Pular para o conteúdo principal

COLUNA BANZO



TERRORISMO “TEXTUOL”

O Portal de notícias UOL publicou ontem mais um exemplo de “desinformação” a título de “politicagem”.
O Título da matéria dizia literalmente: “Deputados do PSL-RJ têm acusados de tráfico, roubo e "máfia" em gabinetes.”

E o rodapé timidamente dizia: “Em abril de 2016, o juiz Leandro Loyola de Abreu, da Vara Criminal de Araruama, absolveu os acusados, afirmando falta de provas e que "a inexistência, até então, de transporte alternativo legalizado neste município e a notória deficiência na locomoção de pessoas não autorizam a realização do transporte irregular de passageiros, o que representa uma infração administrativa e não penal"
Bem vamos esmiuçar os fatos, se o rodapé desmentia a “manchete”... Qual seria o motivo da publicação?

Os motivos são os quais descrevi na primeira linha desta nota: desinformação e politicagem.

TERRORISMO “TEXTUOL” II

O Portal de notícias UOL se viu obrigado a explicar a contradição e em resposta declinou essa “verdadeira pérola”: achamos válida a publicação por conta do Ministério Público ter recorrido desta sentença.

Num momento que se discute a “condenação” validada apenas na 3ª Instância (Supremo), o prestimoso portal lança uma nova modalidade penal: “a presunção de culpa”.

Pelo desserviço, desinformação e pelo sofrimento dos familiares envolvidos, torço por um processo penal, longo e custoso!!!

ZÉ BONIFÁCIO: CURADO E PRETENCIOSO

Durante o fim de semana a cidade de Cabo Frio ficou em suspense, pois o ex-Prefeito e ex-Assessor de Cabral e Pezão, José Bonifácio convocou uma coletiva para esta segunda-feira, no auditório do Malibu Hotel.

Pretensiosamente o “último caudilho cabo-friense” abriu a coletiva explicitando logo o motivo da convocação: desmentir os boatos sobre a sua saúde e declarar que está curado de um câncer.

Bem quanto a cura do câncer... dou Graças a Deus!

Porém quanto a convocar uma coletiva apenas para desmentir um boato... faça-me um favor!!!

É arrogância demais parar toda a imprensa apenas para desmentir um boato!

Alô Zezinho! Para essas coisas existem Nota Oficial, lives ou até buxixo.




CONHEÇA O NOVO PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO PALMARES

Sérgio de Camargo é jornalista; com passagens por importantes redações em São Paulo e é filho do renomado escritor Oswaldo de Camargo, qualificado pela  LITERAFRO (órgão OFICIAL da UFMG) como poeta, ficcionista, crítico, historiador da literatura e um dos mais destacados escritores negros das últimas décadas, que em sua obra aborda temas ligados à temática negra".

Em suma Sergio de Camargo é bem formado, bem criado, e ficha limpa.

E os motivos de tanto barulho da militância do Movimento Negro vocês saberão já!

CONHEÇA OS MOTIVOS DA REJEIÇÃO

Sérgio Camargo sempre manteve relativa distância da militância do Movimento Negro, nunca se submeteu a doutrinação de “esquerda” e professa a religião católica.

Um negro que não é de “esquerda”, não milita,  não necessita de “boquinhas” junto ao Movimento e não professa nenhuma religião de matriz africana... com certeza é um alvo a ser batido.

“A escravidão foi terrível, mas benéfica para os descendentes, e que os negros do Brasil vivem melhor que os negros da África" – Sérgio Camargo

A primeira frase desta oração (A escravidão foi terrível) proferida pelo então jornalista Sérgio Camargo foi totalmente ignorada pela militância, deram ênfase então ao restante do período que ficou fora de contexto (mas benéfica para os descendentes, e que os negros do Brasil vivem melhor que os negros da África).

A lógica da fala é a de que seria melhor nascer negro no Brasil do que na Etíopia ou Namíbia.
Porém de uma forma altamente belicosa a militância se aproveitou do mote escravidão-benéfica.

CONHEÇA OS MOTIVOS DA REJEIÇÃO II

O novo presidente da Fundação Palmares defende que o negro não precisa ser vítima, nem precisa ser de esquerda, e trabalha pela libertação da mentalidade que escraviza ideologicamente os negros.

Ora caro leitor, o aparelhamento da Fundação Palmares pelo PT é clamoroso e abriga “companheiros” até agora inatingíveis.

Não interessa aos “boquinhas” a perda de força dentro da autarquia. É por isso que se arrepiam ao ouvir do próprio Sérgio Camargo que “esse modelo de Movimento Negro tem que acabar”.

A atividade fim da Fundação Palmares é direcionar verbas para o desenvolvimento de políticas públicas que protejam e incentivem a verdadeira cultura negra.

CONHEÇA UM POUCO MAIS DESSE COLUNISTA

Meu nome é Marcos Chaves, Agente Cultural e Ativista do Movimento Negro, sou antes de tudo um atento observador político-social.

Não admito ficar refém de segmentos que apelam para agressões e xingamentos ao se depararem com o contraditório ao seu “senso comum”.

Bolsominios, Fascistas, Racistas, Homofóbicos e toda a sorte de acusações/agressões não me atingem. Até porque a maioria dos desafetos não possuem extensão cultural para saber a definição e a natureza do Fascismo.

Inclusive, é uma característica marcante no Fascismo, denegrir e atacar toda a opinião contrária ao status estabelecido.

Não abro mão do meu direito de reflexão e muito menos de emitir minha opinião.

Marcos Chaves

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.