LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

quarta-feira, 10 de abril de 2019

Prefeituras definem ações após contenção de mancha de óleo




O coordenador de Meio Ambiente da Secretaria de Desenvolvimento, Mario Flavio Moreira, participou nesta segunda-feira (8) de uma reunião com os secretários de Meio Ambiente de Arraial do Cabo, Arildo Mendes, e de Armação dos Búzios, Hamber Carvalho, para discutir as medidas a serem tomadas após a contenção da mancha de óleo que atingiu praias dos três municípios.

“Quem tem o poder de multar a Petrobras é o Ibama, que emite as licenças para a atuação da empresa. O que nós do Meio Ambiente das três cidades decidimos foi levar uma proposta para a Petrobras de que seja formada uma Brigada Conjunta, com equipamentos de contenção de óleo e com embarcações, formada por guardas marítimos e ambientais das três cidades, pescadores, canoístas e surfistas, todos capacitados, para que possamos identificar e dar uma resposta rápida quando incidentes como este acontecerem e ameaçarem o nosso meio ambiente.  O próximo passo para isso será marcar uma reunião com o Ministério Público Federal para que essa exigência seja formatada como uma contrapartida aos danos causados por este acidente”, afirmou o coordenador de Meio Ambiente de Cabo Frio, Mario Flavio Moreira.
A reunião aconteceu na sede da Secretaria do Ambiente, em Arraial do Cabo e coube ao secretário cabista a explanação sobre os detalhes do acidente ambiental.

“Felizmente houve uma resposta rápida dos três municípios e a pronta intervenção dos órgãos ambientais, como Ibama, Inea e ICMBio.  Podemos afirmar que a enseada conhecida como ‘Saco do Cherne’ salvou nossas praias de um estrago maior, pois a mancha de óleo ficou ‘presa’ nesse local e ali foi feita a contenção e é onde estão concentradas as ações.  O óleo, segundo a Petrobras, é proveniente de um reservatório do campo de Marlim Leste, que sofreu uma fissura e vazou. Essa identificação foi possível porque cada óleo tem o seu ‘DNA’ próprio, ou seja, é possível rastrear sua origem.  Por não ser um óleo novo, ele veio nessa forma de ‘pelotas’, com menor potencial de danos”, explicou.

O coordenador de Meio Ambiente de Cabo Frio explicou que o fenômeno da ressurgência contribuiu para que as praias da cidade fossem menos atingidas.
“A mancha veio pela corrente da ressurgência e, ao contornar a Ilha dos Porcos, em Arraial do Cabo, no seu trajeto natural, acabou ficando presa no ‘Saco do Cherne’. Isso explica porque ela atingiu praias de Búzios e Arraial do Cabo com maior intensidade. Foi descartada a possibilidade do vazamento ter sido originado pelo Navio-Sonda que esteve em frente à Praia do Forte na semana passada, pois a Capitania dos Portos confirmou que a embarcação foi autorizada a tirar fotos do fundo do mar naquele ponto”, afirmou.

As equipes da Petrobras continuam no trabalho de limpeza das praias dos três municípios e de contenção da mancha na Enseada do Cherne, e foi acertado que continuarão com as ações até a véspera da Semana Santa, para garantir a limpeza das praias.


0 comentários:

- |