Pular para o conteúdo principal

São Pedro da Aldeia terá o maior Centro de Abastecimento de Alimentos e Logística do interior do Rio de Janeiro


Lançamento das futuras instalações do empreendimento será nos dias 07 e 08 de fevereiro
A partir do próximo mês a economia da Região dos Lagos ganha um apoio representativo: o lançamento do projeto do Centro de Abastecimento de São Pedro da Aldeia – Ceasp, em São Pedro da Aldeia. O empreendimento, que tem previsão de entrar em operação até o final deste ano, deve gerar mais de dois mil empregos, entre diretos e indiretos.  Nos dias 07 e 08 de fevereiro, autoridades, empresários e produtores rurais convidados vão conhecer, em primeira mão, as futuras instalações da área de 90 mil metros quadrados onde será instalado o maior centro de distribuição de alimentos e logística do interior do Estado do Rio de Janeiro.

A localização estratégica e estrutura diferenciada do Ceasp vão oferecer mais qualidade, segurança e organização ao setor, representando um marco para a economia em toda a região. Produtores rurais e empreendedores do setor alimentício já comemoram. “A unidade vai trazer muitos benefícios para quem trabalha na área. Hoje, nós buscamos mercadoria na Capital do Rio de Janeiro e na Região Serrana do Estado. Perdemos tempo, muitas vezes qualidade e preço nos produtos. Com esse novo espaço em São Pedro da Aldeia, a logística de abastecimento será muito melhor, o que vai facilitar para que tenhamos sempre produtos frescos para nossos clientes.”, pontuou a comerciante de hortifrutis de Rio das Ostras, Patrícia de Souza.

O Ceasp está sendo construído às margens da Rodovia Amaral Peixoto, em São Pedro da Aldeia, no Km 116, extensão que está sendo recapeada e em breve será duplicada pelo DER-RJ - Departamento de Estradas e Rodagem do Rio de Janeiro. Localizado ao lado do Polo Logístico Central dos Lagos, do grupo Sonda, o Centro irá atender, somente na região, cerca de 12 municípios, entre Saquarema e Carapebus.
De acordo com um dos sócios do empreendimento, Paulo Machado, “a estrutura do Ceasp vai contribuir para a logística da distribuição de alimentos, reduzindo os custos de comercialização, por conta da proximidade das regiões produtoras de hortifrutigranjeiros, além de ofertar produtos com mais qualidade ao consumidor”, explicou

EMPREENDIMENTO - A primeira fase do empreendimento, que deverá ser finalizada até o final de 2020, será de seis mil metros quadrados construídos, com total infraestrutura, 156 boxes e 28 lojas para a comercialização de hortifrutis, pescados, carnes, flores, bebidas nacionais e importadas, além de supermercado, lojas de embalagens e um Truck Center com canal direto com os caminhoneiros. Já a segunda fase prevê a construção de uma área de comércio e lazer com cafeterias, restaurantes e lanchonetes, além de outros 86 boxes e lojas.

“O Ceasp será um atrativo não apenas para quem utiliza a sua estrutura comercial, mas também para quem passa pela Rodovia, e para os moradores de toda a região”, prevê o empresário Paulo Machado.

SUSTENTABILIDADE - O projeto do Ceasp conta com um conceito diferenciado de sustentabilidade que visa a eficiência no uso dos recursos e a redução de impactos socioambientais. Para isso, o Centro fará o tratamento do próprio esgoto, terá estrutura para aproveitar a energia solar e captação da água da chuva, além de ações de descarte consciente de lixo seco e orgânico. O local terá ainda um espaço destinado à comercialização de produtos orgânicos e uma área reservada para o pequeno agricultor da região, que ficará livre da cobrança de taxas e aluguel.

SONHO REALIZADO -  “O projeto do Centro de Distribuição nasceu da experiência do saudoso empresário italiano, José Carlos Scarambone. Empreendedor visionário, ele atuou por 40 anos na área de alimentos e fez uma série de pesquisas para viabilizar a criação do Ceasp em São Pedro da Aldeia. Agora, anos depois, seu projeto será concretizado, em parceria com um grupo de empresários da região, com o apoio da Prefeitura de São Pedro. É uma grande alegria poder dar vida a esse sonho do meu pai, que foi um grande empreendedor e colaborador para o crescimento econômico do nosso Estado”, declara Gustavo Scarambone, um de seus filhos e sócio do empreendimento.  

SERVIÇO:
Centro de Abastecimento de São Pedro da Aldeia – CEASP
Rodovia Amaral Peixoto, Km 116, São Mateus, São Pedro da Aldeia – Rio de Janeiro - RJ
Contato: (22) 2646-1471
               (21) 96516-3130

Fonte: riodasostrasjornal.blogspot.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.