Pular para o conteúdo principal

Segurança Pública realiza operações para coibir irregularidades durante a quarentena


Desde o início da vigência do Decreto, a Prefeitura mantém equipes que percorrem os principais centros comerciais da cidade, fiscalizando se as empresas estão cumprindo as determinações. Os agentes também estiveram em estabelecimentos comerciais e espaços públicos, com o objetivo de apurar denúncias efetuadas através do número 199.

Fiscalização foi intensificada para evitar a entrada de turistas na cidade, além da abertura irregular de comércios e aglomerações, inclusive nas praias. 

Somente entre os dias 17 e 24 de abril, a Secretaria da Segurança Pública de Arraial do Cabo identificou 80 condutores tentando entrar no município para atividades de turismo, descumprindo o isolamento social previsto em decreto assinado pelo prefeito Renatinho Vianna, como medida de combate à Covid-19. Destes, trinta veículos foram barrados durante os dias em que os agentes intensificaram a fiscalização na barreira, em função dos feriados de Tiradentes e São Jorge. 

Desde o início da vigência do Decreto, a Prefeitura mantém equipes que percorrem os principais centros comerciais da cidade, fiscalizando se as empresas estão cumprindo as determinações. Os agentes também estiveram em estabelecimentos comerciais e espaços públicos, com o objetivo de apurar denúncias efetuadas através do número 199.

Na maior parte dos atendimentos, os agentes identificaram eventos que estavam promovendo a aglomeração de pessoas. Um deles, o festival de pipas, estava sendo realizado na Rebeche, em um espaço próximo a restinga. Após aconselhamento, os participantes foram dispersos sem maiores problemas. Proprietários de bares da cidade também foram instruídos a cumprir as regras. Em caso de infração recorrente, estarão passivos as punições cabíveis. 

Grupos que estavam jogando futebol na Praça do Adolpho e na areia da Praia dos Anjos também foram dispersos. As ações contaram com a participação de policiais da 6ª CIA, do 25º BPM. 
Já na tarde desta sexta-feira (24), uma operação foi realizada nas praias do município, tendo em vista o grande número de pessoas que estavam frequentando estes locais que permanecem com acesso restrito. A abordagem das equipes é sempre educativa, para fins de orientação. Na Praia Grande, os grupos de banhistas foram convidados a se retirar, cumprindo assim o que determina a quarentena. Participaram da ação, agentes do Meio Ambiente, Posturas e da Guarda Municipal, também com o apoio da Polícia Militar. 
As autoridades pedem a compreensão da população quanto a barreira montada nos principais pontos do município, em Pernambuca, Figueira, Monte Alto e na RJ-140, próximo a Prainha. O tempo de espera é necessário para que a Guarda Municipal faça o seu trabalho, reduzindo a circulação de pessoas que não são do município e, consequentemente, a disseminação do Coronavírus.

“Todas as medidas para conter o avanço desta doença continuam sendo cumpridas. As barreiras estão ativas, praias restritas e apenas o comércio essencial está autorizado a abrir. A população precisa ajudar no trabalho que vem sendo feito com tanto esforço, pois estamos lidando com um inimigo muito perigoso. Todos devemos cumprir juntos o que determina os decretos, ” afirma o secretário de Segurança Pública, Bruno Monteiro. 

É importante lembrar que a cidade NÃO está aberta para o turismo. A Segurança Pública está recebendo denúncias de empresários e donos de casas de aluguel de temporada, que estariam facilitando a entrada de turistas em Arraial do Cabo. As irregularidades estão sendo apuradas e os moradores podem ajudar, denunciando pelos números 153 e 199.
 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.