Pular para o conteúdo principal

Prefeitura implanta Centro de Operações de Emergências (COE) para combate ao Covid-19


A Prefeitura de Cabo Frio, por meio da Secretaria de Saúde, institui o Centro de Operações de Emergências (COE) para enfrentamento à pandemia do Covid-19. A medida integra o Plano de Contingência Municipal para Infecção Humana pelo novo Coronavírus. A estratégia foi criada em consonância com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e com o Plano de Contingência Estadual e Nacional para Infecção Humana pelo SARS-COV-2.
“O plano é um instrumento importante porque sistematiza como o município vai agir, quais os níveis de ação, que estratégias serão usadas para cada situação de combate a pandemia, além de fornecer orientações de elaboração de planos de contingência local para diversos segmentos na cidade. É muito importante que todos façam sua parte”, ressaltou o prefeito Dr. Adriano Moreno.
O COE funciona na sede da Secretaria de Saúde, mas devido às circunstâncias da própria pandemia as discussões são realizadas remotamente via internet. De acordo com o plano, quem apresentar sintomas deve se dirigir às Unidades de Pronto Atendimento (UPA) ou a uma das 23 Estratégia em Saúde da Família (ESF) mais próxima. O corpo médico do município não precisa de reforço por ser suficiente para atendimento em casos de pandemia.
O objetivo do COE é oferecer resposta coordenada ao enfrentamento da pandemia em Cabo Frio. A análise de dados e de informações subsidiarão as tomadas de decisões do corpo técnico do COE tanto para a definição de estratégias quanto para as ações de enfrentamento de emergências em saúde pública.
Além de implantar o COE, o plano abrange ações e orientações em áreas como vigilância dos pontos de entrada da cidade; aeroporto de Cabo Frio; deck de desembarque de cruzeiros no município; vigilância em serviços de saúde; assistência em saúde; Departamento de Regulação Hospitalar Estadual (DRE); Lacenn/RJ; Vigilância em Saúde (epidemiológica); Comunicação Social; capacitações.
Em relação à Vigilância em Saúde (epidemiológica) o principal objetivo no momento é a identificação, notificação e manejo oportuno de casos suspeitos de infecção humana pelo Covid-19 de modo a mitigar os riscos de transmissão sustentada no território nacional.
Estrutura de resposta do COE para o Covid-19

Baseado na definição de caso suspeito preconizado pelas organizações oficiais nacionais e internacionais de saúde, o COE prevê três níveis de resposta: alerta, perigo iminente e emergência em saúde pública. Todos levam com consideração o risco da disseminação do Covid-19 no Brasil e o impacto que pode ser causado na saúde pública municipal.

De maneira geral, os níveis de resposta consistem em:

a) Alerta: situação em que o risco de introdução do Covid-19 no Brasil seja elevado e não apresente casos suspeitos;

b) Perigo Iminente: em caso suspeito o município poderá requisitar bens e serviços tanto de pessoas naturais quanto jurídicas assegurada justa indenização;
c) Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN): trata dos casos confirmados de transmissão local. É dividido em duas fases: contenção, para evitar a dispersão do vírus e para alertar a toda a rede municipal para detecção de casos suspeitos, manejo adequado dos pacientes, reforço do uso de equipamento de EPI, além de quarentena domiciliar para casos leves; e mitigação, iniciada quando Cabo Frio registrar 100 casos positivos do Covid-19.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tribunal do Tráfico decapita Homem na noite deste sábado na Favela do Lixo em Cabo Frio

Um crime bárbaro acaba de acontecer na noite deste sábado (23/05) em uma das maiores comunidades do interior do Estado do Rio de Janeiro, bairro Manoel Corrêa mas conhecido como Favela do Lixo em Cabo Frio. Segundo informações de populares que preferiram manter o anonimato, um homem chamado Matheus teria sido torturado pelo Tribunal do Tráfico e em seguida foi decapitado, o motivo do crime seria por Matheus ser informante da polícia, na linguagem do crime ele seria um X9. A Polícia Militar está nesse momento fazendo levantamento do crime e pegando a identificação completa da vítima, até o momento não foi lavrada a ocorrência, e traremos mais informações conforme o andamento das investigações. As imagens são fortíssimas e não recomendada para pessoas sensíveis.

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

  O LOBO EM PELE DE CHACAL!   “TSE defere candidatura e José Bonifácio tomará posse como Prefeito de Cabo Frio” “Em decisão monocrática o Ministro Alexandre de Moraes deferiu o recurso de José Bonifácio” Na sexta-feira (18/12) por volta das 18:00 horas as manchetes acima surpreenderam alguns incautos cabofrienses, e deixaram duas sérias indagações no ar: - O que motivou o Ministro Alexandre de Moraes, relator do processo, a evitar o julgamento pelo colegiado do Tribunal Superior Eleitoral? - A séria motivação impeditiva deixou de existir apenas duas horas depois de iniciado o “recesso” do tribunal?   Bem... o editorial do Blog Cartão Vermelho não possui todas as respostas, porém, cumprindo sua principal missão de trazer luz aos fatos, assinala agora a ação vil, perdulária e principalmente venal que acometeu a defesa do Sr. José Bonifácio.   Os advogados que patrocinaram a causa de Zezinho, fazem parte de uma bancada respeitadíssima nacionalmente, é uma das mais cara