Pular para o conteúdo principal

PREFEITURA ALDEENSE E SENAC DISCUTEM PARCERIA PARA ABERTURA DE CURSOS PROFISSIONALIZANTES


Representantes da Prefeitura de São Pedro da Aldeia e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC-RJ) se reuniram para discutir a formalização de parceria para a abertura de cursos gratuitos voltados à capacitação profissional e geração de renda. Os cursos terão como público-alvo jovens e pessoas cadastradas em programas sociais do Governo Federal, como o Bolsa Família e outros. Participaram da reunião o gerente de operações da unidade do SENAC Cabo Frio, Marcelo Fontalan, e o secretário de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, Dimas Tadeu, além de representantes das Secretarias de Educação e de Assistência Social e Direitos Humanos.


O secretário de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, Dimas Tadeu, destacou a evolução da parceria que vem sendo firmada com a instituição. “Nós temos avançado bastante nas discussões com o SENAC para trazer cursos voltados às famílias, jovens, homens e mulheres, em situação de risco social e também aos escolares. A ideia é oferecermos opções de formação em áreas do setor de Comércio, como administração, atendimento, gestão de vendas e outros, que tem sido uma das grandes vocações do nosso município. O SENAC tem toda a expertise em cursos profissionalizantes, que vão permitir aos nossos aldeenses ter mais facilidade de se inserir no mercado de trabalho, além de prepará-los para competir à altura nas primeiras experiências profissionais. Esperamos poder abrir essas turmas muito em breve”, disse.


Durante a última reunião, que aconteceu na sede do Centro de Formação Continuada Professora Ismênia Trindade dos Santos (CEFOR), no bairro Nova São Pedro, os representantes de cada Secretaria apresentaram suas demandas específicas com base na procura e na infraestrutura disponível, além de receberem informações sobre o portfólio de cursos do SENAC. Entre os públicos de destaque mencionados estiveram os estudantes da Educação Jovens e Adultos (EJA), adolescentes em situação de vulnerabilidade social e jovens de baixa renda em busca do primeiro emprego.


“O grande viés dessa parceria que estamos firmando com a Prefeitura de São Pedro da Aldeia são os cursos de formação profissional e geração de renda 100% gratuitos para a população. Realizamos essa reunião para alinhar as expectativas entre as três secretarias e o SENAC. Com essa parceria, a gente abre um leque muito maior do que só o ‘Jovem Aprendiz’, que tem uma segmentação etária específica. Dentro desse projeto, teoricamente, qualquer munícipe que se enquadre nos critérios dos programas sociais está apto a participar”, salientou o gerente de operações do SENAC Cabo Frio, Marcelo Fontalan.


A oferta de cursos profissionalizantes na modalidade presencial está inserida no Programa Senac de Gratuidade (PSG). O programa tem como objetivo conceder qualificação profissional gratuita e de qualidade visando o mercado de trabalho. Segundo os critérios do PSG, todos os cursos são destinados a pessoas de baixa renda (até 02 salários mínimos por pessoa na família). No primeiro momento, serão oferecidos cursos com carga horária média de 160 a 200 horas. Os alunos terão, ainda, material didático e certificação.


No município, o Horto Escola Artesanal vai funcionar como um polo operacional do SENAC. Durante o encontro no CEFOR, os profissionais da instituição aproveitaram para realizar uma visita técnica de validação nas dependências da unidade. “A ideia é podermos expandir os cursos para além do Horto Escola. Para isso, faremos visitas em conjunto com a Educação e a Assistência Social para que a gente possa verificar a viabilidade técnica dos demais espaços e saber se atendem às necessidades”, complementou Marcelo.


Participaram da última reunião a coordenadora do CEFOR e do EJA,  Iara Regina Azevedo, da Secretaria de Educação; as representantes da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, Cláudia Brasil e Solange Guimarães; os representantes da Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, Vanusa de Arruda, Flávio Gomes e Ana Leitão; a coordenadora de cursos da área de gestão do SENAC Cabo Frio, Michele Rúbia; a coordenadora de Serviços Criativos do SENAC Cabo Frio, Vera Hering; e a coordenadora pedagógica do SENAC Cabo Frio, Márcia Klein.


Para mais informações sobre os critérios de participação, pré-requisitos e regulamento do Programa Senac de Gratuidade basta acessar o site http://psg.rj.senac.br



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.