LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

terça-feira, 27 de agosto de 2019

Cabo Frio Surf Pro é sucesso e atleta da cidade sobe ao pódio



Depois de três dias de muitas ondas na Praia do Forte e grande público, o Cabo Frio Surf Pro 2019 terminou na tarde deste domingo (25). E uma cabo-friense fez bonito: Karol Ribeiro terminou na segunda colocação do Feminino Pro.
Os campeões da competição foram: Wesley Lima e Camila Cassia. A terceira etapa do Circuito Estadual de Surf Profissional teve apoio da Prefeitura de Cabo Frio, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL).
“Estávamos há muitos anos sem receber uma competição profissional e de renome nacional. Colocamos novamente Cabo Frio na rota do surf profissional e esperamos que seja o primeiro de muitos eventos. Queria parabenizar a todos, em especial ao prefeito Dr. Adriano Moreno, que esteve presente e foi fundamental para que a cidade tivesse esse campeonato – disse o secretário de Esportes, Flávio Rebel.
O domingo amanheceu com sol e mar liso, mas com ondas de meio metro que rolavam em séries demoradas. Logo após a segunda bateria o vento entrou, o céu ficou nublado e as condições ficaram ainda mais difíceis para o surfe, porém alguns dos melhores atletas do Brasil apresentaram boas manobras.
A primeira final foi das meninas e teve a Kayane Reis, de Saquarema, mais ativa no início, porém sem se distanciar. Taís de Almeida largou bem, mas quem começou muito forte foi a Camila, que soltou várias manobras numa direita que abriu toda e que valeu um high score. A partir daí as outras adversárias lutaram mais pelo vice, pois Camila ainda melhorou seu somatório. Karol deu um gás e assumiu a segunda posição, terminando a prova como vice. Taís ficou em terceiro e Kayane em quarto.
“Estou muito feliz! Venho trabalhando já há alguns anos pra isso e agora só estou colhendo os frutos, e vou falar: já estava com saudades de subir no pódio novamente”, comentou a campeã, que não está pensando ainda nos títulos dos circuitos. “Na verdade, eu estou só querendo surfar, me divertir, não estou pensando muito nisso, de campeã brasileira, campeã carioca, eu só quero fazer a minha parte e seja o que Deus quiser”, finalizou a campeã que assumiu a liderança do ranking do circuito do Rio e que segue como a número 1 do circuito nacional da Abrasp.
Final da Masculino Pro – A bateria mais importante dos homens no Cabo Frio Surf Pro 2019 teve o ubatubense Wesley Lima e o potiguar Alan Jhones trocando de posições, a cada momento um estava na ponta, enquanto o baiano Léo Andrade e o buziano Facundo Arreyes procuravam, mas não achavam ondas com potencial. A melhor nota das 45 ondas surfadas na final foi de Wesley (6.50), que acabou como campeão. Alan foi o vice, Facundo ficou em terceiro e Léo em quarto.

A competição foi organizada pela Federação Estadual de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ) e contou pontos para o ranking brasileiro da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP).
Fotos – SURFE TV / Carlos Matias

Masculino Open

1° Colocado: Wesley Leite (SP)

2° Colocado: Alan Johnes (RN)
3° Colocado: Facundo Arreyes (RJ)
4° Colocado: Léo Andrade (BA)


Feminino Open

1a colocada: Camila Cássia (SP)

2a Colocada: Karol Ribeiro (RJ)
3a Colocada: Tais de Almeida (PE)
4a Colocada: Kaiane Reis (RJ)


Adapt Open

1° Colocado: Leonardo Oliveira

2° Colocado: Davi Teixeida
3° Colocado: Jonathan Borba
4° Colocado: Monique Oliveira


Adapt Assist

1° Colocado: Davi Teixeira

2° Colocado: Gabriel Paiva
3° Colocado: Valnei Costa
4° Colocado: Jonas Licurgo


Adapt Feminino

1a Colocada: Monique Oliveira

2a Colocada: Renata Glasner




0 comentários:

- |