e traçam um plano de proteção. Além disso, trazem informações sobre a Rede de Enfrentamento da Violência contra a Mulher.

Clique aqui e acesso material sobre o tema.

- |