LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

sexta-feira, 28 de junho de 2019

O mimimi pela volta de Milton Alencar a frente da Secretaria de Cultura



O Governo Dr. Adriano trocou mais um nome de seu staff, sai da Secretaria de Cultura a memorialista Meri Damasceno e entra em seu lugar o renomado cineasta Milton Alencar.

Mas,
E a vida tem sempre umas...

Mas o que era para ser uma troca natural de um quadro governamental, virou um mimimi sem limites, algumas poucas vozes gritaram "é golpe!" já outros afirmaram "manobra para tirar a Meri Damasceno", ainda teve pérolas como de ex-secretário "não se consultou ao conselho deliberativo", ao que parece todos os empolgados de plantão parecem viver em um conto do autor irlandês C. S. Lewis, na fantástica Nárnia; e esqueceram que o cargo de secretário de cultura é um cargo comissionado que está sob a regência do prefeito, que troca seus comissionados quantas vezes quiser sem precisar de dar "golpe" ou "consular" ninguém.

E os que hoje estão reclamando são os mesmos do movimento 1º de abril, há quase duas décadas reclamando, parece que entraram na máquina do tempo, seria até engraçado se não fosse trágico.

Mas delírios a parte a Cultura de Cabo Frio está em colapso absoluto, não temos mais nenhum movimento cultural, perdemos os principais espaços culturais, a maior parte deles fechado e sem luz, o teatro municipal fechado e servindo de casa para moradores de rua, desde 2009 a Cultura vem decaindo ano após ano, já tivemos secretário de cultura que vivia fazendo manifestação cultural em sepulturas, era um necrófilo cultural, mas em 2015 a Cultura colapsou e nunca mais se reergueu.

A entrada de Milton Alencar é de fato uma esperança, por 12 anos esteve a frente da Cultura de nossa cidade, encontrou 4 espaços culturais e ampliou para 9, entre eles abriu o Teatro Municipal, fez do falecido Carnaval de Cabo Frio o maior do interior do estado e um dos 10 maiores do Brasil, fortaleceu todos os setores da cultura, e todos os projetos culturais que sobreviveram por anos. Após a saída Milton Alencar em 2008 a cidade foi perdendo, perdendo, perdendo e hoje não tem mais nada de sua cultura.

Ao aceitar esse desafio Milton Alencar volta a 1997, quando se tornou secretário pela primeira vez, volta novamente sem teatro, sem espaços culturais, sem projetos existentes, sem verba, sem nada, e arrisca seu legado e conquistas nessa aventura, em minha opinião jamais deveria ter aceito.

Álex Garcia

PS (1) - Esse texto foi escrito por um adversário histórico de Milton Alencar, em 2003 tive que abandonar sua emissora, Cabo Frio TV, para estrear o Programa Cartão Vermelho; o Milton quando viu o projeto do programa disse "Isso é uma merda, jamais passará na minha TV" e de fato em 16 anos jamais passou em sua TV.


PS (2) - O Programa Cartão Vermelho estreou em 21 de novembro de 2003 na extinta TV Forte com direção de Max Corôa, e o Milton tem razão, há 16 anos é uma merda mesmo, não sei como vocês assistem e lêem essa porcaria. rsrs


0 comentários:

- |