Pular para o conteúdo principal

Cabo Frio se prepara para o “Dia do Desafio”




No próximo dia 29 de maio, quarta-feira, será realizada mais uma edição do “Dia do Desafio”, a maior campanha mundial de incentivo à prática de atividades físico-esportivas. O Dia do Desafio é uma disputa entre cidades de 14 países diferentes da América Latina para estimular a adoção de hábitos mais saudáveis. Mais do que uma simples competição de cidade contra cidade, a campanha busca promover integração e cooperação.
A campanha é coordenada pelo Sesc São Paulo e tem um objetivo simples: a população é incentivada a praticar atividades físico-esportivas ao longo do dia. O município que conseguir mobilizar o maior número de participantes em relação a sua população total vence o desafio, que é realizado anualmente, sempre na última quarta-feira de maio.
No ano passado, as regras da competição mudaram. Os confrontos foram definidos por sorteio para uma competição trienal, que segue até 2020. Cabo Frio está participando na disputa enfrentando a cidade venezuelana de Mariara, que fica a cerca de 125 km da capital do país, Caracas.
Além de competir entre si, as cidades que foram sorteadas no Dia do Desafio têm mais um objetivo: melhorar sua colocação no ranking Cidade + Cidade, que soma o número de participantes do evento em cada uma das sete categorias definidas pela quantidade de habitantes. Com os resultados de 2018, a dupla Cabo Frio/Mariara está em 90º lugar na categoria 5, que engloba municípios com a população entre 100 mil e 249.999 habitantes.
Em Cabo Frio, as tarefas do Dia do Desafio serão coordenadas pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, com polos de atividades físicas por toda a cidade, com a participação de escolas da rede pública, associações de moradores e da população em geral.
Além dos polos de atividade específicos para o Dia do Desafio, os alunos dos projetos “Novo Cidadão” e “Vida Ativa”, ambos promovidos pela Prefeitura de Cabo Frio, e também sob coordenação da Secretaria de Esporte e Lazer, também participam da campanha na quarta-feira.
“O importante é que todo mundo que participe de alguma atividade física no Dia do Desafio possa registrar essa participação, seja com fotos ou com vídeos, enviando pra nossa equipe aqui na Secretaria, que vai depois, encaminhar esses registros para a coordenação do Dia do Desafio no Brasil”, explicou a professora Marta de São Paulo, que está coordenando o projeto na cidade.
A ideia é, além de incentivar as pessoas a adotarem a prática da atividade física como parte da rotina diária, é a de melhorar a participação de Cabo Frio no ranking do Dia do Desafio. No ano passado, 7.663 pessoas foram registradas nas ações do evento na cidade. Mariara teve quase o triplo: 22.564 pessoas.
A relação final de locais disponíveis dos polos de atividades físicas do Dia do Desafio em Cabo Frio será divulgada na segunda-feira (27). Para enviar sua participação no evento, é simples: você pode fazer seu vídeo ou foto na prática de atividade física durante o dia e enviar para o WhatsApp da Secretaria de Esporte e Lazer: (22) 97403-6868. Se for postar na rede social de sua preferência (Instagram, Facebook, Twitter, etc.), as hashtags que devem ser colocadas são #DiadoDesafio e #CaboFrioRJ.

História
A primeira iniciativa que originou o Dia do Desafio foi em 1983, em Saskatoon, no Canadá. Em um inverno com temperaturas bem abaixo da média, o então prefeito Clifford Wright sugeriu que todos fossem caminhar. A ideia era fazer com que as pessoas se aquecessem enquanto se mexiam. No ano seguinte, Clifford convidou a cidade vizinha e ambas realizaram a caminhada juntas. Estava criada a essência do #Dia do Desafio.
Em 1990, a entidade The Association For International Sport for All (TAFISA) assumiu a gestão do evento, que começou a ganhar ainda mais força e adeptos. Em 1995, foi a vez do Sesc São Paulo passar a coordenar as atividades da campanha no Brasil, anos depois, na América Latina e, posteriormente em todo o continente americano. O evento também conta com o apoio da International Sport andCultureAssociation (ISCA) e da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).
As cidades que participam da disputa do Dia do Desafio são agrupadas de acordo com o número de habitantes, divididas em sete categorias:

Categoria 1 – até 9.999 habitantes
Categoria 2 – de 10.000 a 19.999 habitantes
Categoria 3 – de 20.000 a 49.999 habitantes
Categoria 4 – de 50.000 a 99.999 habitantes
Categoria 5 – de 100.000 a 249.999 habitantes
Categoria 6 – de 250.000 a 999.999 habitantes
Categoria 7 – acima de 1.000.000 de habitantes

Este ano, participam cidades da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.