Pular para o conteúdo principal

COMISSÃO DE SÃO PEDRO DA ALDEIA APRESENTA PROJETO DA CLÍNICA-ESCOLA DO AUTISTA PARA PREFEITO DE IGUABA GRANDE



Representantes da Comissão do Autismo de São Pedro da Aldeia participaram de uma reunião na Prefeitura de Iguaba Grande. O encontro teve como objetivo apresentar o projeto de implantação da Clínica-Escola do Autista para o prefeito Vantoil Medeiros Martins. A iniciativa faz parte de um esforço da Prefeitura aldeense, em conjunto com a sociedade civil e o Legislativo municipal, visando sensibilizar os municípios da Região dos Lagos para a construção de clínicas-escolas voltadas ao atendimento especializado a pessoas com transtorno do espectro autista (TEA). As explanações sobre o projeto foram conduzidas pelos integrantes da Comissão aldeense, o advogado Carlos Magno de Carvalho, representante da sociedade civil e um dos grandes apoiadores do projeto, e o secretário de Educação, Alessandro Teixeira Knauft. Estiveram presentes na reunião o vice-prefeito Alexandre da Farmácia, integrantes do Poder Público local, membros de entidades associativas, pais e responsáveis de autistas.

Na ocasião, o secretário de Educação, Alessandro Teixeira Knauft, apresentou uma série de ações previstas pelo governo municipal relacionadas à implantação da Clínica, nos moldes da unidade de Itaboraí, considerada uma referência no país. “Além de pensar na Clínica-Escola do Autista, a gente também quer atender a família com um conjunto de programações, como a realização de workshops e oficinas de capacitação para o cuidado, em formato de parceria, e um projeto de Cozinha-Escola, tendo em vista que a alimentação é parte fundamental do tratamento da criança com transtorno. Nós precisamos agir no sentido de alcançar as pessoas que estão invisíveis, à margem do processo administrativo público, e que precisam ser alcançadas com as políticas públicas”, afirmou.

Durante o encontro, que aconteceu no gabinete do prefeito Vantoil, os participantes compartilharam experiências sobre o tema, suas vivências e estratégias eficazes de apoio e tratamento às pessoas com TEA. A apresentação do projeto também já passou pelos municípios de Cabo Frio e Rio das Ostras. “A ideia é sensibilizar os prefeitos da Região dos Lagos para que cada um tenha interesse de fazer um trabalho nesse sentido; queremos mobilizar e fortalecer os municípios. Em Iguaba Grande, o prefeito e o vice-prefeito demostraram apoio imediato à causa”, complementou Alessandro.

Em visita anterior a São Pedro da Aldeia, o vice-prefeito de Iguaba Grande, Alexandre da Farmácia, destacou o apoio dado ao projeto aldeense. “O prefeito Vantoil tem um olhar muito especial, muito carinhoso pelas crianças especiais da nossa cidade. Queremos cumprir esse papel de ajuda entre os municípios e Iguaba Grande está à disposição para o que precisar”, comentou.

Para discutir a implantação da Clínica-Escola do Autista foi criada, em São Pedro da Aldeia, por meio do Decreto n° 074/2019, uma Comissão destinada ao estudo de viabilidade administrativa, orçamentária e financeira do projeto. O grupo é composto por 11 membros com representações no Poder Executivo, Poder Legislativo e sociedade civil. Além das visitas pontuais aos municípios da região, a Comissão aldeense se reúne na primeira quarta-feira de cada mês, no município, com o objetivo de dar andamento aos processos, definir metas e traçar ações prioritárias em prol da causa.

Também participaram da reunião em Iguaba Grande o secretário de Saúde, Valdeci Júnior; a representante do Flore’Ser (Centro Especializado em Reabilitação Física e Intelectual), Tecla Nunes; o secretário de Turismo, Marcelo Durão; a diretora da Associação de Pais Eficientes de Iguaba Grande (APEIG); os integrantes da Comissão aldeense, Lilian Martins, representante da Ouvidoria Municipal; Carlos Magno de Carvalho e José Neto, representantes da sociedade civil; além da servidora aldeense, Barbara Soutelo. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.