Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Coluna da Menina de Ouro, Vânia Carvalho




A dificuldade manda recado

A oposição recebeu a visita de 3 pessoas. Uma se apresentou como a fome, a outra como doença e a terceira pessoa disse se chamar dificuldade.

Todas elas queriam saber do seu líder como resolver seus problemas. A fome então perguntou:

- Senhor deputado o que o senhor tem para mim?

E ele fez um lindo discurso, que de tão grande deixou a fome morrer.

A 2ª pessoa então se dirigiu ao mesmo deputado e perguntou?

- Eu sou a doença, o que o senhor tem para mim?

E novamente o deputado levantando o dedo em riste, falou por várias horas, prometeu tanto que a doença morreu, ali mesmo.

Então só restou a dificuldade, que com medo de morrer como os outros, perguntou:

- Caro deputado, antes que o senhor me mate com suas palavras rebuscadas, cheias de moral e de ideologia barata, saiba que a fome e a doença eram minhas irmãs, e se o senhor não tinha nada melhor  para oferecê-las que pudesse amenizar seu sofrimento e sua dor, porque critica quem nos ajuda?

A fome não se alimenta de discursos, ela precisa do pão de cada dia e a doença não espera por milagres, ela precisa de atendimento e eu como irmã mais velha que estou sempre tentando arrumar um jeito de sobreviver, por causa de pessoas como o senhor que nada fazem e só ficam tecendo ataques, aos que porventura trabalham para amparar aos que sentem a fome e a dor das suas chagas, porque ao invés de nos beneficiar, só pensa em si mesmo e nos seus interesses?

Porque usar de tamanha necessidade para fazer da sua política um mero instrumento de defesa dos seus verdadeiros ideais?

Conheço algumas pessoas que se aproveitam de mim sempre que desejam alcançar seus objetivos. O poder, o dinheiro, a corrupção, estão sempre ao meu lado querendo tirar casquinha,  pois é comigo, na dona dificuldade, que eles encontram a melhor maneira de enganar as pessoas de bem, aquelas que tem fé e que por tanta carência, são ludibriadas por políticos como o senhor.

Então senhor deputado,  o senhor que se diz cristão, deveria lembra que Jesus disse: Amai ao próximo como a si mesmo! portanto, deixar morrer a fome e a doença, por causa de pretensões eleitoreiras, sabendo que as  boas ações que auxiliam a população na hora que eu me faço presente, é um gesto tão egoísta e mesquinho, que hoje eu lhe direi, que estarei com o senhor lado a lado, pois terás muita dificuldades de alcançar a vitória que tanto almeja.

0 comentários:

- |